Publicidade

Posts com a Tag Pequim 2008

quarta-feira, 28 de setembro de 2011 Musas, Pan-Americano | 09:30

Jennie Finch, o grande desfalque do Pan de Guadalajara

Compartilhe: Twitter

O legal de uma competição como os Jogos Pan-Americanos é você ficar sabendo de notícias sobre modalidades que quase não costuma acompanhar nos três anos anteriores ao evento. É o caso do softbol, versão feminina do beisebol e de pouca representatividade no Brasil. Mas só por aqui, porque nos EUA, por exemplo, é muito popular. A ponto de produzir uma musa (e que musa!) como Jennie Finch, campeã olímpica em Atenas-04 e prata em Pequim-08 e grande nome da seleção americana. Ou seja, além de bonita, ainda jogava muito

Só que aí descubro, nesta nota publicada pelo iG Esporte, de autoria da repórter Ana Carolina Cordovano, que a loiraça não participará do Pan de Guadalajara, porque decidiu se aposentar. Mãe de dois filhos, ela ainda apoia a modalidade, mas somente fora de campo.

Mas não fique triste: na galeria abaixo, mate um pouco as saudades da linda e competente Jennie Finch.

Autor: Tags: , , , ,

segunda-feira, 26 de setembro de 2011 Com a palavra, Ídolos, Imprensa, Mundiais, Musas, Olimpíadas, Pan-Americano | 23:35

Fabiana Murer, uma campeã com os pés no chão

Compartilhe: Twitter

“Ele foi fundamental, me ensinou a saltar novamente”


Fabiana Murer exibe a bandeira brasileira para comemorar o título mundial no salto com vara

Esta frase, extraída de um trecho de uma declaração dada nesta segunda-feira, em uma twitcam (na verdade, de “cam” mesmo não teve nada, pois o equipamento falhou e o papo rolou pelo twitter mesmo), mostra bem a forma serena e objetiva de pensar de Fabiana Murer, ganhadora da única medalha de ouro do Brasil em Mundiais de atletismo. Ao contrário do que muitos atletas, que embriagados pela fama imediata se esquecem dos verdadeiros responsáveis pelas suas conquistas, Fabiana Murer não pensou duas vezes em destacar a importância do técnico ucraniano Vitaly Petrov nesta medalha de ouro.

É justamente este jeito sereno, sem marketing, com os pés no chão, que cativa em Fabiana Murer. Só mesmo algo muito extremo para tirá-la de seu eixo, como foi o episódio da perda das varas nas Olimpíadas de Pequim. O normal de Fabiana Murer é esse aí: sem se deslumbrar ou desesperar  por qualquer coisa.

Da mesma forma com que garante que irá brigar pelo ouro no Pan de Guadalajara, daqui a pouco menos de 20 dias, Fabiana Murer não descarta alcançar a quase inalcançável marca de 5 metros em 2012 e também buscar o título olímpico nos Jogos de Londres. E tudo isso é dito de uma forma sincera, sem afetação ou prepotência.

Quem dera o esporte brasileiro tivesse outras atletas com o comportamento e perfil de Fabiana Murer.

Autor: Tags: , , , , ,

domingo, 25 de setembro de 2011 Isso é Brasil, Mundiais, Olimpíadas, Pré-Olímpico, Seleção brasileira | 08:04

Eliminação da ginástica rítmica das Olimpíadas merece reflexão

Compartilhe: Twitter

Terminou neste sábado o sonho da seleção brasileira de ginástica rítmica em garantir um lugar nas Olimpíadas de Londres, no ano que vem. Ao ficar em 22º (entre 24 participantes) a competição por equipes do Campeonato Mundial da modalidade, em Montpellier (FRA), o Brasil ficou sem qualquer chance de participar dos Jogos de 2012. Isso porque garantiam vaga direta os seis primeiros colocados (a Itália foi a campeã), enquanto outros seis países seguintes asseguravam presença no Pré-Olímpico no ano que vem.

Para piorar, nem mesmo a vaga única por continente para este Pré-Olímpico as meninas brasileiras conseguiram asseguram, pois ficaram atrás do Canadá, melhor equipe das Américas, 17º colocado no Mundial.

Mais do que lamentar o fiasco brasileiro nesta campanha do Mundial, é necessário que se faça uma bela reflexão sobre este resultado. Para isso, vamos trabalhar com um número: o orçamento recebido este ano pela CBG (Confederação Brasileira de Ginástica), com recursos da Lei Agnelo/Piva, provenientes das verbas das loterias, é de R$ 2,8 milhões. Sem contar o valor que a entidade recebe da Caixa Econômica Federal, principal patrocinadora da ginástica brasileira.

Não se sabe o quanto a CBG investe especificamente na preparação da seleção de GRD (ginástica rítmica desportiva). Mas é possível concluir que o dinheiro não está sendo muito bem investido, tomando-se em conta os resultados obtidos.

Só para lembrar, a seleção brasileira só disputou as Olimpíadas de Pequim, em 2008, em razão de um convite da FIG (Federação Internacional de Ginástica), que ficou impressionada com o desempenho da equipe no Pan-Americano do Rio, em 2007, quando ficou com o ouro.

O problema é que não basta um brilhareco aqui ou ali. Com tanto dinheiro investido nos últimos anos, era de se esperar que resultados melhores surgissem. Ou então saber usar melhor o dinheiro para fazer intercâmbios mais eficientes, trazer técnicos do exterior, investir fundo no descobrimento de novos talentos.

Do contrário, ficaremos fazendo reflexões sobre fracassos brasileiros em Mundiais e competições do gênero, nas mais variadas modalidades, entra ano, sai ano.

Autor: Tags: , , , ,

sexta-feira, 23 de setembro de 2011 Olimpíadas, Pan-Americano, Seleção brasileira | 11:11

Estrela da ginástica artística estará em Guadalajara

Compartilhe: Twitter

A americana Shawn Johnson deve ser a principal estrela da ginástica artística do Pan

Para quem gosta de dizer (entre eles este blogueiro) que o Pan-Americano não atrai mais a atenção das grandes estrelas do esporte mundial, causou surpresa a convocação da seleção americana feminina de ginástica artística para os Jogos de Guadalajara, que começam no próximo dia 14 de outubro.

A principal novidade foi a presença do nome de Shawn Johnson na lista das convocadas. Trata-se simplesmente de uma das estrelas da ginástica mundial, tendo brilhado nas Olimpíadas de Pequim, em 2008, quando levou uma medalha de ouro (trave) e três de prata (equipe, individual geral e solo). Um ano antes,  ela fora o grande nome da ginástica artística no Pan do Rio, ao ganhar nada menos do quatro medalhas de ouro (equipe, individual geral, barras assimétricas e trave) e uma de prata (solo).

Aos 19 anos, Shawn Johnson está retornando agora às competições, após ficar praticamente um ano parada em razão de uma cirurgia no joelho, lesionado após a ginasta sofrer uma queda esquiando na neve.

Com sua presença confirmada em Guadalajara, Johnson usará o Pan como preparação importante para seu grande objetivo, que é brilhar nas Olimpíadas de Londres, no ano que vem.

Isso significa que Jade Barbosa, Daniela Hypólito, Daiane dos Santos e Cia terão uma bela pedreira pela frente na briga por medalhas em Guadalajara.

Autor: Tags: , , , , , , ,

sexta-feira, 12 de agosto de 2011 Seleção brasileira | 23:06

Brasileira é a 3ª do mundo no pentatlo. Sim, isso é verdade

Compartilhe: Twitter

Yane Marques ocupa o terceiro lugar no ranking mundial de pentatlo moderno

Já escrevi uma vez neste blog post enaltecendo a grande fase vivida pela pernambucana Yane Marques, melhor atleta brasileira no pentatlo moderno. E destacar-se internacionalmente em uma modalidade praticamente desconhecida no Brasil (composta por disputas de esgrima, natação, hipismo e o evento combinado corrida/tiro) não é uma tarefa fácil. Pois Yane vem conseguido fazer isso com um raro brilhantismo.

Tanto é verdade que no ranking mais recente divulgado pela UIPM (União Internacional de Pentatlo Moderno), Yane ocupa nada menos do que o terceiro lugar, com 175 pontos. À frente de Yane, estão somente a alemã Lena Schoneborn (210 pontos), medalha de ouro nas Olimpíadas de Pequim-08 e  bicampeã da final da Copa do Mundo (2010 e 2011), e a a francesa Amelie Caze (188), tricampeã mundial (2007, 2008 e 2010).

Nada mal para a pernambucana de 27 anos, nascida em Afogados de Ingazeira, a 385 km de Recife e que começou a praticar o pentatlo há apenas oito anos.  Ao contrário do turbulento e depressivo mercado de ações, a tendência de Yane Marques, pelo visto, é de alta.

Autor: Tags: , ,

terça-feira, 26 de julho de 2011 Ídolos, Musas, Olimpíadas | 22:33

Atenção dividida?

Compartilhe: Twitter

Ok, está certo que a natação no Mundial de Esportes Aquáticos de Xangai ainda está praticamente no começo. Mas muita gente pode estar estranhando o desempenho de Michael Phelps. O supercampeão norte-americano, dono de oito medalhas de ouro nas Olimpíadas de Pequim, em 2008, ainda não “brilhou” na China – embora já tenha ganho uma medalha de prata nos 200m livre e uma de bronze no revezamento 4 x 100m livre. Portanto, tudo o que se diz sobre Phelps merece ter um certo cuidado, para não queimar a língua.

Mas se alguém gosta de “teorias  da conspiração”, as fotos abaixo podem explicar os motivos desta, digamos, performance pouco dourada de Phelps: a presença em Xangai da namorada Nicole Johnson, ex-miss Califórnia.

E aí, será que a dona Nicole anda desviando a atenção de Michael Phelps? O que você acha?

Autor: Tags: , , , ,

sábado, 16 de julho de 2011 Vídeos | 11:01

A música-tema do Mundial de Xangai

Compartilhe: Twitter

Os chineses capricharam na organização do 14º Campeonato Mundial de Esportes Aquáticos, que começa nesta sábado em Xangai. Além das instalações belíssimas do Oriental Sports Center, capricharam na produção de um videoclipe com dois dos mais populares cantores da China: Sun Nan e Coco Lee, que já tinham feito antes um dueto para a música-tema dos Jogos Olímpicos de Pequim, em 2008.

Apesar de meio açucarada demais para o meu gosto, não dá para negar que a produção foi muita bem feita, né?

Assista e avalie…

Veja também:

>>No clima do Pan 2011

>>Maria-chuteira no rúgbi?

>>A embaixadora do Pan de Guadalajara

Autor: Tags: , , , ,

terça-feira, 5 de julho de 2011 Ídolos, Imprensa, Seleção brasileira | 22:42

Voto de confiança para Cielo

Compartilhe: Twitter

O treinador australiano Brett Hawke confia totalmente em Cesar Cielo

Importantes as opiniões dadas ao repórter Pedro Taveira, do iG Esporte nesta terça-feira pelo técnico australiano Brett Hawke, que foi o responsável pelo treinamento do nadador brasileiro Cesar Cielo durante quatro anos e com ele esteve ao seu lado em suas maiores conquistas: a medalha de ouro nos 50m livre, nas Olimpíadas de Pequim-08, e nos títulos mundiais dos 50 e 100m livre, em 2009, na cidade de Roma.

Sem pensar duas vezes, Hawke cravou que acredita piamente na inocência de Cielo, que testou positivo para a substância furosemida, ao lado de outros três nadadores (Nicholas Santos e Henrique Barbosa, do Flamengo, e Vinícius Waked, do Minas). “Cesar não é drogado. Ele é o legítimo campeão mundial e olímpico”, disse Hawke, de forma categórica ao iG, tanto por telefone como por e-mail.

Mas ao mesmo tempo que demonstrou sua total confiança no nadador brasileiro, o treinador australiano, que hoje comanda a seleção universitária americana, soltou uma frase que vai contra a opção do ex-pupilo em tomar suplementos alimentares, que seriam os responsáveis pelo doping de Cielo e dos demais nadadores. “Nós não recomendamos para os atletas tomar qualquer suplemento”, referindo-se à orientação dada aos seus atletas.

Se o tal suplemento alimentar for mesmo o único responsável pelo inoportuno exame positivo, seria bom que Cesar Cielo resolvesse bater um papinho com seu ex-treinador para evitar futuras dores de cabeça em sua carreira.

Veja também:

Duas opiniões sobre o caso Cielo

O doping e a hipocrisia

Cesar Cielo começa 2011 com tudo

Autor: Tags: , , , , ,

sexta-feira, 1 de julho de 2011 Listas, Olimpíadas, Pré-Olímpico, Seleção brasileira | 13:23

Os brasileiros classificados para Londres 2012

Compartilhe: Twitter

Diogo Silva protesta contra a desorganização do taekwondo do Brasil, nos Jogos de Atenas, em 2004

Ao se tornar o primeiro representante do taekwondo do Brasil classificado para as Olimpíadas de Londres, em 2012, Diogo Silva alcançou nesta sexta-feira um outro feito notável: tornou-se o primeiro brasileiro a obter vaga olímpica em um pré-olímpico mundial. A atual seletiva está acontecendo em Baku, no Azerbaijão. Ele tornou-se o 45º atleta brasileiro garantido nos Jogos do ano que vem.

Diogo Silva ficou famoso por fazer um protesto contra a desorganização de seu esporte no Brasil, ao perder a decisão da medalha de bronze nos Jogos de Atenas-04. Na ocasião, ele usou uma luva preta dos Panteras Negras, movimento de militantes negros americanos na década de 60. Ele não conseguiu se classificar para as Olimpíadas de Pequim, em 2008.

Total de atletas brasileiros garantidos para Londres-12: 45

Ciclismo
Modalidade Estrada (1 atleta)
Data e local em que garantiu a vaga: 8/05/2011, com a vitória de Gregolry Panizo no Campeonato Pan-Americano de ciclismo, em Antioquia (Colômbia)

Hipismo
Modalidade saltos – Equipe (5 atletas)
Data e local em que garantiu a vaga: 6/10/2010, ao ficar em quarto lugar durante o Mundial de Kentucky (EUA)

Futebol
Modalidade feminino (18 atletas)
Data e local em que garantiu a vaga: 21/11/2010, ao vencer o Chile na decisão do Campeonato Sul-Americano do Equador

Modalidade masculino (18 atletas)
Data e local em que garantiu a vaga: 13/02/2011, ao vencer o Uruguai na rodada final do Campeonato Sul-Americano do Peru

Taekwondo
Diogo Silva – categoria até 68kg
Data e local em que garantiu a vaga: 1º/07/2011, ao ficar com a medalha de bronze no Pré-Olímpico de Baku, no Azerbaijão

Tiro esportivo
Modalidade Pistola 25m feminino – Ana Luiza Mello
Data e local em que garantiu a vaga: 20/11/2010, ao conquistar a medalha de ouro no Campeonato das Américas, no Rio de Janeiro

Modalidade Fossa Olímpica Double – Felipe Fuzaro
Data e local em que garantiu a vaga: 24/11/2010, ao conquistar a medalha de ouro no Campeonato das Américas, no Rio de Janeiro

Autor: Tags: , , , , ,

quinta-feira, 30 de junho de 2011 Ídolos, Isso é Brasil, Olimpíadas, Pan-Americano, Seleção brasileira | 22:47

O drama de Laís Souza

Compartilhe: Twitter

Laís de Souza, durante as Olimpíadas de 2008. Ginasta terá que ser operada novamente

Se por um lado os fãs da ginástica artística comemoraram, com toda razão, o bom retorno de Daiane dos Santos às competições no último final de semana, no Meeting Internacional de Natal, têm por outro lado motivos de sobra para se preocuparem. A paulista Laís Souza será obrigada a passar por uma nova cirurgia nos próximos dias, desta vez no joelho direito. Será a sétima cirurgia a qual Laís, de apenas 22 anos, precisará ser submetida.

Com isso, terminaram de vez as chances de Laís, que integrou a seleção brasileira de ginástica artística no Pan do Rio-2007 e nas Olimpíadas de Pequim-08, de sonhar com uma chance de ir ao Pan de Guadalajara, em outubro, ou mesmo aos Jogos de Londres, no ano que vem. Isso porque o processo de recuperação deverá demorar de dez meses a um ano.

Não é de hoje que Laís de Souza vem padecendo com contusões. Ela mesmo admitiu que competiu em Pequim “baleada”, pela falta de melhor cuidado do departamento médico da CBG (Confederação Brasileira de Ginástica) na época. Assim como a própria Daiane dos Santos e Jade Barbosa, que competiu com uma contusão gravíssima no pulso, que quase abreviou sua carreira.

Só resta torcer para que Laís Souza consiga se recuperar de mais uma cirurgia e consiga recuperar o tempo perdido. Mas a verdade é que não será fácil.

Veja também:

>>Daiane volta para iniciar o caminho do adeus

>>Final feliz na ginástica artística

>>Um exemplo de desperdício na ginástica artística

Autor: Tags: , , , , , ,

  1. Primeira
  2. 2
  3. 3
  4. 4
  5. 5
  6. 6
  7. Última