Publicidade

Posts com a Tag Maurren Maggi

quarta-feira, 25 de maio de 2011 Isso é Brasil | 23:04

Nada justifica o "bullying" do judô

Compartilhe: Twitter

Jigoro Kano teria ficado indignado com as barbaridades feitas contra Lucas Ribeiro

Se você der uma busca no santo Google, descobrirá que a definição de judô é “modo suave” ou “caminho da suavidade”. Pois nada disso parece significar alguma coisa para alguns integrantes do Projeto Futuro, agora chamado Centro de Excelência Esportiva, no complexo esportivo do Ibirapuera. Com certeza o criador do judô, Jigoro Kano, ficaria horrorizado com as atrocidades cometidas contra o garoto Lucas Gongora Ribeiro, de apenas 16 anos, que relatou ter sido vítima de trotes e humilhações pelos atletas veteranos que também integram o Centro de Excelência.

Ninguém aqui é ingênuo a ponto de achar que não existe trote no esporte. Isso é normal, até natural, em equipes de diversas modalidades. No vôlei, por exemplo, um dos castigos “publicáveis”, por assim dizer, é fazer com que os novatos na seleção brasileira sejam os responsáveis em carregar o carrinho com as bolas, para o aquecimento da equipe, em treinos e jogos. Mas estes “rituais de passagem” existem em todo lugar. O que não dá é extrapolar todos os limites do bom senso.

O diretor do Conjunto Constâncio Vaz Guimarães, o coronel Luiz Flaviano Furtado, apresentou alguns argumentos que quase me fizeram cair da cadeira, para justificar atitudes “normais”, como lavar o quimono de todos os demais judocas, agressão com ripas de madeira e depilação à força.  “Em qualquer atividade militar, sempre existe a hierarquia. O mais antigo tem certa precedência sobre os mais novos. Ele falou de lavar quimono. Entre os militares, os mais novos geralmente engraxam os coturnos dos mais antigos”, explicou o coronel Furtado.

Engraçado, achei que o Centro de Excelência preparava atletas e não sobreviventes de deploráveis cenas de bullying esportivo. Lá foram formados alguns dos grandes ídolos olímpicos brasileiros, como Aurélio Miguel, Maurren Maggi, Thiago Camilo e Henrique Guimarães.

Tomara que o jovem Lucas Ribeiro consiga esquecer o que estes pseudo-judocas fizeram com ele. Do contrário, o esporte brasileiro corre o risco de perder um talento, por pura imbecilidade alheia.

Veja também:

Pan de judô: reação brasileira em Guadalajara

O drama de João Derly

O velho “Ibira”, de cara nova

Autor: Tags: , , , , , , , ,

segunda-feira, 23 de maio de 2011 Seleção brasileira | 23:56

Atletismo brasileiro define seleção para o Sul-Americano

Compartilhe: Twitter

Ana Claudia Lemos vai ao Sul-Americano da Argentina

A CBAt (Confederação Brasileira de Atletismo) divulgou nesta segunda-feira a relação dos atletas que disputarão o 47º Campeonato Sul-Americano da modalidade, que será realizado na cidade de Buenos Aires, entre 2 e 5 de junho. Os atletas foram convocados com base no ranking da entidade e após reunião do conselho técnico, que reuniu no último domingo, logo depois do encerramento do Grande Prêmio São Paulo, na pista do Ibirapuera.

Ao todo, foram chamados 77 atletas, que além de tentar manter a hegemonia brasileira na América do Sul, tentarão obter índice para o Mundial de Daegu, na Coreia do Sul, em agosto, e também para os Jogos Pan-Americanos de Guadalajara, no México, em outubro. Entre os destaques da equipe que irá à Argentina, estão Fabiana Murer, Maurren Maggi (colunista do iG), Marílson Gomes dos Santos e Hudson de Souza.

Confira abaixo a relação dos convocados pela CBAt:

Masculino

Nilson de Oliveira André (SP) –  100m e 4x100m
Sandro Viana (SP) –  100m, 200m e 4x100m
Ailson da Silva Feitosa (SP) –  200m e 4x100m
Carlos Roberto Pio Junior (PR) –  4x100m
Kleberson Davide (SP) – 400m, 800m e 4x400m
Luis Eduardo Ambrosio (SP) –  400m e 4x400m
Wagner Francisco Cardoso (SP) – 4x400m
Hederson Alves Estefani (PR) – 4x400m
Lutimar Abreu Paes (SP) – 800m
Leandro Prates Oliveira (SP) – 1.500m
Hudson Souza (SP) –  1.500m e 3.000m c/obst.
Marcelo Cabrini (SP) –  5.000m
José Magno dos Santos Mota (SP) –  5.000m
Marilson Gomes dos Santos (SP) – 10.000m
Damião Ancelmo de Souza (RJ) – 10.000m
André Alberi de Santana (SP) – 3.000m c/obst.
Matheus Inocêncio (SP) – 110m c/bar.
Thiago Mendes Castelo Branco (SP) –  110m c/bar.
Mahau Suguimati (SP) – 400m c/bar.
João Eufrásio Neto (DF) – 400m c/bar.
Guilherme Henrique Cobbo (SP) – Salto em altura
Talles Frederico Sousa Silva (SP) – Salto em altura
Fabio Gomes da Silva (SP) – Salto com vara
Augusto Dutra da Silva Oliveira (SP) – Salto com vara
Rogério da Silva Bispo (SP) – Salto em distância
Jefferson Dias Sabino (SP) – Salto triplo
Jonathan Henrique Silva (SP) – Salto triplo
Ronald Odair de Oliveira Julião (SP) – Arremesso de peso e disco
Douglas Pires Ataide (SP) – Arremesso de peso
Carlos Antonino Valle (SP) – Arremesso de disco
Wagner Domingos (SP) – Arremesso de martelo
Allan da Silva Wolski (SP) – Arremesso de martelo
Julio Cesar Miranda de Oliveira (SP) – Lançamento de dardo
Jander Cardoso Nunes (AM) – Lançamento de dardo
Luiz Alberto Cardoso de Araujo (SP) – Decatlo
Anderson Estevão Venâncio (SP) – Decatlo
Caio Oliveira de Sena Bonfim (DF) – 20km Marcha
Moacir Zimmermann (SC) – 20km Marcha

Feminino

Ana Claudia Lemos Silva (SP) – 100m, 200m e 4x100m
Rosemar Maria Coelho Neto (SP) – 100m e 4x100m
Rosangela Cristina Oliveira Santos (RJ) – 4x100m
Franciela das Graças Krasucki (SP) – 4x100m
Geisa Aparecida Muniz Coutinho (SP) – 200m, 400m  e 4x400m
Jailma Sales de Lima (SP) –  400m, 400m c/bar. e 4x400m
Joelma das Neves Souza (SP) – 4x400m
Aline Leone dos Santos (SP) – 4x400m
Cristiane Ritz dos Santos (SP) – 800m
Jéssica Gonzaga dos Santos (SP) – 800m
Sabine Letícia Heitling (RS) – 1.500m e 3.000m c/ob.
Tatiele Roberta de Carvalho (SP) – 1.500m
Simone Alves da Silva (SP) – 10.000m
Cruz Nonata da Silva (SP) – 5.000m  e 10.000m
Fabiana Cristine da Silva (SP) – 5.000m
Eliane Luanda Pereira da Silva (SP) – 3.000m c/ob.
Maila Paula Machado (SP) – 100m c/bar.
Giselle Marculino de Albuquerque (SP) – 100m c/bar.
Elaine Cristina Dias Paixão (SP) – 400m c/bar.
Valdiléia Martins (SP) – Salto em altura
Mônica Araujo de Freitas (SP) – Salto em altura
Fabiana Murer (SP) – Salto com vara
Karla Rosa da Silva (SP) – Salto com vara
Maurren Maggi (SP) – Salto em distância
Keila Costa (SP) – Salto em distância e triplo
Gisele Lima de Oliveira (RS) – Salto triplo
Keelly Christinne Medeiros (RS) – Arremesso de peso
Elisangela Adriano (SP) – Arremesso de peso
Fernanda Raquel Borges (SP) – Arremesso de disco
Andressa Oliveira de Morais (SP) – Arremesso de disco
Anna Paula Magalhães Pereira (SP) – Arremesso de martelo
Josiane Soares (SC) – Arremesso de martelo
Laila Ferrer e Silva (SP) – Lançamento de dardo
Alessandra Nobre Resende (SP) – Lançamento de dardo
Vanessa Scheffer e Silva (SP) – Heptatlo
Melry Neri Caldeira (SP) – Heptatlo
Cisiane Dutra Lopes (SP) – 20km Marcha
Érica Rocha de Sena (SP) – 20km Marcha

Veja também:

Cadê os maratonistas do Brasil?

A mulher mais rápida do mundo

Pista do Ibirapuera reestreia com recorde e índice

Autor: Tags: , , , , , ,

terça-feira, 8 de março de 2011 Com a palavra, Ídolos, Imprensa, Olimpíadas | 22:27

Joaquim Cruz e uma análise pessimista para Londres-12

Compartilhe: Twitter

“Hoje, temos poucos atletas com chances reais de medalha para 2012. Maurren Maggi  e Jadel Gregório estão na reta final da carreira. E a maior aposta tem 29 anos, que é a Fabiana Murer”

Joaquim Cruz, demonstrando toda sua preocupação com o desempenho do atletismo brasileiro nos Jogos Olímpicos de Londres, no ano que vem, em entrevista ao jornal “Correio Braziliense”, na última segunda-feira.

Autor: Tags: , , , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. Última