Publicidade

Posts com a Tag Maratona aquática

terça-feira, 19 de julho de 2011 Listas, Olimpíadas, Seleção brasileira | 07:07

Os brasileiros classificados para Londres 2012

Compartilhe: Twitter

Poliana Okimoto comemora a vaga do Brasil na maratona aquática de Londres

Ao terminar na sexta colocação na prova dos 10km do Mundial de Esportes Aquáticos em Xangai, na China, na madrugada desta terça-feira, a paulista Poliana Okimoto assegurou ao Brasil a 46ª vaga na delegação que irá disputar as Jogos Olímpicos de Londres, no ano que vem.

Pelo regulamento da Fina (Federação Internacional de Natação), estarão com vaga assegurada nas próximas Olimpíadas os países que terminarem  entre os 10 primeiros colocados das provas de 10km da maratona aquática em Xangai (masculino e feminino).  Com Poliana já tendo asssegurado a vaga brasileira, quem acabou se dando mal foi a baiana Ana Marcela Cunha, que ficou em 11º lugar e fora da disputa da Qualificação Olímpica de 2012, em Setúbal (Portugal). Na ocasião, só poderão participar países que não se classificaram em Xangai.

Total de atletas brasileiros garantidos para Londres 2012: 46

Ciclismo

Modalidade Estrada (1 atleta)
Data e local em que garantiu a vaga: 8/05/2011, com a vitória de Gregolry Panizo no Campeonato Pan-Americano de ciclismo, em Antioquia (Colômbia)

Futebol

Modalidade feminino (18 atletas)
Data e local em que garantiu a vaga: 21/11/2010, ao vencer o Chile na decisão do Campeonato Sul-Americano do Equador

Modalidade masculino (18 atletas)
Data e local em que garantiu a vaga: 13/02/2011, ao vencer o Uruguai na rodada final do Campeonato Sul-Americano do Peru

Hipismo

Modalidade saltos – Equipe (5 atletas)
Data e local em que garantiu a vaga: 6/10/2010, ao ficar em quarto lugar durante o Mundial de Kentucky (EUA)

Maratona aquática

Prova dos 10km feminino (1 atleta)
Data e local em que garantiu a vaga: 19/07/2011, com o sexto lugar de Poliana Okimoto no Mundial de Esportes Aquáticos em Xangai (China)

Taekwondo

Diogo Silva – categoria até 68kg
Data e local em que garantiu a vaga: 1º/07/2011, ao ficar com a medalha de bronze no Pré-Olímpico de Baku, no Azerbaijão

Tiro esportivo

Modalidade Pistola 25m feminino – Ana Luiza Mello
Data e local em que garantiu a vaga: 20/11/2010, ao conquistar a medalha de ouro no Campeonato das Américas, no Rio de Janeiro

Modalidade Fossa Olímpica Double – Felipe Fuzaro
Data e local em que garantiu a vaga: 24/11/2010, ao conquistar a medalha de ouro no Campeonato das Américas, no Rio de Janeiro

Autor: Tags: , , , , ,

quinta-feira, 14 de julho de 2011 Olimpíadas, Pré-Olímpico, Seleção brasileira | 23:13

As vagas dos esportes aquáticos para Londres-12

Compartilhe: Twitter

Uma das arenas do Oriental Sports Center de Xangai, que será usada no Mundial

O Mundial de Esportes Aquáticos de Xangai, na China, que começa neste sábado, também servirá como trampolim para os atletas garantirem vaga nas Olimpíadas de Londres, no ano que vem. Obviamente isso será um combustível extra na motivação dos brasileiros das equipes de natação, saltos ornamentais, pólo aquático e maratonas aquáticas. A exceção fica por conta do nado sincronizado, que não terá vagas em disputa em Xangai.

Saiba qual o caminho para a classificação dos atletas brasileiros de esportes aquáticos para os Jogos de 2012:

NATAÇÃO – As vagas são asseguradas através de índices, que podem ser obtidos em provas eliminatórias, semifinais e finais. Além do Mundial de Xangai, os brasileiros terão oportunidade para marcar seus índices no Troféu José Finkel (29/08 a 4/09), em Belo Horizonte (MG); no Pan-Americano de Guadalajara (México), em outubro; Torneio Open (dezembro); Sul-Americano absoluto (março/2012), em Belém (PA); e Troféu Maria Lenk (maio/2012), no Rio (RJ). Em Xangai também serão classificados as 12 melhores equipes de revezamento. As quatro vagas restantes ficarão com os quatro melhores tempos do mundo, até metade de 2012.

NADO SINCRONIZADO – Não haverá vagas em disputa em Xangai. Em Londres o nado sincronizado terá oito equipes e 24 duetos. Cinco dos oito times serão os representantes continentais (a vaga das Américas sairá do Pan de Guadalajara). Os demais três times serão conhecidos no Pré-Olímpico de Londres (maio/2012). Todos os países classificados por equipe também classificarão seus duetos.

MARATONA AQUÁTICA – A prova de 10km do Mundial de Xangai garantirá vagas aos países cujos nadadores terminarem nas dez primeiras posições (masculino e feminino). Para um país já assegurar dois representes na prova, precisará que ambos terminem entre os dez melhores classificados em Xangai. As 28 vagas restantes (14 homens e 14 mulheres) serão decididas na etapa de Setubal (Portugal) da Copa Mundo de Maratonas Aquáticas 2012,  dias 9 e 10 de maio do próximo ano.

Haverá ainda mais duas chances de classificação: na Qualificação Olímpica em Setúbal (Portugal), nos dias 9 e 10 de maio de 2012, quando os nove melhores em cada prova estarão classificados. O detalhe é que só poderão participar países que ainda não tenham obtido classificação em Xangai e ainda assim só poderá qualificar um atleta por categoria (masculino e feminino).

A terceira chance será também na prova de Setúbal no ano que vem, classificando o melhor país de cada um dos cinco continentes, com exceção dos países já classificados nos critérios anteriores. Duas vagas (uma no masculino e outra no feminino) estão reservadas aos nadadores da Grã-Bretanha.

PÓLO AQUÁTICO – A Sérvia, campeã da Liga Mundial masculina de 2011, já tem uma das 12 vagas para o torneio masculino em Londres. No Mundial de Xangai, os três primeiros colocados já estarão classificados. Se a Sérvia estiver entre eles, será aberta uma vaga para o quarto colocado. Como a Grã-Bretanha também tem vaga assegurada como representante da Europa e a Austrália pela Oceania, as demais seis vagas serão distribuídas para os outros campeões continentais (três vagas) e três no Pré-Olímpico (abril/2012), em local não confirmado.

No torneio feminino, que terá oito países em Londres-12, o Mundial de Xangai não dará vaga olímpica. Com Grã-Bretanha garantindo a vaga da Europa e a Austrália também assegurando sua vaga na Oceania, os demais classificados sairão dos campeonatos continentais (três vagas) e do Pré-Olímpico (três vagas), em abril de 2012.

SALTOS ORNAMENTAIS – No Mundial de Xangai, os 12 finalistas na plataforma e no trampolim de 3 metros garantem vaga em Londres-12. Também se classificam os campeões continentais (para o Brasil, vale os Jogos Pan-Americanos). E por fim classificam-se os 18 semifinalistas da Copa do Mundo, em fevereiro de 2012, em Londres. No máximo, poderão competir dois atletas por país em cada modalidade. Para os saltos sincronizados, estarão classificados os três primeiros colocados em Xangai. Outras quatro duplas sairão da Copa do Mundo e a oitava vaga pertencerá à equipe da Grã-Bretanha (país-sede).

Veja também:

>>Juliana Veloso fora do Mundial. Uma musa a menos

>>Natação faz aquecimento em alto estilo

>>Quarentona, Janet Evans sonha com Londres-12. Ainda bem!

Autor: Tags: , , , , , ,

terça-feira, 19 de abril de 2011 Isso é Brasil, Pan-Americano, Seleção brasileira | 22:43

Chegou, mas não levou

Compartilhe: Twitter

Samuel de Bona ficou com a segunda vaga brasileira no Pan e no Mundial

O post abaixo, que tratava sobre a participação dos brasileiros na Maratona Aquática Internacional de Santos, está quase 100% correto. De fato, Victor Colonese teve uma chegada emocionante e decidida apenas no videoteipe, que lhe rendeu o 19º lugar. Mas ao contrário do que foi informado anteriormente, Colonese não está classificado para os Jogos Pan-Americanos de Guadalajara.

Em uma confusão que envolveu desconhecimento dos atletas com regulamentos e falha na comunicação da CBDA (Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos), a Maratona de Santos, que integra o circuito da Copa do Mundo de maratonas aquáticas, serviu somente para confirmar as vagas do Brasil no Pan de Guadalajara. Segundo a supervisora técnica de maratona aquática da entidade, Christiane Fanzeres, já estava definido desde o final do ano passado as mudanças de critérios.

“A CBDA publicou de forma urgente um boletim no final de 2010 (nº 398/10) explicando que a Maratona de Santos teria sua data modificada e com isso modificaríamos também os critérios para a convocação do Mundial de Xangai e, por tabela, do Pan de Guadalajara”, explicou Fanzeres. Segundo a supervisora da CBDA, ficou acertado que no feminino, Poliana Okimoto e Ana Marcella Cunha estavam previamente classificadas para as duas competições, em razão de seus desempenhos na última temporada. Já as vagas no masculino seriam definidas após uma competição realizada em São Bernardo do Campo, no final de janeiro deste ano.

Aí que toda a confusão começou. Os atletas alegam que disputaram a prova do último domingo achando que valia vaga para o Pan, o que não era verdade. Christiane Fanzeres diz que explicou a situação para Victor Colonese ao final da Maratona de Santos. “Falei que o boletim de dezembro de 2010 já mostrava as mudanças nas regras das seletivas e que não poderíamos fazer nada”, afirmou.

Para complicar ainda mais, o dono da segunda vaga na equipe brasileira em Xangai e em Guadalajara (a primeira ficou com Allan do Carmo) é Samuel de Bona, que no final de 2010 foi punido por doping e pegou dois meses de suspensão. Bem a tempo de disputar a polêmica prova de São Bernardo, que classificou os atletas masculinos. Em Santos, Bona ficou bem atrás de Colonese na classificação.

Legalmente, a CBDA está correta, publicou um boletim em seu site explicando os critérios de convocação para duas importantes competições em 2011 com um bom período de antecedência. Não dá para contestar. Contudo, isso não diminuí sua falha ao não saber transmitir todas estas modificações de forma clara e precisa para todos os atletas. A confusão deste último domingo comprova isso.

Clareza nas regras. Um dia os dirigentes brasileiros irão entender o real significado desta frase.

Autor: Tags: , , ,

segunda-feira, 18 de abril de 2011 Pan-Americano | 23:47

Vaga só no videoteipe

Compartilhe: Twitter

Poliana Okimoto (à esqueda) está classificada para o Pan

O título que eu havia imaginado para este post seria “Vaga só no photochart”, inspirado nas provas do turfe, com chegadas absolutamente equilibradas e que são decididas somente quando os juízes analisam a foto dos cavalos cruzando o disco de chegada. Mas além do turfe andar em franca decadência, ninguém usa photochart na maratona aquática. A coisa é na base do videoteipe mesmo…

Mas, voltando ao que interessa, foi só analisando a filmagem da chegada da Maratona Internacional de Santos, realizada no último domingo, que os organizadores chegaram à conclusão que Victor Colonese, que terminou a prova em 19º lugar, ficou com a segunda vaga do Brasil na modalidade para os Jogos Pan-Americanos de Guadalajara, em outubro. Victor protagonizou uma chegada emocionante com outros dos competidores (Diogo Vilarinho e Victor Simões), mas o vídeo mostrou que Colonese chegou na frente.

O outro brasileiro classificado foi Allan do Carmo, que terminou a prova em quarto lugar – classificavam-se para o Pan os dois melhores brasileiros nas provas masculina e feminina. Entre as mulheres, não houve polêmica: Poliana Okimoto (2ª na prova) e Ana Marcela Cunha (5ª) estão classificadas para Guadalajara.

Autor: Tags: , , , , , ,

quarta-feira, 13 de abril de 2011 Pan-Americano | 15:20

Uma maratona que vale vaga

Compartilhe: Twitter

Ana Marcela Cunha estará brigando por uma vaga no Pan-11 neste domingo

Precisa de um motivo para pegar a estrada no próximo final de semana e dar um pulo em Santos? Bom, se o tempo estiver meia-boca como nesta quarta-feira, neste chove-não chove irritante, pelo menos poderá acompanhar no domingo a Maratona Aquática Internacional de Santos, prova válida pela Copa do Mundo da modalidade. A disputa será realizada no percurso olímpico (10 quiilômetros) e para os atletas sul-americanos terá uma motivação a mais: será a seletiva do continente para os Jogos Pan-Americanos de Guadalajara.

Estarão classificados para o Pan os sete primeiro colocados, tanto na prova masculina quanto na feminina, sendo que o limite será de dois atletas por país em cada uma das categorias. Entre os brasileiros, pintam como favoritos Ana Marcela Cunha, Poliana Okimoto, Betina Lorscheitter, Allan do Carmo, Samuel de Bona, Luiz Rogério Arapiraca e Victor Simões.

Os maiores rivais que ameaçam os brasileiros na disputa pelas vagas são Andreína Pinto e Erwim Maldonado (Venezuela); Kátia Barros, Ivan Enderica e Nataly Caldas Calle (Equador); Cecília Biagoli, Pilar Geijo, Antonella Bogarin e Damian Blaum (Argentina); e Roberto Penailillo (Chile).

Para quem curte Maratona Aquática, eis um belo programa de domingo.

Autor: Tags: , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. 3
  5. Última