Publicidade

Posts com a Tag Londres 2012

terça-feira, 3 de abril de 2012 Olimpíadas, Pré-Olímpico, Seleção brasileira | 23:02

Goleada sobre a Argentina deixa Brasil vivo no polo aquático

Compartilhe: Twitter

O capitão brasileiro Felipe "Charuto" Silva, na derrota para o Canadá: vitória deixa o Brasil ainda com chances

Uma goleada com gosto de vingança. E ao fazer 16 a 7 sobre a Argentina, nesta terça-feira à noite, em Edmonton (Canadá), pelo Pré-Olímpico masculino de polo aquático, a seleção brasileira garantiu uma sobrevida em seu sonho quase impossível de chegar aos Jogos de Londres 2012.

Com gols marcados por Gustavo Guiimarães (5), Gabriel Reis (5), Henrique Moniz (2), Bernardo Gomes, Gustavo Coutinho, Marcelo Franco e Danilo Correa, o time brasileiro conseguiu vingar a derrota ocorrida na final do Campeonato Sul-Americano, disputado mês passado, em Belém (PA), quando os argentinos ganharam por 9 a 6.

Agora, o Brasil chega com chance de se manter vivo na competição e passar às quartas de final, na partida de quinta-feira contra a Turquia. Mas antes que a pachecada fique assanhada, vou logo avisando: a seleção poderá passar, no máximo, em terceiro lugar, o que lhe daria como adversário na outra fase, se o confronto fosse hoje, a Romênia. Os vencedores dos duelos das quartas irão a Londres 2012.

Classificação olímpica continua  sendo quase impossível. Mas a goleada humilhante sobre a Argentina já serviu de algum consolo.

Autor: Tags: , ,

Olimpíadas, Pré-Olímpico, Seleção brasileira | 00:14

Brasil fica a perigo no Pré-Olímpico de polo aquático

Compartilhe: Twitter

O brasileiro Felipe Silva, em ação no Torneio Pré-Olímpico de Edmonton: situação do Brasil está complicada

A seleção brasileira masculina de polo aquático voltou a perder no Torneio Pré-Olímpico de Edmonton (Canadá). Há pouco, a equipe foi derrotada pela seleção canadense, por 12 a 9, a segunda consecutiva do time brasileiro, que neste último domingo estreou perdendo para a Espanha (17 a 7).

Nesta terça-feira, a partir das 21h20 (horário de Brasília), a seleção terá o seu jogo mais importante, para efeito de sobrevivência na competição e manter vivo o sonho de ir às Olimpíadas de Londres 2012. O duelo contra a Argentina é fundamental para o time brasileiro, que precisa ganhar este jogo ou contra a Turquia, na próxima quinta, para avançar às quartas de final, ao menos na quarta colocação do grupo.

Detalhe que a Argentina – o mesmo adversário que bateu a seleção brasileira na final do Sul-Americano em Belém (PA) – já soma pelo menos um ponto, graças ao empate com a Turquia, no domingo, por 9 a 9.

A cada jogo, o sonho olímpico do time masculino de polo aquático do Brasil fica mais distante.

Autor: Tags: , ,

domingo, 1 de abril de 2012 Olimpíadas, Pré-Olímpico, Seleção brasileira | 23:53

Brasil começa com derrota no Pré-Olímpico de polo aquático

Compartilhe: Twitter

Gabriel Rocha (touca azul) comemora um dos gols brasileiros contra a Espanha

Não houve surpresa na estreia da seleção brasileira masculina de polo aquático no Torneio Pré-Olímpico de Edmonton (Canadá), última chance de classificação na modalidade para as Olimpíadas de Londres 2012. A derrota de 17 a 7 para a Espanha (3 x 2 Espanha; 4 x 3; 6 x 1; e 4 x 1), pelo Grupo B, foi absolutamente normal, tal a diferença técnica entre as duas equipes.

Os gols brasileiros foram assinalados por Henrique Miranda (3), Gabriel Rocha (3) e Marcelo Franco.  O artilheiro da partida foi outro brasileiro, mas que é naturalizado espanhol, Felipe Perrone, autor de quatro gols.

Nesta segunda-feira, o Brasil terá outro compromisso dificílimo, contra o Canadá, a partir das 22h40 (horário de Brasília). A chance da seleção em sonhar com uma vaga em Londres 2012 é menos vencer ao menos um dos confrontos seguintes, contra a Argentina (na terça-feira) ou contra a Turquia (na quinta-feira), para conseguir avançar às quartas de final. Os ganhadores dos jogos desta fase estarão nas Olimpíadas.

Autor: Tags: , ,

Olimpíadas, Seleção brasileira | 12:18

Jonathan comemora vaga no triplo e vice-liderança no ranking

Compartilhe: Twitter

O mineiro Jonathan Henrique Silva garantiu índice olímpico no salto triplo para as Olimpíadas

O mês de março terminou com mais um brasileiro cravando índice para as Olimpíadas de Londres 2012. Neste sábado (31), o mineiro Jonathan Henrique Silva, de apenas 20 anos, obteve vaga nos Jogos no salto triplo, ao vencer a prova do Torneio FPA Juvenil e Adulto, realizado na pista do Conjunto Constâncio Vaz Guimarães, no Ibirapuera. Ele saltou 17,39 m, 19 cm acima do índice exigido, e assegurou sua vaga no voo para Londres.

O resultado foi ainda mais excepcional pelo fato de Jonathan ter superado com sobras sua melhor marca até então no salto triplo, que era 16,70 m. Além disso, o resultado do mineiro o coloca no segundo lugar do ranking mundial do salto triplo da Iaaf (Associação Internacional das Federações de Atletismo), atrás somente do cubano Osviel Hernandez, que tem 17,49 m.

Veja também: A cubana apaixonada e a estranha geografia olímpica

Nelio Moura, treinador de saltos em distância e triplo da seleção brasileira, acredita que Jonathan tenha potencial para chegar a uma final olímpica, precisando, para isso, fazer ao menos 17,10 m e quem sabe, brigar por medalha. Se isso ocorrer, o jovem mineiro estará confirmando a tradição brasileira nesta prova, repetindo feitos de Adhemar ferreira da Silva, Nelson Prudêncio e João Carlos de Oliveira, o João do Pulo.

Autor: Tags: , , , , ,

Olimpíadas, Pré-Olímpico, Seleção brasileira | 09:34

Só milagre classifica o Brasil no Pré-Olímpico de polo aquático

Compartilhe: Twitter

Bernardo Gomes prepara arremesso, na fácil vitória do Brasil sobre a Venezuela, no Sul-Americano. A moleza não se repetirá no Pré-Olímpico do Canadá

A seleção brasileira masculina de polo aquático, que estreia neste domingo no Torneio Pré-Olímpico da modalidade, diante da Espanha, a partir das 19h30 (horário de Brasília), em Edmonton, no Canadá), recebeu neste último sábado (31) uma notícia que tornará a missão de conquistar uma vaga para as Olimpíadas de Londres 2012 ainda mais dífícil. De forma surpreendente, a Venezuela, uma das integrantes do Grupo B, o mesmo do Brasil, anunciou a desistência do torneio.

Não poderia ser pior a notícia para a equipe brasileira, que há uma semana perdeu o título do Sul-Americano realizado em Belém (PA) para a Argentina. Os venezuelanos eram os rivais mais fáceis da chave e uma vitória certa na conta do Brasil. No Sul-Americano, a seleção venceu o confronto por 16 a 4, sem esforço.

Confira os atletas brasileiros classificados para os Jogos de Londres 2012

Assim, o Brasil precisará obrigatoriamente de uma vitória diante da Argentina (no dia 3) ou contra a Turquia (dia 5), para se classificara para a próxima fase. Isso porque dificilmente conseguirá derrotar o time espanhol, neste domingo, ou o Canadá, nesta segunda-feira.

Para ir a Londres, precisará vencer o jogo das quartas de final, pois os quatro primeiros colocados estarão classificados. O problema é que na outra chave estarão pedreiras como Montenegro, Alemanha, Grécia, Macedônia, Romênia e Holanda.

Só um milagre colocará o polo aquático masculino brasileiro nas Olimpíadas. A última vez que a modalidade esteve em uma edição dos Jogos Olímpicos foi em Los Angeles 1984.

Autor: Tags: , , ,

quarta-feira, 28 de março de 2012 Olimpíadas, Seleção brasileira | 23:35

Brasileiros farão aclimatação em dez países antes de Londres

Compartilhe: Twitter

Foto com ilustração da piscina do Crystal Palace, que será o CT brasileiro em Londres

Nesta quarta-feira, o COB (Comitê Olímpico Brasileiro) detalhou os planos da preparação do Brasil para as Olimpíadas de Londres 2012. Plano bastante minucioso e repleto de detalhes, pelo que foi visto na apresentação do superintendente executivo da entidade, Marcus Vinícius Freire. O cartola, por sinal, fez questão de não criar expectativa para resultados extraordinários em Londres, dizendo inclusive que espera um número total de medalhas idêntico ao de Pequim 2008 (15 no total).

Mas a principal novidade na apresentação do dirigente foi a confirmação dos locais de aclimatação de algumas modalidades, antes da abertura oficial dos jogos, dia 27 de julho. No total, os atletas brasileiros passarão por 10 países antes de entrarem na Vila Olímpica de Londres.

Confira abaixo o local de aclimatação de algumas modalidades, já definido pelo COB (lembrando que em Londres, a delegação brasileira contará com um centro de treinamento exclusivo, em Crystal Palace):

  • Judô e boxe – Sheffield (Inglaterra)
  • Ginástica artística feminina – Ipswich (Inglaterra)
  • Ginástica artística masculina – Ghent (Bélgica)
  • Basquete – EUA (cidade a definir) e Europa (país a definir)
  • Handebol feminino – Holanda (cidade a definir)
  • Atletismo/saltos verticais – Fórnia (Itália); saltos horizontais – Madri (Espanha)
  • Triatlo – Portugal (cidade a definir)
  • Pentatlo moderno – Itália (cidade a definir)
  • Tiro esportivo – França (cidade a definir)
  • Taekwondo – Croácia (cidade a definir)
  • Vôlei masculino – França (cidade a definir)
  • Tênis de mesa – França (cidade a definir)
  • Hipismo adestramento – Alemanha (cidade a definir)
  • Hipismo saltos – Bélgica (cidade a definir)
  • Esgrima – Itália (cidade a definir)
Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , ,

terça-feira, 27 de março de 2012 Olimpíadas, Seleção brasileira | 23:07

Handebol feminino merece um olhar mais atento

Compartilhe: Twitter

A armadora brasileira Duda foi o principal destaque no empate de 25 a 25 diante da Noruega

O fato passou meio despercebido neste final de semana, com tantos pré-olímpicos sendo disputados por aí, mas ainda merece ser destacado. A seleção brasileira feminina de handebol cumpriu uma série de três amistosos preparatórios para as Olimpíadas de Londres 2012. A vitória sobre a pouco experiente seleção da Grã-Bretanha, por 30 a 18, nem merece ser tão festejada assim. As britânicas só estão nos Jogos por ser o país-sede, não tem tradição alguma no handebol.

Em compensação, é necessário dedicar um olhar mais atento aos dois empates obtidos diante da Noruega, simplesmente a atual campeã mundial da modalidade, título obtido no recente torneio realizado em dezembro de 2011, no Brasil.

No primeiro jogo, na última quinta (22), houve um empate em 29 gols. No sábado, atuando nas instalações do Olympic Park, mesmo local que receberá as partidas nas Olimpíadas, as brasileiras arrancaram novo empate, desta vez por 25 a 25, depois de estarem perdendo por quatro gols de diferença no final da etapa final.

Sem pachequismo – e quem me conhece sabe o quanto este traço do torcedor brasileiro padrão me irrita -, é preciso admitir que algo muito positivo vem ocorrendo com a seleção feminina de handebol, sob o comando do sério e competente dinamarquês Morten Soubak. A participação no Mundial do Brasil, quando terminou em quinto lugar, poderia até iludir, não fossem vitórias históricas sobre França e a Rússia.

Agora, com estes dois empates diante da atual campeã mundial (e também última campeã olímpica, em Pequim 2008, é bom ressaltar), é preciso que se olhe o handebol feminino com mais atenção. Para mim, a coisa está longe de ser somente uma feliz conjunção de astros e estrelas. Alguma coisa boa pode estar pintando por aí. De repente, até mesmo em Londres 2012.

Autor: Tags: , , , ,

domingo, 25 de março de 2012 Almanaque, Olimpíadas, Pré-Olímpico, Seleção brasileira | 19:38

Mulheres do remo brasileiro serão maioria em Londres 2012

Compartilhe: Twitter

Fabiana Beltrame e Luana Bartholo participam da regata que rendeu a vaga olímpica em Londres

Tudo bem que ainda resta a regata pré-olímpica mundial, prevista para acontecer entre 20 e 23 de maio em Lucerne (Suíça), mas é praticamente certo que pela primeira vez na história olímpica da modalidade, as mulheres serão maioria na delegação do remo do Brasil nos Jogos de Londres 2012.

A constatação desta superioridade numérica ocorre justamente diante dos resultados ocorridos no Pré-Olímpico Latino-Americano de Tigre (Argentina), onde neste domingo três “meninas superpoderosas” do remo nacional carimbaram o passaporte olímpico: no double skiff light, Fabiana Beltrame (campeã mundial em 2011 no single skiff light, prova não olímpica) e Luana Bartholo; eno single skiff, com Kissya Cataldo.

Confira a lista completa de atletas brasileiros classificados para os Jogos de Londres

Somado às três, aparece Anderson Nocetti, que garantiu sua classificação no single skiff no último sábado (quarta olimpíada consecutiva, é bom lembrar), como solitário representante masculino do remo brasileiro em Londres, ao menos por enquanto.

Ainda não se sabe exatamente quantos barcos a CBR (Confederação Brasileira de Remo) enviará à Lucerne, mas se somente participar o double skiff light que esteve em Tigre, formado por Diogo Nazário e Emanuel Borges, será bem complicado aumentar a cota masculina do remo em Londres. Na Argentina, o barco brasileiro ficou em sexto e último lugar na final. Em Lucerne, estarão classificados para os Jogos somente os dois primeiros nesta prova.

O remo brasileiro disputa os Jogos Olímpicos desde a estreia participação brasileira na competição, em 1920, na Antuérpia (Bélgica). Ao todo, 120 atletas (sem contar os quatro classificados deste final de semana) estiveram representando o remo do Brasil nas Olimpíadas, com exceção de duas edições: Tóquio 1964 e Los Angeles 1984.

Autor: Tags: , , , , , , , ,

quinta-feira, 22 de março de 2012 Olimpíadas, Pré-Olímpico, Seleção brasileira | 19:04

Brasil busca vaga olímpica nas lutas e tenta diminuir saldo negativo da modalidade

Compartilhe: Twitter

No Pan-Americano de Guadalajara, Aline Ferreira ficou com o bronze na categoria 72 kg

Não é segredo para ninguém que a tradição do Brasil nas lutas olímpícas é pífia. Embora a modalidade seja uma das mais tradicionais do programa olímpica, apenas quatro brasileiros (três homens e uma mulher) participaram das Olimpíadas: Seul 1988, Atenas 2004 e Pequim 2008. Para tentar diminuir um pouco este saldo negativo, a seleção brasileira da modalidade participa, a partir desta sexta-feira, do Torneio Pré-Olímpico Pan-Americano, na cidade de Orlando (EUA).

No total, serão 10 brasileiros competindo nas categorias livre (masculina e feminina) e greco-romana (apenas masculina), justamente a modalidade que abrirá a competição nesta sexta-feira. No sábado, acontecerá a disputa da luta livre feminina e no domingo, no encerramento do Pré-Olímpico, haverá a luta livre masculina. Ao todo, estarão em jogo 36 vagas para os Jogos de Londres,  sendo que os dois primeiros de cada categoria por peso carimbam o passaporte.

A equipe brasileira em Orlando será formada por Diego Romanelli (60 Kg), Ângelo Moreira (66 Kg) e Davi Albino (96 Kg), na greco romana;  Susana Almeida (48 Kg), Joice Silva (55 Kg), Dailane Gomes (63 Kg) e Aline Ferreira (72 Kg), na livre feminino; e Daniel Malvino (74 Kg), Adrian Jaoude (84 Kg) e Antoine Jaoude (120 Kg) na livre masculino. Destes, o único que já tem experiência olímpica é Antoine Jaoude, que disputou os Jogos de Atenas.

No feminino, as maiores chances estão com Aline Ferreira, que foi medalha de prata nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara.  Joice Silva foi bronze em sua categoria no Pan mexicano.

Autor: Tags: , , , , , , ,

segunda-feira, 19 de março de 2012 Olimpíadas, Uniformes | 23:38

Veja os uniformes dos 'carregadores da tocha' de Londres 2012

Compartilhe: Twitter

Alguns dos "carregadores da tocha olímpica" exibem os uniformes que usarão durante o revezamento

No dia em que anunciou o roteiro oficial do trajeto do revezamento da tocha olímpica de Londres 2012, os organizadores também divulgaram qual será o uniforme que os cerca de 8.000 ingleses que transportarão a chama olímpica utilizarão no evento.

Os ‘carregadores da tocha’ usarão um uniforme basicamente branco, criado pela Adidas, com detalhes em cor dourada, acentuando a energia do fogo olímpico no ombro e no pescoço. Fragmentos de ouro estão localizados na região do cotovelo, criando um efeito especial para quem estiver assistindo o evento.

O percurso total do revezamento da tocha olímpica, que começa em 19 de maio, será de 12.875 km, englobando Grã-Bretanha e Irlanda.

Veja com mais detalhes os uniformes dos “carregadores da tocha”:

Autor: Tags: ,

  1. Primeira
  2. 6
  3. 7
  4. 8
  5. 9
  6. 10
  7. 20
  8. Última