Publicidade

Arquivo da Categoria Seleção brasileira

terça-feira, 23 de agosto de 2011 Listas, Olimpíadas, Seleção brasileira | 13:48

Os brasileiros classificados para Londres 2012

Compartilhe: Twitter

O brasileiro Leandro Cunha garantiu sua vaga em Londres com a medalha de prata no Mundial

Atualizado em 23/08/2011

Ao garantirem nesta terça-feira as primeiras medalhas para o Brasil no Campeonato Mundial de judô, que está sendo realizado em Paris, Leandro Cunha e Sarah Menezes aumentaram a delegação brasileira nas Olimpíadas de Londres, no ano que vem. O jornalista Carlos Bortole, que cobre o torneio para o iG Esporte e que também foi judoca da seleção brasileira, informou que pela pontuação alcançada no ranking mundial por Cunha, que foi medalha de prata na categoria meio-leve (até 66 kg), e por Sarah, com seu bronze na categoria ligeiro (até 48 kg), os dois não perdem mais suas vagas nos Jogos Olímpicos do ano que vem.

Total de atletas brasileiros garantidos para Londres 2012: 52

Ciclismo

Modalidade Estrada (1 atleta)
Data e local em que garantiu a vaga: 8/05/2011, com a vitória de Gregolry Panizo no Campeonato Pan-Americano de ciclismo, em Antioquia (Colômbia)

Futebol

Modalidade feminino (18 atletas)
Data e local em que garantiu a vaga: 21/11/2010, ao vencer o Chile na decisão do Campeonato Sul-Americano do Equador

Modalidade masculino (18 atletas)
Data e local em que garantiu a vaga: 13/02/2011, ao vencer o Uruguai na rodada final do Campeonato Sul-Americano do Peru

Hipismo

Modalidade saltos – Equipe (5 atletas)
Data e local em que garantiu a vaga: 6/10/2010, ao ficar em quarto lugar durante o Mundial de Kentucky (EUA)

Judô

Sarah Menezes – categoria Ligeiro (até 48 kg)
Data e local em que garantiu a vaga: 23/08/2011, ao ficar com a medalha de bronze no Mundial de Paris

Leandro Cunha – categoria Meio-leve (até 66 kg)
Data e local em que garantiu a vaga: 23/08/2011, ao ficar com a medalha de prata no Mundial de Paris

Maratona aquática

Prova dos 10km feminino (1 atleta)
Data e local em que garantiu a vaga: 19/07/2011, com o sexto lugar de Poliana Okimoto no Mundial de Esportes Aquáticos em Xangai (China)

Natação

Revezamento 4 x100m livre (4 atletas)
Data e local em que garantiu a vaga: 24/07/2011, com o 9º lugar da equipe masculina, formada por Bruno Fratus, Nicolas Oliveira, Marcos Macedo e Marcelo Chierighini, no Mundial de Esportes Aquáticos em Xangai (China)

Taekwondo

Diogo Silva – categoria até 68kg
Data e local em que garantiu a vaga: 1º/07/2011, ao ficar com a medalha de bronze no Pré-Olímpico de Baku, no Azerbaijão

Tiro esportivo

Modalidade Pistola 25m feminino – Ana Luiza Mello
Data e local em que garantiu a vaga: 20/11/2010, ao conquistar a medalha de ouro no Campeonato das Américas, no Rio de Janeiro

Modalidade Fossa Olímpica Double – Felipe Fuzaro
Data e local em que garantiu a vaga: 24/11/2010, ao conquistar a medalha de ouro no Campeonato das Américas, no Rio de Janeiro

Autor: Tags: , , ,

segunda-feira, 15 de agosto de 2011 Olimpíadas, Pan-Americano, Seleção brasileira | 23:18

Vaga no Pan é o menor dos problemas para Natalia Falavigna

Compartilhe: Twitter

Natalia comemora a medalha de bronze nas Olimpíadas de Pequim

Conquistar a vaga para os Jogos Pan-Americanos de Guadalajara, no próximo mês de outubro, serviu para a lutadora Natalia Falavigna aliviar um pouco sua lista de problemas para 2011. Se carimbar o passaporte para a competição poliesportiva das Américas foi fácil – venceu por W.O sua adversária, Helloraine Paiva, no último sábado, durante a Copa do Brasil, realizada em Fortaleza -, a atleta do Fluminense terá que sofrer para conseguir garantir presença nos Jogos Olímpicos de Londres, no ano que vem.

Como ficou mais de um ano afastada dos tatames por causa de duas cirurgias no joelho direito – para reconstrução do ligamento cruzado anterior e do menisco lateral do joelho direito -, Natalia terá que correr contra o tempo. Ela só contará com a seletiva da Cidader do México, entre 18 e 20 de novembro, para assegurar sua vaga. Não será fácil.

Em Pequim-08, Natalia Falavigna conquistou a medalha de bronze na categoria 67kg.

Autor: Tags: , , ,

sexta-feira, 12 de agosto de 2011 Seleção brasileira | 23:06

Brasileira é a 3ª do mundo no pentatlo. Sim, isso é verdade

Compartilhe: Twitter

Yane Marques ocupa o terceiro lugar no ranking mundial de pentatlo moderno

Já escrevi uma vez neste blog post enaltecendo a grande fase vivida pela pernambucana Yane Marques, melhor atleta brasileira no pentatlo moderno. E destacar-se internacionalmente em uma modalidade praticamente desconhecida no Brasil (composta por disputas de esgrima, natação, hipismo e o evento combinado corrida/tiro) não é uma tarefa fácil. Pois Yane vem conseguido fazer isso com um raro brilhantismo.

Tanto é verdade que no ranking mais recente divulgado pela UIPM (União Internacional de Pentatlo Moderno), Yane ocupa nada menos do que o terceiro lugar, com 175 pontos. À frente de Yane, estão somente a alemã Lena Schoneborn (210 pontos), medalha de ouro nas Olimpíadas de Pequim-08 e  bicampeã da final da Copa do Mundo (2010 e 2011), e a a francesa Amelie Caze (188), tricampeã mundial (2007, 2008 e 2010).

Nada mal para a pernambucana de 27 anos, nascida em Afogados de Ingazeira, a 385 km de Recife e que começou a praticar o pentatlo há apenas oito anos.  Ao contrário do turbulento e depressivo mercado de ações, a tendência de Yane Marques, pelo visto, é de alta.

Autor: Tags: , ,

quinta-feira, 11 de agosto de 2011 Ídolos, Pan-Americano, Seleção brasileira | 23:19

Agosto e as belas lembranças para o basquete feminino

Compartilhe: Twitter

Hortência é cumprimentada por Fidel Castro após a vitória doi Brasil na final contra Cuba

Há uma semana, foi comemorado o aniversário de 15 anos da conquista da medalha de prata olímpica pela seleção feminina de basquete nos Jogos de Atlanta-96. Nesta quinta-feira, completou-se 20 anos de uma outra grande conquista: a medalha de ouro no Pan-Americano de Havana. Definitivamente, o mês de agosto traz mesmo belas lembranças para o basquete feminino do Brasil.

E este triunfo de 1991 teve ainda um sabor especial. Foi a primeira grande conquista da geração de Hortência, Janeth e Paula. Sob o comando da grande treinadora Maria Helena Cardoso, o Brasil superou Cuba na decisão, por 97 a 76. E para os mais novos e os de memória ruim, é bom lembrar que até então Cuba deitava e rolava em cima do Brasil.

A vitória foi tão significativa que o próprio Fidel Castro foi pessoalmente entregar as medalhas às brasileiras, enaltecendo a grande atuação da equipe. E o comandante ainda brincou, dizendo que não entregaria as medalhas para Hortência e Paula, que destruíram o time cubano.

Foi a partir deste título que o basquete feminino brasileiro finalmente encontrou seu caminho de vitórias, classificando-se pela primeira vez às Olimpíadas em 92; conquistando o título mundial de 94; e assegurando a prata olímpica em 96.

E tudo começou num 11 de agosto…

Autor: Tags: , , , , ,

quarta-feira, 10 de agosto de 2011 Isso é Brasil, Seleção brasileira | 23:39

Doping no esporte brasileiro também chega ao judô. Vergonha!

Compartilhe: Twitter

Taciana Lima testou positivo para Furosemida

É inacreditável, mas dia sim, outro também, pinta um novo caso de doping no esporte brasileiro. Desta vez, em um furaço do companheiro Rodrigo Farah, do iG Esporte, ao noticiar o caso positivo da judoca Taciana Lima, da categoria ligeiro (até 48 kg), que foi flagrada com a substância Furosemida – a mesma que apareceu no famoso suplemento alimentar de Cesar Cielo -, durante exame realizado na etapa da Copa do Mundo, em São Paulo, no final de junho.

Parece brincadeira, mas é extremamente preocupante a quantidade de casos que vem pipocando ou tendo julgamentos com resultados “estranhos”, quando o assunto é relacionado a doping no Brasil. Aquele sujeito mais otimista irá analisar de forma positiva e entender que está sendo feito um controle cada vez mais rígido no esporte brasileiro.

Eu, como sou mais cético e chato, prefiro acreditar que a moçada anda descuidada demais, cusonumindo estes suplementos de origem extremamente duvidosa e não avaliam os riscos que podem causar. Ou então são burros mesmo!

Bom, a lista vai só aumentando: Cesar Cielo, Henrique Barbosa, Nicholas Santos, Vinicius Waked, geisa Arcanjo, Fabíola Molina, vários casos (omitidos) no ciclismo brasileiro, e agora Taciana Lima. Sem contar os casos recentes, de Daiane dos Santos e o escândalo da extinta equipe Rede, de atletismo, em 2009.

Vergonha é pouco!

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , ,

terça-feira, 9 de agosto de 2011 Isso é Brasil, Seleção brasileira | 23:29

Mais um caso de doping no Brasil termina em "advertência"

Compartilhe: Twitter

A arremessadora Geisa Arcanjo, no Mundial Juvenil de 2010, quando foi pega no doping

Cada vez mais eu fico sem entender os critérios nos julgamentos de casos de dopingo no Brasil. Quer dizer, na verdade eu entendo, mas é que é duro de engolir certas decisões. A arremessadora Geisa Arcanjo teve julgado nesta terça-feira, em Manaus (AM), o recurso da Anad (Agência Nacional Antidoping), que não concordou com a decisão de advertência aplicada à atleta no primeiro julgamento, em março deste ano.

No ano passado, Geisa testou positivo para a substância Hidroclorotiazida, justamente na prova em que ganhou a medalha de ouro no Campeonato Mundial Juvenil do Canadá, em julho de 2010. A atleta estava sem competir há um ano, desde o resultado do exame.

Em março último, Geisa recebeu somente uma advertência. E na sessão desta terça-feira, o plenário do Tribunal resolveu, por unanimidade, manter a advertência. Mais um caso de advertência em doping, pior ainda que o de Cesar Cielo e de outros três nadadores, que ainda puderam convencer a CAS (Corte Arbitral do Esporte) que houve uma manipulação cruzada em um suplemento alimentar. Desta vez, nem isso!

Os nobres membros do STJD (Supremo Tribunal de Justiça Desportiva), em sua decisão unânime, entenderam que a substância Hidroclorotiazida, presente num chá verde emagrecedor (mais um caso explícito de “doping burro”), “não trouxe ganho de rendimento para a atleta”, acompanhando o voto da relatora Maria Auxiliadora dos Santos Benigno.

Para o leigo, que não conhece ou tem os detalhes jurídicos do processo, parece tratar-se de mais uma decisão onde a importância do atleta foi decisiva no julgamento. Cada vez mais fica a certeza, para mim, que a legislação mundial a respeito do doping precisa mudar, para evitar que casos parecidos tenham decisões absurdamente opostas.

Que Geisa Arcanjo aprenda bem a lição e possa, a partir deste episódio que atrasou sua carreira em pelo menos um ano, conseguir brilhantes resultados nas competições nacionais e internacionais.

Autor: Tags: , , , ,

segunda-feira, 8 de agosto de 2011 Com a palavra, Pan-Americano, Seleção brasileira | 23:54

Ana Cláudia Lemos pede uma "folguinha"

Compartilhe: Twitter

Ana Claudia Lemos conseguiu três medalhas de ouro no Troféu Brasil

“Ganhar um dia desse homem é uma dificuldade. Ele te dá dois dias de folga e depois te arrebenta com treino nos próximos quatro”



Ana Cláudia Lemos da Silva, destaque do Troféu Brasil de atletismo, encerrado no último domingo, ao comentar que iria tentar uma folga nos treinamentos com seu técnico, Katsuico Nakaya.

A atleta, que ganhou três medalhas de ouro na competição e ainda bateu o recorde sul-americano dos 200m rasos, representará o Brasil no Mundial de Daegu, na Coreia do Sul, entre 27 de agosto e 4 de setembro, e nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara, a partir de 14 de outubro.

Autor: Tags: , , ,

domingo, 7 de agosto de 2011 Pan-Americano, Seleção brasileira | 22:38

Selecionada a equipe brasileira de tiro para o Pan 2011

Compartilhe: Twitter

Bruno Heck disputará três provas no Pan de Guadalajara

Neste domingo, foi encerrada no CNTE (Centro Nacional de Tiro Esportivo), em Deodoro (RJ), a última seletiva para a definição da equipe brasileira de tiro esportivo que representará o Brasil nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara. No total, 23 atletas estarão no torneio poliesportivo das Américas, a partir de 14 de outubro.

Foram conhecidos neste final de semana 15 atletas em diversas provas, como Carabina de Ar, Carabina 3 Posições, Carabina Deitado, Pistola de Ar, Pistola de Tiro Rápido, entre outras. Com estes, somam-se os oito atiradores que conquistaram a vaga na seletiva realizada há uma semana, em Americana.

Confira todos os representantes do tiro esportivo do Brasil em Guadalajara:

Fossa Olímpica Doublê: Filipe Fuzaro e Luiz Fernando Garça
Fossa Olímpica masculina: Rodrigo Bastos e Roberto Shmits
Fossa Olímpica feminina: Janice Teixeira e Karla De Bona
Skeet masculino: José Pedro Costa, Wilson Zocolotte
Carabina de Ar masculino: Bruno Heck e Rocco Rosito
Carabina Deitado masculino: Bruno Heck e Mauro Salles
Carabina 3 Posições masculino: Bruno Heck e Rocco Rosito
Carabina de Ar feminino: Roberta Cabo e Cristina Badaró
Carabina 3 Posições feminino: Roberta Cabo e Rosane Ewald
Pistola de Ar masculino: Júlio Almeida e Felipe Wu
Pistola de Ar feminino: Thaís Carvalho e Rachel Silveira
Pistola 50m masculino: Stenio Yamamoto e Júlio Almeida
Pistola 25m feminino: Ana Luiza Ferrão e Cibele Breide
Pistola Tiro Rápido masculino: Iosef Areas e Emerson Duarte

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , ,

quinta-feira, 4 de agosto de 2011 Ídolos, Imprensa, Olimpíadas, Seleção brasileira, Vídeos | 23:07

Prata que valeu ouro

Compartilhe: Twitter

Sim, reconheço  que o título do post é meio chavão. Mas é difícil procurar outra frase para definir o feito da seleção brasileira feminina de basquete, que há exatos 15 anos ganhou a medalha de prata nos Jogos Olímpicos de Atlanta, em 1996, perdendo a final para os EUA por 111 a 87. Foi um resultado histórico, diante da falta de estrutura que o basquete feminino sempre encontrou no Brasil. Naquelas Olimpíadas, a seleção brasileira só perdeu para os EUA, que tinha um time quase imbatível. Um prêmio para a geração de Hortência, Janeth e Paula.

Estava cobrindo estes Jogos Olímpicos pelo então “Diário Popular”, atual “Diário de S. Paulo”, mas designado para acompanhar a seleção masculina de futebol. Pouco antes de começar a semifinal entre Brasil x Nigéria – que seria vencida pelos nigerianos por 4 a 3, na morte súbita -, acompanhava a semifinal entre Brasil e Ucrânia, na sala de imprensa. E a emoção foi grande entre os jornalistas brasileiros presentes.

No dia da final, com o encerramento do torneio de futebol (que ocorreu em Athens, a uma hora de Atlanta), queria ir para o ginásio e ajudar na cobertura do jogo. Só que a droga da minha credencial não dava direito a acesso ao ginásio, e como não havia mais ingresso disponível, o jeito foi ficar no hotel e ver a final pela TV. E foi um massacre americano, pois o time ainda não se conformava com a derrota na semifinal do Mundial da Austrália, dois anos antes. Pior foi acompanhar o jogo com a TV americana, um horror.

Felizmente inventaram este tal de YouTube, que nos dá a chance de rever ou mesmo ver pela primeira vez cenas que até então não tinhamos visto. Como os minutos finais da semifinal diante da Ucrânia, com a emocionante narração de Luciano do Valle:

Autor: Tags: , , , , ,

quarta-feira, 3 de agosto de 2011 Ídolos, Isso é Brasil, Mundiais, Seleção brasileira | 20:19

O inoportuno silêncio de Cesar Cielo

Compartilhe: Twitter

Cesar Cielo chega a Guarulhos e despista a imprensa, ao lado do pai e de seguranças

Tudo bem que encarar uma viagem de Xangai para São Paulo não é uma daquelas tarefas mais agradáveis. São pelo menos 26 horas atravessando o mundo. Desta forma, é perfeitamente compreensível que Cesar Cielo não estivesse muito a fim de encarar os jornalistas em seu desembarque a São Paulo nesta qiuarta-feira à noite, ao chegar da China, onde disputou o Mundial de Esportes Aquáticos e voltou para casa com duas medalhas de ouro. Pois é, nem sempre pode-se fazer tudo o que a lógica manda.

Por tudo que envolveu sua participação neste mundial, pelo fato de ele ter apenas dado uma declaração no dia do anúncio do doping; ter embarcado um dia antes para Xangai e assim fugir dos jornalistas; e por causa da polêmica absolvição aplicada pela CAS (Corte Arbitral do Esporte), que na verdade repetiu a pena de advertência aplicada pela CBDA (Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos), Cielo tinha que ter falado com os jornalistas, sim!

Cesar Cielo já é o maior nadador da história do Brasil. Mas precisa demonstrar esta mesma grandeza diante de assuntos mais espinhosos e pouco agradáveis. Queira ou não, este caso de doping e a polêmica liberação para que ele competisse em Xangai irá acompanhá-lo em toda a carreira. Que ele saiba administrar melhor esta situação incômoda e mostrar a grandeza dos grandes campões. Na boa e na ruim.

Autor: Tags: , , ,

  1. Primeira
  2. 10
  3. 20
  4. 27
  5. 28
  6. 29
  7. 30
  8. 31
  9. Última