Publicidade

Arquivo da Categoria Com a palavra

sexta-feira, 15 de julho de 2011 Com a palavra, Isso é Brasil, Seleção brasileira | 23:53

Fabíola Molina e a (falta de) lógica militar

Compartilhe: Twitter

A nadadora Fabíola Molina, mesma suspensa por doping, disputará os Jogos Mundiais Militares no Rio

“Não vai ter problema junto a FINA, eles me deram o OK para competir. O caso vai ser julgado após o Mundial de Xangai, já que as pessoas responsáveis estão todas na China”



Fabíola Molina, experiente nadadora brasileira, que está suspensa por doping pelos próximos dois meses, pelo uso de um suplemento alimentar que continha a substância Metilhexanamina, um estimulante. Mesmo punida, ela recebeu aval da Fina (Federação Internacional de Natação) para representar o Exército brasileiro nos Jogos Mundiais Militares, que começam neste sábado, no Rio de Janeiro.

Só me espanta que os comandantes do Exército do Brasil, tão zelosos em manter a disciplina na caserna, tenham aceitado receber em seus quadros uma atleta que, mesmo por conta de um “doping burro”, esteja suspensa das atividades em sua modalidade.

Ou será que o pragmatismo de poder contar com uma medalha certa para o Brasil – afinal, Fabíola Molina é uma nadadora de alto nível – acabou falando mais alto?

Veja também:

>>Doping burro, o pior que existe

>>Julgamento rápido pode trazer problemas para Cielo

>>O doping e a hipocrisia

Autor: Tags: , , , ,

terça-feira, 12 de julho de 2011 Com a palavra, Ídolos, Seleção brasileira | 22:12

E Cielo falou. Para os franceses…

Compartilhe: Twitter

“Espero que a decisão seja a mesma que a CBDA tomou. Mas só a advertência já é difícil de digerir porque eu não fiz nada”



Para o "L'Equipe", Cielo disse que é inocente

Nadador brasileiro Cesar Cielo, em declaração dada ao jornal francês “L’Equipe” nesta terça-feira, já em Macau (China), onde se encontra para a disputa do Mundial de Esportes Aquaticos, marcado para a cidade de Xangau e cujas provas de natação começarão no próximo dia 24.

Só lamento que Cielo tenha falado com os colegas franceses e não com a imprensa brasileira, a qual driblou no embarque para Macau, voando um dia antes, para não ter que falar sobre o incômodo caso de doping por furosemida, detecado no exame realizado no Troféu Maria Lenk. Além de Cielo, testaram positivo para a mesma substância Henrique Barbosa, Nicholas Santos e Vinícius Waked. Os quatro alegam inocência e dizem que tiveram um suplemento alimentar contaminado em uma farmácia de manipulação em Santa Bárbara D’Oeste.

Mas uma hora Cielo terá que falar aos brasileiros. Torço para que nesta ocasião, esteja festejando uma absolvição no caso, que será levado à CAS (Corte Arbitral do Esporte).

Mas, convenhamos, a coisa está difícil.

Veja também:

>> Julgamento rápido pode trazer problemas para Cielo

>> Duas opiniões sobre o caso Cielo

>> O doping e a hipocrisia

Autor: Tags: , , , , , ,

sábado, 2 de julho de 2011 Com a palavra, Ídolos, Isso é Brasil, Seleção brasileira | 23:52

Duas opiniões sobre o caso Cielo

Compartilhe: Twitter

“À primeira vista, a sanção da federação brasileira parece bem leve. Vamos esperar a posição da Federação Internacional sobre o caso”

Nadador francês Alain Bernard, em comunicado oficial neste sábado, ao comentar a punição de advertência a Cesar Cielo e outros três nadadores pela presença da substância furosemida

“Não é legal. Com certeza vai manchar um pouco a carreira dele e dos outros envolvidos”

Ex-nadador brasileiro Ricardo Prado, medalha de prata nos 400m medley nas Olimpíadas de Los Angeles-84, em entrevista à ESPN Brasil, na última sexta-feira.

Duas opiniões bastante respeitáveis. E vocês, o que acham?

Autor: Tags: , , , , ,

sexta-feira, 10 de junho de 2011 Com a palavra, Isso é Brasil, Pan-Americano | 17:01

Brasil aprova obras do Pan de Guadalajara. Mas e os atrasos?

Compartilhe: Twitter

“Está tudo correndo bem, dentro dos prazos previstos pelo COPAG, o que reforça a nossa confiança de que teremos uma boa edição dos Jogos Pan-Americanos”


Bernard Rajzman, chefe de missão do Brasil para os Jogos Pan-Americanos de Guadalajara, que começam no dia 14 de outubro, após o encerramento da visita de inspeção que o COB (Comitê Olímpico Brasileiro) fez à cidade mexicana, encerrada nesta quinta-feira, ao lado de outras nove delegações.

O engraçado é o Brasil ter referendado as condições em que se encontram as obras do Pan, que tem um atraso inacreditável na construção da Vila Pan-Americana ou então no estádio de atletismo, entre outras obras que também se encontram foram do prazo.

Talvez a avaliação compreensiva de Bernard seja pelo fato de o Brasil ter passado pelo mesmo sufoco, às vésperas do Pan de 2007, no Rio, quando os cofres públicos do governo brasileiro salvaram o país de um belo vexame.

Verdadeiro conhecimento de causa.

Autor: Tags: , , , ,

segunda-feira, 30 de maio de 2011 Com a palavra, Olimpíadas | 22:47

Bolt sem papas na língua

Compartilhe: Twitter

“Estes próximos dois anos vão me tornar uma lenda”


Velocista jamaicano Usain Bolt, durante entrevista nesta segunda-feira, quando comentava sobre seu objetivo de brilhar no Campeonato Mundial de Daegu, na Coreia do Sul, em agosto, e nas Olimpíadas de Londres, no ano que vem. Dito por qualquer outro atleta, a frase soaria arrogante e exagerada. Mas dita por Bolt, campeão mundial e olímpicos dos 100, 200 e revezamento 4 x 100m, a frase parece perfeitamente lógica.

Autor: Tags: , , ,

terça-feira, 24 de maio de 2011 Com a palavra, Isso é Brasil, Olimpíadas, Pré-Olímpico | 21:36

Competência do Japão assegurou a Copa do Mundo de vôlei

Compartilhe: Twitter

O Yoyogi National Stadium, durante a Copa do Mundo de vôlei de 2007

“Sempre tivemos confiança no povo japonês e na família do vôlei japonês para superar as dificuldades causadas pelos desastres naturais e pela lamentável radiação nuclear”


Trecho do comunicado da FIVB (Federação Internacional de Vôlei), assinado pelo presidente da entidade, Jizhong Wei, confirmando a realização da Copa do Mundo de vôlei no Japão, entre os dias 4 de novembro e 4 de dezembro deste ano, em evento que será classificatório para as Olimpíadas de Londres de 2012.

Uma grande prova de confiança da FIVB na capacidade de organização japonesa em poder receber mais uma vez a competição, repetindo o que já faz desde 1977. Isso para um país devastado por um terremoto, seguido de um tsunami, além de sofrer um desastre nuclear.

Trata-se de um tapa na cara dos dirigentes brasileiros, que não conseguem erguer suas arenas ou ginásios para a Copa do Mundo de 2014 ou para as Olimpíadas de 2016 sem a sombra de superfaturamentos ou desorganização habitual destas bandas.

Autor: Tags: , , , ,

quinta-feira, 17 de março de 2011 Com a palavra, Pan-Americano | 11:12

Sinal vermelho em Guadalajara

Compartilhe: Twitter

“Eu colocaria em vermelho o estádio de atletismo, rugby, remo e a sede de canoagem”

Carlos Andrade Garín, presidente do Copag (Comitê Organizador do Pan-11), admitindo sua preocupação com o andamento de várias obras dos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara, que começarão em 13 de outubro.

Vale lembrar que nesta sexta-feira começará uma reunião entre os dirigentes da Odepa (Organização Desportiva Panamerica) e integrantes do Copag, conforme o blog já havia publicado, e um dos temas principais do encontro será tratar do atraso nestas obras.

Pelo jeito, o trauma do Rio-2007 ainda está muito fresco na memória dos cartolas da Odepa.

Autor: Tags: , , ,

terça-feira, 15 de março de 2011 Com a palavra, Ídolos, Olimpíadas | 23:35

Conselho de especialista

Compartilhe: Twitter

“Acho que já é um grande desafio tentar revalidar o título dos 100 metros. Seria maravilhoso que pudesse tentar outras provas, mas salto em distância seria muito duro para ele”

Carl Lewis, ex-velocista americano, nove vezes campeão olímpico e um dos dos únicos atletas da história a ganhar os 100m, 200m, revezamento 4 x 100m e salto em distância na mesma Olimpíada (o outro foi o compatriota Jesse Owen), aconselhando o jamaicano Usain Bolt a concentrar as energias nos Jogos de Londres, no máximo, nos 100 e 200m.

Confira a reportagem completa aqui, no iG Esporte.

Autor: Tags: , , , ,

sexta-feira, 11 de março de 2011 Com a palavra, Olimpíadas | 16:30

O ousado sonho de Nuzman

Compartilhe: Twitter


“O Rio de Janeiro vai ser a cidade exemplo de mudança na história do movimento olímpico.  Já chegou a hora de substituir Barcelona”

Carlos Arthur Nuzman, presidente do COB (Comitê Olímpico Brasileiro), nesta sexta-feira, durante entrevista coletiva no Fórum Global Esportivo de Barcelona, ao afirmar que o desafio dos Jogos Olímpicos do Rio, em 2016, será superar Barcelona como a cidade que deixou o melhor legado olímpico da história. No mínimo, uma declaração ousada.

Confira aqui a reportagem completa do iG Esportes sobre a entrevista de Nuzman em Barcelona.

Autor: Tags: , , ,

terça-feira, 8 de março de 2011 Com a palavra, Ídolos, Imprensa, Olimpíadas | 22:27

Joaquim Cruz e uma análise pessimista para Londres-12

Compartilhe: Twitter

“Hoje, temos poucos atletas com chances reais de medalha para 2012. Maurren Maggi  e Jadel Gregório estão na reta final da carreira. E a maior aposta tem 29 anos, que é a Fabiana Murer”

Joaquim Cruz, demonstrando toda sua preocupação com o desempenho do atletismo brasileiro nos Jogos Olímpicos de Londres, no ano que vem, em entrevista ao jornal “Correio Braziliense”, na última segunda-feira.

Autor: Tags: , , , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. 3
  5. 4
  6. 5
  7. Última