Publicidade

quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014 Isso é Brasil, Jogos de Inverno, Olimpíadas | 15:56

No estilo “Jamaica Abaixo de Zero”, Brasil paga mico em Sochi

Compartilhe: Twitter
Atletas brasileiros treinam com o trenó "detonado" na pista em Sochi

Atletas brasileiros treinam com o trenó “detonado” na pista em Sochi

Oficialmente, os Jogos Olímpicos de inverno de Sochi começarão amanhã, sexta-feira – embora algumas provas eliminatórias de patinação artística, snowboard slopestyle e esqui freestylle feminino tenham sido realizadas ainda nesta quinta-feira. E antes mesmo da chama olímpica ser acesa no Fisht Olympic Stadium, local das cerimônias de abertura e encerramento das Olimpíadas, já se sabe que o Brasil protagonizou um belo vexame em terras russas.

Na quarta-feira, os atletas brasileiros do bobslead realizaram o primeiro treino na pista do Sanki Sliding Center, local que receberá as provas da modalidade a partir do próximo dia 16. E qual não foi a surpresa quando treinaram com um trenó ainda com as cores de Mônaco (de onde foram comprados três deles, a R$ 52 mil cada um), mas com uma péssima aparência, tendo inclusive a pintura descascada em vários pontos.

VEJA MAIS SOBRE SOCHI 2014:

>>> Empresa faz homenagem às mães dos atletas de Sochi 2014
>>> Antes da abertura, Sochi 2014 já tem seu primeiro recorde
>>> Conheça os locais de competição de Sochi 2014

Ninguém aqui está cobrando que o Brasil tenha equipamentos de primeiro mundo para competir no bobslead nas Olimpíadas de inverno. Mal temos neve por aqui, vale lembrar. Um trenó de primeiro nível, que pode ser comparado a um carro de Fórmula 1, chega a custar o equivalente a R$ 260 mil. Até os Jogos de Turim 2006, os brasileiros competiam com trenós alugados. Estes que foram comprados de Mônaco, têm quatro anos de uso. Ainda assim, é no mínimo bizarro que os integrantes da CBDG (Confederação Brasileira de Desportos no Gelo) tenham permitido a entrada do time brasileiro na pista para fazer um treino de reconhecimento com um trenó “detonado” daquele jeito.

Infelizmente, a primeira impressão é a que fica em muitas ocasiões. Nesta quarta-feira, o Brasil lembrou mais os integrantes do filme “Jamaica Abaixo de Zero, sucesso na década de 90, que contou a história de uma inusitada equipe jamaicana de bobslead, que chegou para as Olimpíadas de inverno de 1988, em Calgary (Canadá) esbanjando simpatia e também muito amadorismo.

Autor: Tags: , ,

30 comentários | Comentar

  1. 80 alecost 06/02/2014 16:06

    uma pintura basica cairia bem né? mesmo que seja no trenó de treino. tbm acho que faltou carinho neste caso.

  2. 79 ZE CEJAMES 06/02/2014 16:43

    Acho que os jamaicanos foram mais na base do espírito esportivo , e os brasileiros prá variar só querem aparecer.

  3. 78 maria jose 06/02/2014 17:04

    vai competir quem pode ..eu que não vou pagar pra ninguém afinal tenho que sustentar os corruptos….

  4. 77 Paulo Mariano 06/02/2014 17:17

    Quem não tem competência, que não se estabeleça. Ou você vai para guerra com o melhor equipamento para vencer o seu inimigo ou fique em casa e se defenda dos inimigos quando for atacado, mesmo que tiver só estilingue. O quê não pode e sair para fazer feio. Se for para fazer isto, fique na cama! É simples assim!

  5. 76 Coração Alvinegro 06/02/2014 17:22

    Quem é o mestre? Quem é o mestre?

  6. 75 Jair Cesar Renato 06/02/2014 18:10

    ” Como sempre o Brasil com suas Confederações mais parecidas com MÁFIAS ,deixam a desejar na organização de praticamente todas as competições salvo algumas poucas. Copa do mundo com estádios superfaturados e superatrasados, Olimpíadas sem estrutura alguma ( vale lembrar que nada do Pan foi aproveitado ) e daí querem competir em modalidades que nem sequer temos o principal ingrediente ..GELO. É possível participar,sim mas, com seriedade e muito treino para se fazer algo bem feito , coisa difícil aqui no país das bananas. Treinos esporádicos , falta de pagamento de atletas, falta de lugares com condições de treino e competição , tudo isso é pra querer mostrar uma coisa que não somos. Daí treinar com um trenó velho e ridiculamente sujo sem as pinturas da bandeira nacional não é nada perto das mazelas desse país , somente mais um mico internacional dentro do panorama já existente.

  7. 74 Jair Machado 06/02/2014 18:28

    PUXA VIDA, COMO É QUE DEIXARAM PASSAR ISSO NUMA COMPETIÇÃO TÃO IMPORTANTE COMO UMA OLIMPIADA, É VERGONHOSO QUE PAGARAM, E NÃO VIRAM COMO ESTAVAM OS CARROS????, IMCOPETENCIA TOTAL, LASTIMAVEL PARA UM PAÍS QUE VAI SEDIAR A COPA DO MUNDO E AS OLIMPÍADAS DE 2016, DA ATÉ MEDO DO QUE PODE ACONTECER AQUI…….

  8. 73 Eric Walther Maleson 06/02/2014 18:44

    Exatamente! Se uma equipe chegasse em um Grand Prix de F-1 com o carro todo remendado e sem pintura o que iam pensar dessa equipe? O Brasil é o ÚNICO país em Sochi com o trenó nestas condicões. Esse desleixo e falta de profissionalismo é o retrato atual dessa gestão que se declara “séria”, porém os fatos mostram claramente o “amadorismo” e a falta de preparo dessa gente. É muito duro assistir essa imcompetência… Veja bem pelo preço que eles pagaram nos trenós (mais de R$ 160 mil reais), o equipamento tinha que ser entregue pintado. Quem comprou não soube negociar e pior fez mal uso do dinheiro público. O Brasil merecia uma melhor imagem em Sochi. Como fundador da CBDG e primeiro piloto de Bobsled do Brasil é muito triste presenciar o declínio de todo um projeto que começou em 1995! Eric Walther Maleson

  9. 72 Carlos Alberto 06/02/2014 19:55

    Funciona assim: se o Brasil for mal, acusa-se a falta de estrutura e de apoio ao esporte. Se for bem, será o exemplo de superação dos brazucas em um esporte de pouca tradição por aqui e, de novo e sempre, sem estrutura, patrocínio e apoio. A gente adora isso!

  10. 71 Dione 06/02/2014 19:59

    É desolador ver como os brasileiros nao tem o minimo respeito por estes atletas que tentam mostrar o melhor de si nos esportes que escolheram e que conseguiram ser selecionados como representantes do nosso pais .Nao importa se seus aparelhos sao de primeira linha, se estao brilhando ,se sao iguais aos dos profissionais de outros paises ou nao.O que importa é que eles estao lá lutando com orgulho , com as cores de nossa bandeira e merecem o nosso respeito e apoio.Parabens à esses herois !EU TENHO ORGULHO DELES

  11. 70 Agostinho 06/02/2014 20:14

    É lamentável o Brasil competir nestas condições. Era melhor não ter nenhuma equipe. Até porque, é uma grande vergonha para o nosso país.

  12. 69 Donizetti 06/02/2014 20:53

    Maria José tem razão: ainda temos que pagar a segurança particular da família Walkimin Dead…

  13. 68 Max 06/02/2014 21:06

    não adianta fantasiar que o brasil é uma potencia em qualquer sentido ou área, acho q foi bem feito, tem q mostrar pro mundo todo que brasileiro é tudo desleixado e que faz as coisas tudo pelos côcos e cheio de gambiarra, é a marca registrada do brasil…

  14. 67 Guinter 06/02/2014 21:12

    Eles estão certos!
    Todo o dinheiro que os desportos do gelo conseguem vai primeiro para a viagem e para poderem comer… se não sobra pra pintura, (nem para o trenó que é de segunda mão) não é problema dos esportistas. Eles estão fazendo o que podem e o pessoal ainda avacalhando eles.
    E qual o problema, aqui não é a terra do futebol de qualquer forma?

  15. 66 Rafael rasmusse 06/02/2014 21:37

    Brasil …. Neve…. Copa…. Médicos cubanos….Dilma….quantas porcarias mais vamos ter que engolir ? Ate quando vamos achar que vivemos em um pais de ponta? Como dizia cazuza… Meus heróis morreram de overdose… Meus inimigos estão no poder .. Ideologia eu quero uma pra viver!!!

  16. 65 André 06/02/2014 22:30

    Cachorro que tem dois donos morre de fome!

  17. 64 Eric Walther Maleson 06/02/2014 22:33

    Exatamente! Se uma equipe chegasse em um Grand Prix de F-1 com o carro todo remendado e sem pintura o que iam pensar dessa equipe? O Brasil é o ÚNICO país em Sochi com o trenó nestas condicões. Esse desleixo e falta de profissionalismo é o retrato atual dessa gestão que se declara “séria”, porém os fatos mostram claramente o “amadorismo” e a falta de preparo dessa gente. É muito duro assistir essa imcompetência… Veja bem pelo preço que eles pagaram nos trenós (mais de R$ 160 mil reais), o equipamento tinha que ser entregue pintado. Quem comprou não soube negociar e pior fez mal uso do dinheiro público. O Brasil merecia uma melhor imagem em Sochi. Como fundador da CBDG e primeiro piloto de Bobsled do Brasil é muito triste presenciar o declínio de todo um projeto que começou em 1995! Eric Walther Maleson

  18. 63 MFernandez 06/02/2014 22:33

    O que escrevo abaixo não são minhas suposições e sim um resumo do escrito no processo!
    Para informar aos leitores: Essa nova gestão é do então interventor falido que virou presidente da CBDG, junto com sua patota (autor da ação: Piloto Edson Bindilatti e também Presidente do recente Clube Paulista , fundado as pressas… para compor as novas filiadas da CBDG, desprezando as existentes legítimas desde a Fundação da CBDG (Eric Maleson)
    Chega a ser ridícula a atuação desses cidadãos!!! Eles acusaram e desonraram a gestão do Eric, e estão fazendo cometendo ações ilegais graves diante da LEI!!!
    Na SELETIVA montada que fizeram em S.P., tudo já estava certo quanto aos atletas escolhidos, afinal, até cunhado do Presidente Emílio Strapasson fora escolhido por debaixo dos panos! E todos aqueles atletas que foram competir esperando uma vaga!!
    Vocês teriam que ler todo o processo que está disponível no TJRJ e ver o que realmente aconteceu!! Tremenda façanha arquitetada pelo próprio COB e ex-atletas da CBDG, pois o próprio Edson(Piloto) dizia em seu site que estava lesionado e aposentado.
    Se vê no processo que o Edson falsificou o bolsa Atleta (Categoria ) para receber mais dinheiro além do merecido!!
    Coordenou juntamente com o atual Presidente o ataque ao Eric, sendo patrocinado pelo COB e sua diretoria!!!
    Juntamente com um representante do próprio COB, o atual presidente(Emílio) e seu advogado(Márcio Albuquerque – advogado que também representou o Taekwondo ) invadiram a SEDE da CBDG para tentar encontrar algo que incriminasse o Eric! Esse material (vídeo está na mídia: google e youtube)
    Bem , leiam o processo e vejam que esses atletas que lá estão são uns hipócritas em representar o BRASIL !! Mas espero que a VERDADE enfim venha a tona!

  19. 62 cid palestra 06/02/2014 23:16

    Tem Petralha que diz que absurdo é a presidenta de um pais rico como o Brasil não ficar na suite mais cara do hotel 6 estrelas que fica pelo, que se não for assim vão achar o que do Brasil pelo mundo, DAI EU PERGUNTO E ISSO, ATLETAS QUE REPRESENTAM O PAIS NESSA SITUAÇÃO TAMBÉM NÃO DESTROI A NOSSA JÁ ESMERDALHADA IMAGEM?

  20. 61 josé de miro mazzaro 06/02/2014 23:27

    Se a equipe for competitiva, a máquina (que máquina ?), vai bem. Acorda pessoal: as diretorias das equipes de esporte estão num banzé que faz medo. Como o Nuzman está lá no topo, estremeço de “paura” de pensar nas olimpiadas. Vão roubar a neve de Sochi, os gramados dos Colossos do Arruda esparramados pelo Brasil (saudade do Recife) , e que se aguarda estejam prontos…em nome da copa. E o povo esperando transporte, hospital, escola, governo modelo Fifa. O que nos temos aqui é tudo tipo fiofó. Pronto, falei, como dizia dona Ignez.
    Vamos todos para a copa, que é perto da cozinha, como lembra o sociólogo Fernando Henrique…

  21. 60 marcos 07/02/2014 1:28

    Gostaria de ver as pessoas que comentaram esta reportagem realizando algo no esporte pelo Brasil…criticar é fácil o difícil e fazer. …e o jornalista que publicou esta matéria deve estar passa ndo fome…pq oh matéria chata e cheio de críticas. ..vai morar no exterior .

  22. 59 flavio sartori 07/02/2014 3:54

    não sei quem banca pros atletas brasileiros estarem lá competindo…… se não há apoio ou qualquer subsídio do governo, acho q seria uma ótima oportunidade pra protestar e revelar publicamente para o mundo essa palhaçada q vivemos por aqui: de políticos corruptos, governos corruptos, grande parcela da população que também é corrupta e corruptora, realização de copa do mundo e olimpíadas num país cujos governos federal, estadual e municipal não proporcionam o q há de mais básico (educação, saúde, segurança, moradia etc………) para a sua população etc………………….. do contrário, deveriam aproveitar q o trenó já é vermelho e colarem uma estrela do PT na frente, uma foto da Dilma de um lado e outra do Lula do outro…… NA REAL, ACHO Q O IMPORTANTE MESMO É A REALIZAÇÃO PESSOAL DE CADA ATLETA Q TREINOU E SE DEDICOU MUITO PRA ESTAR LÁ, DANDO TUDO DE SI NA COMPETIÇÃO, SEJA LÁ QUAIS FOREM AS CONDIÇÕES DO EQUIPAMENTO ETC….. BOTO FÉ NOS ATLETAS BRASILEIROS, INCONDICIONALMENTE……… VAI BRASIL!!!!!! MOSTREM PRO MUNDO Q, APESAR DE TUDO, AINDA TEMOS MUITA GENTE BOA, HONESTA, HONRADA, DEDICADA E POSITIVAMENTE COMPROMETIDA POR AQUI…………

  23. 58 gabriel 07/02/2014 6:55

    QUE COMENTÁRIO MAIS INFELIZ PARA NÃO DIZER IDIOTA, CADA UM FAZ O QUE PODE E É ISSO QUE FOI FEITO.
    ENTRE CENTENAS DE COMPETIDORES ALGUNS POUCOS SE DESTACAM APENAS OS 3 MELHORES DE CADA CATEGORIA, OURO, PRATA E BRONZE, OS DEMAIS NADA, MESMO COM EQUIPAMENTOS DE ALTA TECNOLOGIA.
    NÃO FAÇA COMPARAÇÕES INCIANDO SUA CRITICA JÁ COM UM PEDIDO DE DESCULPAS, QUER CRITICAR, CRITIQUE MAS COM EDITORIAL COM CLASSE.
    INFELIZ O SENHOR, MUITO INFELIZ.

    GABRIEL

  24. 57 Sillas 07/02/2014 7:36

    E espero que este time seja mesmo igual ao do Jamaica Abaixo de Zero, que, mesmo com todas as limitações, conseguiu se aplaudida de pé!

  25. 56 Sillas 07/02/2014 7:38

    Que perda de tempo!! Só porque o trenó não é cor-de-rosa, como queria o repórter que escreveu esta infeliz matéria, estão criticando o time brasileiro? E quanto ao tempo de descida? E quanto ao preparo da equipe? E quanto a falta de investimento do COB e incentivo brasileiro?? Li a reportagem para ver se o “mico” tinha sido referente ao tempo de descida excessivamente alto, ou a algum erro bizarro ou infantil da equipe, mas não! Foi uma simples questão de estética, tal como os críticos de moda fazem: “demodê!!” Comparo esta seleção ao corredor que chega por último, ignorando e superando seus limites em uma maratona olímpica. Ninguém sabe o que eles passaram pra chegar até lá,e pelo visto, nem este repórter se preocupou com isso, apenas com a corzinha do trenó e como ele é “out”. Francamente, viu? A imprensa do Brasil está igual ao trenó, ultrapassada e feia…

  26. 55 Edson 07/02/2014 7:57

    Está lindo o trenó. Leva a cor padrão PT (vermelho manchado). Já que estamos contratando médicos cubanos, nada mais adequado que ter um equipamento bem parecido com o país do charuto. Aspecto de velho, abandonado. O valor pagao por cada equipamento poderiam ser construídas duas casas, onde residem 8 pessoas, em média. Chega.

  27. 54 Paulo 07/02/2014 10:51

    Para mim o importante são as conquistas e não a aparência. Não digo resultados, pois seria muito injusto cobrar destes atletas algo nesse sentido. Apenas o fato de estarmos sendo representados numa competição de inverno, e de alto nível, já é uma conquista. O trenó vai ser pintado e toda esta história rasa vai ficar para trás. O que realmente vai ser lembrado é que, mesmo sem neve, apoio ou dinheiro, tivemos nossos atletas competindo no estrangeiro e fazendo o Brasil ser representado. Fica a lição para a Confederação, é claro, de tentar manter equipamentos permanentes e em bom estado a fim de evitar esse futrico superficial mas, sobretudo, para poder dar aos atletas condições mínimas de treino e aprimoramento. No mais, avante Brasil!

  28. 53 carlos 18/02/2014 13:34

    É tão ricículo um país que não dá atencão mínima as pessoas que nele vivem, querer manter uma imagem numa olipiada de INVERNO. Parece que vivemos num país socialmente evoluido. Estes cidadãos que foram à este circo, deveriam se fantasiar de palhacos mesmo. Pelo menos ficaria mais característico. Governo ridículo, mandando seus representantes.

  29. 52 Humberto 21/02/2014 18:34

    Acredito ter sido um equívoco muito grande ter ido a essa olimpiada, pois se torna um esporte muito perigoso( Veja o acidente da Thais) se nao se tem EXPERIENCIA suficiente. Me parece que houve vaidade em alguns atletas querendo aparecer, sem falar em dirigentes e outros convidados. Nos temos que ser honestos com nos mesmos e reconhecer que nao temos capacidade nem condiçoes climáticas para isso. A Bolivia nao tem mar, e nao tem surfistas, nem voley de praia,nem outro esporte de areia. Os nossos atletas NAO praticam esses esportes de neve, e aínda aparece uma atleta OPORTUNISTA que nem sequer sabe falar o nosso idioma, resolveu ser brasileira porque sería a unica maneira de estar lá, já que nao tinha NENHUMA chance de ir , comparando os índices dela com os atletas do seu pais (Dígase França.) Humberto

  30. 51 Christopher 28/03/2014 17:22

    caro humberto se voce não acompanha esporte não diga baboseira pois a atleta que representou o Brasil na patinação artistica nasceu em solo nacional e tem mãe brasileira ela querendo ou não ela vai ser brasileira mesmo criada no exterior então meu caro não defeque com a boca

Os comentários do texto estão encerrados.