Publicidade

quarta-feira, 14 de setembro de 2011 Isso é Brasil | 23:26

Até quando o doping vai levar a melhor sobre o esporte?

Compartilhe: Twitter

Já está virando tema recorrente neste blog, mas nunca é demais repetir que o doping continua deitando e rolando no esporte, em particular no Brasil. Nesta quarta-feira, a CBAt (Confederação Brasileira de Atletismo) divulgou mais um caso positivo. Desta vez, o da fundista Eliane Pereira, que teve um exame positivo após disputar uma prova de rua em Sorocaba (SP), no final de julho. O exame de Eliane acusou a presença da susbtância dexametasona.

A atleta tentou justificar a presença da substância em seu exame, mas a CBAt não aceitou os argumentos e aplicou as pena de três meses.

O mais triste de tudo é que este não foi o primeiro exame positivo de Eliane Pereira. Ela também foi flagrada em 2002, durante os Jogos Sul-Americanos, mas em função das normas do prazo decorrido e das normas da Wada (Agência Mundial Antidoping), passou a contar somente como a primeira punição.

O triste de tudo isso é que por mais que se façam exames em todas as competições, por mais que se divulgue a necessidade de praticar um esporte limpo, o doping parece imbatível. Falo em relação ao mundo inteiro. E no caso específico do Brasil, isso fica evidente nestas competições menos badaladas, como estes circuitos de corrida de rua que não contam com atletas badalados.

Se a ciência não consegue dar conta de vencer o combate ao doping, imagino que caberia às entidades que dirigem o esporte brasileiro realizar intensas campanhas de combate ao doping.

Mas algo realmente profundo, não apenas para fazer um marketing bonitinho, para sair bem na foto. Com o dinheiro que recebem dos cofres públicos, as confederações brasileiras esportivas tinham obrigação de fazer isso.

Mas quem disse que existe alguém com coragem e vontade de cobrar isso, não é mesmo?

Autor: Tags: , , ,

1 comentário | Comentar

  1. 51 marcos antonio da silva 15/09/2011 7:47

    A isto muito ruim para os jovem que estão na intenção de fazer algum esporte pois alguns atletas brasileiros so querem o facil para se destacar e sito não e om para quem que fazer esporte saldavel,agora nos temos uma missão muito grande e encinar para eles que sejam onesto com a propria pessoa e que droga e ruim para a saude.
    os proprios pais e que tem que encinar para as crianças ja no inicio que droga mata e eles não podem usar

  1. ver todos os comentários

Os comentários do texto estão encerrados.