Publicidade

Arquivo de junho, 2011

quinta-feira, 9 de junho de 2011 Isso é Brasil, Olimpíadas | 18:07

Paes comemora título do Vasco e põe Nuzman em "saia-justa"

Compartilhe: Twitter

Integrantes da comissão do COI, com Paes, Nuzman e as camisas do Vasco

Ainda comemorando a conquista da Copa do Brasil pelo Vasco da Gama, nesta quarta-feira,  o prefeito do Rio, Eduardo Paes, resolveu extravasar a alegria. Vascaíno fanático, ele resolveu presentear dois dos principais integrantes da comissão de vistoria do COI (Comiitê Olímpico Internacional) com camisas personalizadas do clube vascaíno. Os dirigentes do COI estão na cidade esta semana para vistoriar as obras das Olimpíadas de 2016.

Mas não contente em entregar duas camisas para Gilbert Felli e Nawal El Moutawake, principais dirigentes da missão do COI ao Brasil, Paes ainda “tirou um sarro” de Carlos Arthur Nuzman, presidente do COB (Comitê Olímpico Brasileiro) e também lhe deu uma camisa do Vasco de presente. O problema é que o cartola é conhecido por sua estreita ligação com o Fluminense, clube pelo qual é torcedor e onde atuou na época em que era jogador de vôlei.

O sorriso amarelo de Nuzman segurando a camisa do rival mostra o quanto ele gostou do presente…

Veja também:

Presenteados com camisa do Vasco, membros do COI elogiam Jogos

Que moleza para o COI, hein?

E se a luz acabar na cerimônia de abertura?

Autor: Tags: , , , , , ,

quarta-feira, 8 de junho de 2011 Olimpíadas, Pan-Americano, Seleção brasileira | 22:49

Contusão de craque ameaça o handebol brasileiro no Pan

Compartilhe: Twitter

Bruno Souza ficará seis meses afastado por lesão e está fora do Pan

Baita infelicidade a contusão sofrida pelo armador Bruno Souza, maior estrela do handebol masculino brasileiro, que no último final de semana, em um jogo pela penúltima rodada da Liga francesa de handebol, teve uma grave lesão no joelho direito. De volta ao Brasil, teve constatada a necessidade de uma cirurgia, sofrida nesta quarta-feira. Resultado: seis meses de recuperação e definitivamente sem condições de disputar os Jogos Pan-Americanos de Guadalajara, no México, em outubro.

O afastamento compulsório de Bruno é um enorme problema para a seleção masculina, que em Guadalajara tentará conquistar o tricampeonato pan-americano, depois de ter faturado o ouro em Santo Domingo, em 2003, e no Rio, em 2007. Nas duas vezes, Bruno Souza teve presença decisiva para a conquista do Brasil.

Afastado da equipe brasileira desde as Olimpíadas de Pequim-08 por opção pessoal, Bruno Souza mostrou o quanto é necessário para a seleção diante dos vexames dados pela equipe nos Mundiais da Croácia (2009) e Suécia (2011), quando o Brasil amargou as últimas posições. Para aumentar ainda mais o drama da ausência do armador – que integrou três vezes a relação dos melhores do mundo da IFH (Federação Internacional de Handebol) -, o Pan de Guadalajara  servirá, para o handebol, como seletiva aos Jogos Olímpicos de Londres, em 2012.

Que roubada, hein?

Veja também:

Bruno Souza volta para evitar vexame do handebol brasileiro

Conheça os ginásio de handebol nos Jogos de Londres-12

Assistir ao Pan 2011 é uma pechincha

Autor: Tags: , , , , ,

Ídolos, Isso é Brasil, Seleção brasileira | 08:25

Nalbert corneta a CBV via Twitter

Compartilhe: Twitter

Nalbert quer atenção da CBV com os ídolos do vôlei brasileiro

Exemplo de organização no esporte olímpico brasileiro, a CBV (Confederação Brasileira de Vôlei) recebeu uma bela cornetada via Twitter, durante o jogo de despedida de Ronaldo Fenômeno pela seleção brasileira, nesta terça-feira, na vitória de 1 a 0 sobre a Romênia. E a cornetada veio em uma espécie de “fogo amigo”:  o ex-capitão Nalbert, campeão mundial (2002, na Argentina) e olímpico (2004, em Atenas) com a seleção brasileira masculina.

“Perguntar não ofende: por que nenhum ídolo do vôlei recebeu uma homenagem como essa até hoje”, disparou Nalbert em sua página no microblog, para em seguida enaltecer e cumprimentar Ronaldo pela despedida.

Pelo que conheço dos padrões do vôlei, especialmente da seleção brasileira, onde parece ser proibido criticar e dar notícias com viés negativo, as palavras de Nalbert terão certamente um peso bem forte dentro da CBV.

Veja também:

Ministério do Esporte ajuda a encher os cofres do vôlei

Brasileiros compram mais ingressos de vôlei para Londres-12

Vitória contra o preconceito. Mas a luta só começou…

Autor: Tags: , , , , , ,

segunda-feira, 6 de junho de 2011 Pan-Americano, Seleção brasileira | 17:27

Boxe brasileiro vai bem na primeira parte do "intensivão"

Compartilhe: Twitter

Everton Lopes disputarpa a final da categoria 64kg, diante do cubano Roniel Iglesias

O saldo da participação do boxe brasileiro na primeira parte de sua excursão à Cuba, onde disputa dois torneios internacionais, pode ser considerado extremamente positivo. Nesta segunda-feira, nada menos do que cinco brasileiros estarão nas finais do tradicional Torneio Internacional Giraldo Córdoba Cardin, que está em sua 41ª edição.  E todas as finais serão contra lutadores de Cuba. Depois de encerrada sua participação do Torneio Córdoba Cardin, a equipe brasileira participará da C opa Roberto Balado, a partir da próxima quinta-feira.

Considerada como uma das melhores escolas do boxe olímpico mundial, Cuba praticamente não tem adversários no continente, basta ver os resultados obtidos em Jogos Pan-Americanos. São tão fortes que entraram com três equipes no Córdoba Cardin, sendo que as duas melhores estavam no mesmo lado da chave. Ou seja, os brasileiros terão nesta segunda a oportunidade de encarar o que há de melhor no boxe amador cubano.

Ou seja, independentemente do resultado dos combates, melhor preparação para os brasileiros visando o Campeonato Mundial de boxe, em Baku (Azerbaijão), entre 16/9 e 1º/10, e o Pan-Americano de Guadalajara (México), de 14 a 30/10, impossível.

Confira abaixo o programa das finais do Torneio Córdoba Cardín, e as lutas envolvendo brasileiros nesta segunda:

49kg: Yosvani Veitía(CUB)  vs. Anvar Muzaparov (KAZ)
52kg: Robeisis Ramírez (CUB) vs. Juliao Neto (BRA)
56kg : Lázaro Álvarez (CUB) vs. Robenilson de Jesús (BRA)
60kg : Yasniel Toledo (CUB) vs. Robson Conceicao (BRA)
64kg: Roniel Iglesias (CUB) vs. Everton Lopes (BRA)
69kg: Carlos Banteur (CUB) vs. Ussene Djambo (SUE)
75kg: Emilio Correa (CUB) vs. Junior Castillo (DOM)
81kg: Julio César La Cruz (CUB) vs. Florentino Yamaguchi (BRA)
91kg:
José Larduet (CUB) vs. Manpreet Singh (IND)
+91kg:
Erislandy Savón (CUB) vs. Robert Alfonso (CUB)

Veja também:

Boxe brasileiro faz “intensivão” em Cuba

Brasileiro supera o terceiro do mundo e vai ao Pan

Brasileiros tentam carimbar passaporte no boxe do Pan

Autor: Tags: , ,

domingo, 5 de junho de 2011 Ídolos, Isso é Brasil, Seleção brasileira | 13:02

Erro de planejamento?

Compartilhe: Twitter

Fabiana ficou em 3º lugar nos EUA. Mas valeu a pena?

Uma perguntinha básica: será que valeu a pena Fabiana Murer enfrentar uma verdadeira maratona aérea no trajeto São Paulo-Buenos Aires-Oregon (EUA), e terminar com o terceiro lugar em sua estreia da Liga de Diamante no último sábado, na prova do salto com vara no Prefontaine Classic, quando alcançou a marca de 4,48m? Só para constar, foi a pior marca de Fabiana em uma competição internacional desde 2005, quando salto 4,40m no GP de Helsinki.

Por mais que o técnico de Fabiana, Elson Miranda, justifique que o foco da atleta em 2011 é conquistar uma medalha no Mundial de Atletismo em Daegu, na Coreia do Sul, faz sentido questionar que ele e a CBAt (Confederação Brasileira de Atletismo) tenham optado por colocar Fabiana disputando o Sul-Americano de Buenos Aires – onde por sinal cravou o melhor salto do ano na modalidade, com 4,70m – e depois submetê-la a uma cansativa viagem aos EUA.

Teria sido melhor que Fabiana Murer estreasse na Liga de Diamante, competição que reúne os melhores atletas do mundo, somente no GP de Oslo, na Noruega, na próxima quinta-feira. Mais descansada, certamente Fabiana conseguiria um resultado melhor do que o obtido em Eugene.

Ou a razão de Fabiana ter participado do Prefontaine Classic terá sido comercial, pois o principal patrocinador do evento (a Nike) também é um dos patrocinadores da atleta brasileira?

Faltou planejamento aí, hein!

Veja também:

Fabiana Murer em números

O que acontece com o tribunal da CBAt?

Joaquim Cruz e uma análise pessimista para Londres-12

Autor: Tags: , , , , ,

sábado, 4 de junho de 2011 Ídolos, Olimpíadas, Seleção brasileira | 20:44

Daiane volta para iniciar o caminho do adeus

Compartilhe: Twitter

Daiane dos Santos exibe o collant da seleção brasiliera

Uma bela notícia para o esporte olímpico brasileiro o retorno às competições da ginasta Daiane dos Santos, que após três anos afastada voltou a competir neste sábado, durante o Troféu Brasil de ginástica artística, realizado em Brasília. Além disso, mostrou um pouco de seu inegável talento, conseguindo cravar o tradicional Duplo Twist Carpado e obtendo a nota mais alta na apresentação do solo. Por fim, ainda recebeu da CBG (Confederação Brasileira de Ginástica) a confirmação que está de volta à seleção brasileira. Mas que ninguém se engane: Daiane está voltando para preparar o adeus.

Aos 27 anos, Daiane vive os últimos momentos de uma carreira brilhante. Ninguém tem duas finais olímpicas no currículo à toa (Atenas-04 e Pequim-08), sem esquecer um título mundial no solo. Mas a ginástica artística costuma ser impiedosa com quem tenta desafiar os limites do tempo. E Daiane já chegou a este limite faz tempo.

E se não bastasse ter passado por uma cirurgia no joelho, Daiane dos Santos ainda amargou uma suspensão por doping (estranhamento ignorado no texto divulgado pela assessoria de imprensa do Pinheiros), por ter tomado um chá para emagrecimento que continha uma substância proibida. Uma bobagem tremenda, ainda mais para uma atleta experiente como ela.

Que Daiane dos Santos tenha amadurecido nestes três longos anos longe das competições, aprendido com os erros, como este estúpido de seu doping. E para todos nós, vamos tratar de aproveitar os últimos momentos de um destes raros talentos que os deuses do esporte vez por outra colocam no Brasil. E quem sabe não vê-la fazer uma despedida em alto estilo, brigando por uma medalha nas Olimpíadas de Londres, em 2012.

Veja também:

Um exemplo de desperdício na ginástica artística

O adeus de um herói da era pré-Phelps

Os brasileiros já classificados para Londres-12

Autor: Tags: , , , , ,

sexta-feira, 3 de junho de 2011 Almanaque, Ídolos, Listas, Olimpíadas | 22:26

Fabiana Murer em números

Compartilhe: Twitter

No gráfico abaixo, dá pra ter uma noção da grande evolução de Fabiana Murer no salto com vara. Mas será que ela conseguirá atingir os 5,00m, ainda em 2011, como já disse? Ou irá guardar esta marca para garantir uma medalha nas Olimpíadas de Londres, em 2012? Vamos aguardar…

Veja também:

Jornal americano prevê cinco ouros para o Brasil em 2012

O velho “Ibira”, de cara nova

Medalha, medalha, medalha

Autor: Tags: , , ,

Ídolos, Pan-Americano, Seleção brasileira | 21:57

Em "aniversário" de recorde, Fabiana tenta manter a ponta

Compartilhe: Twitter

Fabiana Murer salta para cravar 4,70m, melhor marca do mundo na temporada

Já passou o tempo em que Fabiana Murer poderia ser considerada uma promessa do atletismo. Depois de uma temporada quase perfeita em 2010, quando venceu a Liga de Diamante e foi a campeã mundial indoor (pista coberta) no salto com vara, a atleta da Campinas adquiriu um outro status no cenário internacional. É uma bela realidade, esperança real de grandes resultados.

Hoje, ela não é mais aquela garota brasileira de talento, mas um tanto inexperiente, que viu suas varas desaparecerem como num passe de mágica, as Olimpíadas de Pequim, em 2008. Muita coisa mudou desde então. E neste sábado, quando compete no tradicional Prefontaine Classic, em Eugene (EUA), estreando na Liga de Diamente de 2011, Fabiana já passa a ser encarada como a rival a ser batida.

Não à toa, afinal a brasileira chega ao Grand Prix do Oregon como dona da melhor marca da temporada, com o 4,70m que cravou em Buenos Aires, durante o Campeonato Sul-Americano. Como coincidência, neste sábado faz exatamente um ano que Fabiana Murer obteve a melhor marca de sua carreira, ao vencer o Campeonato Ibero-Americano de atletismo saltando 4,85m, recorde sul-americano na prova.

O início da participação de Fabiana Murer na Liga de Diamante serve como a verdadeira largada da atleta na temporada 2011. Será a partir de agora que ela terá pela frente suas maiores rivais. E olhe que nos EUA ainda não irá encarar a supercampeã russa Elena Isinbayeva. Em compensação, terá como adversárias a polonesa Anna Rogowska, campeã mundial (Berlim/2009), a russa Svetlana Feofanova (prata no Mundial de Doha/2010), e a norte-americana Jennifer Shur, líder do ranking mundial em 2010 (4,92 m).

Neste ano, Fabiana Murer tem como princial objetivo conquistar uma medalha no Campeonato Mundial de Atletismo, em Daegu (Coreia do Sul), no mês de agosto, além de brigar pelo bicampeonato no Pan-Americano de Guadalajara (México), em outubro.

Veja também:

Fabiana começa a temporada em alto estilo

Atletismo brasileiro define seleção para o Sul-Americano

A mulher mais rápida do mundo

Autor: Tags: , , , , , , ,

quinta-feira, 2 de junho de 2011 Pan-Americano, Seleção brasileira | 16:11

Agenda olímpica cheia no eixo Rio-SP neste fim de semana

Compartilhe: Twitter

Lara Teixeira (à esq.) e Nayara Figueira treinam para o Brazil Synchro Open de nada sincronizado

Para quem curte esportes olímpicos, a agenda deste final de semana, tanto no Rio de Janeiro quanto em São Paulo, está pra lá de cheia. Sobram atrações, algumas das quais valendo vaga para os Jogos Pan-Americanos de Guadalajara.

Um dos eventos que vale vaga no México é o Sul-Americano de pentatlo moderno, que começou nesta quinta-feira no Complexo Esportivo de Deodoro, no Rio. O torneio, que terminará no próximo domingo,  servirá para definir os últimos integrantes da seleção brasileira que disputará o Pan. Por enquanto, apenas a pernambucana Yane Marques, campeã pan-americana no Rio-2007, e a única atleta já com vaga assegurada. Yane, melhor atleta classificada no ranking mundial da modalidade, também está classificada para disputar a etapa final da Copa do Mundo, em julho, na cidade de Londres.

Também no Rio, começa nesta sexta-feira o Brazil Synchro Open, no Parque Aquático Júlio Delamare. O torneio internacional servirá como preparação da seleção brasileira para as disputas do Campeonato Mundial de Esportes Aquáticos, que acontecerá em Xangai (China), em julho. Além do Brasil, participarão do evento equipes dos EUA, Canadá, Alemanha, França, Argentina, Colômbia, e Aruba. O torneio termina no domingo.

Por fim, ainda no Rio, a seleção brasileira masculina de vôlei disputa neste fim de semana a segunda rodada da Liga Mundial, enfrentando a Polônia neste sábado e domingo,  no Ginásio do Maracanãzinho, sempre às 10h.

A agenda olímpica Rio-SP tem ainda a disputa da segunda etapa do torneio Oi Serra e Mar de hipismo, na cidade de Indaiatuba, no Helvetia Riding Center. A competição, que começa nesta sexta-feira e vai até o próximo domingo, será a sexta de oito seletivas para a definição da equipe de adestramento que vai ao Pan de Guadalajara. A prova de saltos promete ta,mbém dificuldades extras aos participantes: o percurso será desenhando pelo mexicano Javier Fernandez, que é o responsável por montar os percursos das principais provas de salto do continente e que também desenhará o  do Pan 2011.


O percurso montado no Helvetia Riding Center, para o evento deste final de semana de saltos e adestramento

Veja também:

Pista do Ibirapuera reestreia com recorde e índice

Brasil define equipes de lutas para o Pan

Tem seletiva para todos os gostos…

Autor: Tags: , , , , , , , , ,

quarta-feira, 1 de junho de 2011 Pan-Americano, Seleção brasileira | 23:18

Boxe brasileiro faz "intensivão" em Cuba

Compartilhe: Twitter

Myke Carvalho integra a seleção brasileira que disputará dois torneios em Cuba

Principal escola do boxe amador mundial, Cuba será a próxima parada da seleção brasileira masculina. Começou nesta quarta-feira a participação do Brasil no primeiro de dois torneios internacionais que a equipe fará na ilha caribenha, e que servirão de preparação para os Jogos Pan-Americanos de Guadalajara. Dos 11 integrantes do time brasileiro, seis estão classificados para o evento poliesportivo, marcado para outubro.

Neste verdadeiro “intensivão” de boxe, a primeira competição que contará com a participação da equipe brasileira será o 41º Torneio Internacional Giraldo Córdoba Cardin. A competição vai até o próximo dia 8 e reunirá boxeadores de 12 países. Depois, o Brasil disputará a Copa Roberto Balado, de 9 a 13 de junho.

A equipe que a CBBoxe (Confederação Brasileira de Boxe) enviou a Cuba é a seguinte:

52 kg – Julião Neto
52 kg – Jackson Junior
56 kg – Robenilson de Jesus
60 kg – Robson Conceição
60 kg – Jefferson Silva
64 kg – Everton Lopes
64 kg – Roberto Queiroz
69 kg – Mike Carvalho
75 kg – Esquiva Florentino
75 kg – David da Costa
81 kg – Yamaguchi Florentino

Veja também:

Brasileiro supera o terceiro do mundo e vai ao Pan

Nova chance para brasileiros do boxe irem ao Pan

As pioneiras do Brasil

Autor: Tags: ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. 3
  5. Última