Publicidade

Arquivo de maio, 2011

domingo, 8 de maio de 2011 Listas, Olimpíadas, Seleção brasileira | 21:49

Os brasileiros classificados para Londres-12

Compartilhe: Twitter

Gregolry Panizo (no centro) comemora a vitória no Pan de ciclismo e a vaga do Brasil em Londres-12

Depois de uma semana complicada, após denúncia da “ESPN Brasil” de um suposto caso coletivo de doping não divulgado pela CBC (Confederação Brasileira de Ciclismo), eis que o final deste domingo trouxe uma boa notícia ao ciclismo nacional. Ao vencer a prova de estrada do Campeonato Pan-Americano da modalidade, realizado na cidade colombiana de Antioquia, Gregolry Panizo assegurou também a vaga do Brasil nesta prova para as Olimpíadas de Londres, em 2012.

O triunfo de Panizo foi muito difícil, graças a um intenso duelo que travou com o chileno Gonzalo Garrido e com o colombiano Luis Felipe Laverde. A vitória só foi definida nos 500m finais, com o brasileiro segurando o sprint final de Garrido, que ficou em segundo, enquanto Laverde terminou em terceiro. Panizo cumpriu o percurso de 176km em 4h03min55s.

Total de atletas brasileiros garantidos para Londres-12: 44

Ciclismo
Modalidade Estrada (1 atleta)
Data e local em que garantiu a vaga: 8/05/2011, com a vitória de Gregolry Panizo no Campeonato Pan-Americano de ciclismo, em Antioquia (Colômbia)

Hipismo
Modalidade saltos – Equipe (5 atletas)
Data e local em que garantiu a vaga: 6/10/2010, ao ficar em quarto lugar durante o Mundial de Kentucky (EUA)

Futebol
Modalidade feminino (18 atletas)
Data e local em que garantiu a vaga: 21/11/2010, ao vencer o Chile na decisão do Campeonato Sul-Americano do Equador

Modalidade masculino (18 atletas)
Data e local em que garantiu a vaga: 13/02/2011, ao vencer o Uruguai na rodada final do Campeonato Sul-Americano do Peru

Tiro esportivo
Modalidade Pistola 25m feminino – Ana Luiza Mello
Data e local em que garantiu a vaga: 20/11/2010, ao conquistar a medalha de ouro no Campeonato das Américas, no Rio de Janeiro

Modalidade Fossa Olímpica Double – Felipe Fuzaro
Data e local em que garantiu a vaga: 24/11/2010, ao conquistar a medalha dse ouro no Campeonato das Américas, no Rio de Janeiro

Autor: Tags: , , ,

sábado, 7 de maio de 2011 Pan-Americano, Seleção brasileira | 18:55

Yane Marques brilha na Hungria

Compartilhe: Twitter

Yane Marques durante a prova de esgrima, na etapa da Hungria da Copa do Mundo

Já disse uma vez aqui neste blog que a pernambucana Yane Marques, do pentatlo moderno, seja provavelmente a atleta brasileira nos esportes olímpicos com o desempenho individual mais impressionante em 2011. Logo no começo da temporada, ele obteve um excelente oitavo lugar na etapa de abertura da Copa do Mundo, nos EUA. Neste sábado, Yane se superou ao terminar em em quinto lugar na terceira etapa da competição, realizada em Budapeste, na Hungria. Foi seu melhor resultado neste torneio.

Sexta colocada no ranking mundial do pentatlo moderno – modalidade composta pela disputa de provas de esgrima, natação, hipismo e o evento combinado tiro/corrida -, Yane somou um total de 5.340 pontos na etapa em Budapeste. Seu melhor desempenho individual acabou sendo na natação, prova de sua preferência, quando fez o sexto melhor tempo no percurso de 200m livres (2min13s25).

Nas outras modalidades disputadas neste sábado, Yane terminou em 11º na esgrima (880 pontos); 12º no hipismo (1.180 pontos); e 16º no evento combinado de corrida e tiro (2.076 pontos). Na natação, ela somou 1.204 pontos.

Após brilhar na Hungria, Yane Marques, que está classificada para buscar o bicampeonato nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara (México), já começa a se preparar para a próxima etapa da Copa do Mundo, em Chengdu, na China, entre os dias 25 e 29 de maio. A final da competição será realizada em Londres, nos dias 9 e 10 de julho, reunindo os 36 melhores pentatletas nas duas categorias (masculino e feminino).

Autor: Tags: , ,

sexta-feira, 6 de maio de 2011 Imprensa, Isso é Brasil | 21:29

E a CBC se manifesta…

Compartilhe: Twitter

Nesta sexta-feira, em nota divulgada por sua assessoria de imprensa, a CBC (Confederação Brasileira de Ciclismo) resolveu se manifestar a respeito do escândalo de doping de oito ciclistas, que teria sido acobertado pela entidade, de acordo com reportagem que será exibida pelo programa “Histórias do Esporte”, da ESPN Brasil, no próximo dia 28 de maio.

Abaixo, a posição oficial da CBC a respeito do caso:

Nota de esclarecimento

A Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC) foi surpreendida nos últimos dois dias com matérias veiculadas por parte da imprensa com afirmações inverídicas sobre a postura da entidade frente a casos de doping. De forma absolutamente irresponsável, as reportagens ousaram dizer, sem ao menos nos consultar oficialmente ou acessar o nosso site, que a CBC estaria escondendo e engavetando casos de doping de atletas brasileiros.

Inicialmente é preciso registrar que todas, isso mesmo, TODAS as decisões ou atos processuais relativos a matéria disciplinar, inclusive de doping, estão publicadas aonde deveriam estar, ou seja no link do STJD na página da CBC na internet: http://www.cbc.esp.br/stjd/editais.html

Como se denota, com um simples click, o interessado poderia acessar informações sobre os órgãos da Justiça Desportiva (STJD e Comissão Disciplinar) e Comissão Antidoping da CBC, instâncias desportivas compostas por renomados juristas em Direito Desportivo ou profissionais de nomeada em Medicina do Esporte. Em outras palavras, a totalidade dos casos de atletas brasileiros com controle positivo em provas internacionais realizadas no Brasil e enviadas pela UCI através de processo regular de coleta e controle de doping, ou já foram julgados pela Comissão Nacional Antidoping da CBC e as decisões estão publicadas (inclusive de alguns atletas citados nas matérias que repita-se, encontra-se no nosso site), ou estão em tramitação, ou simplesmente a CBC não recebeu qualquer comunicado oficial da UCI a respeito. Já os casos de controle positivo de atletas brasileiros em provas fora do Brasil são julgados diretamente pelas entidades internacionais, não cabendo a CBC julgar ou divulgar as decisões.

Além disso, outra informação veiculada seria a de que atletas punidos estariam competindo normalmente. Trata-se de outro equívoco, pois apesar de não poder impedir a participação de atletas irregulares, devendo relatar o feito ao STJD, a CBC não tem nenhuma notícia de atuação de atletas em cumprimento de qualquer suspensão em provas da CBC.

A política da CBC em matéria de doping e infrações em geral, diga-se, é de cumprimento irrestrito da legislação desportiva nacional e internacional, em especial ao Código Mundial Antidoping, Regulamentos UCI e Código Brasileiro de Justiça Desportiva. Nesse contexto, em absoluto respeito a normas de divulgação pública e confidencialidade previstas na codificação mundial, e harmonizadas com o ordenamento jurídico brasileiro que garante o sagrado direito a ampla defesa, estamos autorizados a divulgar informações sobre processos de dopagem somente após a notificação dos atletas envolvidos comunicando de sua suspensão “provisória”. E ainda respeitado o prazo para exercerem o direito de solicitação da amostra “B” e defesa prévia, seguidos de intimação para julgamento pela Comissão Antidoping da CBC, cujas decisões são submetidas a homologação da União Ciclística Internacional. Mesmo porque vale registrar que a sanção provisória imposta pela UCI pode ser descontada / comutada em caso de condenação definitiva, ou mesmo dependendo das circunstâncias especiais, substâncias especificadas ou involuntariedade, as penas podem ser parcial ou totalmente suspensas ou canceladas. Tais peculiaridades jurídicas são altamente relevantes para serem pura e simplesmente ignoradas e de forma açodada e precipitada, como anotado de forma mendaz nas matérias jornalísticas em referência, poderem ser divulgadas com muita antecedência aos julgamentos.

Em suma, a única verdade que deveria ser amplamente divulgada e estampada pela mídia é a de que a CBC não tolera, omite, engaveta ou esconde casos de doping. Muito pelo contrário, apenas para se ter uma idéia, nos últimos três anos investimos R$ 278.400,00 tão-somente para viabilizar a realização de 181 exames de controle de dopagem, montante que daria por si só para realizar vários eventos de ciclismo no nosso país. No entanto, conseguimos nesses anos quase que triplicar a chancela de pontuação internacional nos eventos existentes ou para novas competições do nosso calendário, e para tanto foi necessário a adequação de exigências da UCI, inclusive em matéria de doping. E se fosse para “esconder ou engavetar”, certamente os resultados e penas aplicadas não seriam as que estão divulgadas no site da CBC, que novamente convidamos a visita de quem tenha interesse.

A CBC é uma instituição séria, conduzida por pessoas sérias, mas que infelizmente não foi tratada com a seriedade necessária por determinados profissionais da mídia, que na ansiedade por holofotes, palcos ou furos de reportagens, descuidaram de premissas básicas da ética jornalística, qual seja de ouvir o outro lado, ou simplesmente apertar o botão do mouse para se informar para não “desinformar a sociedade”.

Finalmente, ressaltamos que a CBC se reserva o direito de adotar as medidas judiciais necessárias contra aqueles que de forma irresponsável e equivocada mentiram em troca de audiência às custas da dignidade e moralidade da CBC, seus dirigentes e colaboradores.

Londrina, 6 de maio de 2011
Paulo M. Schmitt
vice-presidente no exercício da Presidência da Confederação Brasileira de Ciclismo


Autor: Tags: , ,

Isso é Brasil | 13:43

Desculpa esfarrapada da CBC

Compartilhe: Twitter

Totalmente sem fundamento a desculpa dada pela CBC (Confederação Brasileira de Ciclismo) ao jornal “Folha de S. Paulo” desta sexta-feira, sobre o caso do doping de oito ciclistas anunciado em comunicado da UCI (União de Ciclismo Internacional) e que não foi divulgado pela entidade brasileira.

Segundo reportagem da “Folha”, a CBC disse que não divulgou o nome dos ciclistas para preservá-los, seguindo padrão da UCI.

Só que isso é mentira.

O site oficial da UCI tem um link para a seção “antidoping”, onde se abre uma nova página e com um pouco de atenção, é possível encontrar a lista de sanções desde 2006 e são listados todos os ciclistas punidos por doping. Além disso, a atitude da CBC contraria as próprias normas da Wada (Agência Mundial Antidoping), que orienta que sejam divulgadas todas as punições.

O programa “Histórias do Esporte”, da “ESPN Brasil”, que irá ao ar no próximo dia 28, trará a história de um caso de doping coletivo que foi acobertado pela CBC. Leia mais aqui para entender o caso, uma grande vergonha para o esporte nacional.

Autor: Tags: ,

quinta-feira, 5 de maio de 2011 Pan-Americano, Seleção brasileira | 17:21

Brasileiro supera o terceiro do mundo e vai ao Pan

Compartilhe: Twitter

Myke Carvalho superou o forte cubano Carlos Banteur e se classificou para Guadalajara

O fato de ter classificado os cinco boxeadores que viajaram para disputar o 2º Pré-Pan de boxe, em Quito (Equador) já seria um feito considerável do Brasil. Mas é de tirar o chapéu o triunfo de Myke Carvalho sobre o cubano Carlos Banteur na semifinal, por 9 a 8 na decisão dos jurados. Além de garantir presença na final – e consequente classificação ao Pan-Americano de Guadalajara, em outubro -, o brasileiro pode se orgulhar de ter superado o terceiro melhor lutador do mundo na categoria 69kg.

Pelo ranking da AIBA (Associação Internacional de Boxe Amador), Banteur ocupa a terceira posição, com 1.875 pontos, atrás de Serik Sapiyev, do Cazaquistão (1º lugar) e Jack Culcay-Keth, da Alemanha (2º). No início do ano passado, ele chegou a ocupar o segundo lugar na lista. Tudo isso só torna o resultado obtido por Myke Carvalho ainda mais relevante. Agora, o cubano precisará torcer para que o brasileiro conquiste a medalha de ouro nesta quinta-feira à noite, diante de Raul Sanchez, da Repúbçica Dominicana, para garantir sua classificação ainda nesta segunda seletiva.

Os demais brasileiros que disputarão a final do Pré-Pan nesta quinta (e que também estão classificados para Guadalajara) são os seguintes:

52kg – Julião Neto x José Meza (Equador)
56kg – Robenilson de Jesus x Deivi Julio (Colômbia)
60kg – Robson Conceição x Cesar Villarraga (Colômbia)
75kg – David da Costa x Brody Blair (Canadá)

Autor: Tags: , , ,

quarta-feira, 4 de maio de 2011 Isso é Brasil, Olimpíadas | 23:42

Doping volta a envergonhar o esporte brasileiro

Compartilhe: Twitter

E o doping continua fazendo estragos na reputação esportiva do Brasil. Sede das Olimpíadas de 2016, no Rio, o país ainda se ressente do escândalo da equipe Rede de atletismo, em 2009, quando surge um novo caso, denunciado pelos ótimos repórteres Roberto Salim e Marcelo Gomes, do programa “Histórias do Esporte”, da “ESPN Brasil”. Os dois descobriram um megacaso de doping anunciado no ano passado pela UCI (União Internacional de Ciclismo), mas que estranhamente a CBC (Confederação Brasileira de Ciclismo) não fez a menor questão de divulgar.

O programa, que irá ao ar no próximo dia 28 de maio, revelará que foram flagrados no antidoping Herman Trezza de Paiva, Pedro Nicácio, João Paulo de Oliveira, Lucas Onesco. Jair Fernando dos Santos, Fábio Ribeiro Jr., Rogério dos Reis e Edson Marcos de Carvalho. A UCI chegou a soltar uma nota anunciando os resultados positivos, mas a CBC nada falou.

De acordo com a reportagem, os ciclistas estão cumprindo a punição normalmente, mas nada seria divulgado para não atrapalhar no contrato da CBC com o Banco do Brasil. E mais estarrecedor ainda é que um ex-ciclista, Anderson Echeverria, revela que havia até apoio de dirigentes e alguns treinadores para que os ciclistas usassem os medicamentos e assim conseguir os resultados.

Uma vergonha. O mínimo que se pode falar de tudo isso.

Autor: Tags: , , ,

Pan-Americano, Seleção brasileira | 17:43

Brasileiros perto da vaga no Pré-Pan de boxe

Compartilhe: Twitter

O brasileiro Mike Carvalho está perto de garantir sua vaga ao Pan-11

Cinco boxeadores do Brasil podem garantir nesta quarta-feira à noite a classificação antecipada para os Jogos Pan-Americanos de Guadalajara (Mex), marcados para outubro. Se todos vencerem seus adversários logo mais, pela semifinal do 2º Pré-Pan de boxe, que está sendo realizado em Quito, no Equador, já estarão automaticamente classificados.

A tarefa mais complicada deve ficar com Myke Carvalho, na categoria 69kg, que terá pela frente o cubano Carlos Banteur. Mas mesmo se for eliminado, Carvalho ainda terá uma possibilidade de ir ao Pan logo nesta seletiva. Como existem três vagas em disputa no Pré-Pan do Equador, pelo regulamento, o perdedor das semifinais também se classifica caso o vencedor seja o campeão.

A mesma situação se aplica aos demais brasileiros que entrarão no ringue esta noite:

52kg – Julião Neto x Marvin Solano (Nicarágua)
56kg – Robenilson de Jesus  x Alberto Melian (Argentina)
60kg – Robson Conceição x Juilo Cortez (Equador)
75kg – David da Costa x Fermin Andrew (Trinidad e Tobago)

A única que não tem mais chance de carimbar o passaporte neste Pré-Pan será Erica Matos, na categoria 51kg do feminino. Ela perdeu sua semifinal para a canadense Mandy Bujold, mas em sua categoria, estão previstas as classificações apenas da campeã e da vice.

Autor: Tags: , ,

terça-feira, 3 de maio de 2011 Pan-Americano | 22:13

Organizadores fazem acordo para salvar o Pan

Compartilhe: Twitter

Um acordo entre os organizadores e a prefeitura poderá salvar o Pan-11 de um vexame

Preocupados com a péssima repercussão da notícia da paralisação dos trabalhos de construção da Vila Pan-Americana, ocorrida no domingo, os organizadores dos Jogos de Guadalajara, marcados para começar no próximo dia 14 de outubro, correram para fazer um acordo e assim evitar o risco do vexame de ver a competição ser transferida de cidade ou mesmo cancelada.

Nesta terça-feira, os integrantes do Copag (Comitê Organizador do Pan) se reuniram na Câmara Municipal de Zapopan, município da região de Guadalajara onde está sendo construída a vila do Pan e fizeram um acordo para cumprir em 30 dias as novas exigências das autoridades, além de aceitar realizar mudanças no projeto original. Tudo isso para manter a obra dentro das normas de urbanização exigidas.

O principal ponto do acordo é que a Vila Pan-Americana cerca de oito hectares de terreno para realizar o projeto. Além disso, estão obrigador a modificar a obra de estacionamento, para que fique de acordo com o número de unidades habitacionais existentes.

Embora tenham acatado a ordem judicial e paralisado a obra momentaneamente, os organizadores do Pan-11 não ficaram quietos. Em entrevista coletiva realizada nesta terça, o diretor geral do Copag, Carlos Andrade Garín, bateu pesado nos responsáveis pela ação que parou as obras da vila do Pan (clique aqui para entender o caso). “Temos ‘caranguejos’ que não querem que nosso estado cresça, que não gostam que façamos um grande evento, que acham que seus interesses são mais importantes do que os do povo”.

Só uma perguntinha: não era mais fácil ter cumprido todas normas exigidas e assim evitar este verdadeiro vexame, hein senhor Garín?

Autor: Tags: ,

Ídolos, Isso é Brasil, Seleção brasileira | 12:12

Troféu Maria Lenk: E o bloco do Cielo estava fora do lugar…

Compartilhe: Twitter

Cena inusitada nesta terça-feira, no primeiro dia de finais do Troféu Maria Lenk, o Campeonato Brasileiro absoluto de natação, que está sendo realizado no Conjunto Aquático Julio Delamare, no Rio. Momentos antes da largada da prova do revezamento 4 x 50m livre masculino, a última do programa, o presidente da CBDA (Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos), Coaracy Nunes, entrou na área de competição e adiou a largada. Motivo: ele observou que o bloco de largada da raia 5 estava solto. Detalhe importante é que nesta raia estava preparado para largar o campeão olímpico e mundial Cesar Cielo.

Funcionário tenta arrumar correndo o bloco de largada de Cesar Cielo

O que se viu nos quase cinco minutos seguintes foi um corre-corre danado de funcionários da CBDA, tentando ajustar a base do bloco de largada, local onde o nadador apoia o pé antes de saltar na piscina. Enquanto isso, com cara de poucos amigos, Cielo, já vestido de agasalho para não perder o aquecimento, esperava sentando que o problema fosse resolvido.

Aparentemente, o mico dos organizadores não tirou a concentração de Cielo, que ajudou a equipe do Flamengo a ficar com a medalha de ouro na prova e ainda por cima fez o melhor tempo do ano na distância (21s73). Nem por isso, contudo, Cielo deixou de dar uma cornetada sobre o ocorrido, em entrevista após a prova. “É, uma coisa dessas sempre atrapalha a concentração. Amanhã [quarta] vamos tentar um tempo melhor.”

O Troféu Maria Lenk servirá como última seletiva para definir a equipe brasileira que vai ao Campeonato Mundial de Xangai (China), em julho. Seria de bom tom que todos os blocos do Julio Delamare estivessem devidamente ajustados antes de uma competição tão importante, né CBDA?

*Colaborou Francisco de Laurentis

Autor: Tags: , , , ,

segunda-feira, 2 de maio de 2011 Pan-Americano | 23:09

Abre o olho, Guadalajara!

Compartilhe: Twitter

As obras para a construção da Vila Pan-Americana foram embargadas. E agora?

O presidente da Odepa, Mario Vazquez Raña – que por sinal há anos comanda a entidade poliesportiva das Américas – cansou de manifestar seu descontentamento com os atrasos ocorridos em muitas obras dos Jogos Pan-Americanos do Rio, em 2007. Bem, acredito que esteja sendo bem difícil para ele digerir os atrasos que muitas instalações do Pan de Guadalajara estão sofrendo em suas obras. Para piorar, ainda embargam a construção da Vila Pan-Americana.

No último domingo, o juiz Armando García, do estado de Jalicsco, deu à prefeitura de Zapopan, município da região metropolitana de Guadalajara, um prazo de 24 horas para parar a construção das obras da Vila Pan-Americana, alegando suposta violação no uso do solo.

Tudo começou em março, quando os moradores da região do Rancho Contento, vizinha ao local onde a vila está sendo construída, entraram com uma ação pedindo a suspensão das obras, alegando grave dano ambiental por interferir no lençol freático da região.

O prefeito de Zapopan anunciou que cumprirá a ordem judicial, que está sendo considerada sem precedentes na história do judiciário mexicano. Contudo, já há quem duvide que esta paralisação irá durar muito tempo.

“Iremos inaugurar os Jogos Pan-Americanos normalmente, no dia 14 de outubro. As pessoas sabem que se os jogos não acontecerem, os governos municipal e estadual ficarão com uma dívida impagável por N anos”, garantiu Carlos Andrade Garín, diretor geral do comitê organizador do Pan. O dirigente acusou os responsáveis pela ação que paralisou as obras da vila do Pan de “maus cidadãos”

Nestas horas, tenho certeza que Vazquez Raña deve coçar seu bigodão e pensar que não deveria ter cornetado tanto seus colegas cariocas.

Autor: Tags: , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. 3
  5. 4
  6. 5
  7. Última