Publicidade

Posts com a Tag Vela

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011 Imprensa, Listas, Mundiais, Olimpíadas, Pré-Olímpico, Seleção brasileira | 21:00

Conheça a equipe do Brasil para Londres 2012

Compartilhe: Twitter

Até há pouco tempo, a coisa era fácil de administrar: num mês, era uma equipe que se classificava em um Pré-Olímpico. No mês seguinte, era um outro atleta, que garantia a vaga no Campeonato Mundial de sua modalidade. Só que nas últimas semanas, especialmente após os Jogos Pan-Americanos de Guadalajara, a coisa passou a ficar incontrolável. Era um tal de ter brasileiro garantindo classificação para as Olimpíadas de Londres 2012 a toda hora que resolvi colocar ordem na casa!

A partir de agora, até para facilitar a vida do blogueiro e também do internauta, além de auxiliar a leitura de outros posts, foi criada uma página especial no blog, localizada aqui na barra lateral direita, chamada “Rumo a Londres 2012“. Clicando nela, você pode conhecer toda a delegação do Brasil para as Olimpíadas do ano que vem sendo atualizada constantemente, tão logo os atletas e/ou equipes consigam a classificação.

Hoje, são 127 atletas classificados. A vaga mais recente foi assegurada no Mundial de Vela, que está sendo realizado em Perth (Austrália), graças a Jorge Zarif, que garantiu a vaga na classe Finn.

O velejador Jorge Zarif assegurou uma vaga para o Brasil na classe Finn nos Jogos de Londres 2012

Autor: Tags: , , , , ,

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011 Listas, Mundiais, Olimpíadas, Pré-Olímpico, Seleção brasileira | 22:09

Os brasileiros classificados para Londres 2012

Compartilhe: Twitter

Adriana terminou a 1ª fase do Mundial em 45º lugar, mas garantiu a vaga olímpica da classe

Atualizado em 7/12/2011

A vela do Brasil assegurou suas duas primeiras vagas para os Jogos Olímpicos de Londres 2012 nesta quarta-feira, durante a disputa do Campeonato Mundial de Perth, na Austrália, que também serve como pré-olímpico da modalidade. Após o encerramento da fase classificatória, o Brasil garantiu a classificação olímpica nas classes Laser Radial, com Adriana Kostiw, e na RS:X, através de Patrícia Freitas. Por enquanto, as vagas asseguradas pertencem ao país, e não aos atletas. A definição dos nomes para as respectivas classes ocorrerá no ano que vem.

Total de atletas brasileiros garantidos para Londres 2012: 126

Atletismo

Maurren Maggi – salto em distância
Data e local em que garantiu a vaga: 1º/12/2011, após convocação da CBAt (Confederação Brasileira de Atletismo)

Fabiana Murer – salto com vara
Data e local em que garantiu a vaga: 1º/12/2011, após convocação da CBAt (Confederação Brasileira de Atletismo)

Bruno Lins Tenório – 200 m rasos
Data e local em que garantiu a vaga: 1º/12/2011, após convocação da CBAt (Confederação Brasileira de Atletismo)

Mauro Vinícius da Silva – salto em distância
Data e local em que garantiu a vaga: 1º/12/2011, após convocação da CBAt (Confederação Brasileira de Atletismo)

Fábio Gomes – salto com vara
Data e local em que garantiu a vaga: 1º/12/2011, após convocação da CBAt (Confederação Brasileira de Atletismo)

Ana Cláudia Lemos – 200 m rasos
Data e local em que garantiu a vaga: 1º/12/2011, após convocação da CBAt (Confederação Brasileira de Atletismo)

Marílson Gomes dos Santos – maratona
Data e local em que garantiu a vaga: 1º/12/2011, após convocação da CBAt (Confederação Brasileira de Atletismo)

Basquete

Modalidade masculino (12 atletas)
Data e local em que garantiu a vaga: 10/09/2011, com a vitória da seleção brasileira sobre a República Dominicana, por 83 a 76, nas semifinais do Torneio Pré-Olímpico de Mar del Plata

Modalidade feminino (12 atletas)
Data e local em que garantiu a vaga: 1º/10/2011, com a vitória da seleção brasileira sobre a Argentina por 74 a 33 na decisão do Torneio Pré-Olímpico de Neiva

Boxe

Everton Lopes – categoria até 64 kg (meio médio ligeiro)
Data e local em que garantiu a vaga: 4/10/2011, com a vitória sobre Anthony Yigit (SUE), pelas oitavas de final do Mundial do Azerbaijão

Esquiva Florentino – categoria até 75 kg (médio)
Data e local em que garantiu a vaga: 4/10/2011, com a vitória sobre Anthony Ogog (ING), pelas oitavas de final do Mundial do Azerbaijão

Robson Conceição – categoria até 60 kg (leve)
Data e local em que garantiu a vaga: 7/10/2011, classificado na repescagem com a vitória do ucraniano Vitaly Lomachenko sobre o italiano Domenico Valentino, pelas semifinais do Mundial do Azerbaijão

Canoagem

Erlon Silva e Ronilson Oliveira – C2 1000 m
Data e local em que garantiu a vaga: 28/10/2011, com a medalha de prata obtida nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara (México)

Ciclismo

Modalidade Estrada (1 atleta)
Data e local em que garantiu a vaga: 8/05/2011, com a vitória de Gregolry Panizo no Campeonato Pan-Americano de ciclismo, em Antioquia (Colômbia)

Modalidade Estrada (2 atletas)
Data e local em que garantiu a vaga: 31/10/2011, com a confirmação da UCI que o Brasil terminou em terceiro lugar no ranking das Américas, classificando mais dois ciclistas

Futebol

Modalidade feminino (18 atletas)
Data e local em que garantiu a vaga: 21/11/2010, ao vencer o Chile na decisão do Campeonato Sul-Americano do Equador

Modalidade masculino (18 atletas)
Data e local em que garantiu a vaga: 13/02/2011, ao vencer o Uruguai na rodada final do Campeonato Sul-Americano do Peru

Ginástica artística

Diego Hypólito – Solo
Data e local em que garantiu a vaga: 15/10/2011, ao conquistar a medalha de bronze no Campeonato Mundial de ginástica artística, em Tóquio (Japão)

Arthur Zanetti – Argola
Data e local em que garantiu a vaga: 15/10/2011, ao conquistar a medalha de prata no Campeonato Mundial de ginástica artística, em Tóquio (Japão)

Meninas da seleção posam com a medalha de ouro do Pan após vitória sobre a Argentina

Handebol

Modalidade feminino (14 atletas)
Data e local em que garantiu a vaga: 24/10/2010, ao ficar com a medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara (México)

Hipismo

Modalidade saltos – Equipe (5 atletas)
Data e local em que garantiu a vaga: 6/10/2010, ao ficar em quarto lugar durante o Mundial de Kentucky (EUA)

Modalidade Concurso Completo de Equitação – Equipe (5 atletas)
Data e local em que garantiu a vaga: 23/10/2011, ao ficar com a medalha de bronze da prova dor equipes do CCE nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara (México)

Maratona aquática

Prova dos 10km feminino (1 atleta)
Data e local em que garantiu a vaga: 19/07/2011, com o sexto lugar de Poliana Okimoto no Mundial de Esportes Aquáticos em Xangai (China)

Natação

Revezamento 4 x100m livre (4 atletas)
Data e local em que garantiu a vaga: 24/07/2011, com o 9º lugar da equipe masculina, formada por Bruno Fratus, Nicolas Oliveira, Marcos Macedo e Marcelo Chierighini, no Mundial de Esportes Aquáticos em Xangai (China)

Pentatlo moderno

Yane Marques – prova feminina
Data e local em que garantiu a vaga: 15/10/2011, com a medalha de prata de Yana Marques nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara

Taekwondo

Diogo Silva – categoria até 68kg
Data e local em que garantiu a vaga: 1º/07/2011, ao ficar com a medalha de bronze no Pré-Olímpico de Baku, no Azerbaijão

Natália Falavigna – categoria acima de 67kg
Data e local em que garantiu a vaga: 20/11/2011, com a vitória sobre a cubana Glehnis Hernandez, na semifinal do Pré-Olímpico de Queretaro, no México

Tiro esportivo

Modalidade Pistola 25m feminino – Ana Luiza Mello
Data e local em que garantiu a vaga: 20/11/2010, ao conquistar a medalha de ouro no Campeonato das Américas, no Rio de Janeiro

Modalidade Fossa Olímpica Double – Felipe Fuzaro
Data e local em que garantiu a vaga: 24/11/2010, ao conquistar a medalha de ouro no Campeonato das Américas, no Rio de Janeiro

Triatlo

Modalidade masculina (1 atleta)
Data e local em que garantiu a vaga: 23/10/2011, com a medalha de ouro de Reinaldo Colucci nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara (México)

Vela

Classe Laser Radial feminina (1 atleta)
Data e local em que garantiu a vaga: 7/12/2011, com a colocação de Adriana Kostiw em 45º lugar ao final da primeira fase do Mundial de Perth (Austrália)

Classe RS:X feminina (1 atleta)
Data e local em que garantiu a vaga: 7/12/2011, com a colocação de Patrícia Freitas em 22º lugar ao final da primeira fase do Mundial de Perth (Austrália)

Seleção masculina de vôlei sobe ao pódio após ficar em terceiro lugar na Copa do Mundo

Vôlei

Modalidade masculino (12 atletas)
Data e local em que garantiu a vaga: 4/12/2011, com a vitória da seleção brasileira sobre o Japão por 3 sets 0, na última rodada da Copa do Mundo do Japão, garantindo o terceiro lugar na competição.

Autor: Tags: , , , , ,

sexta-feira, 11 de novembro de 2011 Imprensa, Olimpíadas, Seleção brasileira | 17:05

Jornal americano prevê recorde de ouros do Brasil em 2012

Compartilhe: Twitter

Everton Lopes foi apontado pelo "USA Today" para ganhar uma medalha de ouro em 2012

O pessoal do COB (Comitê Olímpico Brasileiro) deve ter comemorado bastante a última projeção que o site do jornal americano “USA Today” fez em relação ao quadro de medalhas dos Jogos Olímpicos de Londres, no ano que vem. Nesta mais recente classificação – a lista costuma ser atualizada a cada dois meses, mais ou menos -, os jornalistas do “USA Today” fizeram uma análise bastante favorável ao Brasil, prevendo que a delegação terminará os Jogos de 2012 com oito medalhas de ouro, o que representaria um recorde na participação brasileira olímpica.

O COB, que não costuma fazer projeções de medalhas em Olimpíadas ou mesmo Pan-Americanos, já chegou a declarar, na palavra de seu superintendente Marcus Vinícius Freire, que espera algo em torno de 15 medalhas na campanha de Londres 2012. Mas nesta previsão do ‘USA Today”, o Brasil terminaria os Jogos com 18 medalhas. Além das oito de ouro já citadas, seriam mais quatro de prata e seis de bronze.

Entre os prováveis ganhadores do ouro para o Brasil, indicados pelo jornal americano, estão algumas “barbadas”, como o nadador Cesar Cielo, nos 50 m livre; a dupla Juliana e Larissa, no vôlei de praia; a dupla Robert Scheidt/Bruno Prada, na vela (classe Star);  as duas seleções de vôlei (masculina e feminina); a seleção masculina de futebol; e por fim, no atletismo, Fabiana Murer (salto com vara). A novidade foi a inclusão do boxeador Everton Lopes, que recentemente foi campeão mundial dos meio médio ligeiros.

As demais medalhas brasileiras na lista do “USA Today” seriam as seguintes, de acordo com a última projeção:

Prata: Alison/Emanuel (vôlei de praia); Arthur  Zanetti (ginástica artística/argolas); Sarah Menezes e Leandro Guilheiro (judô)

Bronze: Esquiva Florentino Falcão (boxe); Jade Barbosa (ginástica artística/salto); Rafaela Silva, Leandro Cunha e Mayra Aguiar (judô); e Cesar Cielo (natação/100 m livre)

Ah, detalhe importante: as grandes estrelas individuais do Pan de Guadalajara passarão em branco nas Olimpíadas de Londres, segundo o “USA Today”: Diego Hypólito (4º lugar no solo) e Thiago Pereira (5º lugar nos 400 m medley).

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

sábado, 17 de setembro de 2011 Pan-Americano, Uniformes | 10:02

Veja as fotos dos uniformes do Brasil no Pan 2011

Compartilhe: Twitter

Nesta sexta-feira, o COB (Comitê Olímpico Brasileiro) realizou o lançamento dos uniformes que a delegação do Brasil irá usar nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara, a partir de 14 de outubro. E com a presença de atletas de sete modalidades – Cesar Castro (saltos ornamentais), Sheila e Fabi (vôlei), Rafaela Silva (judô), Marina Canetti (polo aquático), Izaquias Queiroz (canoagem), Barbara Leôncio (atletismo) e Patrícia Freitas (vela) – foram exibidas algumas das 66 mil peças fabricadas pela Olympikus, fornecedora oficial de material esportivo do COB.

Com exceção do uniforme de desfile, para variar carnavalesco demais, pode-se dizer que o Brasil estará bem vestido no Pan 2011. mas sobre o tema, o colega colunista no iG Esporte, o ex-nadador Rogério Romero, fez um ótimo post sobre o tema, com a visão do atleta a respeito do dilema que ocorre entre o comitê olímpico e as confederações, que muitas vezes têm fornecedores diferentes. Sem esquecer os atletas que possuem patrocinador pessoal de material esportivo.

Vejam abaixo algumas fotos do desfile de apresentação dos uniformes do Brasil em Guadalajara:


Autor: Tags: , , , , , , , , ,

domingo, 14 de agosto de 2011 Ídolos, Imprensa, Olimpíadas | 23:33

Para USA Today, Fabiana Murer ainda é favorita para 2012

Compartilhe: Twitter

Fabiana Murer durante a conquista do título sul-americano do salto com vara

No último mês de março, em um dos primeiros posts deste blog, comentei sobre um levantamento feito pelo jornal americano “USA Today”, que faz uma espécie de termômetro dos prováveis resultados dos Jogos Olímpicos de Londres, no ano que vem. Trata-se de um misto de futurologia com estudo baseado em resultados nos mais diversos eventos disputados por todo o planeta. E a proposta é deixar a lista sempre atualizada.

Na edição de março, o site do “USA Today” previa que o Brasil terá um total de 15 medalhas nos Jogos do ano que vem (cinco de ouro, cinco de prata e cinco de bronze). A conta mudou um pouco na última lista, atualizada no final de julho. O total de medalhas do Brasil diminuiu (passou para 13), mas o número de ouros aumentou (são seis nesta última relação). Estão previstas ainda cinco de prata e duas de bronze.

Entre as seis conquistas brasileiras previstas pelo jornal americano, uma continua presente de forma surpreendente. Para o “USA Today”, Fabiana Murer será a campeã olímpica no salto com vara feminino. E olhe que neste começo de temporada ela ainda não repetiu a mesma performance de 2010 e sequer tem a melhor marca do ano – que pertence à americana Jennifer Suhr, que tem 4,91m contra 4,71m da brasileira.

Sinal que a confiança internacional na performance de Fabiana Murer supera até mesmo os melhores resultados de suas adversárias.

PS: antes que eu me esqueça, os possíveis campeões olímpicos brasileiros apontados na lista do “USA Today” são Cesar Cielo (natação – 50m livre), Robert Scheidt/Bruno Prada (Vela – Star), Juliana/Larissa (vôlei de praia) e seleções masculina e feminina de vôlei.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , ,

segunda-feira, 9 de maio de 2011 Ídolos, Olimpíadas | 14:34

Exclusão da Star para 2016 é uma derrota para o Brasil

Compartilhe: Twitter

Robert Scheidt e Torben Grael podem não disputar os Jogos de 2016

A notícia da decisão da Isaf (Federação Internacional de Vela), que em assembleia realizada no último sábado excluiu a classe Star do programa olímpico dos Jogos do Rio-16, representou uma grande derrota para a a vela do Brasil. Mas também foi um duro golpe nos organizadores das Olimpíadas do Brasil.

Carlos Nuzman, presidente do COB (Comitê Olímpico Brasileiro) e também do Co-Rio, conhecido por transitar bem nos bastidores da política esportiva internacional, desta vez não mostrou a mesma habilidade para impedir tamanha barbaridade cometida pela Isaf. Influenciada pelo lobby das confederações da Ásia e da Oceania, que preferem barcos menores, a entidade aceitou tirar a mais antiga classe do programa olímpico da vela (a Star faz parte dos Jogos desde 1932).  E por tabela rendeu ao esporte brasileiro um enorme prejuízo.

No total, a classe Star rendeu ao Brasil nada menos do que cinco medalhas ao país nas Olimpíadas: duas de ouro, uma de prata e duas de bronze.  Desde os Jogos de Seul-88, sempre houve um brasileiro no pódio na Star (exceção de Barcelona-92). Além disso, reúne atualmente dois dois maiores nomes do iatismo nacional: Torben Grael e Robert Scheidt, ambos bicampeões olímpicos (Torben pela Star e Scheidt, na Laser). A não ser que mudem de classe, nenhum deles poderá disputar as Olimpíadas em seu próprio país.

Torben e Scheidt já manifestaram o desapontamento com a decisão dos cartolas da Isaf e pedem para que o COB interceda em favor da vela brasileira. Haverá uma nova assembleia da entidade no próximo mês de novembro e existe, de acordo com Scheidt, uma remota chance da decisão de banir a Star ser revertida.

Bem, chegou a hora de Nuzman mostrar que é bom nos bastidores. Do contrário, a classe Star, que tantas medalhas já rendeu ao Brasil, será apenas citação em arquivos olímpicos.

Autor: Tags: , , , , , ,

segunda-feira, 21 de março de 2011 Imprensa, Olimpíadas | 10:27

Jornal americano prevê cinco ouros para o Brasil em 2012

Compartilhe: Twitter

Americano adora fazer uma prévia olímpica. A cada quatro anos, vende como água no deserto uma edição especial da conceituada revista esportiva “Sports Illustrated”, que traz uma previsão dos Jogos Olímpicos prestes a acontecer. Comparado com o que rola nas Olimpíadas de fato, o resultado é bastante razoável, com exceção de um ou outro erro mais bizarro.

Agora, foi a vez da versão online do jornal “USA Today” dar uma de Mãe Dinah. Quando faltam menos de  500 dias para o início das Olimpíadas de Londres, a publicação começou a soltar uma prévia mensal daquele que imagina que será o quadro final de medalhas da competição. Nele, além de mostrar que os EUA superarão a China por pouco na primeira colocação, mostra que o Brasil ganhará cinco ouros nos Jogos britânicos. Confira abaixo:

O número de medalhas de ouro, idênticos à campanha de Atenas-04, mostram algumas apostas bem possíveis, como as vitórias de uma dupla do vôlei de praia feminino; das seleções masculina e feminina de vôlei de quadra; e o triunfo de César Cielo nos 50m livre. A única previsão meio maluca feita pelo “USA Today” é Fabiana Murer superar a russa Ielena Isinbayeva e ficar com o ouro no salto com vara. Diante da qualidade da russa, nem o mais pacheco dos brasileiros irá ousar sonhar com este feito.

As demais previsões dos americanos em relação ao Brasil são bem conservadoras. O jornal acredita que o país terá um total de 15 medalhas. Serão cinco de prata, sendo duas no futebol (masculino e feminino); uma dupla no vôlei de praia feminino;  Leandro Guilheiro, no judô; e César Cielo, nos 100m livre. Virão ainda, de acordo com o “USA Today”, mais cinco medalhas de bronze, com uma dupla no vôlei de praia masculino; Luciano Correa e Thiago Camilo, no judô; uma dupla da classe Star, na vela; e com Thiago Pereira, nos 200m medley.

Vale esperar a próxima avaliação dos americanos e ver o que irá mudar em relação à esta primeira lista. E você, tem alguma aposta também? Manda aí pra gente ver.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , ,

terça-feira, 1 de março de 2011 Ídolos, Olimpíadas, Pré-Olímpico | 14:39

Scheidt x Grael: um clássico muito longe de terminar

Compartilhe: Twitter

Robert Scheidt e Bruno Prada em ação pela classe Star, durante a última Semana de Vela, quando conquistaram um lugar na equipe brasileira que tentará vaga em Londres-12

Ao garantir sua classificação para integrar a Equipe Brasileira de Vela na classe Star, no último final de semana, durante a Semana de Vela, em Santa Catarina, o iatista Robert Scheidt, ao lado de seu companheiro Bruno Prada, terá o apoio do Comitê Olímpico Brasileiro (COB) e da Confederação Brasileira de Vela e Motor (CBVM) para brigar por uma vaga nas Olimpíadas de Londres, no ano que vem. Ao mesmo tempo, acirrará um verdadeiro “clássico” das águas, contra ninguém menos do que Torben Grael.

Marcelo Ferreira e Torben Grael comemoram o ouro em Atenas-04

Bem mais experiente do que Scheidt na Star, Torben conta com o currículo de conquistas como sua maior arma na briga por esta vaga olímpica.  São duas medalhas de ouro olímpicas (Atlanta-96 e Atenas-04) e duas de bronze (Seul-88 e Sydney-00) obtidas ao longo de sua carreira nesta classe. Já Scheidt, uma verdadeira lenda na Laser, onde foi bicampeão olímpico (Atlanta-96 e Atenas-04) e oito vezes campeão mundial, ainda está começando a colher os melhores resultados. Foi campeão mundial da Star em 2007 (Portugal), enquanto que no ano seguinte, nas Olimpíadas de Pequim, Scheidt ficou com a medalha de bronze. Ou seja, teremos uma briga boa pela frente.

Antes de pensar em Olimpíadas de 2012, porém, é necessário garantir a vaga olímpica, o que será feito no Mundial de Perth (Austrália), em dezembro deste ano. Scheidt e Prada, por integrarem Equipe Brasileira de Vela, terão o apoio oficial (leia-se recursos financeiros) do COB e da CBVM. Torben e o parceiro Marcelo Ferreira já anunciaram que estarão brigando pela vaga em Perth, com recursos próprios (de seus patrocinadores).

Para usar um velho jargão do futebol, neste clássico não dá para fazer qualquer previsão de resultado.

Autor: Tags: , , , , , , , , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. 3
  5. 4
  6. Última