Publicidade

Posts com a Tag Rumo a Londres 2012

sábado, 9 de junho de 2012 Isso é Brasil, Olimpíadas, Seleção brasileira | 18:09

Com vaga em Londres, Geisa tenta recuperar o tempo perdido

Compartilhe: Twitter

Geisa Arcanjo levou o ouro no Ibero e também a vaga para Londres

Ao garantir neste sábado sua classificação para os Jogos de Londres 2012, com a medalha de ouro no arremesso de peso do Campeonato Ibero-Americano de atletismo, a brasileira Geisa Arcanjo conseguiu eliminar mais uma etapa na longa trajetória que tem feito para recuperar o tempo perdido por uma dolorida suspensão por doping.

Para quem não lembra, Geisa despontou como grande revelação do atletismo brasileiro, ao levar a medalha de ouro no Mundial juvenil de 201, no Canadá. Só que o exame antidoping transformou a vida da brasileira num inferno. Por conta daquilo que já apelidei por aqui de “doping burro“, Geisa foi flagrada por uso de uma substância proibida em um chá emagrecedor.

Punida com apenas uma advertência pelo STJD da CBAt (Confederação Brasileira de Atletismo),  Geisa até teve sorte, pois decisões diferentes com a mesma substância em outros casos já ocorreram. Praticamente perdeu um ano de sua carreira retomando a forma, mas conseguiu dar em parte a volta por cima ao carimbar seu passaporte para Londres no Ibero-Americano, com a bela marca de 18,84 m.

Agora é hora de esquecer o passado e pensar em recuperar o que ficou pra trás. Quem sabe em Londres…

Autor: Tags: , , , , ,

domingo, 20 de maio de 2012 Olimpíadas, Pré-Olímpico, Seleção brasileira | 13:31

Rio de Janeiro celebra novas vagas no atletismo

Compartilhe: Twitter

Rosângela Santos assegurou sua vaga para Londres nos 100 m rasos

Depois de uma prova gelada (literalmente) na última quarta-feira, quando os termômetros não passaram dos 16° durante o Grande Prêmio São Paulo, no Ibirapuera, eis que o domingo foi mais generoso com os atletas, no GP Brasil, realizado neste domingo, no Estádio do Engenhão, no Rio. E com agradáveis 23° de média de temperatura, vieram melhores resultados e, consequentemente, índices para os atletas brasileiros aos Jogos Olímpicos de Londres 2012.

Destaque maior para os dois índices “A” que foram assinalados. Primeiro, com Rosângela Santos, nos 100 m livre, que venceu a prova com 11s21, um centésimo abaixo do mínimo exigido pela CBAt (Confederação Brasileira de Atletismo). A outra marca foi obtida por Ronald Julião, no lançamento de disco, que marcou 65,41m, novo recorde brasileiro. Ele já tinha o índice B, mas agora assegura definitivamente lugar na delegação do Brasil que vai a Londres.

Veja a relação dos atletas brasileiros já classsificados para os Jogos Olímpicos

Outros dois atletas também deixaram o Rio de Janeiro com marcas olímpicas, porém sem lugar garantido. Caso de Diego Gomes, segundo colocado nos 800 m rasos, com 1min45s62. Esta marca representa o índice B, com a qual somente um atleta se classifica. No caso desta prova, Diomar Noêmio de Souza tem exatamente o mesmo tempo. Se ninguém correr mais rápido até o dia 1º de julho (limite para obtenção de índices), a vaga ficará entre eles.

O outro índice B veio no lançamento de dardo feminino, após a vitória de Laila Ferrer e Silva, que ficou com o ouro no GP Brasil ao marcar 60,21m. Com dificilmente alguma outra atleta conseguirá superar esta marca até 1º de julho, ela deve carimbar seu passaporte às Olimpíadas 2012.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , ,

terça-feira, 15 de maio de 2012 Olimpíadas, Pré-Olímpico, Seleção brasileira | 18:11

Boxe brasileiro vive momento histórico

Compartilhe: Twitter

Adriana Araújo (de azul) será a primeira brasileira a disputar o boxe feminino olímpico em Londres

Nenhuma modalidade merece tanto festejar um bom resultado nas Olimpíadas de Londres 2012 quanto o boxe. Relegado à condição de “primo pobre” dos esportes de combate, perdendo longe em prestígio para o judô no terreno olímpico – nem vou citar os badalados MMA/UFC no campo profissional atualmente, porque aí a derrota é ainda mais vexatória -, o boxe olímpico brasileiro passa por um momento especialmente feliz. E ainda por cima, resolveu fazer história no esporte brasileiro.

Primeiro, veio com a conquista de Everton Lopes, campeão mundial em 2011, na categoria até 64 kg (Meio Médio Ligeiro), o primeiro obtido por um boxeador amador do Brasil. Depois, veio a brilhante participação da equipe nacional no Pré-Olímpico das Américas, realizado no Rio de Janeiro, há uma semana. No torneio, o Brasil classificou quatro pugilistas, que ao lado dos que já estavam assegurados pelo Mundial, somam um total de sete boxeadores, recorde brasileiro na história olímpica da modalidade.

Nesta terça-feira, o feito histórico coube a uma mulher, Adriana Araújo, que ao avançar para as quartas de final do Mundial de Qinhuangdao, na China, tornou-se a primeira brasileira a participar do primeiro torneio olímpico feminino de boxe na história dos Jogos. Não é pouca coisa, especialmente por se tratar de uma categoria com poucas praticantes e onde o preconceito ainda é muito forte.

Não sei se estes bons resultados irão se traduzir em medalhas em Londres. Mas é inegável que o boxe olímpico brasileiro trilha um caminho certo e que tem tudo para se transformar em importantes vitórias nos próximos anos.

Autor: Tags: , , , , , ,

domingo, 6 de maio de 2012 Almanaque, Olimpíadas, Pré-Olímpico | 18:28

Joice Silva é a quinta atleta da luta brasileira nas Olimpíadas

Compartilhe: Twitter

Joice Silva (à esquerda) ficou com a vaga na luta livre feminina em Londres 2012

Ao garantir neste domingo sua classificação para as Olimpíadas de Londres 2012, após ficar com o vice-campeonato na categoria até 55 kg do Pré-Olímpico mundial de lutas, realizado em Helsinque (Finlândia), a brasileira Joice Silva fez mais do que assegurar um lugar da modalidade nos próximos Jogos. Ela também se transformou na quinta atleta do país a ter uma participação olímpica em seu currículo.

Confira quais são os atletas brasileiros já classificados para os Jogos de Londres 2012

Confira quem são os outros brasileiros que já disputaram as Olimpíadas na luta olímpica e as respectivas campanhas:

Olimpíadas de Seul 1988

Roberto Leitão Filho (estilo greco-romana e livre) – eliminado na 1ª fase
Floriano Spiess (estilo greco-romana e livre) – eliminado na 1ª fase

Olimpíadas de Barcelona 1992

Roberto Leitão Filho (estilo livre) – eliminado na 1ª fase

Olimpíadas de Atenas 2004

Antoine Jaoude (estilo livre) – 20º lugar

Olimpíadas de Pequim 2008

Rosângela Conceição (estilo livre) – 8º lugar

Autor: Tags: , , , , , , , ,

domingo, 22 de abril de 2012 Olimpíadas, Pré-Olímpico | 13:19

Sábado trouxe mais duas vagas olímpicas ao Brasil

Compartilhe: Twitter

Ronald Julião assegurou sua vaga nas Olimpíadas de Londres 2012 em torneio nos EUA

A delegação do Brasil para os Jogos Olímpicos de Londres 2012 recebeu o reforço de mais dois atletas neste sábado, mais especificamente no atletismo e na esgrima. O primeiro a assegurar sua classificação foi Athos Schwantes, que na prova de espada, durante o Pré-Olímpico de Santiago, no Chile, eliminou o argentino José Dominguez nas semifinais e assegurou sua classificação. Ele é o segundo representante da esgrima em Londres, juntando-se a Renze Agresta, no sabre, classificado no mês de março em razão do ranking mundial.

O outra atleta com passaporte carimbado foi Ronald Juilão, que competindo em um torneio em Long Beach, nos Estados Unidos, cravou a marca de 63,01 m no lançamento de disco, superando em apenas um centímetro o índice exigido pela CBAt (Confederação Brasileira de Atletismo) e garantindo seu lugar nos Jogos Olímpicos. Esta será a primeira vez que Julião disputará as Olimpíadas.

Por enquanto, já são 172 atletas classificados para Londres 2012, mas este número pode aumentar ainda neste domingo, dependendo dos resultados do Pré-Olímpico de esgrima, que ainda prossegue no Chile, além do Pré-Olímpico do Tiro com Arco, que está acontecendo em Medellín (Col). Ambos com atletas brasileiros na disputa.

Autor: Tags: , , , , , , ,

quarta-feira, 4 de abril de 2012 Imprensa, Olimpíadas, Seleção brasileira | 23:39

Tiago Camilo e Luciano Corrêa vão a Londres. Foi justo?

Compartilhe: Twitter

Tiago Camilo terá seu nome confirmado pela CBJ na equipe que vai a Londres

No jargão jornalístico, “furar a concorrência” é o ponto alto de um dia de trabalho, quando você consegue uma informação exclusiva e importante. Pois imagino que para o competente colega Rodrigo Farah, do iG, esta quarta-feira tenha sido um destes dias marcantes, graças ao “furo” que ele publicou, contando que a seleção brasileira de judô nas Olimpíadas de Londres 2012 está fechada, com a definição das duas dúvidas que restavam, que eram as presenças de Tiago Camilo (peso médio) e Luciano Corrêa (meio pesado).

A CBJ (Confederação Brasileira de Judô) só deverá oficializar a lista dos convocados no final de maio, quando será fechado o ranking mundial da IJF (Federação Internacional de Judô). Pela classificação da entidade, seriam os titulares da seleção Hugo Pessanha (médio) e Leonardo Leite (meio pesado), que no entanto terão pontos obtidos em 2011 descartados, a exemplo do que ocorre no ranking da ATP (Associação dos Tenistas Profissionais).

Bem, neste ponto eu quero convidar o(a) amigo(a) que acompanha este blog a fazer uma reflexão: a despeito de toda a qualidade e competência indiscutíveis de Camilo e Corrêa, será que foi o critério mais justo usar o ranking da IJF?  Não seria mais justo levar Pessanha e Leite?

Como disse, não estou colocando aqui em questão a competência e até a maior experiência dos dois judocas selecionados. Até porque Tiago Camilo tem simplesmente duas medalhas olímpicas (prata em Sydney 2000 e bronze em Pequim 2008), enquanto Luciano Corrêa foi ouro no Mundial de judô de 2007, no Rio. Mas até pela posição do ranking, os dois preteridos passam por uma fase melhor.

Se o ranking da IJF acaba premiando a regularidade, fico pensando se não deveria ser levado em conta o momento que cada judoca está vivendo. E vale lembrar que não há um consenso 100%  entre os atletas brasileiros que este seja o melhor critério para definir a equipe olímpica. Outros países (a China por exemplo) não utilizam o ranking da IJF para definir sua seleção.

De qualquer forma, polêmico ou não, o critério de escolha da CBJ para definir a equipe que irá a Londres 2012 é pelo menos 1.000.000 de vezes melhor do que existia na época em que esta modalidade foi comandada por Joaquim Mamede, talvez o maior ditador que já existiu no esporte brasileiro. Os mais novos talvez não saibam, mas Mamede, que comandava a CBJ com mão de ferro, era capaz de deixar de fora um atleta mais talentoso, por pura picuinha pessoal. Aurélio Miguel que o diga.

Portanto, mesmo sendo um critério discutível, é inegável que o judô brasileiro esteja enviado a Londres uma equipe muito forte, talvez a melhor de todos os tempos, com potencial para voltar ao Brasil carregada de medalhas.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , ,

domingo, 1 de abril de 2012 Olimpíadas, Seleção brasileira | 12:18

Jonathan comemora vaga no triplo e vice-liderança no ranking

Compartilhe: Twitter

O mineiro Jonathan Henrique Silva garantiu índice olímpico no salto triplo para as Olimpíadas

O mês de março terminou com mais um brasileiro cravando índice para as Olimpíadas de Londres 2012. Neste sábado (31), o mineiro Jonathan Henrique Silva, de apenas 20 anos, obteve vaga nos Jogos no salto triplo, ao vencer a prova do Torneio FPA Juvenil e Adulto, realizado na pista do Conjunto Constâncio Vaz Guimarães, no Ibirapuera. Ele saltou 17,39 m, 19 cm acima do índice exigido, e assegurou sua vaga no voo para Londres.

O resultado foi ainda mais excepcional pelo fato de Jonathan ter superado com sobras sua melhor marca até então no salto triplo, que era 16,70 m. Além disso, o resultado do mineiro o coloca no segundo lugar do ranking mundial do salto triplo da Iaaf (Associação Internacional das Federações de Atletismo), atrás somente do cubano Osviel Hernandez, que tem 17,49 m.

Veja também: A cubana apaixonada e a estranha geografia olímpica

Nelio Moura, treinador de saltos em distância e triplo da seleção brasileira, acredita que Jonathan tenha potencial para chegar a uma final olímpica, precisando, para isso, fazer ao menos 17,10 m e quem sabe, brigar por medalha. Se isso ocorrer, o jovem mineiro estará confirmando a tradição brasileira nesta prova, repetindo feitos de Adhemar ferreira da Silva, Nelson Prudêncio e João Carlos de Oliveira, o João do Pulo.

Autor: Tags: , , , , ,

quarta-feira, 7 de março de 2012 Olimpíadas, Seleção brasileira | 09:17

Onde cabem 157, cabem 160…

Compartilhe: Twitter

Nicolas Oliveira foi um dos nadadores que garantiu a vaga da equipe brasileira do revezamento 4 x 100 m, durante o Mundial de Xangai, em 2011

Nesta última terça-feira, a CBDA (Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos) deu um jeitinho para aumentar ainda mais a delegação do Brasil que irá aos Jogos Olímpicos de Londres 2012. Por orientação da entidade, o COB (Comitê Olímpico Brasileiro) passou a considerar em sua lista mais três atletas no revezamento 4 x 100 m livre, na condição de reservas. Agora, já são 160 os atletas brasileiros com lugar assegurado nas próximas Olimpíadas.

Veja também: Os atletas brasileiros classificados para os Jogos de Londres 2012

Desta forma, a natação brasileira já conta com 16 representantes (13 homens e três mulheres) classificados para os Jogos. Os nomes de todos os convocados só serão confirmados pela CBDA depois do Troféu Maria Lenk, que será realizado entre 30 de abril e 6 de maio, no Rio de Janeiro.

A equipe de revezamento do 4 x 100 m livre do Brasil assegurou sua classificação ao ficar em 9º lugar no Campeonato Mundial de Desportos Aquáticos, realizado em Xangai (China), em julho do ano passado, com o time formado na ocasião por Bruno Fratus, Nicolas Oliveira, Marcos Macedo e Marcelo Chierighini.

Autor: Tags: , , , ,

terça-feira, 6 de março de 2012 Olimpíadas, Pan-Americano, Pré-Olímpico, Seleção brasileira | 08:31

Hoyama e Caroline, os contrastes do tênis de mesa do Brasil em Londres 2012

Compartilhe: Twitter

Hugo Hoyama e Caroline Kumahara garantiram classificação para Londres

Um desafia os limites do tempo e se torna uma referência de sua modalidade no Brasil, mesmo que graças apenas às glórias efêmeras dos Jogos Pan-Americanos. A outra representa um sopro de renovação no esporte, mas certamente precisará da autorização dos pais para deixar o Brasil rumo a Londres 2012.

Veja quem são os brasileiros já clasificados para as Olimpíadas de 2012

Nesta segunda-feira, durante a Seletiva das Américas, no Rio, o tênis de mesa do Brasil cravou mais dois classificados para as Olimpíadas de Londres. O veteraníssimo Hugo Hoyama, de 42 anos, igualou uma marca do velejador Torben Grael e participará de sua sexta (será que última?) edição dos Jogos. Com 99% de certeza, não voltará para casa com uma medalha, mas é preciso tirar o chapéu para a obstinação e amor ao esporte que Hoyama demonstra.

Leia também: Missão cumprida para Hoyama. Será?

Já a classificação de Caroline Kumahara representa uma aposta para os Jogos Olímpicos de 2016, que serão realizados no Rio de Janeiro. A ainda adolescente Caroline nem sabia que seria selecionada para participar da Seletiva e passou por momentos de tensão nos últimos dias. Precoce, começou a brilhar no tênis de mesa há apenas quatro anos, quando tornou-se líder do ranking infantil e passou a integrar a seleção brasileira.

Nesta terça-feira, encerra-se a Seletiva das Américas no tênis de mesa e mais dois brasileiros brigam por classificação, ao menos para a disputa por equipe: Cazuo Matsumoto e Jessica Yamada. Ambos, porém, não poderão disputar o torneio individual caso conquistem a vaga, pois há a limitação de dois atletas por país, restando somente a eles participar do torneio por equipes.

Autor: Tags: , , , , , , , , ,

terça-feira, 21 de fevereiro de 2012 Olimpíadas, Pré-Olímpico, Seleção brasileira | 21:10

Cesar Castro carimba vaga para Londres aos 44 do 2º tempo

Compartilhe: Twitter

Cesar Castro participará pela terceira vez dos Jogos Olímpicos

Foi por muito pouco, mas o brasiliense Cesar Castro assegurou nesta terça-feira sua participação nas Olimpíadas de Londres 2012, ao ficar em 18º lugar nas eliminatórias da prova do trampolim de 3 m da Copa do Mundo de saltos ornamentais, em evento que também serve como teste das instalações do Parque Aquático de Londres para os Jogos Olímpicos.

Castro, de 29 anos, garantiu a presença em sua terceira campanha olímpica aos 44 do segundo tempo, pode-se dizer assim. Somente os 18 melhores saltadores desta terça-feira asseguraram presença nas semifinais da competição, marcadas para esta quarta e, o mais importante, carimbaram o passaporte olímpico. Castro ficou  somente 1,7 ponto à frente do 19º colocado, o ucraniano Dmytro Mezenskii.

Confira quais são os atletas brasileiros já classificados para Londres 2012

Cesar Castro participou das Olimpíadas de Atenas 2004, quando foi o 9º colocado no trampolim de 3 m, e dos Jogos de Pequim 2008, quando terminou em 24º lugar na mesma prova e não passou das eliminatórias.

Autor: Tags: , , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. 3
  5. 4
  6. Última