Publicidade

Posts com a Tag Rogério Romero

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013 Isso é Brasil, Política esportiva | 17:00

Democracia à força na CBDA

Compartilhe: Twitter

Após quase 30 anos no poder, Coaracy Nunes terá oposição na próxima eleição da CBDA

E precisou que um mandado de segurança tenha dado entrada no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro para que um mínimo de senso democrático exista na próxima eleição da CBDA (Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos),  marcada para o próximo dia 9 de março. Assim, por força da Justiça, Coaracy Nunes, que comanda a entidade desde 1988, terá um concorrente no pleito.

O mandado de segurança que visa assegurar uma eleição de verdade e não somente uma aclamação foi feito pelo ex-nadador olímpico e agora advogado, Eduardo Fischer, em favor de Julian Aoki Romero, fundador do movimento “Muda, CBDA”, criado no final do ano passado justamente para buscar uma alternativa no comando dos esportes aquáticos brasileiros.

“Nunca, desde a entrada do atual presidente da CBDA, houve uma chapa de oposição. Isso é, escancaradamente, antidemocrático”, disse Fisher, em carta aberta a nadadores e à imprensa. A entidade já havia barrado a iniciativa de Julian Romero (irmão do ex-nadador olímpico Rogério Romero) em registrar uma chapa de oposição, alegando que o grupo não havia cumprido alguns trâmites burocráticos, como registrar a candidatura em data que não havia expediente na CBDA, bem como obter o apoio de pelo menos cinco federações estaduais.

“E também, como se ainda não bastasse, a própria chapa da situação, a qual faz parte o Sr. Coaracy, também não apresentou ou publicou sua candidatura com as ‘cinco indicações’, e nem por isso sua candidatura foi impugnada”, escreveu Fischer, no texto do mandado de segurança.

Não existe a menor chance que a chapa de Julian Romero vença esta eleição, especialmente por conta da dependência das federações estaduais do (muito) dinheiro que a CBDA tem, em razão do milionário contrato com os Correios. Mas já é um alento a possibilidade de existir um movimento que queria, ao menos, apresentar uma alternativa ao que  se apresenta aí há quase 30 anos.

Autor: Tags: , , , , ,

quarta-feira, 12 de dezembro de 2012 Mundiais, Seleção brasileira | 13:47

Mundial só serve para testar nova geração da natação do Brasil

Compartilhe: Twitter

Guilherme Roth é um dos integrantes da nova geração do Brasil no Mundial da Turquia

Com o início nesta quarta-feira do Campeonato Mundial de piscina curta (25 m), que está sendo realizado em Istambul (Turquia), certamente veremos uma cena que se tornou comum nesta competição: vários nadadores brasileiros subindo ao pódio. E com o final de ano se aproximando e a consequente falta de eventos importantes nos esportes olímpicos, não será surpresa vermos os feitos da turma brasuca serem exaltados por torcedores e até mesmo na imprensa. Exaltados com um certo exagero, diga-se de passagem.

O grande mérito deste Mundial, e que felizmente foi percebido pelos coordenadores técnicos da CBDA (Confederação Brasileira de Esportes Aquáticos), é utilizá-lo como um grande laboratório para colocar atletas sem grande experiência internacional em ação num grande evento. Apenas isso! É o que está sendo feito na Turquia, acertadamente, onde a seleção brasileira é formada por alguns veteranos e muitos integrantes da nova geração, já de olho nas Olimpíadas de 2016, no Rio de Janeiro.

Não faz sentido ficar batendo bumbo para uma competição desfalcada de grandes astros da natação mundial, só por faturar uma dezena de medalhas. E olhe que estão em Istambul feras como o americano Ryan Lochte, o francês Florent Manaudou e a italiana Federica Pellegrini. Mas vamos falar a verdade, eles estão competindo já com a cabeça em 2013, pois o objetivo de todos eram as Olimpíadas de Londres 2012.

E não é apenas este blogueiro que pensa desta forma. O ex-nadador olímpico Rogério Romero (que também foi colunista do iG durante os Jogos de Londres)  também acha que há uma supervalorização do Mundial de piscina curta. Confira a opinião de Romero, que conversou com o Espírito Olímpico:

“Acredito que o Mundial de piscina curta surgiu de uma demanda para a natação ter mais campeonatos importantes todo ano. Assim, ao contrario de 93 para cá, quando surgiu a primeira edição de curta, temos mundial todo ano, além das demais competições, como Copa do Mundo, Pan, Europeu, Pan Pacifico e Olimpíadas. Para mim, acabou banalizando um pouco o status de campeão mundial e as grandes estrelas tiveram que priorizar alguns picos na temporada. Como os Jogos Olímpicos continuam sendo a referencia neste esporte, aqueles que tem como objetivo uma boa participação neles, acabam desprezando os eventos em piscina semi-olímpica.

Concordo que é uma oportunidade para novos talentos despontarem, não apenas no Brasil, mas no mundo. Recentemente li que as provas de 50 m não olímpicas (ou seja, fora o livre) não servirão mais para compor a seleção. Isso também vai de encontro à estratégia de priorizar eventos olímpicos. Nada mais acertado, porém demorado e feito depois da pressão de alguns técnicos.”

Autor: Tags: , , , , , , ,

sábado, 17 de setembro de 2011 Pan-Americano, Uniformes | 10:02

Veja as fotos dos uniformes do Brasil no Pan 2011

Compartilhe: Twitter

Nesta sexta-feira, o COB (Comitê Olímpico Brasileiro) realizou o lançamento dos uniformes que a delegação do Brasil irá usar nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara, a partir de 14 de outubro. E com a presença de atletas de sete modalidades – Cesar Castro (saltos ornamentais), Sheila e Fabi (vôlei), Rafaela Silva (judô), Marina Canetti (polo aquático), Izaquias Queiroz (canoagem), Barbara Leôncio (atletismo) e Patrícia Freitas (vela) – foram exibidas algumas das 66 mil peças fabricadas pela Olympikus, fornecedora oficial de material esportivo do COB.

Com exceção do uniforme de desfile, para variar carnavalesco demais, pode-se dizer que o Brasil estará bem vestido no Pan 2011. mas sobre o tema, o colega colunista no iG Esporte, o ex-nadador Rogério Romero, fez um ótimo post sobre o tema, com a visão do atleta a respeito do dilema que ocorre entre o comitê olímpico e as confederações, que muitas vezes têm fornecedores diferentes. Sem esquecer os atletas que possuem patrocinador pessoal de material esportivo.

Vejam abaixo algumas fotos do desfile de apresentação dos uniformes do Brasil em Guadalajara:


Autor: Tags: , , , , , , , , ,

segunda-feira, 5 de setembro de 2011 Ídolos, Imprensa | 22:51

Parceiro ilustre

Compartilhe: Twitter

Por absoluta falta de tempo, não tive como registrar – e o farei agora – a estreia do mais novo colunista do iG Esporte: o ex-nadador olímpico do Brasil, Rogério Romero, que estreou no último final de semana um blog sobre natação.

Único nadador brasileiro a até hoje participar de cinco edições de Jogos Olímpicos, Romero, que hoje trabalha como secretário adjunto de esporte de Minas Gerais, deverá trazer bastidores do mundo das piscinas e também a visão de quem até pouco tempo atrás (despediu-se das piscinas após as Olimpíadas de Atenas-2004) conviveu com boa parte desta safra atual da natação brasileira.

Para quem gosta de natação, é leitura obrigatória. Clique aqui para acessar o blog do Romero

Autor: Tags: ,