Publicidade

Posts com a Tag Pré-Olímpico de polo aquático

domingo, 8 de abril de 2012 Isso é Brasil, Olimpíadas, Pré-Olímpico, Seleção brasileira | 22:28

Crônica de duas derrotas mais do que esperadas

Compartilhe: Twitter

Jogadores da seleção brasileira de handebol festejam a vitória sobre a Macedônia, no Pré-Olímpico da Suécia. Mas ficaram sem a vaga em Londres

A foto que abre este post registra o momento de alegria dos jogadores da seleção brasileira masculina de handebol, após derrotarem a Macedônia, neste domingo, por 28 a 27, no encerramento do Pré-Olímpico de Gotemburgo, na Suécia. Detalhe é que foi a chamada vitória inútil, pois o Brasil já estava sem chance de classificação para as Olimpíadas de Londres 2012, após a derrota ocorrida um dia antes, para a Hungria.

Ainda neste domingo, do outro lado do mundo, a seleção masculina de polo aquático encerrava sua participação no Pré-Olímpico de Edmonton (Canadá) com uma derrota para a Turquia por 16 a 12 e terminando a competição em oitavo lugar. A chance de vaga olímpica já tinha ido para o vinagre dois dias antes, quando o Brasil levou uma surra da Romênia por 19 a 8.

Sem querer bancar o sabichão, sou obrigado a dizer que estes resultados já tinham sido previstos neste blog. Mas isso não chega a ser nenhum mérito, muito pelo contrário. Há tempos que prever fracassos em algumas modalidades olímpicas brasileiras é uma tarefa das mais fáceis. A diferença é que não há mais a velha desculpa, muito comum 20 ou 25 anos atrás, da falta de dinheiro e apoio do governo.

Nunca se investiu tanto no esporte olímpico brasileiro como nos últimos quatro anos. Mais de R$ 200 milhões no último ciclo olímpico, para ser mais específico. Porém, ainda esbarramos nos antigos problemas da falta de melhor material humano, experiência em competições internacionais e de melhores treinadores, a despeito de existir uma importação cada vez maior de técnicos estrangeiros, em todas as modalidades.

O que existe, me parece, é uma aplicação errada do dinheiro público proveniente das verbas da Lei Agnelo/Piva, sem falar nos velhos problemas estruturais do esporte brasileiro, onde nada se investe na formação de talentos e busca-se resultados às vezes sem qualquer preparo. De repente, por causa de talentos esporádicos, pode-se até conquistar uma coisa aqui, outra ali, mas isso está longe de ser a regra.

Enquanto esta realidade não mudar, continuaremos a festejar isoladas vitórias que nada valem, e ver os adversários comemorando classificações  para as Olimpíadas.

Autor: Tags: , , , ,

quinta-feira, 5 de abril de 2012 Olimpíadas, Pré-Olímpico, Seleção brasileira | 23:43

Pré-Olímpicos embalam feriadão do esporte brasileiro

Compartilhe: Twitter

Leo, capitão da seleção brasileira de handebol, que disputa o Pré-Olímpico da Suécia

O feriado da Semana Santa começa pra lá de agitado em duas modalidades olímpicas brasileiras, que ainda buscam uma vaga nas Olimpíadas de Londres 2012. Para uma delas, a decisão será nesta própria sexta, enquanto outra está apenas começando sua caminhada.

Após empatar com a Tunísia nesta quinta-feira por 11 a 11, no Pré-Olímpico de Edmonton (Canadá), a seleção brasileira masculina de polo aquático enfrentará a Romênia nesta sexta, às 18h30 (horário de Brasília), pelas quartas de final da competição. Após ficar em terceiro lugar no grupo B, os brasileiros terão pela frente a seleção romena, segunda colocada da chave A. Os vencedores das quartas se classificarão para os Jogos Olímpicos.

Mas nesta sexta-feira também ocorrerá a largada para a última tentativa de classificação olímpica para a seleção masculina de handebol, que fará sua estreia no Pré-Olímpico de Gotemburgo (Suécia), diante dos donos da casa, a partir das 12h (horário de Brasilia). Depois, jogará contra a Hungria (no sábado) e Macedônia (domingo).

Veja também: Goleada sobre a Argentina deixa o Brasil vivo no polo aquático

Depois de fracassar na tentativa de assegurar a vaga nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara, em 2011, quando perdeu a final para a Argentina, os brasileiros precisão encarar uma missão quase impossível. Aqui neste blog, logo que ocorreu o sorteio dos grupos dos Pré-Olímpicos – outros dois torneios estarão ocorrendo ao mesmo tempo, na Suécia e Croácia -, foi mostrado que o desempenho do Brasil contra seus rivais é terrível: houve somente uma vitória em confrontos diretos, diante da Macedônia, em 1999.

Para complicar ainda mais, a seleção não contará com a presença de seu principal jogador nos últimos anos, Bruno Souza, que sofreu uma séria lesão no joelho e foi cortado da equipe.

A tendência é que o final de semana trará frustrações tanto no polo aquático quanto no handebol masculinos. Qualquer um que conquiste a vaga olímpica pode ser considerado como uma grande zebra.

Autor: Tags: , , , , ,

terça-feira, 3 de abril de 2012 Olimpíadas, Pré-Olímpico, Seleção brasileira | 23:02

Goleada sobre a Argentina deixa Brasil vivo no polo aquático

Compartilhe: Twitter

O capitão brasileiro Felipe "Charuto" Silva, na derrota para o Canadá: vitória deixa o Brasil ainda com chances

Uma goleada com gosto de vingança. E ao fazer 16 a 7 sobre a Argentina, nesta terça-feira à noite, em Edmonton (Canadá), pelo Pré-Olímpico masculino de polo aquático, a seleção brasileira garantiu uma sobrevida em seu sonho quase impossível de chegar aos Jogos de Londres 2012.

Com gols marcados por Gustavo Guiimarães (5), Gabriel Reis (5), Henrique Moniz (2), Bernardo Gomes, Gustavo Coutinho, Marcelo Franco e Danilo Correa, o time brasileiro conseguiu vingar a derrota ocorrida na final do Campeonato Sul-Americano, disputado mês passado, em Belém (PA), quando os argentinos ganharam por 9 a 6.

Agora, o Brasil chega com chance de se manter vivo na competição e passar às quartas de final, na partida de quinta-feira contra a Turquia. Mas antes que a pachecada fique assanhada, vou logo avisando: a seleção poderá passar, no máximo, em terceiro lugar, o que lhe daria como adversário na outra fase, se o confronto fosse hoje, a Romênia. Os vencedores dos duelos das quartas irão a Londres 2012.

Classificação olímpica continua  sendo quase impossível. Mas a goleada humilhante sobre a Argentina já serviu de algum consolo.

Autor: Tags: , ,

Olimpíadas, Pré-Olímpico, Seleção brasileira | 00:14

Brasil fica a perigo no Pré-Olímpico de polo aquático

Compartilhe: Twitter

O brasileiro Felipe Silva, em ação no Torneio Pré-Olímpico de Edmonton: situação do Brasil está complicada

A seleção brasileira masculina de polo aquático voltou a perder no Torneio Pré-Olímpico de Edmonton (Canadá). Há pouco, a equipe foi derrotada pela seleção canadense, por 12 a 9, a segunda consecutiva do time brasileiro, que neste último domingo estreou perdendo para a Espanha (17 a 7).

Nesta terça-feira, a partir das 21h20 (horário de Brasília), a seleção terá o seu jogo mais importante, para efeito de sobrevivência na competição e manter vivo o sonho de ir às Olimpíadas de Londres 2012. O duelo contra a Argentina é fundamental para o time brasileiro, que precisa ganhar este jogo ou contra a Turquia, na próxima quinta, para avançar às quartas de final, ao menos na quarta colocação do grupo.

Detalhe que a Argentina – o mesmo adversário que bateu a seleção brasileira na final do Sul-Americano em Belém (PA) – já soma pelo menos um ponto, graças ao empate com a Turquia, no domingo, por 9 a 9.

A cada jogo, o sonho olímpico do time masculino de polo aquático do Brasil fica mais distante.

Autor: Tags: , ,

domingo, 1 de abril de 2012 Olimpíadas, Pré-Olímpico, Seleção brasileira | 23:53

Brasil começa com derrota no Pré-Olímpico de polo aquático

Compartilhe: Twitter

Gabriel Rocha (touca azul) comemora um dos gols brasileiros contra a Espanha

Não houve surpresa na estreia da seleção brasileira masculina de polo aquático no Torneio Pré-Olímpico de Edmonton (Canadá), última chance de classificação na modalidade para as Olimpíadas de Londres 2012. A derrota de 17 a 7 para a Espanha (3 x 2 Espanha; 4 x 3; 6 x 1; e 4 x 1), pelo Grupo B, foi absolutamente normal, tal a diferença técnica entre as duas equipes.

Os gols brasileiros foram assinalados por Henrique Miranda (3), Gabriel Rocha (3) e Marcelo Franco.  O artilheiro da partida foi outro brasileiro, mas que é naturalizado espanhol, Felipe Perrone, autor de quatro gols.

Nesta segunda-feira, o Brasil terá outro compromisso dificílimo, contra o Canadá, a partir das 22h40 (horário de Brasília). A chance da seleção em sonhar com uma vaga em Londres 2012 é menos vencer ao menos um dos confrontos seguintes, contra a Argentina (na terça-feira) ou contra a Turquia (na quinta-feira), para conseguir avançar às quartas de final. Os ganhadores dos jogos desta fase estarão nas Olimpíadas.

Autor: Tags: , ,

Olimpíadas, Pré-Olímpico, Seleção brasileira | 09:34

Só milagre classifica o Brasil no Pré-Olímpico de polo aquático

Compartilhe: Twitter

Bernardo Gomes prepara arremesso, na fácil vitória do Brasil sobre a Venezuela, no Sul-Americano. A moleza não se repetirá no Pré-Olímpico do Canadá

A seleção brasileira masculina de polo aquático, que estreia neste domingo no Torneio Pré-Olímpico da modalidade, diante da Espanha, a partir das 19h30 (horário de Brasília), em Edmonton, no Canadá), recebeu neste último sábado (31) uma notícia que tornará a missão de conquistar uma vaga para as Olimpíadas de Londres 2012 ainda mais dífícil. De forma surpreendente, a Venezuela, uma das integrantes do Grupo B, o mesmo do Brasil, anunciou a desistência do torneio.

Não poderia ser pior a notícia para a equipe brasileira, que há uma semana perdeu o título do Sul-Americano realizado em Belém (PA) para a Argentina. Os venezuelanos eram os rivais mais fáceis da chave e uma vitória certa na conta do Brasil. No Sul-Americano, a seleção venceu o confronto por 16 a 4, sem esforço.

Confira os atletas brasileiros classificados para os Jogos de Londres 2012

Assim, o Brasil precisará obrigatoriamente de uma vitória diante da Argentina (no dia 3) ou contra a Turquia (dia 5), para se classificara para a próxima fase. Isso porque dificilmente conseguirá derrotar o time espanhol, neste domingo, ou o Canadá, nesta segunda-feira.

Para ir a Londres, precisará vencer o jogo das quartas de final, pois os quatro primeiros colocados estarão classificados. O problema é que na outra chave estarão pedreiras como Montenegro, Alemanha, Grécia, Macedônia, Romênia e Holanda.

Só um milagre colocará o polo aquático masculino brasileiro nas Olimpíadas. A última vez que a modalidade esteve em uma edição dos Jogos Olímpicos foi em Los Angeles 1984.

Autor: Tags: , , ,