Publicidade

Posts com a Tag Mundial de Tiro Esportivo

segunda-feira, 15 de setembro de 2014 Olimpíadas, Pré-Olímpico | 18:35

Rio 2016 já tem 107 classificados em seis modalidades

Compartilhe: Twitter
O americano James Harden ergue o troféu de campeão da Copa do Mundo de basquete

O americano James Harden ergue o troféu de campeão da Copa do Mundo de basquete

Ao assegurar o título da Copa do Mundo de basquete neste domingo, ao massacrar a Sérvia por 129 a 92, a seleção masculina dos Estados Unidos assegurou também sua 18ª participação em Jogos Olímpicos, pois o Mundial dava vaga automática ao campeão. A classificação dos americanos significou ainda a definição da 107ª vaga para as Olimpíadas do Rio de Janeiro, em 2016.

Nas últimas semanas, os Mundiais de tiro esportivo, vela e hipismo (com a realização dos Jogos Equestres Mundiais nas modalidades CCE, adestramento e saltos) serviram também como eventos classificatórios para os Jogos do Rio. Assim, 107 vagas já conhecem seus donos.

Confira na página especial do blog quais são as modalidades e os países que já têm presença assegurada no mega-evento do Rio de Janeiro, marcado para daqui a dois anos.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , ,

quinta-feira, 11 de setembro de 2014 Isso é Brasil, Mundiais, Olimpíadas, Seleção brasileira | 18:45

Esporte brasileiro tem semana de feitos inéditos

Compartilhe: Twitter

Não me recordo qual foi a última vez em que o esporte olímpico brasileiro viveu dias de conquistas inéditas tão relevantes como as dos últimos cinco dias. Do domingo (dia 7/9) até esta quinta-feira (11/9), três modalidades atingiram feitos até então inimagináveis em sua biografia olímpica.

A brasileira Aline Ferreira (de vermelho) encara a americana Adeline Gray na decisão da medalha de ouro do Mundial

A brasileira Aline Ferreira (de vermelho) encara a americana Adeline Gray na decisão da medalha de ouro do Campeonato Mundial de luta olímpica

O mais recente deles aconteceu justamente nesta quinta-feira, com a medalha de prata obtida pela lutadora Aline Ferreira, na categoria 75 kg, no Campeonato Mundial de luta olímpica, modalidade luta livre, que está sendo disputado em Taskkent, no Uzbequistão. Na decisão, Aline (que foi prata no Pan-Americano de Guadalajara 2011) acabou sendo derrotada pela americana Adeline Gray, por 2 a 1.

Sinceramente, o resultado na decisão é o menos importante. Em um esporte sem qualquer tradição no Brasil, Aline conseguiu simplesmente a primeira medalha para o País em Mundiais na luta olímpica, um resultado extraordinário, especialmente levando-ser em conta que a CBLA (Confederação Brasileira de Lutas Associadas) recebeu um dos menores repasses de recursos da lei Agnelo-Piva (R$ 2 milhões) em 2014.

Algo semelhante à conquista no domingo de Marcus Vinicius D”Almeida, na final da Copa do Mundo de tiro com arco, em Paris (FRA), ao levar a medalha de prata com apenas 16 anos, tornando-se o mais jovem arqueiro do mundo a alcançar este feito. Da mesma forma que Aline Ferreira, jamais um brasileiro havia obtido um resultado semelhante.

Mesmo sem medalha, também merece ser ressaltado o desempenho de Rodrigo Bastos na final da fossa olímpica do Mundial de tiro esportivo, que está sendo disputado em Granada (ESP). O quinto lugar também representou o melhor resultado de um atleta brasileiro nos Mundiais da modalidade.

O que vem na sequência destes resultados é um alento para o esporte brasileiro em sua preparação aos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, daqui a dois anos. Com uma meta ousada de terminar entre os dez primeiros no quadro geral de medalhas, e impulsionadas por investimentos inéditos de verbas do Ministério do Esporte, estas modalidades menos badaladas começam a experimentar uma rotina de vitórias.

Ainda não é possível cravar que a diversificação de bons resultados em modalidades olímpicas irá representar um resultado positivo no quadro de medalhas dos Jogos Olímpicos. Mas é inegável que trará efeitos no DNA esportivo do Brasil num futuro próximo.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , ,

quarta-feira, 10 de setembro de 2014 Mundiais, Olimpíadas, Pré-Olímpico, Seleção brasileira | 22:23

Mundiais na Espanha definem 203 vagas olímpicas para 2016

Compartilhe: Twitter

Até o próximo dia 21, a Espanha terá um papel importante na definição dos classificados para três modalidades que constam no programa esportivos dos Jogos Olímpicos do Rio, em 2016. Nada menos do que 203 vagas estarão em disputa, na vela, tiro esportivo e basquete.

Velejadoras Martine Graelk e Kahena, da classe 49er FX e que integra a equipe brasileira no Mundial de vela de Santander (ESP)

Martine Grael e Kahena Kunze, da classe 49er FX e que integra a equipe brasileira no Mundial de vela

O Mundial de Vela da Isaf (Federação Internacional de Iatismo, na sigla em inglês) começa sua disputa na próxima sexta-feira, na cidade de Santander, com a presença das 10 classes olímpicas. Cada classe tem seu próprio Mundial, porém nos dois últimos ciclos olímpicos a Isaf promoveu um evento internacional para definir parte das vagas dos Jogos. Isso ocorreu em 2007, em Cascais (POR), e 2011 em Perth (AUS). Desta vez, a entidade resolveu antecipar o Mundial, para facilitar a preparação.

Em Santander, os 1.400 atletas de 8o países estarão disputando nada menos do que 138 vagas olímpicas (metade das 274 disponíveis) nas classes RS:X Masculino (18), RS:X Feminino (13), Laser (23), Laser Radial (19), Finn (12), 470 Masculino (13), 470 Feminino (10), 49er (10), 49er FX (10) e Nacra 17 (10). Cada país pode conquistar apenas uma vaga por classe. Por ser o país-sede, o Brasil já tem assegurada uma vaga por classe, mas brigará pelo título mundial na Laser, com Robert Scheidt; 470 feminino, com a dupla Martine Grael e Kahena Kunze; e na Finn, com Jorge Zariff.

Já em Granada, desde a última segunda-feira (8) está em disputa o Mundial de tiro esportivo, que está distribuindo 64 vagas olímpicas nas 15 provas que compõe o programa das Olimpíadas. A distribuição será feita da seguinte forma: Carabina 3 posições 50m masculino (5 vagas), Carabina deitado 50m masculino (5), Carabina de ar 10m masculino (6), Pistola 50m masculino (4), Pistola de tiro rápido 25m masculino (2), Pistola de ar 10m masculino (6), Fossa Olímpica masculino (3), Fossa double masculino (2), Skeet masculino (3), Carabina 3 posições 50m feminino (5), Carabina de ar 10m feminino (6), Pistola 25m feminino (5), Pistola de ar 10m feminino (6), Fossa Olímpica feminino (3) e Skeet feminino (3).

>>> Confira todos os classificados para os Jogos Olímpicos de 2016

Novamente, por ser sede dos Jogos, o Brasil já conta com nova vagas asseguradas (Carabina 3 Posições masculino; Carabina de Ar 10m feminino; Pistola de Tiro Rápido masculino; Pistola de Ar 10m masculino; Pistola 25m feminino; Fossa Olímpica e no Skeet, masculino e feminino). Ainda assim, busca resultados que melhorem a posição do país no ranking mundial. Foi o caso desta quarta-feira, com o bom quinto lugar de Rodrigo Bastos na prova da Fossa Olímpica. O Mundial vai até o dia 19.

Por fim, Madri irá assistir no próximo domingo a final da Copa do Mundo masculina de basquete, cujo campeão assegura vaga antecipada para o Rio 2016. E o título deverá ficar entre EUA, França, Lituânia e Sérvia, após a conclusão das quartas de final, marcadas pela eliminação da seleção brasileira, de forma avassaladora pelos sérvios, nesta quarta (10).

Autor: Tags: , , , , , ,

terça-feira, 6 de setembro de 2011 Mundiais, Olimpíadas, Seleção brasileira | 11:37

De olho em Londres 2012, mundiais agitam esporte olímpico

Compartilhe: Twitter

Yane Marques, melhor atleta brasilera no pentatlo moderno, disputará o Mundial em Moscou a partir da próxima sexta-feira

O calendário de mundiais envolvendo esportes olímpicos para o Brasil não se encerrou no último domingo, com o final do Mundial de atletismo, em Daegu (Coreia do Sul) e do Mundial de remo, em Bled (Eslovênia), que reservaram dois momentos de festa para o Brasil, com os ouros de  Fabiana Murer no salto com vara e de Fabiana Beltrame, no single skiff light. Para outras três modalidades, esta será a semana mais importante no ano. E o que é mais importante: todos valendo vaga nas Olimpíadas de 2012.

Começou nesta última segunda-feira, em Belgrado (Sérvia), o Mundial de tiro esportivo, modalidade tiro rápido, com encerramento previsto somente no próximo dia 14. O Brasil está representado com uma delegação de oito atletas: Eduardo Correa (fossa olímpica), José Pedro Costa (fossa olímpica), Filipe Fuzaro (fossa double), Luiz Fernando Graça (fossa double), Guilherme Maurina (fossa olímpica), Lamberto Ramenzoni (fossa olímpica), Janice Teixeira (fossa olímpica) e Wilson Jun Zocolote (skeet). O campeão mundial de cada prova em Belgrado garantirá vaga nas Olimpíadas de Londres, no ano que vem. Destes, somente Filipe Fuzaro já garantiu classificação para Londres, por ter conquistado o Campeonato das Américas em 2010.

Outro evento que também poderá dar vaga nas próximas Olimpíadas começa nesta quinta-feira: será o Mundial de pentatlo moderno, que será realizado em Moscou (Rússia). A semifinal individual feminina será na própria quinta (8), enquanto que a semifinal individual masculina acontecerá no dia seguinte. As decisões dos títulos individuais estão marcadas para sábado (feminino) e domingo (masculino). No dia 12 está prevista a prova mista; em seguida (13) será a vez do revezamento feminino e por fim, no dia 14, será a vez do revezamento masculino.

A seleção brasileira em Moscou será formada por Felipe Nascimento, Luis Magno, Wagner Romão, William Muinhos, Priscila Oliveira e Yane Marques, a melhor brasileira classificada no ranking mundial (3º lugar). Estarão em jogo neste Mundial seis vagas para Londres 2012 (três no masculino e três no feminino).

Por fim, começa na próxima segunda-feira (12), em Istambul (Turquia) o Campeonato Mundial de luta olímpica. A equipe brasileira embarca nesta quinta-feira, com uma delegação composta por dez atletas, que irão competir nas modalidades de luta livre, greco-romana e luta feminina. Além de brigar por um título mundial, os brasileiros estão de olho em vagas para Londres 2012. E as chances de classificação são bastante razoáveis, pois estarão classificados os seis primeiros colocados em cada categoria.

A equipe brasileira que competirá na Turquia é a seguinte: greco-romana – Diego Romanelli (até 60 kg) e Marcelo Gomes (até 84 kg); livre masculino – Daniel Malvino (até 74 kg), Adrian Jaoude (até 84 kg), Diego Rodrigues (até 96 kg) e Antoine Jaoude (até 120 kg); livre feminino – Joice Silva (até 55 kg), Camila Fama (até 59 kg), Dailane Gomes (até 63 kg) e Aline Ferreira (até 72 kg).

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , ,