Publicidade

Posts com a Tag Medalhas

quinta-feira, 26 de maio de 2011 Ídolos, Imprensa, Olimpíadas, Pan-Americano, Seleção brasileira | 23:39

Fabiana começa a temporada em alto estilo

Compartilhe: Twitter

Fabiana Murer salta para vencer o GP Brasil e fazer a melhor marca do ano

O começo da temporada ao ao livre de Fabiana Murer não poderia ter sido mais promissor. Nesta quinta-feira, ao vencer o salto com vara no GP Brasil, no Estádio do Engenhão, no Rio de Janeiro, sua primeira prova em 2011, ela simplesmente cravou a melhor marca do ano nesta prova, com 4,65m. Deixou para trás a eslovena Tina Sutej, que alcançou 4,61m numa prova realizada na cidade de Athens, nos EUA, no último dia 14.

Fabiana já declarou que tem como principal objetivo em 2011 chegar aos 5 metros. Não será uma tarefa fácil, ainda mais numa prova em que tem como rival ninguém menos do que a estupenda russa Elena Isinbayeva, recordista mundial com 5,06m. Mas depois de ter sida campeã mundial indoor, vencer a Liga de Diamente e ainda por cima melhorar seu recorde sul-americano para 4,85m, tudo isso em 2010, ninguém deve duvidar do que Fabiana é capaz.

Oportunidades para alcançar tal feito não faltarão para Fabiana Murer. Entre várias competições, ela terá como destaque o Campeonato Mundial de Daegu, na Coreia do Sul, em agosto, e os Jogos Pan-Americanos de Guadalajara, em outubro.

Vale lembrar que no último mês de março, o jornal americano “USA Today” fez uma previsão de medalhas para as Olimpíadas de Londres, no ano que vem. E entre as cinco medalhas de ouro que o jornal acredita que serão conquistadas pelo Brasil, uma delas seria de Fabiana Murer. Previsão classificada por este blogueiro como “meio maluca”, especialmente por saber que ela terá que superar Isinbayeva.

Tomara que o blogueiro queime a língua!

Veja também:

Jornal americano prevê cinco ouros para o Brasil em 2012

Atletismo classifica mais uma para o Pan-11

Assistir ao Pan 2011 é uma pechincha

Autor: Tags: , , , , , ,

segunda-feira, 21 de março de 2011 Imprensa, Olimpíadas | 10:27

Jornal americano prevê cinco ouros para o Brasil em 2012

Compartilhe: Twitter

Americano adora fazer uma prévia olímpica. A cada quatro anos, vende como água no deserto uma edição especial da conceituada revista esportiva “Sports Illustrated”, que traz uma previsão dos Jogos Olímpicos prestes a acontecer. Comparado com o que rola nas Olimpíadas de fato, o resultado é bastante razoável, com exceção de um ou outro erro mais bizarro.

Agora, foi a vez da versão online do jornal “USA Today” dar uma de Mãe Dinah. Quando faltam menos de  500 dias para o início das Olimpíadas de Londres, a publicação começou a soltar uma prévia mensal daquele que imagina que será o quadro final de medalhas da competição. Nele, além de mostrar que os EUA superarão a China por pouco na primeira colocação, mostra que o Brasil ganhará cinco ouros nos Jogos britânicos. Confira abaixo:

O número de medalhas de ouro, idênticos à campanha de Atenas-04, mostram algumas apostas bem possíveis, como as vitórias de uma dupla do vôlei de praia feminino; das seleções masculina e feminina de vôlei de quadra; e o triunfo de César Cielo nos 50m livre. A única previsão meio maluca feita pelo “USA Today” é Fabiana Murer superar a russa Ielena Isinbayeva e ficar com o ouro no salto com vara. Diante da qualidade da russa, nem o mais pacheco dos brasileiros irá ousar sonhar com este feito.

As demais previsões dos americanos em relação ao Brasil são bem conservadoras. O jornal acredita que o país terá um total de 15 medalhas. Serão cinco de prata, sendo duas no futebol (masculino e feminino); uma dupla no vôlei de praia feminino;  Leandro Guilheiro, no judô; e César Cielo, nos 100m livre. Virão ainda, de acordo com o “USA Today”, mais cinco medalhas de bronze, com uma dupla no vôlei de praia masculino; Luciano Correa e Thiago Camilo, no judô; uma dupla da classe Star, na vela; e com Thiago Pereira, nos 200m medley.

Vale esperar a próxima avaliação dos americanos e ver o que irá mudar em relação à esta primeira lista. E você, tem alguma aposta também? Manda aí pra gente ver.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , ,

sábado, 19 de março de 2011 Pan-Americano | 12:25

Conheça as medalhas do Pan de Guadalajara

Compartilhe: Twitter

As medalhas (ouro, prata e bronze) que serão distribuídas nos Jogos Pan-Americanos de 2011

O Copag (Comitê Organizador do Pan) divulgou nesta sexta-feira as medalhas que serão entregues aos atletas no Pan-Americano de Guadalajara, que começa em 13 de outubro. Criadas pela artista mexicana Irma Huerta, as medalhas têm um formato que lembra a silhueta de Algarve, a planta típica da região de Guadalajara e que é usada na fabricação de Tequila, bebida tradicional do México. A fita que segura a medalha contém desenhos geométricos representando o artesanato indígena local.

Bem bacanas as medalhas do Pan-11. E você, o que achou? Comenta aí.

Autor: Tags: ,

quarta-feira, 16 de março de 2011 Almanaque, Olimpíadas | 16:36

Medalha, medalha, medalha…

Compartilhe: Twitter

O ciclista britânico Chris Hoy, ouro e recorde olímpico na prova de velocidade, em Pequim-08

Deveria ser proibido, até por decreto, fazer previsão de medalhas em Olimpíadas, tal qual uma Mãe Dinah esportiva. Esporte não é ciência exata e se os economistas cansam de errar previsões a respeito de índices de crescimento ou de inflação, o que dirá sobre resultados numa competição. Patético.

Mas a chefe-executiva das Olimpíadas de Londres, Liz Nicholl, parece que gosta de brincar com fogo. Em uma entrevista à rede de TV inglesa “BBC”, ela declarou que o planejamento da Grã-Bretanha para os Jogos é o de superar as 47 medalhas conquistadas em Pequim-08, quando os britânicos terminaram em quarto lugar no quadro geral de medalhas. “A ginástica e o boxe, que contará com a participação feminina, fará com que possamos conseguir mais medalhas do que em Pequim”, disse Nicholl.

Apesar de fazer uma previsão ousada, a dirigente tem uma certa dose de razão, se levar em conta a tradição dos últimos países anfitriões.  A China teve um aumento de mais de 58% em suas medalhas conquistadas em Pequim, tendo como comparação os Jogos de Atenas, em 2004: passou de 63 para 100 medalhas. Se repetir o exemplo chinês, a Grã-Bretanha irá chegar a um total de 74 medalhas, um feito notável.

A única exceção neste recente história ocorreu com os EUA, que ganhou mais medalhas em Barcelona-92  do que quando organizou o evento, em 1996, na cidade de Atlanta.

Confira abaixo o desempenho dos últimos países anfitriões antes e nas Olimpíadas que organizaram:

China
2004 (Jogos de Atenas) – 63 medalhas
2008 (Jogos de Pequim) – 100 medalhas

Grécia
2000 (Jogos de Sydney) – 13 medalhas
2004 (Jogos de Atenas) – 16 medalhas

Austrália
1996 (Jogos de Atlanta) – 41 medalhas
2000 (Jogos de Sydney) – 58 medalhas

EUA
1992 (Jogos de Barcelona) – 108 medalhas
1996 (Jogos de Atlanta) – 101 medalhas

Autor: Tags: , , , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. Última