Publicidade

Posts com a Tag Hugo Parisi

segunda-feira, 15 de julho de 2013 Ídolos, Política esportiva | 15:06

O doping continua ganhando de goleada do esporte

Compartilhe: Twitter

Asafa Powell comemora vitória nos 100 m no Meeting de Ostrava, na República Checa, no mês de junho

Certa vez, ao participar de uma entrevista coletiva, o médico brasileiro Eduardo de Rose, integrante da Wada (sigla em inglês para Agência Mundial Antidoping) foi bastante sincero ao dizer para os jornalistas presentes que o doping sempre estará à frente da luta contra as entidades que combatem as substâncias proibidas no esporte. Eu iria mais além: acho que esta vitória vem ocorrendo por ampla goleada, sem perspectivas de mudança a médio prazo, no mínimo.

É claro que a discussão a respeito do doping no esporte voltou com mais força neste final de semana, após a divulgação dos casos positivos de duas estrelas de primeira grandeza do atletismo mundial: o americano Tyson Gay e o jamaicano Asafa Powell, ambos campeões mundiais e medalhistas olímpicos nos 100 m rasos e revezamento 4 x 100 m. Além deles, a jamaicana Sherone  Simpson, também medalhista olímpica, foi flagrada por uso de substância proibida, durante a seletiva de seu país para o Mundial de atletismo de Moscou, marcado para o mês de agosto. E pelo que consta, outros jamaicanos podem estar envolvidos neste escândalo.

LEIA MAIS SOBRE DOPING NO ESPORTE OLÍMPICO

>>> As mentiras de Armstrong e o ciclismo sob suspeita
>>> Doping volta a envergonhar o esporte brasileiro
>>> Caso Simone Alves põe controle de doping do Brasil na berlinda

O mais alarmante, contudo, é ver outros exemplos de casos de doping, sem a mesma repercussão, pipocando aqui ou ali. Como o divulgado pelo jornal inglês “The Telegraph”, que publicou reportagem mostrando que a Turquia pode ser banida do Mundial de atletismo, pois 30 atletas teriam sido flagrados em exames recentes. Ou então na natação, com o caso de um jovem atleta russo de apenas 17 anos, Nikita Maksimov, que testou positivo para uma substância utilizada pela extinta Alemanha Oriental em seus atletas nas décadas de 70 e 80.

Quer mais um exemplo: o dinamarquês Mads Glaesner, campeão mundial dos 1.500 m em piscina curta no último Mundial de Istambul (Turquia), em 2012, também foi flagrado, por uso de substância estimulante. Só nesta temporada, a natação mundial contabiliza 14 casos anunciados, entre eles um brasileiro – Hugo Parisi, nos saltos ornamentais, após punição anunciada em junho.

Ao flagrar estrelas utilizando substâncias proibidas, o esporte mundial perde um pouco de sua credibilidade. Mas só assim, pegando os peixes grandes, é que será possível diminuir a vantagem do doping na luta por um esporte limpo.

Autor: Tags: , , , , , , , ,

domingo, 26 de fevereiro de 2012 Olimpíadas, Pré-Olímpico, Seleção brasileira | 21:58

Regulamento confuso da Fina adia definição das últimas vagas olímpicas nos saltos ornamentais

Compartilhe: Twitter

Andressa Mendes precisará esperar mais alguns dias para saber se irá a Londres

Não é por nada não, mas o sujeito que criou o sistema de classificação dos saltos ornamentais para as Olimpíadas de Londres 2012 deve ter feito algum estágio com o gênio que criou o regulamento do Campeonato Paulista de futebol (disparado o mais esdrúxulo dos estaduais). Sim, porque lembram que estava programado para que os últimos classificados para os Jogos fossem conhecidos neste domingo? Pois não aconteceu.

Três brasileiros caíram na piscina do parque aquático olímpico – que estava sendo testado durante a Copa do Mundo de saltos ornamentais – neste domingo, durante a repescagem que iria definir os últimos classificados aos Jogos Olímpicos. Andressa Mendes e Juliana Veloso terminaram em sexto lugar respectivamente nas provas da plataforma 10 m e trampolim 3 m. Já Cassius Duran ficou em 13º lugar na plataforma 10 m. Cesar Castro e Hugo Parisi já tinham assegurado vagas para o Brasil nos saltos ornamentais durante a Copa do Mundo.

Confira quais são os brasileiros classificados para as Olimpíadas de Londres 2012

O problema é que a Fina (Federação Internacional de Natação) não conseguiu soltar neste domingo a lista dos classificados na repescagem. Como existe um limite de dois atletas por país em cada prova, a entidade iria descartar os que excederam o limite, levando-se em conta todas as etapas classificatórias para os Jogos (Mundial de Xangai 2011, campeões continentais, os anfitriões e os semifinalistas da Copa do Mundo). Só então terá como saber quem herdou as vagas restantes.

A Fina promete anunciar até 4 de março todos os participantes das quatro provas individuais dos saltos ornamentais em Londres 2012 – plataforma 10 m masculina e feminina, além do trampolim 3 m masculino e feminino.

Se pedissem para criar um regulamento complicado, a turma da Fina certamente não conseguira superar este dos saltos ornamentais para as Olimpíadas de Londres.

Autor: Tags: , , , , , , ,

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012 Olimpíadas, Pré-Olímpico, Seleção brasileira | 19:02

Já são 150 no avião. E contando…

Compartilhe: Twitter

Hugo Parisi assegurou mais uma vaga para o Brasil nos Jogos de 2012

E o voo brasileiro com destino a Londres 2012 ficou um pouco mais cheio nesta sexta-feira, com a classificação de Hugo Parisi para as semifinais da prova da plataforma de 10 m dos saltos ornamentais, durante a Copa do Muno da modalidade, que está sendo realizada em Londres.  Com isso, já são 150 os brasileiros garantidos nas próximas Olimpíadas. Ainda é um número bem inferior aos 277 enviados aos Jogos de Pequim 2008, mas como algumas modalidades ainda terão pela frente disputas de Pré-Olímpicos e seletivas internacionais, este número deverá aumentar consideravelmente.

Confira todos os brasileiros classificados para as Olimpíadas de 2012

Parisi ainda não é o dono da vaga, ela pertence ao Brasil. A definção do nome ainda será anunciada futuramente pela CBDA (Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos). Por sinal, vale uma correção de um post publicado dias atrás no blog, sobre a classificação de Cesar Castro, onde o blogueiro aqui, equivocadamente, cravou que o saltador já estava classificado para Londres, quando na verdade não é bem assim.

Veja também: O calendário pré-olímpico do Brasil em 2012

Possivelmente, tanto Parisi quanto Castro estarão em Londres, até por causa da diferença de nível técnico deles em relação a outros brasileiros nas mesmas provas. Mas se ocorrer alguma lesão ou problema de última hora, a CBDA tem como fazer a substituição deste atleta.

Caso venha a ter seu nome confirmado pela entidade que comando os esportes aquáticos do Brasil, Hugo Parisi participará pela terceira vez de uma edição de Jogos Olímpicos. Com 26 anos, Parisi nasceu em Brasília e integrou a delegação do Brasil nos Jogos de Atenas 2004 (32º na prova de plataforma 10 m) e em Pequim 2008 (foi o 19º na mesma prova). No Pan de Guadalajara, o saltador ficou em 6º lugar na plataforma 10 m e também em 6º na plataforma sincronizada 10 m.

Autor: Tags: , , , , , ,

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012 Olimpíadas, Pré-Olímpico, Seleção brasileira | 07:08

Seleção de saltos ornamentais tenta subir no voo para Londres

Compartilhe: Twitter

Juliana Veloso busca vaga para sua terceira participação em Olimpíadas

Começa nesta segunda-feira, a partir das 8h (horário de Brasília) a última chance para os atletas brasileiros dos saltos ornamentais carimbarem  o passaporte para as Olimpíadas de Londres 2012. A Copa do Mundo da modalidade, que servirá também como evento-teste para as instalações do Parque Aquático olímpico,  reservará as últimas vagas para os Jogos. A seleção brasileira que está na capital britânica é composta por cinco atletas, sendo que quatro deles buscam sua terceira participação olímpica: Juliana Veloso, Cassius Duran, Cesar Castro e Hugo Parisi. A caçula da turma é Andressa Mendes, de somente 14 anos, quinta colocada no Pan de Guadalajara 2011.

Veja também: Confira as fotos da musa Juliana Veloso

Nesta Copa do Mundo, estarão em jogo apenas 18 vagas em cada prova para Londres 2012. Mas como cada país poderá ter no máximo 16 atletas (oito no masculino e oito no feminino) nos Jogos, após as provas é feita uma análise dos classificados e caso o número de competidores seja excedido,  haverá uma repescagem durante a própria Copa do Mundo, para quem ficar do 19º lugar em diante.

Confira o programa da Copa do Mundo e quais as provas em que haverá a participação de atletas brasileiros:

20/02
8h – Trampoolim sincronizado masculino 3 m (eliminatórias)
12h – Plataforma feminina 10 m/Andressa Mendes (eliminatória)
17h – Trampoolim sincronizado masculino 3 m (finais)

21/02
8h – Plataforma feminina 10 m (semifinais)
12h – Trampolim masculino 3 m/César Castro (eliminatórias)
17h30 – Plataforma feminina 10 m (finais)

22/02
8h – Trampolim masculino 3 m (semifinais)
12h – Plataforma sincronizada feminina 10 m (eliminatórias)
17h – Trampolim masculino 3 m (finais)
18h45 – Plataforma sincronizada feminina 10 m (finais)

23/02
8h – Plataforma sincronizada masculina 10 m (eliminatórias)
12h – Trampolim feminino 3 m/Juliana Veloso (eliminatórias)
17h – Plataforma sincronizada masculina 10 m (finais)

24/02
8h – Trampolim feminino 3 m (semifinais)
12h – Plataforma masculina 10 m/Cassius Duran e Hugo Parisi (eliminatórias)
17h30 – Trampolim feminino 3 m (finais)

25/02
8h – Plataforma masculina 10 m (semifinais)
12h – Trampolim sincronizado feminino 3 m (eliminatórias)
17h – Plataforma masculina 10 m (finais)
18h45 – Trampolim sincronizado feminino 3 m (finais)

Autor: Tags: , , , , , , , ,

domingo, 17 de julho de 2011 Olimpíadas, Seleção brasileira | 07:11

Eliminações marcam dia de brasileiros no Mundial de Xangai

Compartilhe: Twitter

Os brasileiros Hugo Parisi e Rui Marinho foram eliminados na prova de plataforma sincronizada em Xangai

A participação brasileira no Mundial de Esportes Aquáticos em Xangai, na China, começou com eliminações nos saltos ornamentais e nado sincronizado.

Sem conseguir repetir o desempenho obtido no Mundial de Roma, em 2009, Giovana Stephan ficou em 15º lugar no solo técnico do nado sincronizado, e ficou fora da final, ao somar 82,900 pontos. Em Roma, ela havia conquistado o 12º lugar, tendo sido a primeira brasileira finalista no solo em Mundiais.

Nos saltos ornamentais, a dupla formada por Hugo Parisi e Rui Marinho não passou do 14º lugar na prova de plataforma sincronizada, com 347,01 pontos, e também ficou fora da final. Além de piorar uma posição em relação ao Mundial de 2009 (quando ficaram em 13º, com 356 pontos), Parisi e Marinho também perderam a chance de já garantir uma vaga nas Olimpíadas de Londres, no ano que vem. Os três primeiros colocados nas provas de saltos sincronizados em Xangai se classificam para os Jogos Olímpicos.

Atualização: em um dia repleto de eliminações e derrotas – a seleção feminina de pólo aquático estreou no Mundial com derrota de 15 a 4 para a Rússia -, a feliz exceção ficou para a classificação da dupla formada por Lara Teixeira e Nayara Figueira na prova do dueto técnico no nado sincronizado. As duas meninas ficaram em 12º lugar entre 42 representantes, com 87.400 pontos, repetindo a performance do Mundial de 2009, em Roma. A final será às 8h desta segunda-feira (horário de Brasília).

Veja também:

>>A música-tema do Mundial de Xangai

>>As vagas dos esportes aquáticos para Londres-12

>>Os brasileiros no Mundial de Xangai (dia 3)

Autor: Tags: , , , , , , , , ,

sábado, 16 de julho de 2011 Seleção brasileira | 21:14

Os brasileiros no Mundial de Xangai (dia 2)

Compartilhe: Twitter

As brasileiras Nayara Figueira e Lara Teixeira estreiam na madrugada deste domingo

Confira abaixo os atletas brasileiros que estarão em ação no final da noite deste sábado e na madrugada deste domingo (pelo horário de Brasília), no segundo dia de disputa do Campeonato Mundial de Esportes Aquáticos, em Xangai, na China:

Saltos ornamentais

16/7 – 23h
Plataforma 10m sincronizada – Hugo Parisi e Rui Marinho (se ficarem entre os 12 primeiros, avançam para a final, que começará às 6h05 de domingo)

Pólo Aquático

17/7 – 4h
Torneio feminino – Brasil x Rússia (Grupo C)

Nado Sincronizado

16/7 – 22h
Solo técnico (fase preliminar) – Giovana Stephan (se ficar entre as 12 melhores, avança para a final, a partir das 8h de domingo)
17/7 – 3h
Dueto técnico (fase preliminar) – Nayara Figueira e Lara Teixeira

Veja também:

>>Eliminações marcam o dia de brasileiros no Mundial de Xangai

>>A música-tema do Mundial de Xangai

>>As vagas dos esportes aquáticos para Londres-12

Autor: Tags: , , , , , , , ,