Publicidade

Posts com a Tag Erlon Silva

domingo, 10 de agosto de 2014 Mundiais, Olimpíadas, Seleção brasileira | 22:41

Final de semana traz saldo positivo para quatro modalidades

Compartilhe: Twitter
Isaquias Queiroz exibe a medalha de ouro após conquistar o bicampeonato mundial de canoagem velocidade, na prova C1 500 m, em Moscou

Isaquias Queiroz exibe a medalha após faturar o bi mundial de canoagem velocidade, na C1 500 m

Pelo menos quatro modalidades olímpicas terminaram o domingo com o saldo mais do que positivo, já de olho na preparação para as Olimpíadas do Rio de Janeiro, daqui a dois anos, Vela, canoagem velocidade, maratona aquática e vôlei feminino obtiveram grandes resultados em suas respectivas competições neste fim de semana. Vamos ao balanço:

Vela

Só o fato de ter ocorrido sem maiores sobressaltos o evento-teste na Baia de Guanabara nesta semana já seria um feito a ser comemorado. Mas a vitória da dupla Martine Grael e Kahena Kunze, na classe 49er FX, confirmou a boa fase das brasileiras, que são líderes do ranking mundial da Isaf (Federação Internacional de Vela) e  já despontam como sérias candidatas a brigar por medalha em 2016. Os favoritos Robert Scheidt e Jorge Zarif, que ficaram em quatro lugar respectivamente nas classes Laser e Finn, deixam a competição com sentimento de decepção, especialmente para Zarif, que viu a medalha escapar por conta de uma quebra no leme.

Maratona aquática

Ao vencer em Lac Megantic (Canadá) mais uma etapa da Copa do Mundo de maratona aquática, a brasileira Ana Marcela Cunha assegurou matematicamente o título da competição em 2014. Foi sua terceira vitória no circuito e precisa apenas largar na próxima etapa, na China, para referendar a conquista. Para completar, ela ainda viu seu companheiro de seleção brasileira, Allan do Carmo, também vencer a prova masculina e ficar próximo do título.

Canoagem

As imagens do sábado, com o baiano Isaquias Queiroz dentro da água, a apenas dez metros antes de cruzar a linha de chegada e ganhar o título mundial da prova de C1 1.000 m de canoagem velocidade, em Moscou, vão ficar para a história. Um erro inexplicável do canoísta brasileiro, que acabou desclassificado. Só que 24 horas depois ele conseguiu mostrar uma força psicológica fora do comum e venceu neste domingo a final da C1 500 m. Foi o bicampeonato mundial do baiano nesta prova, que não é olímpica, mas Isaquias mostrou que com um pouco mais de trabalho mental para encarar os momentos de pressão, poderá ser uma bela surpresa em 2016. Ele ainda terminou a competição com uma outra medalha, o bronze na C2 200 m (outra prova não olímpica), ao lado de Erlon de Souza.

Vôlei

Não que chegue a ser uma grande surpresa a boa performance da seleção brasileira feminina de vôlei, atual bicampeã olímpica, mas é digno de registro a campanha que a equipe comandada pelo técnico José Roberto Guimarães vem cumprindo na edição deste ano do Grand Prix. Após duas semanas de disputa, as brasileiras seguem invictas na competição, feito que pôde ser acompanhado de perto pelo torcedor de São Paulo neste final de semana, com as vitórias sobre Rússia, Coreia do Sul e EUA no Ginásio do Ibirapuera.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , ,

quarta-feira, 2 de outubro de 2013 Isso é Brasil, Olimpíadas, Seleção brasileira | 09:55

Após crise, final feliz para o campeão mundial de canoagem

Compartilhe: Twitter
Isaquias Queiroz exibe a medalha de ouro conquistada no Mundial de canoagem

Isaquias Queiroz exibe a medalha de ouro conquistada no Mundial de canoagem

Há uma semana, o baiano Isaquias Queiroz expôs em sua página no Facebook seu descontentamento por não ter recebido premiação por conta da inédita conquista do título  na categoria C1 500 m, do Mundial de Canoagem Velocidade, realizado em agosto, na cidade alemã de Duisburg. Após ter sido desmentido pela CBCa (Confederação Brasileira de Canoagem) e de estar ameaçado de receber uma punição pela entidade, Isaquias finalmente pode comemorar uma boa notícia.

Nesta terça-feira, o Ministério do Esporte confirmou ao blog que Isaquias Queiroz será contemplado com o teto máximo da Bolsa Pódio, programa de apoio criado pelo governo para ajudar na preparação dos principais atletas brasileiros com chance de conquistar medalhas nos Jogos Olímpicos do Rio 2016. O canoísta baiano receberá R$ 15 mil mensais, por sua performance no Mundial, onde além do ouro no C1 500 m (prova não olímpica), levou o bronze no C1 1.000 m.

Além de Isaquias, outros três canoístas serão contemplados com o Bolsa Pódio: Nivalter Santos de Jesus, Ronilson Matias Oliveira e Erlon de Souza Silva. Os valores destes atletas ainda não estão definidos, pois estão sendo feito um processo de revisão por conta da participação no Mundial. Os valores pagos no programa são de R$ 5 mil, R$ 8 mil, R$ 11 mil e R$ 15 mil.

Relembre: Esporte brasileiro ficará mais rico para evitar mico em 2016. Mas vai dar tempo?

Além da canoagem, o Ministério do Esporte definiu também a concessão do prograna de incentivo para mais dois atletas: Yane Marques, prata no Mundial de pentatlo moderno realizado em agosto, em Taiwan, e Guilherme Dias, bronze na categoria até 58 kg no Mundial de Taekwondo, realizado em Puebla (México), no mês de julho. Os dois receberão também o valor máximo do programa, R$ 15 mil mensais.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , ,

terça-feira, 27 de agosto de 2013 Mundiais, Seleção brasileira | 10:45

Mundiais agitam o final de agosto do esporte olímpico

Compartilhe: Twitter

Seleção brasileira de ginástica rítmica disputará o Mundial de Kiev (Rússia)

Não é somente o judô que está vivendo sua semana de gala, com a realização do Campeonato Mundial do Rio de Janeiro, desde segunda-feira. Outras cinco modalidades olímpicas terão seus mundiais ocorrendo neste última semana de agosto, todos com participação de equipes brasileiras.

O Mundial de remo, por exemplo, já está em andamento. A competição, que se realiza na cidade de Chingiu, na Coreia do Sul, já teve inclusive a classificação de Fabiana Beltrame para as semifinais na prova do skiff simples peso leve, prova não olímpica e na qual Fabiana conquistou o título mundial de 2011.

Também está em andamento o Mundial de Vela na classe Finn, na cidade de Talinn, na Estônia, mesmo local que recebeu as regatas de iatismo nas Olimpíadas de Moscou 1980, na então União Soviética. Bruno Prada e Jorge Zarif representam o Brasil na competição.

Outro evento que já está em andamento é o Mundial de Ciclismo MTB, que está sendo realizado em Pietermaritzburg, na África do Sul, até o próximo domingo. Três brasileiros estão na disputa: Henrique Avancini, Rubens Donizete e Ricardo Poscheidt.

Nesta terça-feira, começa a disputa do Campeonato Mundial de canoagem velocidade, em Duisburg, na Alemanha, até domingo. O Brasil está representado com sete atletas, na canoa e no caiaque, com destaque para a dupla Ronilson Oliveira e Erlon Silva, no C2 1.000m, que participaram dos Jogos Olímpicos de Londres 2012.

Veja também: O calendário do esporte olímpico em 2013

Por fim, começa nesta quinta-feira, na cidade de Kiev, na Rússia, o Campeonato Mundial de ginástica rítmica, que se encerra apenas na próxima segunda-feira (2/9). O Brasil tenta entrar nos trilhos no cenário mundial da modalidade, após ter ficado fora inclusive do pré-olímpico do ano passado (e consequentemente fora das Olimpíadas). Seis atletas integram a equipe de conjunto, enquanto que no individual participarão Angélica Kvieczynski e Natália Gáudio.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

sexta-feira, 28 de outubro de 2011 Listas, Olimpíadas, Seleção brasileira | 15:34

Os brasileiros classificados para Londres 2012

Compartilhe: Twitter

Erlon Silva e Ronilson Oliveira comemoram a medalha de prata e a vaga olímpica

Atualizado em 28/10/2011

A delegação brasileira que vai aos Jogos Olímpicos de Londres, no ano que vem, alcançou nesta sexta-feira o total de 102 atletas. Isso graças à canoagem, com a conquista da medalha de prata na prova do C2 1000 m, pelos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara. Os canoístas Erlon Silva e Ronílson Oliveira ficaram em segundo lugar na prova, atrás dos cubanos Karel Aguilar e Serguey Torres.  Como os cubanos já tinham assegurado a vaga anteriormente no Mundial, os brasileiros carimbaram o passaporte olímpico.

Total de atletas brasileiros garantidos para Londres 2012: 102

Basquete

Modalidade masculino (12 atletas)
Data e local em que garantiu a vaga: 10/09/2011, com a vitória da seleção brasileira sobre a República Dominicana, por 83 a 76, nas semifinais do Torneio Pré-Olímpico de Mar del Plata

Modalidade feminino (12 atletas)
Data e local em que garantiu a vaga: 1º/10/2011, com a vitória da seleção brasileira sobre a Argentina por 74 a 33 na decisão do Torneio Pré-Olímpico de Neiva

Boxe

Everton Lopes – categoria até 64 kg (meio médio ligeiro)
Data e local em que garantiu a vaga: 4/10/2011, com a vitória sobre Anthony Yigit (SUE), pelas oitavas de final do Mundial do Azerbaijão

Esquiva Florentino – categoria até 75 kg (médio)
Data e local em que garantiu a vaga: 4/10/2011, com a vitória sobre Anthony Ogog (ING), pelas oitavas de final do Mundial do Azerbaijão

Robson Conceição – categoria até 60 kg (leve)
Data e local em que garantiu a vaga: 7/10/2011, classificado na repescagem com a vitória do ucraniano Vitaly Lomachenko sobre o italiano Domenico Valentino, pelas semifinais do Mundial do Azerbaijão

Canoagem

Erlon Silva e Ronilson Oliveira – C2 1000 m
Data e local em que garantiu a vaga: 28/10/2011, com a medalha de prata obtida nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara (México)

Ciclismo

Modalidade Estrada (1 atleta)
Data e local em que garantiu a vaga: 8/05/2011, com a vitória de Gregolry Panizo no Campeonato Pan-Americano de ciclismo, em Antioquia (Colômbia)

Futebol

Modalidade feminino (18 atletas)
Data e local em que garantiu a vaga: 21/11/2010, ao vencer o Chile na decisão do Campeonato Sul-Americano do Equador

Modalidade masculino (18 atletas)
Data e local em que garantiu a vaga: 13/02/2011, ao vencer o Uruguai na rodada final do Campeonato Sul-Americano do Peru

Ginástica artística

Diego Hypólito – Solo
Data e local em que garantiu a vaga: 15/10/2011, ao conquistar a medalha de bronze no Campeonato Mundial de ginástica artística, em Tóquio (Japão)

Arthur Zanetti – Argola
Data e local em que garantiu a vaga: 15/10/2011, ao conquistar a medalha de prata no Campeonato Mundial de ginástica artística, em Tóquio (Japão)

Handebol

Modalidade feminino (14 atletas)
Data e local em que garantiu a vaga: 24/10/2010, ao ficar com a medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara (México)

Hipismo

Modalidade saltos – Equipe (5 atletas)
Data e local em que garantiu a vaga: 6/10/2010, ao ficar em quarto lugar durante o Mundial de Kentucky (EUA)

Modalidade Concurso Completo de Equitação – Equipe (5 atletas)
Data e local em que garantiu a vaga: 23/10/2011, ao ficar com a medalha de bronze da prova dor equipes do CCE nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara (México)

Maratona aquática

Prova dos 10km feminino (1 atleta)
Data e local em que garantiu a vaga: 19/07/2011, com o sexto lugar de Poliana Okimoto no Mundial de Esportes Aquáticos em Xangai (China)

Natação

Revezamento 4 x100m livre (4 atletas)
Data e local em que garantiu a vaga: 24/07/2011, com o 9º lugar da equipe masculina, formada por Bruno Fratus, Nicolas Oliveira, Marcos Macedo e Marcelo Chierighini, no Mundial de Esportes Aquáticos em Xangai (China)

Pentatlo moderno

Yane Marques – prova feminina
Data e local em que garantiu a vaga: 15/10/2011, com a medalha de prata de Yana Marques nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara

Taekwondo

Diogo Silva – categoria até 68kg
Data e local em que garantiu a vaga: 1º/07/2011, ao ficar com a medalha de bronze no Pré-Olímpico de Baku, no Azerbaijão

Tiro esportivo

Modalidade Pistola 25m feminino – Ana Luiza Mello
Data e local em que garantiu a vaga: 20/11/2010, ao conquistar a medalha de ouro no Campeonato das Américas, no Rio de Janeiro

Modalidade Fossa Olímpica Double – Felipe Fuzaro
Data e local em que garantiu a vaga: 24/11/2010, ao conquistar a medalha de ouro no Campeonato das Américas, no Rio de Janeiro

Triatlo

Modalidade masculina – 1 atleta
Data e local em que garantiu a vaga: 23/10/2011, com a medalha de ouro de Reinaldo Colucci nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara (México)

Autor: Tags: , , , , ,

domingo, 29 de maio de 2011 Olimpíadas, Pan-Americano, Seleção brasileira | 20:31

Canoagem brasileira mostra evolução na Alemanha

Compartilhe: Twitter

Ronilson Oliveira e Erlon de Souza ficaram em 4º lugar no C2 200m

Mesmo sem ter conquistado medalhas, não se pode dizer que foi ruim a participação do Brasil na terceira etapa da Copa do Mundo de canoagem de velocidade, encerrada neste domingo em Duisburg, na Alemanha. Mas sem nenhuma crise de pachequismo, dá para dizer tranquilamente que a canoagem brasileira mostrou evolução em sua preparação para os Jogos Pan-Americanos de Guadalajara (Mex), no próximo mês de outubro, e para as Olimpíadas de Londres (Ing), no ano que vem.

Ao todo, os brasileiros estiveram presentes em cinco finais “A”, as que efetivamente valem alguma coisa (as finais “B” nada mais são do que torneios para definir as colocações intermediárias de uma prova). E entre estas finais, o melhor desempenho coube à dupla Ronilson Oliveira e Erlon de Souza, que ficou em quarto lugar no C2 200m.

Também garantiram classificação em finais “A” os canoístas Nivalter Santos, 7º colocado no C1 200m; Isaquias Queiroz, 6º colocado no C1 500m; Edson Freitas da Silva, 8º lugar no K1 200m; e Gilvan Bittencourt Ribeiro, 9º colocado no K1 500m.

Resta agora saber como será o desempenho da equipe brasileira no Campeonato Mundial de canoagem, que será realizado entre 18 e 21 de agosto, na cidade de Szeged, na Hungria, primeira competição classificatória para Londres-12. Depois, rumo ao Pan de Guadalajara.

Vamos aguardar.

Veja também:

É olímpica, mas também é do povão!

Sinal vermelho em Guadalajara

Confira os preços dos ingressos para Londres-12

Autor: Tags: , , , , , , , , ,