Publicidade

Posts com a Tag Diogo Silva

terça-feira, 19 de agosto de 2014 Isso é Brasil, Olimpíadas, Seleção brasileira | 23:10

Taekwondo segue criando talentos, apesar de seus cartolas

Compartilhe: Twitter
Wander Roberto/Inovafoto/COB

Edival Marques comemora a medalha de ouro no taekwondo, categoria até 63 kg, durante os Jogos Olímpicos da Juventude, em Nanquim (China)

O taekwondo é uma das modalidades esportivas do Brasil que mais se envolvem em polêmicas. Uma rápida busca no Google pode enfileirar diversos casos escabrosos – alguns que remetem ao ano 2000 -, com atletas reclamando de perseguição de dirigentes, federações desfiliadas por pura vingança e no final, tudo sempre acaba desembocando na CBTKD (Confederação Brasileira de Taekwondo). Não importa quem esteja no poder, há sempre uma confusão ou alguma acusação mais grave envolvendo a modalidade. Atualmente, a confederação é presidida por Carlos Fernandes.

No final de julho, a Polícia Federal apreendeu documentos em endereços ligados à entidade, em uma investigação sobre possíveis irregularidades com gastos de recursos provenientes do Ministério do Esporte. Segundo reportagem do jornal “O Globo” da última sexta-feira, uma empresa de distribuição de bebidas e alimentos teria fornecido material esportivo à confederação, importando, por exemplo, placas de tatame por um preço muito superior ao produto similar encontrado no Brasil.

Ainda assim, mesmo com toda essa cartolagem incapaz, o taekwondo do Brasil, ainda longe de ser considerado um esporte de massa no país, consegue descobrir talentos e mostrar resultado. Tem sido assim desde Diogo Silva, ouro (até 68 kg) no Pan do Rio, em 2007, e especialmente com Natalia Falavigna, bronze (acima de 67 kg) nas Olimpíadas de Pequim 2008.

E a tradição de superar a incompetência dos cartolas e brilhar no tatame chegou também nas Olimpíadas da Juventude, que estão sendo realizadas em Nanquim (China), onde o paraibano Edival Marques, de 17 anos, com um golpe no último segundo, derrotou o mexicano José Nava Rodrigues, na final da categoria até 63 kg, nesta terça-feira. As palavras de Edival, agradecendo a quem realmente o ajudou em sua conquista, são sintomáticas. Não são pelos seus dirigentes que o taekwondo do Brasil consegue formar atletas de tanto talento.

Autor: Tags: , , , , , , , , ,

quarta-feira, 12 de setembro de 2012 Listas, Olimpíadas, Seleção brasileira | 19:29

Londres 2012 coloca Diogo Silva como 5º melhor do mundo

Compartilhe: Twitter

Diogo Silva acerta um golpe no americano Terrence Jennings, na luta em que perdeu o bronze

A ótima participação nos Jogos Olímpicos de Londres 2012, quando perdeu em uma decisão polêmica sua semifinal para o iraniano Mohammad Motamed, foi lucrativa para o lutador brasileiro Diogo Silva, do taekwondo. Embora tivesse deixado as Olimpíadas de mãos abanando (Diogo também perdeu a disputa do bronze para o americano Terrence Jennings), ele aparece como o melhor classificado do Brasil no ranking mundial da modalidade.

Na lista divulgada pela WTF (Federação Mundial de Taekwondo), no começo do mês, Diogo ocupa o quinto lugar na categoria até 68 kg. Trata-se de um feito considerável, até por não ter conseguido medalhar em Londres e por estar a apenas 21 pontos do terceiro colocado, o jordaniano Mohammad Abu Libdeh, derrotado pelo próprio brasileiro nas quartas de final.

“Saiu o ranking mundial. Estou em 5º lugar. Há alguns anos sou o melhor brasileiro ranqueado. Obrigado a todos pelo apoio”, comemorou Diogo Silva em sua conta no Twitter. E tem mais que festejar mesmo…

Aliás, vala a pena conferir como estão outros brasileiros na lista recente da WTF (somente os melhores classificados por peso):

Feminino

Até 46 kg: Kátia Aranki (13º lugar)
Até 49 kg*: Fernanda Silva (25º)
Até 53 kg: Talisca dos Reis (19º)
Até 57 kg*: Rafaela Araújo (26º)
Até 62 kg: Júlia Santos (48º)
Até 67 kg*: Raphaella Galacho (31º)
Até 73 kg: Natália Falavigna (24º)
Acima de 73 kg: Natália Falavigna (20º)

Masculino

Até 54 kg: Michel Soares (35º)
Até 58 kg*: Márcio Wenceslau (10º)
Até 63 kg: Márcio Wenceslau (31º)
Até 68 kg*: Diogo Silva (5º)
Até 74 kg: Henrique Moura (23º)
Até 80 kg*: André Bilia (60º)
Até 87 kg: Guilherme Felix (23º)
Acima de 87 kg: Leonardo Santos (38º)

* Categorias que participam do programa dos Jogos Olímpicos. Existem ainda as categorias acima de 67 kg (feminino), onde compete a brasileira Natália Falavigna, e acima de 80 kg (masculino)

Autor: Tags: , , , , ,

sábado, 8 de outubro de 2011 Ídolos, Isso é Brasil, Mundiais, Olimpíadas, Seleção brasileira | 10:45

Ouro inédito no boxe mostra que há vida além do COB

Compartilhe: Twitter

O baiano Everton Lopes fez história para o boxe brasileiro no Azerbaijão

O incrível e inédito feito do baiano Everton Lopes, que conquistou neste sábado a primeira medalha de ouro na história do boxe amador do Brasil, ao derrotar o ucraniano Denys Berinchyc na final da categoria meio médio ligeiro (até 64 kg), em Baku (Azerbaijão), tem um significado ainda maior para o próprio esporte brasileiro.

Na prática, a vitória de Lopes – como já havia sido com Fabiana Beltrame, ouro no Mundial de remo – mostrou que é possível fazer um trabalho sério e vencedor sem depender apenas das verbas oficiais distribuídas pelo COB (Comitê Olímpico Brasileiro), graças ao dinheiro das loterias, pela Lei Agnelo/Piva.

O boxe brasileiro faz parte, ao lado do remo, taekwondo, levantamento de peso e esgrima, de um projeto paralelo de investimento no esporte olímpico e também de base da Petrobras, o Esporte e Cidadania, que investirá R$ 256 milhões nestas modalidades visando resultados nas Olimpíadas de 2016, no Rio. Algo que não depende do repasse de verbas do COB – o que significa grande independência, politicamente falando – além de ser um projeto cujo o destino do dinheiro será para o atleta, apenas ele, sem risco de se perder pelo caminho, se é que vocês me entendem…

Administrado pelo Instituto Passe de Mágica, comandado pela ex-armadora da seleção feminina de basquete Magic Paula, o projeto exige que as confederações destas cinco modalidades expliquem de forma detalhada a forma com que irão usar o dinheiro, seja em viagens de treinamento, participação em competições internacionais e por aí vai. Só então a verba é liberada pelo Passe de Mágica, que ainda pede para as confederações uma detalhada prestação de contas.

O resultado já começa a aparecer. As conquistas de Fabiana Beltrame e Éverton Lopes, além de bons resultados internacionais recentes na esgrima e taekwondo (que inclusive já garantiu o lutador Diogo Silva nas Olimpíadas de Londres, em 2012) mostram que há vida além da dependência das verbas oficiais distribuídas pelo COB para o esporte brasileiro. Basta querer.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , ,

sexta-feira, 1 de julho de 2011 Listas, Olimpíadas, Pré-Olímpico, Seleção brasileira | 13:23

Os brasileiros classificados para Londres 2012

Compartilhe: Twitter

Diogo Silva protesta contra a desorganização do taekwondo do Brasil, nos Jogos de Atenas, em 2004

Ao se tornar o primeiro representante do taekwondo do Brasil classificado para as Olimpíadas de Londres, em 2012, Diogo Silva alcançou nesta sexta-feira um outro feito notável: tornou-se o primeiro brasileiro a obter vaga olímpica em um pré-olímpico mundial. A atual seletiva está acontecendo em Baku, no Azerbaijão. Ele tornou-se o 45º atleta brasileiro garantido nos Jogos do ano que vem.

Diogo Silva ficou famoso por fazer um protesto contra a desorganização de seu esporte no Brasil, ao perder a decisão da medalha de bronze nos Jogos de Atenas-04. Na ocasião, ele usou uma luva preta dos Panteras Negras, movimento de militantes negros americanos na década de 60. Ele não conseguiu se classificar para as Olimpíadas de Pequim, em 2008.

Total de atletas brasileiros garantidos para Londres-12: 45

Ciclismo
Modalidade Estrada (1 atleta)
Data e local em que garantiu a vaga: 8/05/2011, com a vitória de Gregolry Panizo no Campeonato Pan-Americano de ciclismo, em Antioquia (Colômbia)

Hipismo
Modalidade saltos – Equipe (5 atletas)
Data e local em que garantiu a vaga: 6/10/2010, ao ficar em quarto lugar durante o Mundial de Kentucky (EUA)

Futebol
Modalidade feminino (18 atletas)
Data e local em que garantiu a vaga: 21/11/2010, ao vencer o Chile na decisão do Campeonato Sul-Americano do Equador

Modalidade masculino (18 atletas)
Data e local em que garantiu a vaga: 13/02/2011, ao vencer o Uruguai na rodada final do Campeonato Sul-Americano do Peru

Taekwondo
Diogo Silva – categoria até 68kg
Data e local em que garantiu a vaga: 1º/07/2011, ao ficar com a medalha de bronze no Pré-Olímpico de Baku, no Azerbaijão

Tiro esportivo
Modalidade Pistola 25m feminino – Ana Luiza Mello
Data e local em que garantiu a vaga: 20/11/2010, ao conquistar a medalha de ouro no Campeonato das Américas, no Rio de Janeiro

Modalidade Fossa Olímpica Double – Felipe Fuzaro
Data e local em que garantiu a vaga: 24/11/2010, ao conquistar a medalha de ouro no Campeonato das Américas, no Rio de Janeiro

Autor: Tags: , , , , ,