Publicidade

Arquivo da Categoria Vídeos

segunda-feira, 27 de agosto de 2012 Imagens Olímpicas, Olimpíadas, Vídeos | 12:34

Para matar as saudades de Londres 2012

Compartilhe: Twitter

Simplesmente incrível o vídeo lançado pelo COI (Comitê Olímpico Internacional) reunindo alguns momentos inesquecíveis dos Jogos Olímpicos de Londres 2012. Para quem ainda está curtindo aquela famosa “ressaca olímpica”, é um vídeo obrigatório!

Autor: Tags:

sexta-feira, 20 de julho de 2012 Imagens Olímpicas, Olimpíadas, Vídeos | 09:08

E faltam apenas sete dias para a festa começar

Compartilhe: Twitter

Bem, caso você não tenha percebido, nesta sexta-feira faltarão apenas sete dias para a abertura da 30ª edição dos Jogos Olímpicos da Era Moderna. A festa do evento poliesportivo mais importante do planeta começará em Londres daqui a exatamente uma semana.  E para entrar no clima olímpico, que tal curtir este vídeo especial produzido pelo COI (Comitê Olímpico Internacional)?

Em 3min20s, alguns dos personagens e cenas mais marcantes da história dos Jogos – inclusive os de Inverno – são exibidos, como a vitória do etíope Abebe Bikila ganhando a maratona dos Jogos de Roma 1960; o americano Mark Spitz ganhando uma de suas sete medalhas de ouro em Munique 1972; Carl Lewis brilhando nos 100 m e no salto em distância em Los Angeles 1984 e Atlanta 1996; por sinal, nos Jogos de Atlanta que também consagraram o americano Michael Johnson nos 200 e 400 m; e como não poderia faltar, a performance inesquecível da romena Nádia Comaneci nas barras assimétricas, em Montreal 1976.

Bem, melhor do que ficar falando, é melhor curtir as imagens e esperar que estes sete dias passem bem rápido…

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , ,

quinta-feira, 19 de julho de 2012 Musas, Olimpíadas, Vídeos | 18:03

Nem dança sexy garante australiana em Londres 2012

Compartilhe: Twitter

Simpática, carismática e bonita, muito bonita…A jovem australiana Michelle Jenneke, de apenas 19 anos, atleta dos 100 m com barreira, tinha tudo para ser um sucesso de público nas Olimpíadas de Londres 2012, especialmente se repetisse na pista de atletismo do Parque Olímpico a dança graciosa e sexy que fez em uma das eliminatórias de sua prova no recém-encerrado Mundial juvenil da modalidade, disputado em Barcelona.

No aquecimento para a largada da prova, ela encantou a platéia, fazendo uma mistura bem sexy de alongamento e dança. Nas eliminatórias, a gracinha Michelle se deu bem, vencendo com folga sua bateria, com 13s53. Mas na final, não passou de um quinto lugar.

Ah, aviso aos marmanjos: ela não conseguiu índice necessário para competir em Londres.

Veja a dança sexy de Michelle Jenneke, ao som de “Boys, Boys, Boys”:

Autor: Tags: , , ,

quarta-feira, 4 de julho de 2012 Olimpíadas, Vídeos | 23:42

Videoclipe medalha de ouro. Já a música…

Compartilhe: Twitter

Divulgado nesta quarta-feira pela banda britânicas Muse, o videoclipe do tema oficial dos Jogos Olímpicos de Londres 2012 é sensacional. Começa com uma espécie de viagem pelo túnel do tempo da história olímpica, resgatando imagens emocionantes e históricas.

O vídeo, como você poderá conferir abaixo, é digno de medalha de ouro. Agora, já a música-tema, “Survival”, é bem fraquinha, hein?

E você, curtiu o videoclipe com o tema oficial dos Jogos de Londres 2012?

Autor: Tags: , , ,

sexta-feira, 29 de junho de 2012 Olimpíadas, Vídeos | 11:40

Búlgaro quebra a perna em plena prova dos 100 m. Assista

Compartilhe: Twitter
O búlgaro Georgi Kirilov Georgiev fica para trás dos rivaius nos 100 m. Logo depois, iria quebrar a perna direita

O búlgaro Georgiev, de vermelho, fica para trás. Logo depois, iria quebrar a perna

Impressionante a cena que protagonizou o velocista búlgaro Georgi Kirilov Georgiev, durante as eliminatórias dos 100 m rasos, válida pelo Campeonato Europeu de atletismo, disputado em Helsinque, na Finlândia. Ele buscava classificação para as Olimpíadas de Londres 2012, mas no meio da prova começou a ficar para trás dos concorrentes e pouco antes da chegada, sofreu uma queda, praticamente “entortando” sua perna direita.

As imagens são impressionantes:

Autor: Tags: , , ,

terça-feira, 12 de junho de 2012 Ídolos, Imprensa, Olimpíadas, Vídeos | 07:45

O gigante cubano que esnobou US$ 1 milhão

Compartilhe: Twitter

O jovem Teófilo Stevenson, aos 14 anos, quando começou sua carreira no boxe

O destino gosta de aprontar algumas travessuras. A última destas pegadinhas fora de hora veio no final da noite desta segunda-feira, com a notícia da morte do ex-boxeador cubano Teófilo Stevenson, que não resistiu a um infarto fulminante, aos 60 anos, em Havana.

Não há exagero algum quando dizem que Teófilo Stevenson foi o maior lutador amador de todos os tempos. Até porque ele era muito grande mesmo: 1,90 m e 95 kg, que assustavam qualquer adversário. Lembro-me que ter ficado impressionado ao ler sobre os feitos deste cubano fantástico nas páginas da revista “Placar”, em textos saborosos escritos por José Maria de Aquino e Michel Laurence, relatando as conquistas de Stevenson nos Jogos Olímpicos de Munique 1972, Montreal 1976 e Moscou 1980.

Foram três Olimpíadas e três medalhas de ouro nos pesos pesados. No total, ele precisou de 13 lutas e 13 vitórias quatro por nocaute) para escrever seu nome na história dos Jogos. E não foram poucos os que queriam ver um duelo que tinha tudo para ser a verdadeira luta do século: o combate entre o americano Muhammad Ali e o comunista Teófilo Stevenson.

Só que nem mesmo uma bolsa de US$ 1 milhão de dólares seduziu o gigante cubano, que não deu bola para a oferta milionária para enfrentar Ali. A “luta do século” jamais aconteceu e Stevenson preferiu continuar como herói em sua pequena ilha, tornando-se uma lenda do esporte olímpico cubano e mundial.

Abaixo, veja a luta que deu a Teófilo Stevenson sua terceira medalha de ouro, quando venceu o soviético Pyotr Zayev, por pontos:

Autor: Tags: , , , , , ,

sexta-feira, 11 de maio de 2012 Olimpíadas, Paraolimpíadas, Vídeos | 14:22

Impossível de parar

Compartilhe: Twitter

Foto que ilustra a bela campanha do comitê paralímpico do Canadá, promovendo os Jogos de Londres

Impressionante, para dizer o mínimo, a campanha publicitária produziada pelo comitê paralímpico do Canadá, promovendo a participação do país nas Paralimpíadas de Londres, evento que ocorrerá na capital britânica, no final de agosto.

A imagem acima mostra todas as etapas que mostram a vida de um atleta, desde a tragédia de um acidente que o torna deficiente físico até a vitória nas Paralimpíadas, em um empolgante exemplo de superação. O vídeo, que dura cerca de um minuto, foi protagonizado pelo velocista Alister McQueen, que ao contrário do que mostra a campanha, perdeu a perna esquerda não em virtude de um acidente automobilístico, mas por causa de uma doença congênita.

Isto é um detalhe. As imagens de “Unstoppable”  (Impossível de parar, em uma tradução livre), são duras, porém belas, uma lição para todos nós, que ficamos reclamando da vida por qualquer bobagem:

Autor: Tags:

sexta-feira, 4 de maio de 2012 Olimpíadas, Vídeos | 22:54

Provocação desnecessária

Compartilhe: Twitter

Cemitério nas Ilhas Falklands/Malvinas em 1982, após a guerra entre Inglaterra e Argentina

A lição já foi ensinada em1980 e 1984: não se deve misturar política com esporte.  O resultado foi aquele que todos que conhecem um pouco da história olímpica sabem. Primeiro, o boicote dos americanos e países aliados às Olimpíadas de Moscou, com o devido troco dado pelos russos e países do bloco socialista quatro anos depois, em Los Angeles.

Mas parece que em pleno ano de 2012, às vésperas das Olimpíadas de Londres, alguns não entenderam os efeitos nocivos que ocorrem ao tentar colocar discussões políticas no caminho do esporte. É o caso do governo da Argentina, que pôs no ar uma propaganda onde um jogador argentino de hóquei sobre grama, no melhor estilo “Rocky, o Lutador”, faz sua preparação para os Jogos Olímpicos de Londres nas Ilhas Falklands – ou Ilhas Malvinas, como os argentinos as chamam.

O ponto alto da sutil “provocação” argentina – lembrando que o arquipélago foi palco de uma sangrenta e estúpida guerra ocorrida há 30 anos entre Argentina e Inglaterra – estava na seguinte frase: “Para competir em solo inglês, treinamos em solo argentino”.

Não entrarei no mérito de quem são os verdadeiros donos deste arquipélago perdido no sul do Atlântico, embora tenha certeza absoluta da imbecilidade que foi aquela guerra. Porém, uma coisa eu tenho certeza: foi uma provocação para lá de desnecessária. O ministério das Relações Exteriores da Grã-Bretanha já chiou.

Confira o vídeo que vem causando tanta polêmica entre argentinos e ingleses:

Autor: Tags: , , ,

quinta-feira, 19 de abril de 2012 Olimpíadas, Vídeos | 11:31

Medalha de ouro para todas as mães

Compartilhe: Twitter

Simplesmente emocionante a campanha publicitária da P&G para os Jogos Olímpicos de Londres 2012. Uma justa e bela homenagem às mães, que segundo a empresa, exercem “o trabalho mais difícil do mundo”, que também é “o melhor trabalho do mundo”.  Difícil não se emocionar.

Aliás, que saudades da D. Marley, viu?

Autor: Tags: , ,

sábado, 7 de abril de 2012 Almanaque, Olimpíadas, Seleção brasileira, Vídeos | 23:46

Vaga olímpica de Keila Costa veio antes do esperado

Compartilhe: Twitter

Keila Costa assegurou sua vaga para os Jogos de Londres neste sábado, no salto triplo

A pista de atletismo do Conjunto Constâncio Vaz Guimarães, no Ibirapuera, anda mesmo dando sorte aos atletas brasileiros que buscam um lugar nos Jogos Olímpicos de Londres 2012. Na semana passada, Jonathan Henrique Silva assegurou sua classificação no salto triplo, vencendo a prova do Torneio FPA Juvenil e Adulto. Eis que neste sábado, em outra edição do Torneio FPA, mais um brasileiro garantiu sua vaga. A pernambucana Keila Costa obteve o índice no salto triplo, ao cravar a marca de 14,20m, cinco centímetros acima do índice exigido pela CBAt (Confederação Brasileira de Atletismo).

Confira quem são os brasileiros já classificados para os Jogos Olímpicos de Londres

Vale ressaltar que a marca de Keila Costa superou o índice solicitado pela CBAt, como também o índice B da Iaaf (Associação Internacional das Federações de Atletismo), que é de 14,10 m. A atleta buscará alcançar o índice A da entidade, que é de 14,30 m, nas próximas competições.

Aos 29 anos, Keila Costa, que conquistou duas medalhas de prata no Pan-Americano do Rio – no salto triplo e no salto em distância -, além de uma medalha de bronze no salto em distância no Mundial de Doha, em 2010, estará indo para sua terceira campanha olímpica. Em Atenas 2004, não passou das eliminatórias do salto em distância, mas em Pequim 2008, conseguiu ir à final da mesma prova, quando terminou em 11º lugar. A pernambucana detém o recorde sul-americano do salto triplo, com 14,57 m.

Desta vez, o passaporte foi carimbado antes da hora. A própria Keila admitiu, após cravar o salto que lhe deu o índice, que esperava garantir a classificação ainda um pouco mais adiante, ainda neste semestre, em um torneio previsto para o Chile. Mas já que a classificação veio antes disso, irá aproveitar para aprimorar sua preparação e buscar um resultado inédito em Londres.

Confira como foi o salto que assegurou Keila Costa nas Olimpíadas de Londres 2012:

Autor: Tags: , , , , , , , ,

  1. Primeira
  2. 2
  3. 3
  4. 4
  5. 5
  6. 6
  7. Última