Publicidade

terça-feira, 25 de novembro de 2014 Isso é Brasil, Olimpíadas, Paraolimpíadas | 17:56

Professora da USP ajuda a difundir os valores olímpicos

Compartilhe: Twitter
A professora Katia Rubio ao lado das integrantes do projeto de handebol no Centro Olímpico de SP, após uma das palestras

A professora Katia Rubio (à esquerda), ao lado das integrantes do projeto de handebol no Centro Olímpico de SP, após uma de suas palestras

Uma das funções (ao menos na teoria) dos Jogos Olímpicos sendo realizados no Brasil seria o de ajudar a expandir os horizontes das pessoas a respeito das modalidades e valores que compõe o rico e emocionante universo das Olimpíadas. Pena que isso ficou apenas na teoria. Há menos de dois anos para a abertura dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos do Rio 2016, quase nada foi pensado como forma de usar o mega-evento para levar ao público brasileiro um pouco mais do que previsão de medalhas ou resultados dos atletas de alto rendimento nos eventos pré-olímpicos.

Nem irei falar no trabalho com a base esportiva do Brasil, pois aí a conversa vai ficar mais longa ainda e o cenário desolador.

Enfim, se os responsáveis pelos Jogos de 2016 não se prepararam (ou não se preocuparam) em criar formas de difundir os valores olímpicos, há quem esteja fazendo isso individualmente. Desde o final de outubro, Katia Rubio, professora da USP (Universidade de São Paulo) de psicologia e educação física, tem ministrado uma série de palestras sobre o tema “Esporte, Educação e Valores Olímpicos” para professores, coordenadores, alunos e atletas da Rede Municipal de Ensino de São Paulo e de quem vivencia o meio esportivo e educativo.

Estas palestras são uma contrapartida da professora pelos recursos obtidos com a lei Rouanet que irão ajudar a bancar o lançamento da Enciclopédia Olímpica Brasileira, que faz parte do projeto de pesquisa “Memórias Olímpicas por Atletas Olímpicos Brasileiros”, que é desenvolvido por Katia há 15 anos e que tem como objetivo recuperar a memória dos 1.800 atletas olímpicos que representaram o Brasil em Jogos Olímpicos da Era Moderna.

Nos últimos 10 anos, Katia publicou e organizou 18 livros na área de Psicologia do Esporte e Estudos Olímpicos e em junho de 2010 foi agraciada com a Medalha do Mérito Desportivo do então presidente Luis Inácio Lula da Silva.

>>> Veja também: Exemplo de legado esportivo com o esporte paraolímpico

A palestra tem como finalidade ampliar os temas relacionados com a educação olímpica dentro da cultura e da história do esporte brasileiro e tentar estimular o hábito de leitura e também ampliar a possibilidade dessa atividade na interpretação e análise de textos proporcionado pelo conteúdo das apresentações.

Nesta quinta-feira (27), Katia Rubio fará mais uma de suas palestras, no Auditório DRE (Delegacia Regional de Ensino) Capela – Rua Adib Chammas, nº 105, na Capela do Socorro, zona Sul de São Paulo. Ótimo programa para quem quer aprender um pouco mais sobre os valores olímpicos.

Autor: Tags: , , ,

2 comentários | Comentar

  1. Marcelo Laguna 28/11/2014 17:07

    Caro (a) Estrôncio

    Até pela dimensão de importância que tem a realização dos Jogos Olímpicos no Brasil, considero tímido demais restringir esse trabalho (que é mal divulgado sim, escondido na página principal do site oficial) ao Rio de Janeiro. Pelo tempo que a candidatura foi vencida pelo Brasil, teria dado tempo de sobra de se fazer um trabalho a nível nacional de divulgação dos valores olímpicos.

    Ou os Jogos Olímpícos são só do Rio e não do Brasil?

    Injusto é alguém que assina com pseudônimo falar que o post é feito por alguém que reclama de tudo, sem olhar o que está sendo feito. leia o blog e não fique servindo de “teleguiado” de terceiros. Comece mostrando sua verdade indentidade e aí poderemos conversar de forma decente. Isto se tiver coragem, é claro.

  2. 52 Estrôncio 26/11/2014 22:07

    Caro Marcelo Laguna, o Comitê organizador Rio 2016 tem o projeto “Rio 2016 transforma” que leva os valores olímpicos a crianças de escolas públicas do Rio de Janeiro. O trabalho está sendo feito sim e ele é muito divulgado nas mídias sociais do Rio 2016, ou seja, só não vê quem não quer ou não quer enxergar. Este post chega a ser até injusto… parece coisa de quem só quer reclamar de tudo, sem nem olhar para o que está sendo feito.

  3. Marcelo Laguna 26/11/2014 11:51

    Caro Sérgio,

    Se existe de fato o tal trabalho que você se refere, ele é muito mal divulgado. E desculpe-me a franqueza, acho que ele ainda é muito tímido e deveria ter abrangência nacional, não apenas restrito ao Rio de Janeiro.

    Abraços

  4. 51 Sergio Danilas 25/11/2014 22:48

    Desculpe-me Marcelo Laguna, mas o senhor está mal informado. O Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos Rio 2016 tem na Diretoria de Educação um grupo de profissionais altamente qualificados que executa justamente esse trabalho que o senhor diz que não é feito. Não que com isso o excelente trabalho da Katia Rubio não tenha valor, ao contrário, ele é tão bom quanto o da Dôra Castanheira que é uma das especialistas do Comitê Rio 2016. Aliás as duas se conhecem e se reconhecem como incentivadoras dos mesmos ideais olímpicos. Peço que se informe e reconheça o valor de todos os que trabalham com afinco por essa causa.

  1. ver todos os comentários

Os comentários do texto estão encerrados.