Publicidade

sexta-feira, 7 de março de 2014 Ídolos, Imprensa, Jogos Sul-Americanos | 18:45

Thiago Pereira critica ausência das tevês do Brasil nos Jogos Sul-Americanos. Este é o país olímpico mesmo?

Compartilhe: Twitter
Thiago Pereira criticou a ausência das tevês brasileiras nos Jogos Sul-Americanos

Thiago Pereira criticou a ausência das tevês brasileiras nos Jogos Sul-Americanos

Atualizado

O nadador brasileiro Thiago Pereira acertou em cheio naqueles pachecos que gostam de bater no peito e dizer que o Brasil está no caminho para se tornar um país olímpico, apenas por causa de algumas medalhas ou títulos esporádicos. O país pode até virar uma potência olímpica, mas isso ainda vai demorar alguns bons anos para acontecer. A começar, pela própria postura da maioria absoluta dos meios de comunicação brasileiros, que ainda vivem na era da monocultura esportiva (leia-se, futebol) e só se lembram dos esportes olímpicos a cada dois anos (leia-se Pan-Americanos e Olimpíadas).

Em seu site oficial, Thiago criticou o fato de nenhum canal de tevê ter mostrado interesse em transmitir os Jogos Sul-Americanos, que começaram nesta sexta-feira, em Santiago (CHI). Em especial, o nadador – vice-presidente da Comissão de Atletas do FINA (Federação Internacional de Natação) e integrante da Comissão de Atletas do COB (Comitê Olímpico Brasileiro) – reclamou do fato da TV Record, que detém os direitos de transmissão do evento, não ter colocado os Jogos em sua grade de programação.

Veja mais sobre os Jogos Sul-Americanos

>>> Jogos Sul-Americanos valem muito para 12 esportes
>>> COB usará os Jogos Sul-Americanos para fazer experiências

Leia abaixo o texto de Thiago Pereira:

“Está cada vez mais difícil ser um atleta olímpico no Brasil. Sem visibilidade não temos retorno dos patrocinadores, algo que é inadmissível faltando dois anos e meio para uma Olimpíada em nossa casa. Nós precisamos ficar em evidência e o Sul-Americano é muito importante. Concordo que somos o País do futebol, é uma questão cultural, mas há espaço. Vejo tudo isso como uma falta de respeito aos atletas brasileiros”.

 “A Record diz que é a emissora do esporte olímpico brasileiro. Gostaria de saber o real motivo de não transmitirem as nossas provas, não só da natação, mas de todas as modalidades”.

Thiago Pereira, que foi medalha de prata nas Olimpíadas de Londres 2012, nos 400 m medley, além de dois bronzes no Mundial de Barcelona (200 e 400 m medley) cairá na piscina em Santiago neste sábado, na prova dos 100 m costa.

Procurada pelo blog a respeito do texto divulgado no site de Thiago Pereira, a TV Record, através de sua assessoria, disse que não iria se manifestar sobre o assunto.

Autor: Tags: , , , , , ,

11 comentários | Comentar

  1. 61 Júlio César Cardoso 15/03/2014 1:36

    Ora Thiago,

    Os principais esportes olímpicos passam quatro anos com as suas principais competições nacionais sendo cobertas pela Globo. Os cara fazem a maior marra para ajudar a emissora que transmite o esporte olímpico; COI e ODEPA vende os direitos de exclusividade de transmissão para Record e, logo depois, no evento mais importante fura o contrato e dá a concorrente a chance de transmitir os jogos do Rio. Fico pensando no pessoal da Recordo como ficaram nessa situação. Pô se o COI ou COB que promover o esporte olímpico tem que ter palavra: dá o seu filé mignon a uma empresa que só transmite futebol.

  2. 60 José Albuquerque 09/03/2014 22:23

    Porque os esportes olímpicos não tem espaço na mídia televisiva brasileira? Como podemos ter bons atletas, se eles não tem espaço na mídia para que possam dar retorno aos seus patrocinadores? Como conseguiremos que mais crianças se interessem pelos esportes olímpicos, se elas só tem oportunidade de assistir ao futebol, em praticamente todos os canais? Chegamos ao absurdo de ter os três canais do SPORTV transmitindo futebol simultaneamente!! Chega de espaço e dinheiro somente para o futebol!

  3. 59 Flavio Moreira 08/03/2014 20:53

    Assista ao vivo pela TV Chilena http://bit.ly/odesur2014

  4. 58 Claudio Aranis 08/03/2014 14:20

    Se fosse num pais comunista como cuba com certeza estaríam transmitindo.

  5. Marcelo Laguna 08/03/2014 16:04

    O que você estava dizendo mesmo a respeito de falta de democracia nos comentários, caro Euris?

  6. 57 Euris Morato Economista 08/03/2014 13:58

    Vergonha, ante democrática, não publicar o comentário quando se afirma que a imprensa brasileira só se preocupa prioritariamente com o futebol e por isso, dificilmente, chegaremos a ser uma potência olímpica!

  7. 56 Euris Morato Economista 08/03/2014 13:52

    Concordamos com Thiago Pereira, é danosa a ausência da Imprensa brasileira nos Jogos Sul Americanos. Ao mesmo tempo, verificamos que a apenas dois anos dos jogos olímpicos no Brasil, não se fala na imprensa brasileira e nem mesmo apoiam, por exemplo: o atletismo e inúmeras outras modalidades olímpicas. Bastariam incentivar ou criar Programas para a seleção de centenas ou mesmo milhares de jovens nas grandes favelas brasileiras e prepará-los para diversas modalidades ganhadoras de medalhas individuais. Tais medidas poderiam tirar inúmeros jovens da marginalidade e das drogas, além de aumentar as chances de ganharmos algumas preciosas medalhas. Mas o que se vê é o domínio único, avassalador, autoritário, do futebol em nossas emissoras, nos jornais e em outros meios de comunicação. Provavelmente é o interesse econômico a predominar, contrapondo o beneficio social e do Brasil. Dessa forma nunca chegaremos a ser uma potência olímpica!

  8. Marcelo Laguna 08/03/2014 16:17

    Querido Menon
    Você tem uma dose de razão, mas será que numa competição na qual temos um campeão olímpico (Arthur Zanetti), campeões mundiais (Fabiana Murer, Evewrton Lopes, Fabiana Beltrame, Isaquias Queiroz, Natália Falavigna) e medalhistas olímpicos (Yane Marques e o proprio Thiago Pereira) não mereceria um poucio mais de atenção? Tudo bem que é uma competição de terceiro escalão, mas tem gente boa competindo. Pelas mkinhas cointas, temos uns dez canais só de TV fechada dedicados à cobertura esportiva. Será que nenhum poderia se dar ao luxo de transmitir? E por que a Record compra os direitos e não transmite?

    Abração e continua me dando a honra de seus comentários

  9. 55 Luis augusto simon 08/03/2014 10:13

    Laguna, a indignação é correta, mas muitos atletas também “boicotaram” os jogos. Se o Cielo fosse, a tv teria mais motivos para transmitir. O basquete não foi. A TV não transmitiria uma final entre Brasil x Argentina?

  10. 54 Cintia 08/03/2014 8:32

    Thiago Pereira… Se é difícil para vocês que são esporte Olímpico imagine a Patinação Artística que está muito longe se se tornar ( esporte olímpico ) . Temos um representante que nada mais é que o CAMPEÃO DO MUNDO 2013″ Gustavo Casado que compete hoje levando o nome do seu pais!!!

  11. 53 maria jose 08/03/2014 7:55

    CALA A BOCA RONALDO E PELÉ ..O BRASIL VAI PERDER ARGENTINA VAI SER CAMPEÃ….CALA A BOCA TIAGOP…

  12. Marcelo Laguna 08/03/2014 16:07

    Caro Giovani,

    o portal iG possui um parceiro na cobertira de esportes olímpicos, o portal Ahe! (http://www.ahebrasil.com.br/) que fará a devida cobertura do evento. Mas o fato do coluniosta abrir espaço em diversos posts para o evento que deveria servir para você reavaliar seus posicionamentos.

    Obrigado pela audiência

  13. 52 Giovani 08/03/2014 7:30

    Não eh apenas a TV que está ignorando o evento. Nenhuma mídia do Brasil está acompanhando (incluindo o IG onde esta coluna foi publicada). Para acompanhar os resultados ou os eventos online apenas acessando a página oficial dos jogos.

    Acho que o autor da coluna poderia começar solicitando ao seu empregador, o site IG, que esse alguma atenção aos jogos.

  14. 51 João Manoel 07/03/2014 22:07

    Não é a primeira vez que este projeto de TV (a Record) faz isso. Compra os direitos para que outras emissoras fiquem de fora e não possam transmitir, e engaveta. As Olimpíadas de Inverno na Rússia foi a última façanha desta emissora. Quem não pode ter tv por assinatura, viu poucos eventos de Sochi. A Globo também não fica para trás, pois também já usou este método. É preciso que haja uma forma de punir estas empresas com pesadas multas, por lesão ao consumidor, como propaganda enganosa, ao anunciar uma tremenda cobertura que não acontece.

  1. ver todos os comentários

Os comentários do texto estão encerrados.