Publicidade

domingo, 22 de dezembro de 2013 Mundiais, Seleção brasileira | 17:55

O dia em que o handebol deixou de ser ‘pé de página’ no Brasil

Compartilhe: Twitter
Jogadoras do Brasil comemoram o momento em que a capitã Dara recebe a taça de campeão do mundo

Jogadoras do Brasil comemoram o momento em que a capitã Dara recebe a taça de campeão do mundo

Atualizado

22 de dezembro de 2013

Guarde bem esta data, pois foi neste dia que o handebol do Brasil deixou a condição de “primo pobre”, “recreação escolar” ou mesmo nota de pé de página, como se costuma falar no jargão jornalístico nas redações. Ao conquistar de maneira emocionante o Campeonato Mundial feminino, ao derrotar na decisão a Sérvia por 22 a 20, que jogava em casa e embalada por 20 mil torcedores, a seleção brasileira, literalmente, entrou para a história.

E não foi uma conquista ao acaso. O Brasil terminou o Mundial invicto, com nove vitórias ao longo da competição. Nesta caminhada vitoriosa, precisou superar um jogo emocionante contra a Hungria, nas quartas de final, com direito a duas prorrogações, e bateu a Dinamarca na semifinal, país com muito mais tradição neste esporte e que já foi tricampeão olímpico. Sem falar que derrotou duas vezes as sérvias, donas da casa.

Também não se pode falar que o handebol é um esporte sem apoio no Brasil. A maioria absoluta da seleção feminina atua no handebol europeu, em particular no clube Hypo, da Áustria, em parceria com a CBHb (Confederação Brasileira de Handebol), que banca parte dos salários das atletas. Há também diversos convênios firmados com o Ministério do Esporte, visando a preparação para as Olimpíadas do Rio, em 2016. Apenas para as preparações de Londres 2012 e Rio 2016, a seleção feminina teve R$ 5,4 milhões, além dos patrocínios do Banco do Brasil e Correios. Tudo somado, chega-se a R$ 9, 4 milhões.

Como não se faz campeão sem ídolos, neste Mundial o Brasil teve a melhor jogadora do torneio (a armadora Duda Amorim) e a segunda artilheira da competição, Alexandra Nascimento, com 54 gols, sem contar que a goleira Babi fez parte da seleção do Mundial, embora a reserva Mayssa Pessoa também tivesse uma atuação brilhante.

Um time que teve até uma jogadora que precisou superar a incerteza se voltaria a jogar, como foi o caso de Dani Piedade, que sofreu um AVC no ano passado mas que conseguiu se recuperar e ser um dos destaques do time.

Tudo isso sob o comando com competência por um dinamarquês “com alma de baiano”, como o próprio técnico Morten Soubak se define, ele que é casado com uma brasileira e que dirige a seleção desde 2009.

Uma medalha que veio com dois anos de atraso, depois de ficar em quinto lugar no Mundial de São Paulo, e ainda ficar no “quase” em Londres 2012, quando a seleção foi eliminada nas quartas de final das Olimpíadas pela Noruega, que seria medalha de ouro.

Depois deste 22/12/2013, o handebol no Brasil nunca mais será pé de página. Pode apostar.

 

Autor: Tags: , , , , , , ,

13 comentários | Comentar

  1. 63 PEDRO FROIS 12/01/2014 20:49

    Parabéns meninas do handebol, vocês superaram até a omissão dos meios de comunicação brasileiros. Sou professor de escola publica aqui em minas e luto muito para difundir este esporte no meio escolar.No momento são são vocês, pode vibrar.

  2. 62 Diego 23/12/2013 22:25

    Ano passado a globo transmitiu mais de uma hora o time do corintians chegando de ônibus… É lamentável…
    Esse é o país que se tornar potência olímpica?

  3. 61 Andrea 23/12/2013 17:51

    Você não só pode, como também deve dizer que o Handebol não tem incentivo no Brasil, foi preciso que algumas atletas que se destacaram em alguma competição e tiveram alguém de fora que notaram o talento e as levasse para fora do país. Hoje estou muito orgulhosa, mesmo percebendo que nossos canais de comunicação preferem transmitir novelas que só mostram exemplos de como destruir os costumes e honra das famílias…

  4. 60 Elizangela 23/12/2013 14:23

    Concordo que os meios de comunicação nunca deram nenhum apoio expressivo ao handebol mas, justiça seja feita, assisti a todos os jogos do Brasil pelo Esporte Interativo, que aliás, foram extremamente carinhosos com nossas meninas de ouro, tendo André Henning como narrador, nossa querida Zezé de comentarista e a pequena grande Monique Danello acompanhando o dia-a-dia da seleção, além de ajudar na transmissão. Adorei o trabalho deles e me emocionei demais junto com eles e estas guerreiras do hand que é o esporte do meu coração. E PARABÉNS A TODA EQUIPE, ATLETAS E COMISSÃO TÉCNICA!!

  5. 59 Carlos Eduardo Ramos de Oliveira Brunelli 23/12/2013 13:20

    Uma correção obrigatória: a TV Esporte Interativo transmitiu TODOS os jogos do Brasil no Campeonato Mundial Feminino de Handebol/ 2013, inclusive a final. É canal por assinatura, mas em algumas praças passa na TV aberta.

  6. 58 Anibal 23/12/2013 12:28

    Essas meninas merecem toda a honra do mundo. O handebol é o jogo de equipe mais chato que já vi. Em minha época de colégio, o professor de educação física cismava de ensinar handebol para nossa turma. Ninguém gostava disso. Essas meninas conseguiram gostar e ainda ser campeãs do mundo ! São heroínas !

  7. 57 Josepellin 23/12/2013 12:22

    Agora a “Grobo” vai comprar os direitos, colocar na geladeira e acabar com o esporte. Exatamente como vem fazendo com o nosso campeoníssimo vôlei…

  8. 56 Divaldo Bohuta Jr 23/12/2013 10:39

    Engraçado agora vejo meios de comunicação, sites, tv’s , rádios, jornais, etc , enaltecerem esta grandiosa vitória do Brasil final mundial, ontem mesmo procurei aqui no IG entre outros sites para saber horário jogo e quem iria transmitir, não achei NADA, com muita insistência me informaram que uma TV da Servia estava transmitindo e me passaram foi assim que consegui ASSISTIR, nenhuma TV aberta ou fechada do Brasil deu atenção a esta grandiosa FINAL e agora vem com esta hipocrisia sem limites, alias vou retificar o único meio de comunicação foi o SITE TERRA que transmitiu simultaneamente os melhores momentos do jogo. PARABÉNS AO HANDEBOL FEMININO BRASIL por este grande feito e NOTA ZERO para maioria dos meios de comunicação que não deram a minima para esta grande final.

  9. 55 antonio 23/12/2013 10:10

    Gostaria de saber quem é o presidente da Federação Brasileira de Handebol que vem fazendo o otimo trabalho nesse esporte tão pouco valorizado no nosso brasil.

  10. 54 Eduardo Alvinho 23/12/2013 9:11

    Enquanto isso, a velha mídia golpista só fala no Neymar, que nunca nos deu um ouro.

  11. 53 Yacy 22/12/2013 23:02

    Nenhuma emissora nem mídia deram bolas para as meninas, agora todos estão dando a noticia, parabéns meninas…dá uma banana para eles agora

  12. 52 Paulo 22/12/2013 22:04

    Na verdade, o canal Esporte Interativo transmitiu a vivo, mas é tv por assinatura. Depois que a Globo deixou de transmitir o mundial interclubes por não ter nenhum time brasileiro na final, além de não mostrar o jogo do Atlético Mineiro pelo terceiro lugar, não digo mais nada. O grande torneio intercontinental de futebol de areia que não interessa a ninguém teve mais valor para eles.

  13. 51 Esdras 22/12/2013 19:17

    Parabens Brasil!!! Essa vitória nos enche de orgulho, a grande maioria dos brasileiros não pode imaginar o sacrifício que essas meninas superaram para chegar onde chegaram. Pena que nenhuma tv mostrou a final, isso demonstra em que nível estamos, para nossas emissoras de tv jogos de futebol de Santa Rita do Ibitipoca x Santana do Garambéu são mais importantes. Parabens atletas do handebol feminino, um dia o carro do corpo de bombeiros estará esperando por vocês.

  1. ver todos os comentários

Os comentários do texto estão encerrados.