Publicidade

domingo, 31 de março de 2013 Ídolos, Isso é Brasil, Seleção brasileira | 12:28

A pior derrota de Hortência

Compartilhe: Twitter

Hortência não ocupa mais a direção do basquete feminino na CBB

Poucas pessoas na história do basquete mundial tiveram uma carreira tão vitoriosa quanto Hortência Marcari. Maior cestinha do Brasil, campeã mundial em 1994, vice-campeã olímpica em Atlanta 1996, campeã pan-americana em Havana 1991, campeã mundial de clubes, integrante do Hall da Fama do basquete em Springfield. Um currículo brilhante. Mas todos estes feitos dentro de uma quadra de basquete não se repetiram quando Hortência passou a atuar como dirigente.

Sua gestão como diretora de basquete feminino na CBB (Confederação Brasileira de basquete), nos primeiros quatro anos do mandato de Carlos Nunes, foi uma sucessão de equívocos. E com uma característica marcante: a frequente troca de treinadores. Paulo Bassul, Carlos Colinas, Ênio Vecchi e Luiz Cláudio Tarallo foram os técnicos da era Hortência na CBB.

E pelo menos dois deles (Bassul e Vecchi) caíram por causa da aposta da dirigente numa jogadora:  Iziane Marques, a ala de algum talento e gênio intempestivo, que um dia recusou-se a entrar em quadra pela seleção por ter ficado no banco (pré-olímpico de Madri, em 2008), sob o comando de Bassul. O irônico é que faltando menos de uma semana para o início das Olimpíadas de Londres 2012, quando a seleção feminina fazia série de amistosos na França, Hortência foi obrigada a cortar Iziane, sua principal jogadora, por indisciplina. Ela levou um namorado para o quarto do hotel onde a equipe estava concentrada.

A notícia que saiu na última semana, dando conta que Hortência foi “rebaixada” na entidade, passando a ocupar agora uma protocolar “diretoria de assuntos institucionais” (Vanderley Mazzuchini acumulará a direção do masculino e feminino), significa sua maior derrota no basquete. E não estranharei se nas próximas semanas, Hortência anunciar sua saída da entidade.

Seria mais justo e digno com a história daquela que já foi chamada de “Rainha do basquete”, se a CBB, ao invés do “rebaixamento”, demitisse Hortência. Sem dramas ou mágoas. Vida que segue.

Autor: Tags: , , , , , , , , , ,

13 comentários | Comentar

  1. 63 Julio Rocha 01/04/2013 12:09

    Na minha opinião, foi um conjunto de fatores que deterioraram o basquete feminino do Brasil. A começar por essa insistência em jogadoras que não ganham nada e se acham o último biscoito do pacote, o mais reacheado. Poxa, já é burrice da Hortência em achar que a Indisciplinada, sem educação, sem limites, egocêntrica, destemperada “IZIANE” ser sua melhor atleta.
    Falta de projetos que busquem novos talentos na escola básica, coisa que todos os países que foram sedes olímpicas, o fizeram de tal forma, que o resultado veio no quadro de medalhas. Os colégios púlbicos estão cheio de gente alta com potencial incrível, mas abandonada por causa da ganância política. Gente ociosa, quem não têm quadras, bolas, PROFESSORES DE EDUCAçÃO FÍSICA CAPACITADOS, para observarem talentos e que dispunham de acesso a todas a confederações, podendo assim encaminhar essa possível pedra bruta. Agora ficar esperando por IZIANE, ADRIANINHA…… AFFF OBS.: Que saudades do tempo em acordávamos na madrugada para ver nosso time de basquete feminino, as vezes perdendo, as vezes ganhando, mas sempre jogando um basquete que dava gosto… Uma pena mesmo.

  2. 62 Rafael 01/04/2013 10:59

    Mas o que o Corinthians tem a ver com isso? Se os senhores nao sabem, a caixa eh uma empresa de capital misto, o senhor que reclamou aí e que escreve desce com cedilha, deveria se informar melhor, crime meu filho eh tirar dinheiro do meu bolso e ficar comprando voto com bolsa qualquer coisa.

  3. 61 ivan veloso 01/04/2013 10:07

    Vocês s lembram da batida de carro em São Paulo aonde ela sacou o lema dos arrogantes “Você sabe com quem está falando?”. E o casamento de fachada?. Pois é. Qual é a surpresa?

  4. 60 elaine cristina 01/04/2013 7:41

    Iziane foi um pessimo exemplo pro basquete.

  5. 59 ADILSON LEITE 01/04/2013 6:59

    Existem pessoas que tem talento dentro de quadras e campos, outros somente fora delas. Exemplo são muitos . VC era péssimo na b
    ora é um craque nos textos e escrita Boa Marcelão.

  6. 58 Francisco 01/04/2013 5:59

    Dizem por ai que quem sabe faz, quem não sabe, manda.

    O problema parece ser que Hortência sabe basquete, logo, é possível que não saiba mandar …

    As habilidades requeridas de uma gestora são algo distintas das de um jogador.

    Quantos atletas brasileiros (e do mundo) se preparam para ser dirigentes?

    “Somente só” isso.

  7. 57 José Lira 31/03/2013 21:52

    Sport 54 x 44 Americana. Próxima partida será na cidade do Recife.

  8. 56 FABIO LUÍS GIORDANI 31/03/2013 21:47

    O Michael Jordan como dirigente também é uma porcaria.

  9. 55 VALDERLANIA MOTA 31/03/2013 21:25

    Acredito que ela mesma não tenha culpa, o problema é que não há jogadorascomo HORTENCIA! PAULA! JANETE! MARTA! o nível está muito baixo, e nada pode ser feito a época de ouro foi outra, não existe renovação, e vcs acusam logo a RAINHA, não sejam tão injustos,entendo a situação, pois sou professora de EDUCAÇÃO FÍSICA e já fui atleta.

  10. 54 Ainnem Agon 31/03/2013 18:59

    Acho que não foi a “pior derrota” de Hortência, simplesmente o que houve foi exatamente o que ela buscou: trabalhou apenas para si mesma. Fez parcerias duvidosas, não prestou contas financeiras como deveria junto à e da entidade CBB, apostou em jogadoras com ligações empresariais a ela… Ou seja, só foi mais uma brasileirinha (como todos outros) se aproveitando do poder público para benefício próprio.

  11. 53 TEREZINHA 31/03/2013 18:55

    POR CONTA DISSO O BRASIL ESTÁ CAMINHANDO PARA TRAZ EM TODOS OS SETORES,O GRANDE EXEMPLO FOI DE UM PASTOR OCUPAR UMA PASTA DO MINISTERIO DA PESCA PRESENTE DADO PELA GOVERNA. O PIOR DE TUDO FOI O QUE A FOLHA DE SÃO PAULO MOSTROU ESSA SEMANA, O CONTRATO DA CAIXA FEDERAL,UMA EMPRESA PUBLICA , VAI PAGAR AO SPORT CLUBE CORINTHIANS A BACATELA DE 31000 MILHÕES DE REAIS AO PATROCINAR O CLUBE. SÃO 13 PARÇELAS DE 2500 ( MILHOES E QUINHENTOS MIL REAIS). ENQUANTO ISSO O BRASIL CONTINUA SEM HOSPITAIS,SEM CRECHE , SEM MORADIAS DECENTES PARA A POPULAÇÃO QUE ESTÃO MORRENDO NA LAMA QUE DESÇE DOS MORROS. ISSO É O DISPERDICIO ,A FARRA DO BOI COM O DINHEIRO PUBLICO.

  12. 52 O Bigorna 31/03/2013 18:14

    È incompetencia mesmo, só isso.

  13. Marcelo Laguna 31/03/2013 14:45

    Caro Antonio

    Não é proibido falar da final da liga nacional feminina, de forma alguma. Você pode conferir todas as novidades no portal do nosso parceiro de esportes olímpicos, o Ahe! Acesse: http://www.ahebrasil.com.br/

    Obrigado e um abs

  14. 51 Antonio Hilário 31/03/2013 13:19

    Meu caro colunista! Fale alguma coisa da final do brasileiro de basquete feminino. Tá proibido é? Não vejo nada no IG sobre a final.

  1. ver todos os comentários

Os comentários do texto estão encerrados.