Publicidade

sexta-feira, 23 de novembro de 2012 Histórias do esporte, Ídolos | 12:36

O professor Nelson vai fazer falta

Compartilhe: Twitter

Nelson Prudêncio em ação numa clínica de atletismo, realizada no Sesc Pompéia, em fevereiro deste ano

A esta altura, todo mundo já recebeu a triste notícia desta sexta-feira, sobre a morte do medalhista olímpico Nelson Prudêncio, que morreu aos 68 anos, em São Carlos, vítima de um câncer fulminante, descoberto há cerca de um mês. Da mesma forma, já foi relembrada – pena que isso só ocorre em ocasiões como esta -, com muita justiça, as duas medalhas conquistadas por Prudêncio no salto triplo em Jogos Olímpicos, a de prata na edição de 1968, na Cidade do México, e em 1972, em Munique.

Com a morte de Nelson Prudêncio, o Brasil perde definitivamente seus representantes da chamada “geração de ouro” do triplo, que foi formada por Adhemar Ferreira da Silva (morto em 2001) e João Carlos de Oliveira, o João do Pulo (que foi o primeiro a morrer, em 1999). Todos os três medalhistas olímpicos (no caso de Adhemar, bicampeão olímpico) e recordistas mundiais, em algum determinado momento de suas carreiras.

Por tudo isso, prefiro falar aqui do outro lado de Nelson Prudêncio, o do homem que se dedicou, após o encerramento de sua carreira, a ensinar e transmitir seus conhecimentos como professor doutor da Universidade Federal de São Carlos, cidade onde vivia.

De forma tranquila e didática, sem ser pedante, o “professor” Nelson falava de atletismo com naturalidade, explicando calmamente ao seu interlocutor sua visão do esporte brasileiro e como ajudar na massificação, na busca de novos talentos.

Fui testemunha de um exemplo deste trabalho educativo de Prudêncio este ano, numa clínica de atletismo promovida pelo Sesc Pompéia, em fevereiro. Era um atividade voltada para crianças, portanto sem nenhuma pretensão de tirar de lá um atleta olímpico. Mas foi incrível ver a paciência com a qual ele tentava ensinar aos pequenos a forma correta de correr, saltar ou mesmo fazer um simples alongamento.

Minha filha pediu para se juntar à turma. Depois, quis tirar uma foto com aquele senhor, que ela não sabia quem era. Foi então que eu lhe respondi: “Você conheceu um dos poucos heróis olímpicos brasileiros”.

Sim, o professor Nelson irá fazer muita falta.

Autor: Tags: , , , , , , ,

8 comentários | Comentar

  1. 58 Marcos Mello 23/11/2012 16:00

    Pratiquei um pouco que pude de atletismo na epoca em que João Carlos de Oliveira batia o recorde mundial do salto triplo dali em diante prestei mais atenção em que foi os nossos atletas olimpicos na modalidade e vi as historias de Adhemar Ferreira, Nelson Prudencio e no caso do João do Pulo viraram meus idolos pela dedicação que tinham pelo esporte, infelizmente perdi o João, depois o Adhemar e agora o Nelson Prudencio um pena perdi os meus idolos fisicamente mas tenho no coração a dedicação e o amor ao esporte.

  2. 57 Nicolau 23/11/2012 15:46

    Nelson Prudêncio foi um dos atletas mais educado e elegante que conheci

  3. 56 Julio Gomes 23/11/2012 15:43

    Nelson Prudêncio. Um esportista do atletismo, medalhista olímpico em duas olimpíadas consecutivas e, depois, Professor Doutor em uma Universidade Federal, com uma vida dedicada ao Esporte e à juventude. Uma história linda, mas que quase ninguém conhece ou valoriza. É por isso que nosso Brasil está no descaminho em que se encontra, pois dá atenção demais para o que não presta e desprestigia o que tem valor verdadeiro.

  4. Marcelo Laguna 23/11/2012 18:57

    Obrigado, Julio

  5. 55 Julio Gomes 23/11/2012 15:36

    Artigo bem escrito. Parabéns, Marcelo Laguna.

  6. 54 Dirigentes e políticos lamentam a morte de Nelson Prudêncio | CrystalTube 23/11/2012 15:06

    […] Espírito Olímpico: O professor Nelson irá fazer falta […]

  7. 53 Wilson David dos Santos 23/11/2012 13:45

    É com muita tristeza que recebemos esta notícia, o Nelson Prudêncio foi um dos maiores atletas do Brasil nas pistas e na vida, depois de sua trajetória atlética vitoriosa dedicou sua vida a transformar a realidade crítica de muitos jovens para uma esperança de sociabilização através de seu trabalho realizado através de palestras e nas pistas de atletismo. Que sua passagem por esta vida sirva de exemplo para que outros atletas tenham atitudes parecidas.
    Estamos tristes, mas com certeza o céu ficou mais alegre, agora Nelson Prudêncio está ao lado de Adhemar Ferreira da Silva e João Carlos de Oliveira (João do Pulo) relembrando suas histórias e saltando entre as nuvens.
    Wilson David dos Santos – Atleta Olímpico de Atletismo em Los Angeles – 1984

  8. 52 edy clodio petry jardim 23/11/2012 13:38

    Não perdemos Nelson Prudêncio,na verdade ganhamos,a vida não é eterna e todos nós
    passaremos,ele deixou uma marca brilhante como uma estrela que tão cêdo não se apa
    gará de nosso céu e de nossa mente.Por isso não perdemos Nelson Prudêncio,repito
    na verdade ganhamos.Como atleta como brasileiro,limpo propo,honesto.Viva entre nós
    por sua dedicação ao esporte e ao nome do Brasil.

  9. Marcelo Laguna 23/11/2012 17:31

    Obrigado, Sidnei

  10. 51 SIDNEI COLEONI 23/11/2012 13:36

    PARABÉNS CARO MARCELO LAGUNA PELA BELA HOMENAGEM AO NELSON, AO JOÃO DO PULO E AO ETERNO ADHEMAR FERREIRA DA SILVA, AINDA BEM QUE, TEMOS PROFISSIONAIS DO SEU NÍVEL QUE LEMBRA DOS NOSSOS HERÓIS OLÍMPICOS.

    PROFESSOR DOUTOR NELSON PRUDÊNCIO FOI EXEMPLO DE ATLETA E DE MESTRE NO ENSINO DO ATLETISMO.

    ATENCIOSAMENTE.

    SIDNEI

  1. ver todos os comentários

Os comentários do texto estão encerrados.