Publicidade

terça-feira, 25 de setembro de 2012 Histórias do esporte, Olimpíadas, Seleção brasileira | 23:29

Atletismo das Américas resgata parte de sua história

Compartilhe: Twitter

O livro "Jogos Olímpicos Latino-Americanos", do argentino César Torres, resgata uma etapa esquecida no atletismo das Américas

Talvez a maioria das pessoas não saiba, mas há 90 anos, foi disputada no Rio de Janeiro, como parte da comemoração do Centenário da Independência do Brasil, em 1922, uma edição poliesportiva chamada “Jogos Olímpicos Latino-Americanos”. E embora tivesse sido uma competição de vida única, foi envolvida em torno de uma controvérsia: todos os resultados do torneio de atletismo foram anulados, por causa de um desentendimento entre as delegações.

Pois coube a um historiador argentino resgatar uma parte da história do atletismo das Américas. A história toda é contada no livro “Jogos Olímpicos Latino-Americanos”, de autoria de César Torres e que foi publicado pela CBAt (Confederação Brasileira de Atletismo). O lançamento aconteceu na última segunda-feira (24).

O trabalho do historiador argentino demorou sete anos para ser concluído. A edição desta Olimpíada Latino-Americana contou com a participação de atletas do Argentina, Uruguai, Chile, México, além do Paraguai, que participou apenas do torneio de futebol. A maior parte das competições no Estádio das Laranjeiras, que pertence aso Fluminense e foi ampliado para receber a competição e também o Campeonato Sul-Americano de futebol, que ocorreu no mesmo ano.

Por conta de um desentendimento, a delegação do Chile exigiu que todos os resultados do torneio de atletismo fossem anulados. E não foi um torneio de nível fraco, é bom destacar. No evento de 1922, estava o chileno Manuel Plaza, ganhador de cinco medalhas de ouro, e que em 1928 conquistaria a prata na maratona olímpica em Amsterdã. Do Brasil, o grande destaque foi Willy Seewald, campeão do lançamento do dardo e que, em 1924, faria parte da primeira equipe olímpica do atletismo nacional, em Paris.

Antes do Campeonato Sul-Americano Sub 23, realizado no último final de semana, em São Paulo, os dirigentes da Consudatle (Confederação Sul-Americana de Atletismo) decidiram revalidar os resultados do evento de 22, dando uma importância ainda maior para o belo trabalho de César Torres, que mora há 16 anos nos EUA e leciona na Universidade do Estado de Nova York.

Autor: Tags: , , ,

Nenhum comentário, seja o primeiro.

Os comentários do texto estão encerrados.