Publicidade

domingo, 2 de setembro de 2012 Isso é Brasil, Olimpíadas, Paraolimpíadas, Seleção brasileira | 15:41

Brasil, potência paralímpica

Compartilhe: Twitter

Daniel Dias ganha sua segunda medalha de ouro nas Paralimpíadas de Londres, nos 200 m livre

Atualizado em 3/09

As Paralimpíadas de Londres 2012 chegaram neste domingo a seu quarto dia de competições. Ou seja, ainda mal completou-se uma semana de disputas esportivas e, ao menos até agora, o Brasil vai cumprindo com competência o objetivo traçado antes da abertura dos Jogos: ficar no top 10 do quadro geral de medalhas.

Enquanto este post é escrito, os brasileiros já conquistaram nada menos do que 13 medalhas, sete delas de ouro, quatro a mais do que o país obteve nos Jogos Olímpicos, encerrados no dia 12 de agosto.

Nos últimos dias, torcedores que nunca acompanharam ou que têm pouco conhecimento do universo esportivo paralímpico se emocionaram com cenas de superação e conquista de heróis nacionais desconhecidos, como Daniel Dias e André Brasil, na natação, Antônio Tenório ou Lúcia Teixeira, no judô, Terezinha Guilhermina e Alan Fonteles Cardoso, no atletismo, só para citar alguns deles.

Tudo isso faz com que uma conclusão pareça óbvia: o Brasil é uma potência nos esportes para deficientes físicos. Mas o que levaria a esta situação?

É claro que eu não teria a pretensão aqui de tentar cravar uma resposta definitiva a esta questão, mas um dado do Censo de 2010, divulgado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) traz pistas que confirmam a tese. Segundo a pesquisa, o percentual de pessoas com deficiência física na população brasileira atualmente é de 24%, o que equivaleria a 45,6 milhões de pessoas.

Ou seja, o Brasil tem mais do que um Canadá em pessoas deficientes (a população canadense no último levamento, de 2010, é de pouco mais de 34 milhões de pessoas).

Em um país como o nosso, que a despeito de todos os benefícios alcançados pelo crescimento econômico nos últimos anos, ainda peca pela falta de oportunidades no mercado de trabalho para quem tem algum tipo de comprometimento físico, parece ser meio evidente que uma das saídas para as pessoas deficientes realizem sua inclusão social seja através do esporte.

Uma lição que todos os especialistas em esporte de alto rendimento sempre repetem é que da quantidade que se extraí a qualidade. Se em algumas modalidades para atletas sem deficiência falta “mão de obra”, nos esportes paralímpicos o potencial para o descobrimento de novos talentos no Brasil é enorme.  Não é à toa que a China, com sua população de mais de 1,3 bilhão de habitantes, já ganhou 71 medalhas em Londres 2012 até agora.

Se existe algo que o COB (Comitê Olímpico Brasileiro) e o Ministério do Esporte precisam aprender com o CPB (Comitê Paralímpico Brasileiro) é como aproveitar o enorme potencial esportivo que o Brasil possuí. E para isso, não basta ficar somente no discurso vazio e cheio de palavras bonitas…

Atualização: como alguns leitores questionaram os números apresentados pelo censo do IBGE, publiquei outro post com novos números, que são levados em conta pelo próprio CPB e que você poderá conferir aqui.

Autor: Tags: , , , , , , , , , ,

33 comentários | Comentar

  1. -17 GABRIEL FELIPE 02/09/2012 16:17

    NOSSOS ATLETAS PARALIMPICOS ESTÃO NOS PROPORCIONANDO EMOÇÕES FORTÍSSIMAS COM SUAS CONQUISTAS.
    QUANDO ASSISTO ÀS OLIMPÍADAS DIGAMOS NORMAIS, FICO PENSANDO O QUANTO OS ATLETAS SÃO PREVILEGIADOS COM SEUS FÍSICOS, ALIMENTAÇÃO, SUPLEMENTOS E ALGUNS USANDO SUBSTÂNCIAS PROIBIDAS.
    OS PARALIMPICOS AO CONTRÁRIO SUPERAM TODAS AS ADVERSIDADES QUE A VIDA LHES RESERVOU MOVIDOS ÚNICAMENTE PELO AMOR E PRAZER DA SUPERAÇÃO.
    QUANTO MAIS ASSITO OLIMPIADAS MAIS ME APAIXONO PELAS PARALIMPIADAS.

    PARABÉNS ATLETAS BRASILEIROS PARALIMPICOS.

    ORGULHO DE SER BRASILEIRO.

    GABRIEL FELIPE

  2. -18 Aniello Coradi 02/09/2012 16:26

    É fácil a resposta o deficiente é mais esforçado, focado, objetivo e de quebra já um vencedor antes de ser atleta pois é mais eficiente que muito pessoa normal…pois realiza eventos físicos com maestria e competencia.

  3. -19 Fernanda 02/09/2012 16:35

    Parabens, Marcelo, por escrever sobre o Brasil nas paralimpiadas. É incrivel como esse evento está sendo ignorado por alguns websites brasileiros. Uma falta de respeito com nossos atletas que estão fazendo tão bem!!

  4. -20 cintia.s 02/09/2012 16:41

    esses são heróis, e aqui no Brasil, desconhecidos. Não se cansam facilmente, não entregam os pontos e não se importam com o vento, se está a favor ou não !

    atletas olímpicos, mirem-se nesses maravilhosos exemplos !

    obrigada, atletas paraolímpicos !

  5. -21 Washington Ramon 02/09/2012 16:56

    Perdão, mas sua tese tem pouca sustentação, nossa população de pessoas sem deficiência física é muito maior que de vários países que sempre chegam em nossa frente nas olimpíadas e mesmo para os que não são deficientes o esporte, infelizmente, ainda é uma importante oportunidade de inclusão social.
    Penso que em outros países, não deve haver tanto investimento no esporte paraolímpico, deixando a disputa mais equilibrada,…

  6. -22 NAT 02/09/2012 16:59

    Estou muito feliz em ver a superação desses atletas que decidiram romper preconceitos, mostrando que são capazes de serem profissionais no esporte, independente da sua dificuldade fisica, mostrando ao Brasil que é possível superar. São posturas e atitudes como essas, que me deixam com orgulho de ser brasileira. Deus abençoe a cada um deles.

  7. -23 daniel 02/09/2012 17:00

    porque no brasil todo deficiente tem que ganhar uma olimpiada por dia

  8. -24 Beto 02/09/2012 17:01

    O q faz nós sermos uma potência nas paralipíadas ??? é q lá não há parasitas como a Georgette Vidor ( Ginasta ) , hortência ( basquete ) , mano menezes ( futebol ) , Mauro José da Silva ( Boxe )… dirigentes q abriram mão de esportistas de valor…. em troca de “Valor” $$$$$

  9. Marcelo Laguna 02/09/2012 17:04

    Oi Washington.

    Como eu disse no texto, não tive a pretensão de trazer a resposta definitiva para o tema, apenas jogar a discussão no ar. Mas acredito que o Brasil consegue superar países mais desenvolvidos como os EUA, por exemplo, justamente porque o grau de inclusão social dos deficientes nestes países é muito maior. A realidade da China é bastante semelhante a nossa, só que eles têm uma população MUITO maior que a nossa.

    Enfim, é apenas uma tese, mas é claro que outras razões devem existir.

    Abraços

  10. -25 Em menos de 10 minutos, Brasil conquista quatro medalhas no atletismo 02/09/2012 17:13

    […] Blog Espírito Olímpico: Brasil é uma potência paralímpica […]

  11. -26 MARCIO BARROS 02/09/2012 17:54

    PREFIRO NÃO COMENTAR, POR NÃO POSTAR COMENTÁRIOS INFELIZES!!!

  12. -27 denise 02/09/2012 18:12

    Parabéns a todos que ganham medalhas nas paralimpiadas .Vão com raça e força de vontade para superar suas deficiencias. São os vencedores de todos os dias. Que tenham orgulho de si mesmos. Continuem sempre assim

  13. -28 Danillo Porto 02/09/2012 18:13

    A diferença é que esses realmente tem espírito olímpico, pois sofreram por muito tempo com suas limitações, e quando vão pra lá pra competir representam realmente nosso país, não faz como muitos das olimpíadas que vão que acham que só por chegar na olimpíada que tá bom demais.

  14. -29 EDSON 02/09/2012 18:17

    É SÓ ANDAR PELAS RUAS DA SUA CIDADE QUE VC TERÁ A RESPOSTA !!!! A FALTA DE INFRAESTRUTURA PARA TORNAR A VIDA UM POUCO MAIS FÁCIL DAS PESSOAS COM DEFICIENCIA FAZ COM QUE ELES PASSEM POR UM TREINAMENTO DE PREPARAÇÃO A NIVEL DE OLIMPÍADA. AINDA BEM QUE MUITOS DELES SERVEM DE EXEMPLO DE SUPERAÇÃO ENQUANTO NÓS RECLAMAMOS DAS DIFICULDADES IMPOSTAS POR GREVISTAS QUE USAM O PODER QUE TEM PARA CONSEGUIR ALGO USANDO O CIDADÃO COMO BUCHA DE CANHÃO. NOSSOS DEFICIENTES SIM SÃO OS VERDADEIROS GUERREIROS E CIDADÃOS DE BEM DE PAÍS. DEVERIÁMOS ELEGER APENAS DEFICIENTES, JÁ QUE OS CHAMADOS ” NORMAIS ” NÃO FAZEM NADA…

  15. -30 Ivan Silva 02/09/2012 18:50

    É por causa da CAIXA que financia a Equipe Paralímpica e a de basquete. Infelizmente as grandes empresas brasileiras fazem muita propaganda com meia dúzia de patrocínios e enchem o saco com tanta divulgação. No entanto, basta o atleta entrar em uma fase de insucesso e elas são as primeiras a afundá-lo tirando patrocínio e o largando na mão. Diego Hipólito é um bom exemple: Campeão Mundial e desempregado. Daí, vemos esse monte de bobalhões criticando os atletas brasileiros na hora do seus insucessos. Pouquíssimos são aqueles que param para pensar o quanto os nossos atletas lutaram para conseguirem os índices olímpicos para terem direito de chegarem pelo menos a uma Olimpíada. Ninguém percebe quantos adversários muito fortes eles tiveram que superar para chegarem lá. O maior adversário ainda é o desprezo e o desrespeito do Povo Brasileiro para com eles. Isso é que é triste. Esse mesmo “povo-sabe-tudo” é o que elege essa corja de bandidos que vão dirigir os destinos das nossas cidades, do nosso país. Tsc!, Tsc! Tsc. Não sei se os verdadeiros bandidos são mesmo os políticos ou quem os elegem…

  16. -31 jõao 02/09/2012 18:55

    A MESMA” FAXINA” QUE O POVO PRETENDE NA POLÍTICA ESTA NA HORA DE APLICARMOS NAS COFEDERAÇÕES DE BOXE .CBF,COB,ONDE EXISTEM POLITIQUEIROS DEMAIS O EXEMPLO ESTA DADO ,PELOS PARAOLIMPICOS

  17. -32 Roberto 02/09/2012 18:55

    O que faz o Brasil ser uma potência paralímpica é não depender das esmolas do governo.

  18. -33 carlos 02/09/2012 19:00

    um País preconceituoso….não tem uma tv aberta passando os jogos paraolimpicos..isso é uma falta de respeito..e olha que nossos atletas paraolimpicos, ganham é medalhas….brincadeira…..

  19. -34 MIG 02/09/2012 19:02

    PESSOAL , CRIANÇAS POR FAVOR EM PORTUGUES É “PARAOLIMPICAS” E NÃO PARALÍMPICAS.

  20. -35 Everaldo Silveira Pupo 02/09/2012 19:03

    Que sirva de exemplo para os atletas Brasileiros que se queixam de cansaço ,deviam deixar de mandar jogadores de futebol proficional para as olimpiadas e mandar amadores que seria mais bonito, pelo menos gastaria muito menos e o resultado seria melhor pois é so olhar para estes atletas que honram o nosso país

  21. -36 Raimundo Nonato Oliveira de Almeida 02/09/2012 19:20

    Pergunte a Dilma, Lula e todo pessoal do PT, Zé Serra, Fernando Henrique Cardoso, Ciro Gomes, Cid Gomes, O homem da Cueca de Dólares, O mensalão, Os corruptos da Saúde, do Transporte do Meio Ambiente, da Segurança Publica….

  22. -37 Paulo Amazonas Filho 02/09/2012 19:23

    São varios erros:so suporte financeiros para os atletas de “ponta” que no final querem so IR as Olimpiadas; não se preoicupam com os jovens(é responsabilidade dos clubes?);não dão chance as promessas de competir internacionalmente para adquirirem experiencia internacional e assim progredirem;não dão importancia as competições com jovens promessas,etc,etc.Digo isto porque fui em 2005 campeão com direito a record mundial nos World Transplant Games(Jogos Olimpicos para Transplantados);isto sem falar que seus dirigentes so querem aparecer e “faturar” o deles(serà).Ou colocamos pessoas que realmente queiram fazer o Brasil potencia Olimpica,o não subiremos NUNCA no numero de madalhas.

  23. -38 Brasileiro 02/09/2012 19:28

    Lanço tambem uma tese. É muito mais fácil encontrar uma pessoa criativa no Brasil do que no Japão. E a resposta é simples. Para sobreviver no Brasil, tem que ser muito mais criativo que no Japão, aonde todas as esferas do poder enxergam primeiro o cidadão. é muio mais fácil achar um campeão paraolimpico no Brasil, do que em qualquer país do mundo. No Brasil, para sobreviver, o cidadão com qualquer necessidade especial tem que ser normal para sobreviver. Então lutar sem os olhos, correr sem pernas, nadar sem os braços é algo normal par um Brasileiro….., se não, não sobrevive. Simples né

  24. -39 Luiz A. Wanick 02/09/2012 19:28

    Acho os deficientes com uma força de vontade inquebrantável, que os torna mais fortes para atigiram seus ideais dentro de que seus fisicos permitem. São heróis do Brasil, que elevam nossa bandeira no topo dos mastros.
    Mas por outro lado uma coisa me preocupa, são deficientes porque assim nasceram ou assim ficaram pela violência que vivemos, espero que nossos governantes atentem para isso.

  25. -40 Bizonho 02/09/2012 19:32

    Primeiro, carros com CRASH TESTE nota zero, pra gerar um monte de mutilados, depois, liberam as motos, e obrigam em algumas cidades do interior a não usar capacete,alegando criminalidade.. Dái temos um enorme exercito de mutilados e deficientes. Com essa massa, e o espírito brasileiro de não desistir nunca. tá aí a formula magica.. CRASH TESTE ZERO e preço carissimo em tudo.. vergonhoza essas montadoras.. sabia

  26. -41 Marcelo 02/09/2012 19:33

    Marcelo, cuidado com os números! Os 24% do IBGE a que você se refere são de pessoas com qualquer tipo de deficiência, mesmo que seja apenas uma miopia, como eu tenho, ou um idoso com dificuldade de caminhar. Deficientes no sentido mais estrito são por volta de 2,5% da população, ou seja um décimo do que você calculou. Será que esta proporção é muito diferente nos outros países?

  27. -42 everaldo 02/09/2012 19:48

    …não conheço este rapaz, mas …abri uma campanha para que ele toque o nosso hino em todos os jogos da copa. O efeito que causará em nossa molecada será fantástico.

    http://www.youtube.com/watch?v=tszlnbeqnMM

  28. -43 SERGIO PEREIRA 02/09/2012 19:56

    TAMBÉM PUDERA!!! NÓS TEMOS UMA JUVENTUDE MUITO GRANDE COM DOTES OLÍMPICOS, MAS, DEVIDO AOS ACIDENTES DE TRÂNSITO, BALAS PERDIDAS, ASSALTOS, TEMOS UMA GRANDE NÚMERO DE DEFICIENTES PARA CONCORREREM NAS PARALIMPIADAS,

  29. -44 Willian 02/09/2012 19:57

    Concordo com Washington. O diferencial tá no investimento e não na quantidade de pessoas portadoras de necessidades especiais.

  30. -45 Rafael 02/09/2012 20:01

    Esse texto devia levar em conta o que o IBGE considera deficiente. Afinal uma pessoa que usa óculos é um deficiente visual por esse estudo. e dos 24%, 17% eram deficientes visuais. Como obviamente 17% da população brasileira não é cega, o número de deficientes que teriam capacidade de disputar uma paralimpíada é bem menor do que 24% da população.

    Some quem usa aparelhos auditivos, mas tem uma audição parcial e bem funcional com aparelho, quem tem DDA , pé chato e terão mais um monte de “deficientes”.
    De qualquer forma, o mesmo método deve ser usado no mundo todo pra contabilizar os deficientes e apontar potenciais atletas paralímpicos pra um país, então na prática o argumento da população brasileira ser maior continua válido.

  31. -46 Antonio Roberto 02/09/2012 20:01

    Carlos Arthur Nuzman, Coaracy Nunes e outros condestáveis do esporte estão à frente de confederações desde que Cabral chegou ao Brasil ! São os “donos” do pedaço! São da estirpe do Havelang, Teixeira, gente que gosta de se eternizar no poder.Pô, se o presidente da república só pode ter dois mandatos seguidos, como é que esses caras podem ficar tanto tempo ? Já não passou da hora de mudarmos esse script ?

  32. -47 wesley teles 02/09/2012 20:03

    OQUE FAZ A DIFERENÇA É A FORÇA DE VONTADE,COISA QUE OS OUTROS NÃO TEM,SEMPRE VEM COM UMA DESCULPINHA E CHORAM DEPOIS DA MERDA FEITA.ESTA É A DIFERENÇA.

  33. -48 José Negrão 02/09/2012 20:34

    Sinto muito orgulho de ter participado do processo de protetização do Allan Fonteles. Quando bebê, ele já demonstrava ser um campeão, seus pais, pessoas humildes, porém batalhadoras, renunciaram a vida no campo, para morar na periferia de Belém, para poder dar a oportunidade deste menino deficiente, se tornar um grande homem.
    Tomara que surjam outros como ele, que ele seja um exemplo a ser seguido, não só pelos deficientes, mas também por todos nós.

  34. -49 Marcos 02/09/2012 21:13

    A DIFERENÇA É A GARRA. A DEMONSTRAÇÃO DE SUPERAÇÃO. ESTOU ORGULHOSO DESSES ATLETAS!!!

  35. -50 Marco 02/09/2012 21:18

    Parabéns a Ig pela reportagem, só gostaria de corrigir um erro acerca do uso do termo deficiente, o mesmo é usado para definir uma ação, uma postura, uma idéia e outra questão que se mostre falha. A performance dos atletas paralímpicos está muito longe de ser deficiente. Já passou da hora da imprensa aprender a utilzar o termo correto.Para pessoas com problemas no sistema locomotor usem o termo deficiência física; problemas cognitivos usem deficiência mental e em caso dos dois juntos deficiência mista.

  36. -51 BBrasil 02/09/2012 21:25

    Onde está a inclusão social? Abertura dos jogos paraolímpicos já aconteceu? Quadro de medalhas, cade você? Jogos na tv? Os jogos realmente está acontecendo? Discriminação. Isso sim está claro. Vergonhoso. Pura hipocrisia.

  37. -52 Cidmar Fernandes 02/09/2012 21:42

    Uma coisa eu falo, eles são melhores atletas do mundo do Que muitos que aparecem na mídia ,sempre estão lutando por um objetivo na vida são os melhores dos melhores .

    PARABÉNS ATLETAS BRASILEIROS PARALIMPICOS. ORGULHO DE SER BRASILEIRO.

  38. -53 Stela 02/09/2012 21:42

    É muito triste ver o pouco caso que fazem dos Eficientes. Nenhuma tv aberta passa provas ao vivo, só algumas coisas nos telejornais, e eles sim, estão nos dando as alegrias que esperávamos dos Olímpicos.

  39. -54 Lima Junior 02/09/2012 21:51

    Fácil dizer, estrutura e investimento leis favoráveis que qualquer empresa quer se encaixar. Não existe segredo.

  40. -55 ERNANI NASCIMENTO 02/09/2012 21:58

    Eles estão indo de “VENTO” em popa.

  41. -56 Wallace 02/09/2012 22:10

    Qualquer um que chegue a Paralimpiadas é um vencedor, é a mais pura demonstração de superação e vontade de vencer. É emocionante e comovente ver estes heróis se superarem.
    Que sirva de exemplo para os ditos “normais” com resultados pífios, em 2016 não será diferente…. Vão sumir mais alguns milhões de ” investimento ” sem nenhum resultado prático.
    Deveriam enforcar esse nusmam e sua troupe, bando de incompetentes.

  42. -57 xan 02/09/2012 22:10

    algo a se levar em conta tb é o maior uso de dopinng pelos atletas olimpicos em relação aos paraolimpicos.

  43. -58 adriano 02/09/2012 22:12

    Brasil sem guerras consegue ser uma fabrica de mutilados do transito e do mal atendimento do nosso sistema de saúde.Infelizmente.

  44. -59 paulo 02/09/2012 22:21

    Essas olimpiadas é que deveriam ter cobertura da televisão, isto é que é superação, deveriam mostrar 100% destas paraolimpiadas para as pessoas aprenderem a dar valor ao que têm, parabéns a vcs que são verdadeiros superheróis, já o são por vencerem as olimpíadas do preconceito….PARABÉNS só o fato de estarem aí já são mais que vencedores..

  45. -60 Roseli Gerling 02/09/2012 22:35

    Me emocionei assistindo o basquete, o volley, nunca tinha sequer imaginado um jogo como o que assisti. E também penso que esses sim a televisão deveria mostrar. Para incentivar as pessoas a lutar. Porq

  46. -61 Roseli Gerling 02/09/2012 22:38

    Emocionante. Esses jogos deveriam ser televisionados para mostrar ao povo que não há ninguém excluído. Basta lutar. Fiquei deficiente auditiva com a idade, mas isso não me priva de nada. Sou igual a todo mundo. Parabéns aos atletas!

  47. -62 Agenor 02/09/2012 22:49

    ELES ESTÃO MOSTRANDO PARA O MUNDO, QUE COM POUCO RECURSO FINANCEIRO, DÁ PARA SE FAZER MUITA COISA AO CONTRÁRIO, DAS ESTRELAS DA EQUIPE SEM DEFICIÊNCIA .

  48. -63 Sandro 02/09/2012 23:01

    A demostração de superação dos nossos atletas mostra o quanto temos que aprender, o quanto temos que nos dedicar mais em busca dos nossos ideais e o mais importante, o quanto temos que ser humildes e ver as nossas “deficiências”.
    Parabéns a todos, são realmente merecedores de nosso aplauso.

  49. -64 murrhardt 02/09/2012 23:04

    É marcelo laguna, vcs sofredores do complexo de cachorro vira lata, não tem jeito mesmo, até quando o Brasil é superior em alguma coisa, vcs arrumam motivos para desqualificar e menosprezar as nossas conquistas.Quer dizer que o sucesso do Brasil nos jogos é a falta de oportunidade no mercado de trabalho? Vc já ouviu falar sobre as cotas para deficientes nas empresas? Por favor, faça uma pesquisa séria sobre isso. E parabéns aos nossos atletas e viva o Brasil.

  50. -65 Jegue do Pantano 02/09/2012 23:10

    As pessoas não percebem que quando dizem “normais” estão sendo preconceituosas. olimpiadas ditas “normais”, atletas “normais”. E esses atletas que lá estão, não são pessoas normais? Ter uma deficiencia não faz de alguem um anormal.

    Para isso já existe um termo específico que diferencia a olimpiada das pessoas com deficiencia: paralimpiadas. Tentam falar bonito e só demonstram mais preconceito….aff.

  51. -66 Mareu Soares 02/09/2012 23:16

    Parabéns Cintia. Nossos atletas,que estão disputando esses Jogos Olímpicos para pessoas com alguma deficiência física ou funcional, que ocorrem logo após os Jogos Olímpicos tradicionais, são realmente dignos de frequentar a casa dos deuses no Monte Olimpo, e receber as mesmas homenagens que os heróis gregos que competiam em Olímpia. O prefixo grego PARA, que significa “proximidade, ao lado, oposto a”, mas também deficiência, DENOMINA DE FORMA CORRETA ESSES JOGOS PARAOLÍMPICOS. Minha homenagem a você, que não se verga a idiotices de quem gosta de inventar e enfiar goela abaixo dos outros suas opiniões furadas, como a “Vênus da Ditadura” que inventou o termo esdrúxulo de “paralimpíadas”. Para eles o monte chamava-se Monte “Limpo” e não Olimpo. Aliás, Olimpíadas é o interregno entre dois Jogos Olímpicos. Eles também não sabem.

  52. -67 observador 02/09/2012 23:45

    É muito simples, assim como o sucesso de nosso voley deve-se, em grande parte, ao patrocinio de ha mais de 15 anos do Banco do Brasil, o esporte paralimpico desenvolve-se graças a Caixa Economica Federal. Infelismente nossos empresarios privados so servem para patrocinar alguns atletas depois que eles ganharam um medalha olimpica, agora para formar o atleta nao investem. E A NOSSA BELA IMPRENSA AINDA TENTA ESCONDER O BB E A CAIXA em suas transmissões esportivas e nas entrevistas, obrigando-as a patrocinara tambem a transmissao senao boicotam a imagem. QUE VERGONHA!!!!! Parabens BB e Caixa, voces merecem as glórias.

  53. -68 Napoleão 03/09/2012 0:11

    Tenho o maior orgulho dos nossos atletas paralimpicos, verdadeiros heróis. Parabéns a todos.

  54. -69 Edson Oliveira 03/09/2012 0:16

    Parabéns atletas paraolímpicos !

    Parabéns CAIXA, por patrociná-los e financiar sua preparação, quando empresas privadas nenhuma o fez.

  55. -70 kalunga 03/09/2012 0:18

    respondendo a pergunta, é a incapacidade de formarmos atletas de ponta não deficientes e o desejo de superação dos nossos atletas com deficiência.
    O que falta de garra e capacidade dos nossos “atletas” não deficientes sobra nesses compatriotas, que mesmo sem estrutura se dedicam e superam as barreiras da falta de apoio dos nossos empresários e governantes.

  56. -71 Mauricio 03/09/2012 0:19

    Não tenho intenção de escrever demais, apenas de dizer que as estatísticas da matéria pra mim são inválidas; O que faz nossos paratletas serem campeões é algo que vem de dentro, uma força maior, uma atitude que não temos nos atletas ditos normais.

    Oportunidades no mercado de trabalho existem para a maioria deles, mas a opção por vencer os limites, as barreiras e o mostrar pra si mesmo que eles são mais do que os olhos da maioria enxergam é maior do que tudo.

    Parabéns a todos nosso atletas. Eu me orgulho muito de vcs.

  57. -72 Durbem Ramos 03/09/2012 0:19

    Este é Mais um Dos Milagres Brasileiros… Superação, Superação… Superação!!!
    Durbem Ramos.

  58. Marcelo Laguna 03/09/2012 0:25

    Caro(a) Murrhardt,

    Complexo de Vira-Lata? Desqualificar as “nossas” conquistas? Sinceramente, você não quer ler novamente e perceber que está falando bobagem?

    E pelo que me consta, a cota para deficientes existe, mas não significa necessariamente que todas as empresas a colocam em prática. Do contrário, veríamos menos pessoas deficientes trabalhando em sub-empregos nas ruas das grandes cidades. Reflita.

    Obrigado

  59. -73 roberto 03/09/2012 3:05

    e olha que estes sim devem ser reconhecidos como verdadeiros herois nacionais pois sao brasileiros e nao desitam nunca. pois nas olimpiadas os nossos atletas pipocaram na hora e brigam por melhorar o numero de medalhas anteriores ao inves de brigar por ouro que vergonha vai ser nas proximas olimpiadas que sera aqui no Rio de Janeiro em 2016 mais um fiasco

  60. -74 Cristiano 03/09/2012 5:01

    O QUE FAZ O BRASIL SER UMA POTÉNCIA PARALÍMPICA É A FORÇA DE VONTADE DESTES GUERREIROS, O PAIS NÃO TEM INVESTIMENTOS NO ESPORTE E MESMO ASSIM ELES NÃO FICAM RECLAMANDO COMO OS ATLETAS QUE SE DIZEM NÃO TER DEFICIÊNCIA.
    ELES TAMBÉM NÃO PIPOCAM NA HORA DO VAMO VER, JÁ OS NORMAIS?
    O BRASIL TEM QUE INVESTIR MAIS NO ESPORTE E TRATAR OS PARALÍMPICOS IGUAL AOS OUTROS QUE NÃO SÃO POIS ELES MERECEM MAIS CONCIDERAÇÃO AFINAL QUEM DA MAIS ORGULHO PARA NÓS LÁ FORA OS ATLETAS NORMAIS OU OS PARALÍMPICOS?
    EU NÃO TENHO DEFICIÊNCIA FÍSICA QUE EU SAIBA, EMBORA EU ACHE QUE A MAIOR DEFICÊNCIA DO SER HUMANO É NÃO ACREDITAR EM SI MESMO.
    PARABÉNS PARALÍMPICOS VOCÊS SÃO OS CAMPEÕES DE VERDADE.

  61. -75 Helder Costa 03/09/2012 5:59

    Acompanho o desporto paralímpico desde 1993 como classificador visual.Estive em 5 paralimpíadas e nas ultimas 3 fui classificador oficial dos jogos.
    Comecei na CBDC que tratava dos deficientes visuais e a competencia do seu então Presidente ( Vital Severino Neto ) mostrava um resultado muito melhor do que nas outras associações de pessoas com deficiência.O Vital foi Presidente da CPB por 2 mandatos seguidos e o atual Presidente ( Andrew Parson ) começou como estagiário no CPB .
    Ao logo destes anos pude constatar que a grande maioria das pessoas envolvidas com o desporto paralímpico são profissionais sérios e quando o portador de deficiência que já esta acostumado a superar adversidades encontra um meio propício, os resultados aparecem.
    Os atuais resultados não são fruto do acaso e sim de um somatório de fatores que envolvem competência ,dedicação e outros.

    Helder Costa

  62. -76 JOSE MONTE ARAGAO 03/09/2012 7:23

    A incompetência dos dirigentes do COB e o fracasso dos atletas olímpicos em todas as Olimpíadas.

  63. -77 Gerci 03/09/2012 7:30

    Bom dia
    Porque vocês se quer colocam o quadro de medalhas? E quando são os “ditos normais” vocês bricam pra ver quem da noticia primeiro!!! Isso é preconceito ou desinteresse?

  64. -78 janicelio sabino de souza 03/09/2012 7:38

    Não precisa ser muito inteligente para perceber a diferença nesse caso, é simples entender..
    O fato é que nas paraolimpiadas não existem ”estrelas dodóisinhas” que só dão um passo se o patrocinador piscar os olhos e a companhia de seguros permitir.
    Nas paraolimpiadas se compete por amor, com garra, com heroísmo e não com desespero pelo foco das cameras ou pela conta bancaria.

  65. -79 Carlos 03/09/2012 8:08

    O que faz o País ser uma potencial paraolímpica?

    Uma País que não tem educação, não cuida da saúde, não faz planejamento familiar, não dá suplemento acido fólico, não dá atendimento dino na hora do parto.

    É Isso

    Carlos

  66. -80 EDSON FARIA 03/09/2012 9:00

    quero só ver se esses VERDADEIROS HEROIS vão ter o prazer de ser recebido pela nossa PRESIDENTA.
    Se no aeroporto o corpo de Bombeiros estará esperando para o grande desfile.
    Se o premio é pelo menos 10% de quem ganhou uma medalha de Bronze.
    Quero só ver,Quero só ver,Quero só ver………

  67. -81 Pedro 03/09/2012 9:06

    treino duro cotidianamente,10000 mil metros calçadas esburacadas até o ônibus,1000 degraus sem acesso para deficientes e 30 dias de sobrevivência sem nenhuma assistência governamental a saúde e educação.Iron Man from Brasil.

  68. -82 Gilberto 03/09/2012 9:22

    A provável explicacäo näo está no número absoluto de deficientes, mas no número relativo, isto é, o percentual de deficientes na populacäo. Com a ausência de assistência à saúde, com a guerra do trânsito fazendo vítimas e mutilados a cada minuto, com o crime e violência governando a maior parte do território do país, acabamos por merecer esse recorde de para-populacäo. Como eles näo têm acessibilidade por falta de equipamentos adequados no transporte, calcadas, edificacoes, escolas, etc, só mesmo se tornando para-atletas para sobreviver.

  69. -83 Saulo 03/09/2012 9:38

    Assustou-me o percentual apresentado pelo IG e “fui beber na fonte”, ou seja, no IBGE. Realmente os dados apresentados pelo Instituto falam em 24% porém há que se fazer uma ressalva: o grande contruibuinte para esse número é a deficiência visual (cerca de 19%) e nela está incluida todo tipo de deficiencia visual, inclusive a minha (1,25 graus de miopia). A “Deficência visal severa” é da ordem de 3%~4%. Há que se ter muito cuidado com dados estatísticos e fazer uma leitura atenta, cuidadosa e crítica deles pois senão corremos o risco de incorrer na situaçao daquela piada em que o cidadão que está com a cabeça no forno e os pés no congelador está com sua temperatura média normal.

  70. -84 TIDrops 03/09/2012 10:15

    Parabéns aos para-atletas brasileiros!

    http://tidrops.tumblr.com

  71. -85 jao 03/09/2012 10:25

    todo brasileiro e um campeão, temos que ganhar todos os dias, lutamos contra o governo e as entidades corruptas, contra a violencia do transito e dos marginais, lutamos todo dia pra conseguir dinheiro pra comer, e mesmo com as taxas de impostos altas conseguimos sobreviver, parabens aos atletas especiais, sao vencedores.

  72. -86 Gi 03/09/2012 10:26

    Sózinhos eles fazem muito já imaginou se tivesse um bom apoio, são vistos só quando
    dão uma medalha ao pais, aí vem presidente e outros politicos tirar fotos, convidá-los a ir
    em Brasilia. dão a eles mais oportunidade e verão onde poderão chegar porque mundaça de clima não infulem são vencedores todos os dias , sinto um orgulho danado destes brasileiros com B bem maiúsculo, cadê as emissoras de TV que transmitem Olimpidas elas estão lá que coisa nem vi, parabénsssssssssssss

  73. -87 Everton 03/09/2012 13:12

    Que ás ParaOlimpiadas sirva de exemplo aos demais atletas brasileiro, pois podemos ver a garra desses atletas especiasi que fazem um Brasil vencedor. Tem muito atleta considerado normal ” fisicamente” e só vai para as Olimpiadas para aparecer…. Tem que ter garra…..

  74. -88 Rádio Povo – Sistema Pazzi de Comunicação | Iraniano se recusa a dar a mão a Kate Middleton no pódio nas Paralimpíadas 03/09/2012 13:41

    […] Blog Espírito Olímpico: O que faz do Brasil uma potência paralímpica? […]

  75. -89 Iraniano se recusa a dar a mão a Kate Middleton no pódio nas Paralimpíadas 03/09/2012 13:55

    […] Blog Espírito Olímpico: O que faz do Brasil uma potência paralímpica? […]

  76. -90 Iraniano se recusa a dar a mão a Kate Middleton no pódio nas Paralimpíadas | CrystalTube 03/09/2012 14:06

    […] Blog Espírito Olímpico: O que faz do Brasil uma potência paralímpica? […]

  77. -91 Alexandre 03/09/2012 14:28

    Ao MIG… ele não errou, e sim o nome foi mudado, ParaOlimpíadas, para Paralimpíadas. Uma bobagem, mas é fato.

  78. -92 Adriano Ortolani 03/09/2012 16:02

    A ideia da pauta é pra lá de interessante. Pena ter sido pouco explorada.
    24 milhões é para algum tipo de deficiência. ÓCulos é uma prótese! Pessoas que têm problemas de visão, mas não são cegas, também são deficientes. Virilidade também é um tipo de deficiência física.
    Enfim…se fosse só por causa disso, o Brasil, com certeza estaria a frente de diversos paises nas olimpíadas tradicionais.
    Poderia ter sido melhor apurada na questão de investimento. Conheço pessoas do CPB que o que trouxe realmente o Brasil à Londres, como potência mundial.

  79. -93 Alan 03/09/2012 16:37

    Li os comentários e só gostaria de dizer o que eu penso a respeito da superação. Considero que, um atleta deficiente supera os seus limites tanto quanto um atleta não deficiente, tanto o amador quanto o profissional. São exemplos de superação os dois.

    O post do Laguna foi muito legal porque gera uma discussão a respeito do esporte olímpico e acho que, o Brasil que é potência pode ensinar ao que não é potência algumas coisas… rs

  80. -94 Rádio Povo – Sistema Pazzi de Comunicação | Odair Santos tem recorde quebrado e fica com a prata nas Paralimpíadas 03/09/2012 19:07

    […] Blog Espírito Olímpico: Entenda alguns dos motivos que fazem do Brasil uma potência paralímpica […]

  81. -95 Primeira Página | Odair Santos tem recorde quebrado e fica com a prata nas Paralimpíadas 03/09/2012 19:10

    […] Blog Espírito Olímpico: Entenda alguns dos motivos que fazem do Brasil uma potência paralímpica […]

  82. -96 Odair Santos tem recorde quebrado e fica com a prata nas Paralimpíadas | CrystalTube 03/09/2012 20:08

    […] Blog Espírito Olímpico: Entenda alguns dos motivos que fazem do Brasil uma potência paralímpica […]

  83. -97 Ana Paula 09/09/2012 22:52

    Sem panelinha, sem arrogância e sem os vários canais de transmissão, os atletas paralímpicos mandaram super bem. O mesmo, não pode ser dito dos atletas olímpicos das modalidades de ponta, ou de atletas famosos que vão para as competiçoes forçando a barra.

  84. -98 CARLOS ALBERTO SÁ 10/09/2012 11:13

    Não morro de amores pela seleção brasileira, mas tenho dito aqui mesmo, sem ser alguma cobra do futebol, que o Neymar é- apenas- um garoto propaganda, alimentado pela mídia e que o Huck é o melhor jogador dentre os convocados. O que deixa surpreendido são as cabeças duras que continuam a alimentar tal ilusão. Uma pena!

  85. -99 carlo 01/10/2012 13:02

    Com todo o respeito pelos portadores de necessidades especiais que sao muito melhores que a maior parte dos brasileiros saos. Mas nao e jubilo para o pais ser uma potencia paraolimpica e uma bosta olimpica. Isso e um sinal de que a sociedade como um todo e’ portadora de necessidades especiais, que pena…

Os comentários do texto estão encerrados.