Publicidade

sexta-feira, 20 de julho de 2012 Isso é Brasil, Olimpíadas, Seleção brasileira | 15:34

Novo vexame de Iziane é mais um erro na conta de Hortência

Compartilhe: Twitter

Iziane conseguiu a proeza de ficar fora de duas Olimpíadas por indisciplina

Acredito que ninguém tenha ficado muito surpreso  com o corte da ala Iziane Marques da delegação da seleção feminina de basquete, que se prepara para disputar as Olimpíadas de Londres, confirmado nesta sexta-feira pela CBB (Confederação Brasileira de Basquete), em um comunicado oficial.

O que espanta é a forma com que o desfecho aconteceu, oito dias antes da estreia brasileira, contra a França, e pelo que se comenta, em razão de um possível namorado da jogadora ter entrado na concentração brasileira em Lille. Os motivos reais não foram divulgados, seja por CBB (Confederação Brasileira de basquete), seja pela própria Iziane.

Mas na madrugada desta sexta-feira, enquanto corria para apurar a informação do corte, não pude deixar de pensar que este novo vexame de Iziane tem que entrar na conta da diretora de basquete feminino da CBB, Hortência Marcari. Sim, porque foi ela quem bancou a presença de Iziane na seleção brasileira, mesmo tendo aprontado poucas e boas nos últimos anos.

Não dá para entender como uma pessoa com a experiência que Hortência tem dentro do basquete pode defender na seleção brasileira uma atleta que:

1) se recusa a entrar em quadra, depois de ficar um tempo no banco, em um jogo do Pré-Olímpico mundial de 2008. Depois, não é convocada para os Jogos de Pequim;

2) recusa a convocação do então técnico Paulo Bassul para a Copa América de 2009;

3) diz que só voltaria à seleção se Bassul deixasse a equipe;

4) recusa sua convocação para o Pré-Olímpico das Américas de 2011, já com a equipe comandada por Ênio Vecchi;

5) tem atuação apagada na derrota do Brasil no Pan de Guadalajara, ficando no banco de reservas no jogo contra a Jamaica. Coincidentemente, depois disso, Ênio Vecchi é demitido.

Não é possível que alguém ainda dê oportunidades para uma atleta sem qualquer espírito de equipe, individualista e preocupada somente com o próprio umbigo. E que dentro de quadra também não representa tanta diferença assim, por mais que Iziane pense o contrário.

Iziane consegue, portanto, a proeza de ficar fora de duas Olimpíadas por atos de indisciplina. E Hortência Marcari acaba de colecionar o mais grave erro em sua conturbada gestão no basquete feminino brasileiro.

Autor: Tags: , , , , , , , ,

7 comentários | Comentar

  1. 57 Dino de Almeida 02/08/2012 11:14

    Não é porque tenha sido uma excelente jogadora de basquete que Hortência está acima das críticas. Errou sim. E desde antes de tomar posse se seu atual cargo quando manifestou-se totalmente favorável a essa Iziane e seu ato, sob as ordens do técnico Bassul, quando recusou-se a entrar em quadra. E também agora ao dizer que não havia nada a comentar. Chega de corporativismo. Adeus, Iziane.

  2. 56 Antonio 25/07/2012 20:35

    K,k,k, o que falar da Iziane ou seria vexame, não dá, ela é marrenta, boca suja, falsa, e, não deve mais vestir a camisa da seleção brasileira de basquete, e tenho dito.

  3. 55 Ricardo 20/07/2012 23:31

    Parece que os atletas brasileiros sofrem de sindrome do estrelismo, basta ganhar alguma visibilidsde perante a mídia que se acham os intocáveis. Na minha humilde opinião o atleta que se recusasse a vestir a camisa da seleção por motivos injustificaveis estariam para sempre fora. É inaceitável que um atleta se recuse a representar milhões de brasileiros ou só o faça quando lhes convém.

  4. 54 guimarães 20/07/2012 20:37

    Essas atletas parecem que piram com a fama. assim foi com a menina da ginástica e agora com com a IXIANE . não aceitam as normas ,parecem que estão acima do bem e do mau !!!!SEM se falar de jogadores de futebol como ADRIANO que não tenho duvida que vai terinar a vida sem dinheiro ,festas e lógico sem mulheres !!!!!!!

  5. 53 Marco Antonio 20/07/2012 16:42

    Hortência foi uma atleta excepcional, e juntamente com Paula, formou a dobradinha Pelé-Tostão do basquete feminino do Brasil. Aplausos, reconhecimento e as sempre justas homenagens à Rainha Hortência.

    Entretanto para ser dirigente há que se ter outras qualidades e conhecimentos. Simplesmente ter sido uma jogadora fora de série não significa que será uma dirigente competente!

    Nossa grade Hortência tem que repensar sua postura e sua conduta como dirigente, para que fiascos como o de Iziane não venham manchar sua gloriosa e vitoriosa carreira no basquete mundial!

  6. 52 carlos santarosa 20/07/2012 16:16

    Iziane é uma fraude do basquete nacional, principalmente quando é prá vestir a camisa da seleção brasileira. Assim como Leandrinho, Nenê e Spliter, pipoca e se esconde atrás da indisciplina prá esconder a falta de competência prá vestir essa camisa.

  7. 51 João Aberto Afonso 20/07/2012 15:57

    Hortência está acima de qualquer crítica na medida em que seu denodo e garra em quadra suplantam erros de terceiros que ela entendeu ter basquete para ajudar o Brasil. Grande beijo para a eterna rainha do nosso basquete com sua emoção e choro.

  1. ver todos os comentários

Os comentários do texto estão encerrados.