Publicidade

quinta-feira, 7 de junho de 2012 Com a palavra, Imprensa, Isso é Brasil, Olimpíadas | 14:41

Primeiro puxão de orelhas na organização da Rio 2016

Compartilhe: Twitter

A marroquina Nawal El Moutawakel e o presidente do COB e da Rio 2016, Carlos Nuzman, se cumprimentam no Rio, após nova visita de inspeção do COI

“Está ficando aparente que os prazos de entrega estão apertados e que o volume de trabalho a ser completado é considerável”

Declaração da marroquina Nawal El Moutawakel, presidente da Comissão de Coordenação do COI (Comitê Olímpico Internacional), em entrevista coletiva após a terceira visita de inspeção da entidade para acompanhar os preparativos dos Jogos Olímpicos de 2016, que serão realizados no Rio de Janeiro.

Foi o primeiro “puxão de orelhas” público que o comitê organizador da Rio-2016 levou do COI, que já dá sinais de preocupação com atrasos no início das obras no Parque Olímpico, em Jacarepaguá, e no Complexo Esportivo de Deodoro, conforme salientou reportagem desta quinta-feira do jornal “Folha de S. Paulo”.

Pior mesmo foi ver o desconforto do presidente do COB e também da Rio 2016, Carlos Arthur Nuzman, tentando relativizar as palavras de El Moutawakel a respeito destes atrasos.

A única dúvida é se outros “puxões de orelha” do COI virão pela frente.

Autor: Tags: , , , , ,

3 comentários | Comentar

  1. 53 alan 07/06/2012 15:20

    Boa tarde Leonardo, também não gosto dos antis com complexo de vira latas, mas é fato que as obras já deveriam ser iniciadas há muito tempo. Há muito trabalho a fazer, a perimetral que querem demolir eu penso que é algo trabalhoso demais e ainda tem mais coisas. Não dá para abraçar o discurso do Nuzmam, tem que ser apressado.

  2. Marcelo Laguna 07/06/2012 15:48

    Oi Alan,

    Pelo que eu sei, a questão do novo autódromo ainda está emperrada. E vi uma entrevista do prefeito hoje dizendo que vão começar as obras ainda com provas automobilísticas em andamento – ou seja, o fim da picada.

    A questão principal é aquela que você citou acima: não se trata de complexo de vira-latas, mas simplesmente aprendermos a cumprir prazos. As lições do Pan 2007 e da Copa 2014 estão aí, para todos verem.

    Abs

  3. 52 alan 07/06/2012 15:16

    Tava demorando. Eu não me preocupo com as instalações em Deodoro, acho eu, que ali vão reformar o que já está pronto. Minha preocupação é com JPA, pois além de iniciar as obras ali o governo tem que fazer um novo autodromo (o local era Deodoro não sei se ainda é) e aí que eu quero ver.

    Ou será que vão fazer igual no Pan quando a menos de 6 meses, vc passava na área militar de Deodoro e só via mato? rs

  4. 51 Leonardo Rodrigues 07/06/2012 14:57

    E lógico, nós brasileiros não ficaremos satisfeitos enquanto não houverem críticas a nossa organização, pq pra muitos em nosso país, nada que façamos é bom o suficiente para se comparado ao restante do mundo.

  1. ver todos os comentários

Os comentários do texto estão encerrados.