Publicidade

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011 Mundiais, Seleção brasileira | 22:52

Até onde pode chegar esta seleção feminina de handebol?

Compartilhe: Twitter

A brasileira Fernanda comemora bastante um de seus quatro gols na vitória sobre Costa do Marfim

Há cerca de 15 dias, quando estive em São Bernardo do Campo para acompanhar a reta final de preparação da seleção brasileira feminina de handebol para o Campeonato Mundial que vem sendo disputado em São Paulo, o técnico dinamarquês Morten Soubak, que comando o time brasileiro, só não aceitou responder a uma pergunta: um prognóstico da participação da equipe na competição.

“Incrível a mania que existe aqui neste país, que só pelo fato de um time jogar em casa, já serve para colocá-lo como favorito em qualquer competição. Isso não existe”, disse Soubak, até com uma certa dose de irritação. Não sei se ele fazia apenas jogo de cena, para tirar um pouco da pressão dos ombros de suas jogadoras. Mas o fato é que nem o mais otimista torcedor poderia imaginar que: 1) o Brasil chegaria às oitavas de final; e 2) com uma campanha com 100% de aproveitamento, com direito a vitórias sobre a França, vice-campeã europeia, e Romênia, terceira colocada no Campeonato Europeu.

Por isso, a vitória desta segunda-feira sobre a frágil Costa do Marfim, por 35 a 22, significou mais do que a classificação para as oitavas de final do Mundial. Deu à seleção a certeza que pode fazer a melhor campanha na história da modalidade na competição. Melhor do que o sétimo lugar de 2005, na Rússia.

Mas até onde pode ir esse time?

Nesta quarta-feira, a parada será contra a Espanha, vice-campeã europeia em 2008 e quarta colocada no Mundial de 2009. Será uma pedreira. Por isso, ninguém deve ficar surpreso ou revoltado se as espanholas saírem do Ginásio do Ibirapuera classificadas para as semifinais.

A seleção feminina do Brasil chegou muito além do que se esperava neste Campeonato Mundial. Mas chegou fazendo bonito, o que permite sonhar um pouquinho e esperar que este time chegue ainda mais longe.

Por que não, ora bolas?

Autor: Tags: , ,

3 comentários | Comentar

  1. 53 Brasil perde da Espanha e está fora do Mundial de handebol 14/12/2011 21:00

    […] Acompanhe o blog Espírito Olímpico e leia mais sobre o Mundial feminino […]

  2. 52 Cristhiano 13/12/2011 6:51

    Alan
    Tem um canal na parabólica que está passando, Esporte Interativo… Aqui em Campinas esse canal é aberto, fica a dica.

    Mas esse time tá jogando muito!!!!

  3. 51 Alan 12/12/2011 23:18

    Mesmo sem assistir aos jogos (nesse país as emissoras esportivas vivem de futebol e depois querem criticar o esporte no país se elas dão valor) e com uma divulgação pífia (se não fosse esse blog tenho quase certeza que nem saberia de nada) torço por elas e espero que se perder a pachecada descontrolada e os depressivos que adoram falar mal de tudo e todos não chamem essa seleção de amarelonas e babaquices do tipo.

    Não é uma questão do coitadismo de alguns esporte que quando perdem procuram desculpas e sim de que elas chegaram onde podiam e o que vier é lucro.

  1. ver todos os comentários

Os comentários do texto estão encerrados.