Publicidade

quarta-feira, 30 de novembro de 2011 Olimpíadas, Pan-Americano, Pré-Olímpico, Seleção brasileira | 22:15

Prata do handebol masculino no Pan 2011 pode custar emprego de treinador espanhol

Compartilhe: Twitter

Jogador brasileiro Bruno Santana lamenta e argentinos festejam na final do Pan de Guadalajara

Ainda não foi totalmente digerida a derrota da seleção brasileira masculina na final do torneio de handebol dos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara para a Argentina. Na ocasião, o time brasileiro perdeu por 26 a 23 e além de deixar escapar a conquista do tricampeonato pan-americano, a equipe desperdiçou a melhor chance de se classificar para as Olimpíadas de Londres 2012.

Agora, a última chance do Brasil será disputar um Pré-Olímpico mundial, possivelmente contra fortes equipes europeias que ficarem sem a vaga no Campeonato Europeu, que será realizado em janeiro do próximo ano.

O fato é que dentro da CBHb (Confederação Brasileira de Handebol), a prata do Pan de Guadalajara foi considerada desastrosa. “Eu não escondo de ninguém que estou profundamente decepcionado com o resultado da seleção masculina. Fizemos a melhor preparação da nossa história e deixamos escapar a medalha de ouro e a vaga olímpica”, lamenta Manoel Luiz Oliveira, presidente da CBHb.

Quem convive de perto com o dirigente diz que ele ficou irritadíssimo com a derrota para os argentinos e vem promovendo um rigoroso processo de avaliação do trabalho executado tanto pelos jogadores como pelo treinador espanhol Javier Garcia Cuesta. Embora o técnico conte com bastante prestígio na entidade, não existe 100% de certeza que ele será o comandante brasileiro na disputa do Pré-Olímpico.

“Vamos analisar tudo com muita calma, ver todos os fatores que nos levaram a perder aquela medalha de ouro. Nosso treinador é extremamente competente e com um belo currículo no handebol mundial, mas se chegarmos à conclusão que precisamos fazer mudanças, faremos”, avisou Oliveira.

Como diria um amigo meu, a paella de Garcia Cuesta está cozinhando em fogo altíssimo.

Autor: Tags: , , , , ,

Nenhum comentário, seja o primeiro.

Os comentários do texto estão encerrados.