Publicidade

quinta-feira, 1 de setembro de 2011 Histórias do esporte, Imprensa, Isso é Brasil | 23:24

O que fizeram com a São Silvestre?

Compartilhe: Twitter

Largada da Corrida de São Silvestre, na Paulista, ainda em sua versão noturna, em 1978

É de se espantar como nestes dias atuais, tradições são jogadas no lixo sem a menor cerimônia. Vale cada vez mais o pragmatismo do que a preocupação em preservar certos hábitos.  Fiquei muito surpreso ao receber a notícia de que decidiram mudar o local da chegada da Corrida Internacional de São Silvestre, a prova de atletismo mais tradicional do Brasil e que fecha o calendário esportivo do país, em pleno 31 de dezembro, às vésperas do Ano Novo.

O argumento da CET (Companhia de Engenharia de Tráfego), que divulgou a mudança da Avenida Paulista para o Obelisco do Parque do Ibirapuera, foi facilitar a vida das pessoas que chegam para participar da festa de Réveillon, organizada pela prefeitura de São Paulo na mesma avenida. Uma festa pra lá de meia boca, diga-se de passagem, onde apesar da pretensão de realizar uma queima de fogos para rivalizar com a festa da praia de Copacabana, no Rio, não chega nem aos pés. Sem contar a breguice das atrações musicais!

Mas o assunto aqui é esporte, e esportivamente falando, a São Silvestre perde demais em sua tradição e charme com tal mudança. Durante minha infância e adolescência, cansei de acompanhar com meu bisavô a chegada do novo ano com os olhos grudados na transmissão da TV Gazeta, vendo a vitória de astros das provas de fundo como o português Carlos Lopes, o colombiano Victor Mora e também dos brasileiros José João da Silva e João da Mata. Já como jornalista, trabalhei em uma das últimas edições da São Silvestre noturna, em 1987, vencida pelo equatoriano Rolando Vera.

O primeiro bico na tradição veio em 89, quando por imposição da Globo, que transmite o evento até hoje, a corrida passou a ser disputa pela manhã. Se perdeu grande parte de seu charme, a Corrida de São Silvestre caminhava para se tornar uma  referência no atletismo mundial, ao padronizar seu percurso em 15 quilômetros e integrar o calendário de corridas de rua da IAAF (Associação das Federações Internacionais de Atletismo).

Com um aumento crescente no número de interessados em participar, a São Silvestre não tinha mais como se expandir. Eis que viu a oportunidade de faturar bem mais com as inscrições, pois mudando o local da chegada, não atrapalha o começo da festa do Réveillon e pode receber mais corredores. Simples, né?

Creio que o coitado do Cásper Líbero, jornalista que criou o jornal “A Gazeta Esportiva” e também a própria São Silvestre, deve estar se revirando no túmulo nesta hora.

Autor: Tags: ,

10 comentários | Comentar

  1. 60 Vladimir 02/01/2013 20:28

    Também achei ridículo estas mudanças, neste ultimo eu nem assistí pois não compartilho com aquilo que não concordo, este organizador é comprado pela globo que gosta de impor tudo no Brasil.

  2. 59 Mônica 27/12/2012 14:48

    Caros amigos: também estou indignada com estas mudanças, pois nada é valorizado, se preocupam em mudar aquilo que sempre deu certo. Porque não se preocupar em realizar outra prova ??? A corrida de São Silvestre era alegria da população, todos saiamos no fim da tarde para assistirmos a famosa corrida, era uma alegria inigualável, crianças, jovens e idosos assistiam com a maior alegria …. e eles conseguiram acabar. Agora temos uma corrida cujo horário inicial de largada será as 6:55, legalll … quem será que acordará em um dia 31 de dezembro nesse horário…? pois é !! difícil…
    Está faltando o bom senso. Parabéns conseguiram mais uma vez estragar a felicidade da maioria!!! E geralmente é a população que paga, já que era uma das poucas coisas com que a maioria se divertia. Ninguém consultou a população se era isso que queria…Bom é só fazer uma pesquisa que será comprovado aquilo que todo mundo já sabe, “ São Silvestre” só será ela se acontecer a noite!!!!

  3. 58 Deniz da Cruz Oliveira 27/05/2012 23:22

    Oi gostaria de saber se é possivel conseguir algumas fotos da corrida de São Silvestre de 78,79 ,80,81, quando participei , correndo pelo São Paulo Futebol Clube, ou de que maneira eu consigo..obrodo..

  4. 57 Rogério Cavenaghi 31/12/2011 0:01

    Acho ridícula mais esta mudança no percurso da São Silvestre. Já vai longe o tempo em que o charme da corrida noturna era o que contava, como descreveu com precisão o Marcelo Laguna. Hoje, vemos tristemente que o que vale é a grana da Rede Globo, que tudo compra, até mesmo almas e consciências, uma lástima.

  5. 56 adilson leite 07/11/2011 8:35

    Parabens pelos comentarios. Absurdo.

    Eu tenho hoje a melhor idade, acompanhei “ao vivo e a noite” a São Silvestre levado pela Dona Lydia (mãe) na Rua Gabriel dos Santos,( trajeto original, que saia / terminavada na Av. Casper Libero).

    Hoje sei a rede Globo consegue tudo, Até transformar a UNICA PROVA DO MUNDO, que COMEÇAVA EM ANO E TERMINA NO ANO SEGUINTE.
    ERA.INCRIVEL E ÚNICA!

    A Globo comprou direitos e acabou. Era charmoso, como a missa do Galo e muitas familas saiam quase inteiras para presenciar os Zatopek(s) da vida, EU VI EU VIVI esta emoção
    Vi corredores argentinos , portugueses , franceses dominarem , até surgir esta brigada quernianos e etilopes rs.

    Não concordei porem acostumei-me com a ideia de acabar com a prova à noite e passar para o dia, Acabou a festa, porem surgiu a a competição.
    Vá lá é mais uma corrida no mundo.

    E agora maisa esta? Francamente hein Sr. Marcelo, tem gato nesta saco…
    Daqui há pouco virará um reality show esta corrida pelas ruas esburacadas de Sampa
    “Alias o tempo urge e Sapucai é longa”..
    Aproveitando o ensejo

    Porque não fazem estas dezenas de corridas que passam pelo menos 1 vez por mês pelo minhoção e adjacencias , passarem pelos jardins, Tipos 1-) Corrida pelas ruas frondosas dos jardins e bairros chiques. 2-) Corridas pelas ruas de autoridades Publicas. ou outra prova com nome de 3-) Corrida Pedestre e Passeio ciclistico pelas ruas de vereadores e prefeitos. Saco gente! . uma das praias de paulistanos duros é o minhoção, e as pessoas aos domingos também necessitam descansar e dormir um pouco mais..E toma corrida, toma gritaria as 6;00 (preparativos),

    Porque não correm na Marginal ? No Autodronomo? ninguem quer ne? O glamour é passar entre predios e concretos e encher o saco e acordar as pessoas.né? Olha não é meu caso tá ! Eu acordo todos os dias as 500 e quando começam barulho já tô fora..rs

    Só exsitem 02 dias que não podemos mudar na vida,o dia de ontem e de amanhã, portanto…

    Desculpe-me o desabafo, continue a fustigar os poderosos, só assim despertará sentimentos em pessoas omissas. Só chegará as montanhas quem percorreu as planices.

    saudações
    Adilson Leite

  6. 55 Direção da prova justifica mudança no percurso da São Silvestre « CrystalTube 01/11/2011 20:07

    […] Leia também: a tradição da São Silvestre foi jogada no lixo […]

  7. 54 Laércio Encarnação dos Santos 08/10/2011 22:13

    Se Carlos Joel Nelli, Thomaz Mazzoni e o próprio Casper Líbero estivessem vivos, estariam corados de vergonha. Isto porque desnaturaram a competição. Basta ver que os atletas de outras nações não participam mais do evento. Resumiu-se a disputa entre brasileiros e quenianos. O interesse da vênus platinada era acabar com a tradicional corrida. E … conseguiu.

  8. 53 Henrique Silva 05/10/2011 4:17

    eu já assistia a Corrida São Silvestre,parei no ano 1987 pra correr-la.segue minha mensagem.

    MORRE 1 TRADIÇÃO
    TIRAM O BRILHO DA NOITE(MUNDANÇA DE HORÁRIO)
    CONFRATERNIZAÇÃO ENTRE ELITE E ANÔNIMOS(CERIMÔNIA DE PREMIAÇÃO)
    DESRESPEITO(MEDALHA ANTES DA PROVA)
    SHOW EXPULSA CHEGADA DA PAULISTA(TEM MUITOS LUGARES PARA REALIZAR O SHOW-Sambódromo,Ibirapuera,Vale do Anhangabaú,barra funda ou outro lugar amplo pois o que não falta é lugar em SÃO PAULO.

  9. 52 Nicolau Radamés 05/09/2011 14:41

    Os corredores que vão correr na São Silvestre utilizam, em sua maioria, o metrô. Com a mudança de local, como eles vão fazer? É revoltante quando uma elite, que não utiliza transporte público e que no dia 31 estará em casa, decide as coisas desse modo. Pobre São Silvestre… Parabéns Laguna pelo seu texto.

  10. 51 Carlos Roberto Bonina 02/09/2011 17:44

    Parabéns Sr. Marcelo Laguna, partilho e concordo desse seu realista e verdadeiro artigo. Assim como o senhor, eu tive a honra de em 1987 participar de minha primeira São Silvestre e infelizmente no decorrer dos anos como o senhor disse, interesses particulares quebraram a tradição de corrida noturna de encerramento de ano e calendário esportivo e agora quebram a tradição de uma chegada triunfal na Avenida Paulista para muitos atletas de elite, amadores e anônimos.
    Só quem participou dessa corrida sabe quão grande e alegre é a confraternização entre os participantes de todos os rincões do país e do exterior, onde atletas de elite buscam o podium, os amadores buscam a melhoria de seus tempos e os corredores anônimos buscam superar suas também anônimas metas e necessidades. Com a inovação de ter o primeiro nome junto ao número de peito, a população que alegremente assiste, incentiva e aplaude, chamam pelo nome nós corredores…!
    Sr. Marcelo Laguna agradeço por este seu excelente artigo que expressa a indignação deste esportista que vê com tristeza a quebra de uma tradição.
    Abraços,
    C. R.Bonina

  1. ver todos os comentários

Os comentários do texto estão encerrados.