Publicidade

quarta-feira, 27 de julho de 2011 Olimpíadas, Pan-Americano | 13:15

Quase tudo pronto em Londres 2012. Lição para o Rio 2016!

Compartilhe: Twitter

O Centro Aquático dos Jogos de Londres, que está sendo inaugurado nesta quarta-feira

Hoje, completa-se a marca de um ano para o início dos Jogos Olímpicos de Londres. E os dirigentes londrinos anunciam orgulhosos que nada menos do que seis grandes instalações olímpicas estão prontas para a competição: o Estádio Olímpico, o velódromo, a arena de handebol, o ginásio de basquete, o centro aquático e o IBC (o centro internacional de imprensa). O centro aquático, inclusive, está sendo inaugurado nesta quarta-feira, em meio aos festejos que marcam a contagem regressiva de um ano para a largada olímpica.

E se não bastasse este show de organização, os ingleses ainda avisam que não apenas cumprirão todo o orçamento como deverão gastar menos do que os 9,3 bilhões de libras que estavam previstos.

Que o exemplo londrino seja bem assimilado pelos dirigentes do Brasil, que organizarão os Jogos de 2016, no Rio de Janeiro. Os exemplos dos orçamentos estourados no Pan de 2007 ainda estão bem vivos na memória de todos os brasileiros.

Autor: Tags: , ,

2 comentários | Comentar

  1. 52 Guiga Francisco 28/07/2011 4:55

    Lindas, e David está de parabéns. Se eu pudesse estaria ai nos jogos, para realizar um sonho de todos que moram na Ilha de Itaparica, na localidade de Mar Grande, estamos realizando uma campanha “SEU AUTÓGRAFO EM PROL DA ARTE” onde diversas personalidades já autografaram na bandeira Cultural, a finalidade e leiloar e comprar um terreno para abrigar a classe artistica do Municipio que é carente. Só os DEUSES OLIMPICOS, faria uma coisa dessa. Londres é um sonho e a cidade será palco de todas as raças e etinias. ou mandar um poema da bandeira que fiz durante a copa.

    Respeitem a Bandeira Brasileira
    Letra: Guiga Francisco

    Dois de julho de 2010.
    Data essa que será marcante para a eternidade na mente dos baianos e brasileiros, onde as vuvuzelas, em fração de segundo apitaram mais forte acabando assim o nosso sonho dentro do estádio Nelson Mandela Bay, na cidade de Porto Elisabeth.Mais um gol derrubaram nossos jogadores heróis brasileiros da bola assim foram eliminados pela forte seleção Holandesa.
    No pelourinho os tambores do Olodum se calaram.
    Os brasileiros molharam a terra com suas lágrimas, na derrota dos nossos canarinhos como são conhecidos.
    O Nosso sonho acabava naquele momento na África do Sul, onde a copa foi realizada. O Brasil estava triste, em cada rosto Brasileiro via-se a tristeza.
    Eu estava Indo para casa, passando por uma rua deserta, naquele momento chovia muito, encontrei uma bandeira Brasileira amassada e dilacerada que se agonizava sem forças para sair daquela aflição quase morrendo afogada numa poça d’água. Não pensei, apesar de está triste. Agachei-me, peguei a bandeira Brasileira, sacudir coloquei no meu bolso, levando para a minha casa, chegando a casa procurei estender no varal com cuidado. O vento foi seu UTI, lhe dando ar e força para respirar. Aquele pedaço de pano que representa nosso patriotismo o verde, amarelo, azul e branco em questão de segundo começava a balançar dando os primeiros sinais de vida, dizendo para mim que ainda estava viva. Deitado na minha rede, na minha casa de Mar Grande, na Ilha de Itaparica, olhando para ela em pendurada naquele varal da varanda, sentir que falava como: obrigado! Eu, como nenhuma pessoa poderia falar com um pedaço de pano, só na minha imaginação, sentia a sua dor e ao mesmo tempo sua alegria de eu ter lhe salvado de não ter a deixado ter ido parar num aterro de lixo. Mais meu espírito luz me dizia e falava através do meu inconsciente que ela queria viver. Sua cor verde, amarelo, azul e branco, estava voltando ao seu brilho de sempre, sua frase mais famosa para nós Brasileiros “Ordem e Progresso”, já era visível e brilhavam para que meus olhos pudessem vê que estava viva. Meu dever cívico me dava conforto e alegria em ver renascer aquele pedaço de pano colorido que é nossa identidade Brasileira. Agora não agonizava mais em uma poça d’água, e sim balançava alegre e sorridente no varal sentindo o vento e a brisa de um entardecer depois daquela tragédia que minutos atrás tinha passado.
    Vamos procurar esse criminoso e punir pelo seu ato de falta de patriotismo. Um símbolo é um símbolo, devemos entender que somos humanos e mortais. Não vivemos de ódios e não vivemos para a eternidade. Ser Brasileiros, Americano ou Japonês isso não importa. Somos uma mistura de raças e torcemos pela vitória de quem quer que seja. Uma derrota seja qual for. Não deve ser encarado com o fim de tudo e sim um novo começo para repensar os erros que cometemos no passado, no presente, talvez repetissem no futuro. Perdemos uma Copa não a vida nem nossa dignidade. Deus nos deu a vida para viver os momentos tristes e alegres nessa terra misteriosa onde os homens não respeitam o próprio homem, nem as leis da natureza. Lágrimas, ás vezes é motivo de felicidade e tristeza. Eu não tenho a resposta! Vocês saberiam desvendar os mistérios da vida? Pense e reflita.

    Se um dia eu poderei assistir uma olimpiada vou adorar.

  1. ver todos os comentários

Os comentários do texto estão encerrados.