Publicidade

quinta-feira, 14 de julho de 2011 Olimpíadas, Pré-Olímpico, Seleção brasileira | 23:13

As vagas dos esportes aquáticos para Londres-12

Compartilhe: Twitter

Uma das arenas do Oriental Sports Center de Xangai, que será usada no Mundial

O Mundial de Esportes Aquáticos de Xangai, na China, que começa neste sábado, também servirá como trampolim para os atletas garantirem vaga nas Olimpíadas de Londres, no ano que vem. Obviamente isso será um combustível extra na motivação dos brasileiros das equipes de natação, saltos ornamentais, pólo aquático e maratonas aquáticas. A exceção fica por conta do nado sincronizado, que não terá vagas em disputa em Xangai.

Saiba qual o caminho para a classificação dos atletas brasileiros de esportes aquáticos para os Jogos de 2012:

NATAÇÃO – As vagas são asseguradas através de índices, que podem ser obtidos em provas eliminatórias, semifinais e finais. Além do Mundial de Xangai, os brasileiros terão oportunidade para marcar seus índices no Troféu José Finkel (29/08 a 4/09), em Belo Horizonte (MG); no Pan-Americano de Guadalajara (México), em outubro; Torneio Open (dezembro); Sul-Americano absoluto (março/2012), em Belém (PA); e Troféu Maria Lenk (maio/2012), no Rio (RJ). Em Xangai também serão classificados as 12 melhores equipes de revezamento. As quatro vagas restantes ficarão com os quatro melhores tempos do mundo, até metade de 2012.

NADO SINCRONIZADO – Não haverá vagas em disputa em Xangai. Em Londres o nado sincronizado terá oito equipes e 24 duetos. Cinco dos oito times serão os representantes continentais (a vaga das Américas sairá do Pan de Guadalajara). Os demais três times serão conhecidos no Pré-Olímpico de Londres (maio/2012). Todos os países classificados por equipe também classificarão seus duetos.

MARATONA AQUÁTICA – A prova de 10km do Mundial de Xangai garantirá vagas aos países cujos nadadores terminarem nas dez primeiras posições (masculino e feminino). Para um país já assegurar dois representes na prova, precisará que ambos terminem entre os dez melhores classificados em Xangai. As 28 vagas restantes (14 homens e 14 mulheres) serão decididas na etapa de Setubal (Portugal) da Copa Mundo de Maratonas Aquáticas 2012,  dias 9 e 10 de maio do próximo ano.

Haverá ainda mais duas chances de classificação: na Qualificação Olímpica em Setúbal (Portugal), nos dias 9 e 10 de maio de 2012, quando os nove melhores em cada prova estarão classificados. O detalhe é que só poderão participar países que ainda não tenham obtido classificação em Xangai e ainda assim só poderá qualificar um atleta por categoria (masculino e feminino).

A terceira chance será também na prova de Setúbal no ano que vem, classificando o melhor país de cada um dos cinco continentes, com exceção dos países já classificados nos critérios anteriores. Duas vagas (uma no masculino e outra no feminino) estão reservadas aos nadadores da Grã-Bretanha.

PÓLO AQUÁTICO – A Sérvia, campeã da Liga Mundial masculina de 2011, já tem uma das 12 vagas para o torneio masculino em Londres. No Mundial de Xangai, os três primeiros colocados já estarão classificados. Se a Sérvia estiver entre eles, será aberta uma vaga para o quarto colocado. Como a Grã-Bretanha também tem vaga assegurada como representante da Europa e a Austrália pela Oceania, as demais seis vagas serão distribuídas para os outros campeões continentais (três vagas) e três no Pré-Olímpico (abril/2012), em local não confirmado.

No torneio feminino, que terá oito países em Londres-12, o Mundial de Xangai não dará vaga olímpica. Com Grã-Bretanha garantindo a vaga da Europa e a Austrália também assegurando sua vaga na Oceania, os demais classificados sairão dos campeonatos continentais (três vagas) e do Pré-Olímpico (três vagas), em abril de 2012.

SALTOS ORNAMENTAIS – No Mundial de Xangai, os 12 finalistas na plataforma e no trampolim de 3 metros garantem vaga em Londres-12. Também se classificam os campeões continentais (para o Brasil, vale os Jogos Pan-Americanos). E por fim classificam-se os 18 semifinalistas da Copa do Mundo, em fevereiro de 2012, em Londres. No máximo, poderão competir dois atletas por país em cada modalidade. Para os saltos sincronizados, estarão classificados os três primeiros colocados em Xangai. Outras quatro duplas sairão da Copa do Mundo e a oitava vaga pertencerá à equipe da Grã-Bretanha (país-sede).

Veja também:

>>Juliana Veloso fora do Mundial. Uma musa a menos

>>Natação faz aquecimento em alto estilo

>>Quarentona, Janet Evans sonha com Londres-12. Ainda bem!

Autor: Tags: , , , , , ,

Nenhum comentário, seja o primeiro.

Os comentários do texto estão encerrados.