Publicidade

sábado, 2 de julho de 2011 Ídolos, Isso é Brasil, Seleção brasileira | 08:34

O doping e a hipocrisia

Compartilhe: Twitter

Cesar Cielo lê declaração à imprensa, na noite desta sexta-feira

Para início de conversa, não acho, sinceramente, que Cesar Cielo e seus três companheiros de seleção brasileira – Nicholas Santos, Henrique Barbosa e Vinicius Waked – tenham ingerido a substância furosemida, que apareceu em um exame antidoping realizados após o Troféu Maria Lenk, de forma proposital. Creio, sim, na versão apresentada pelo nadador campeão olímpico e mundial, que houve uma contaminação de suplementos alimentares que os quatros tomam normalmente.

Isto posto, permitam-me fazer a seguinte colocação: não tivesse o nome de Cesar Cielo na relação anunciada nesta sexta-feira pelo painel de doping da CBDA (Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos) e posso assegurar, com toda certeza, que todos seriam punidos. Nem que fosse por uma pena mínima, de três meses.

Provavelmente os responsáveis pelo controle antidopagem do Brasil, entre eles o renomado médico Eduardo de Rose, membro fundador da Wada (Agência Mundial Antidoping),  rebateriam minha tese com uns 200 argumentos, usando dados técnicos, científicos, pegando pontos obscuros de regulamentos. Não importa. É tão evidente que existem dois pesos e duas medidas sempre que o assunto doping vem à tona que nenhum argumento médico me convencerá do contrário. O ídolo sempre é preservado, no mundo inteiro.

Embora, como disse na abertura do post, acredite na inocência dos quatro nadadores, algumas coisas ficaram mal contadas. Por exemplo, será que a tal farmácia de manipulação, que soube-se mais tarde ser a responsável pela contaminação nos suplementos alimentares dos nadadores, tem realmente condições para exercer tal função? Que farmácia é essa, cujo nome não foi divulgado? E quando se sabe que um dos envolvidos, Vinicius Waked, já tinha sido flagrado num exame em 2009 e pegou dois meses de gancho, dá pra acreditar piamente que só há santos nesta história?

O escândalo mais recente de doping do esporte brasileiro está pronto para entrar na mesma categoria do doping burro, tema já abordado no blog e que puniu recentemente a também nadadora Fabíola Molina. E para piorar o que já está ruim, ainda houve a econômica declaração de Cielo à imprensa, que sem permitir perguntas dos jornalistas, somente repetiu o que já havia sido divulgado em seu comunicado, no início da tarde. Tinha que ter dado entrevista, sim, senhor!

No fundo, o que me parece é que existe uma baita hipocrisia em relação ao doping. Já vimos casos assim no atletismo brasileiro e mesmo internacional, como foi com o próprio Carl Lewis, que admitiu ter competido dopado, mas jamais foi punido. Porém, a lei é sempre mais dura e rigorosa para uns do que para outros.

Ou se cumpre a lei, mesmo que seja de uma forma dolorida, ou então que se acabe com a hipocrisia. O que não dá é para a coisa continuar nesta toada, onde atletas, dirigentes e médicos querem nos chamar de idiotas sem a menor cerimônia.

Veja também:

>>Ben Johnson é um cara de pau!

>>Desculpa esfarrapada da CBC

>>Dois pesos e duas medidas

Autor: Tags: , , , , , , ,

10 comentários | Comentar

  1. 60 professor Antonio Dias 07/07/2011 13:46

    Sim, porque não. Erro é humano. Há mais de dois anos os atletas manipulam os suplementos utilizados pelo grupo na mesma farmacia. Logo, esse período é um passaporte de confiabilidade. Sem ironia, se observarmos os prejuizos dos atletas, esses nos parece incalculavel mesmo pela propria situação dos mesmos na natação mundial. Por outro lado, o que representaria favorável os atletas, a tal substancia furosemida encontrada em seus exames? É simples a interpretação, sem ironia, e sem hipocrisia mesmo. Devemos sim apoiar esses valorosos jovens, que alem de inocentes estão enfrentando um bombardeio de alfinetadas desnecessarias, por parte principalmente de jornalistas com desconhecimento de causa, e dos adversários, acostumados a humilhar atletas brasileiros nas provas internacionas. O que falta a nós brasileiros, é ter um pouco mais de brasilidade, e não fazer pré julgamentos. Se o conselho de arbitragem optar pela condenação, será certamente mais um desrespeito ao nosso pais, e aos profissionais que dirigem a CBDA, cujo criador da WADA, Dr. Eduardo de Rose, merece todo respéito como profissional que é.

  2. 59 Mary 06/07/2011 13:53

    O negócio é o seguinte: quem será que vai se beneficiar com essa punição ao Cielo?

  3. 58 gilberto pereira junior 05/07/2011 18:09

    Acompanho natação, não sou especialisata na área de dopping, adoro esporte olímpico e acho que deveriam ter chamado atenção desses atletas internamente/ não divulgando o caso ou aplicar uma punição mesmo. O que aconteceu é complicado digerir e pode prejudicar a carreira de Cielo, nosso maior ídolo da natação e maior icone do esporte brasileiro atualmente, afinal dar advertência num caso em que todos que foram pegos foram punidos com meses e até anos é complicado, embora tenham elementos que diferem no caso do Cielo..
    Para finalizar temos o dever de preservar a imagem do nosso atleta e não prejudicar o esporte brasileiro que vem aos troncos e barrancos crescxendo, por isso a imprensa tem que ter o cuidado na dovulgação das notícias
    Boa sorte Cielo conte conosco você é sempre será nosso ídolo

  4. 57 Nicolau Radamés 04/07/2011 14:14

    Há algo de podre no Reino de Santa Bárbara. A exemplo do Laguna também creio na inocência do Cielo, mas não coloco minha mão no fogo. Que a situação está estranha, isso está. Mesmo assim, não creio que a Fina vá punir seu campeão olímpico e recordista mundial. A natação adora passar a mão na cabeça…

  5. Marcelo Laguna 04/07/2011 17:08

    Obrigado pelo “chato” (rs)…tenho tolerância zero com os pachecos

    Mas falando sério, esta mudança de poostura do De Rose também achei bem estranha. Abração e volte sempre, Alan.

  6. 56 Alan 03/07/2011 1:00

    Apesar de encher sua paciencia no tuiter e achar vc chato quando cisma com essa historia de pacheco com tudo, respeito o seu trabalho e confesso estava esperando sua opinião nesse caso por saber que é honesta.

    Eu não tenho conhecimento para opinar sobre doping, procurei blog de dois jornalistas e um deles me pareceu dá uma opinião refém dos seus pensamentos e o outro focou apenas na diferença de tratamento e não no doping.

    A carreira do Cielo está manchada, a punição foi leve (opiniao de leigo) e espero que não se repita , por gostar muito de esportes olímpicos.

    Quanto a diferença de tratamento para mim é evidente , o que me surpreende é que o De Rose sempre me pareceu bem rigoroso, doa a quem doer. Rs.

  7. 55 O porão que precisa ser destrancado | Esporte Fino 02/07/2011 21:10

    […] Cielo tem a blindagem dos campeões. Um caso de dois pesos e duas medidas, como diz Marcelo Laguna, jornalista de longa vivência na coberta de esportes […]

  8. Marcelo Laguna 02/07/2011 16:52

    Solidário com a Fabíola? Onde você leu isso?

    Eu escrevi que o doping da Fabíola foi burro, pela forma estúpida que ocorreu e pela experiência dela. Em relação ao Cielo, acho que ele provavelmente é inocente. Provavelmente. Mas não coloco a mão no fogo por ninguém. A imprensa não é abutre, apénas cumpre o seu papel de informar. Quem não faz isso não é jornalista, é torcedor, é pacheco.

    Ah, só uma coisa: não precisei questionar a Fabíola porque no dia seguinte ela deu uma entrevista à TV Globo do Vale do Paraíba. O Cielo preferiu fazer um pronunciamento

    Abs e continue visitando o blog

  9. 54 Emanuella 02/07/2011 16:36

    você foi tão solidário a Fabiola mas tão pouco em relação ao Cielo, engraçado, porque será? sendo que a substancia dela foi um estimulante, e a dele não, sim um diurético em um suplemento que ele toma a dois anos, não vi você questionando ela não fazer uma entrevista coletiva para os jornalista poder enche-la de perguntas, você foi solidário ao histórico dela, mas não foi ao do Cielo, ela perdeu o Índice olímpico que conseguiu nadando com o dopping, ele não, tem índices e records mundiais muito antes desse teste positivo e testado com frequencia, recentemente fez até teste sanguineo, mas o dopping dela é burro, e o dele é estranho, e ele é obrigado a dar entrevistas para poder se justificar aos abutres, enquanto ela pode mandar recado pelo marido que todos são solidários.

  10. 53 Emanuella 02/07/2011 16:03

    não se preocupe, ele vai ser punido e se realmente for semana que vem o jullgamento ele estará fora do mundial e se eles forem rigorosos a carreiro do Cielo terminou se receber uma ano fica fora da olimpiada e fora do proximo ciclo também, aí um dopping burro e acidental acabou com a vida de quatro pessoas, mas desde que o campeão olimpico seja punido esta tudo bem. Imagino que o magrinho Bernard que vai ganhar a proxima olimpiada sem a presença do Cielo deve viver só de água e nunca deve ter tomado nenhum suplemento.

    Não se preocupe com certeza ele terá punição, talvez não tão branda como a do Bousquet que foi suspenso apenas dois meses após disputar o Mare Nostrum, o Paris Open e o Campeonato Europeu de natação e que também não o deixou fora do Mundial, afinal os franceses os australianos e os jornalistas brasileiros já estão firme cobrando a punição, enojados pelo dopping do brasileiro e querendo uma punição severá para ele. o caminho fica mais fácil para os franceses e australianos sem o Cielo.

    Para a Fina pouco importa se a farmácia é culpada ou não, então você não precisa advogar em causa deles, azar é do atleta que usa remédio manipulado, eles por teoria não deveriam é usar nada. Cielo manchou a carreira e ponto final nunca será perdoado, vide Maurrem Maggi, que teve que comemorar o outro enquanto muitos a acusaram de dopping. Vamos caçar nossos raros campeões olimpicos.

  11. 52 Jardel 02/07/2011 9:50

    Não acompanho natação, mas em todo esporte quando envolve (muito) dinheiro não tem motivos para duvidar que o atleta fez algo pra melhorar a perfomance.

    Não duvido que seja real o dopping, e se for ou não tanto faz. Quem ganha pra competir é ele e não eu, ele que se vire para se defender das acusações.

  12. 51 João Batista Jr 02/07/2011 9:35

    Não é estranho?

    A farmácia de manipulação, em Santa Bárbara D’Oeste, que lidou com o suplemento alimentar dos nadadores admitiu a culpa. Antes da tal manipulação, o mesmo balcão tinha sido utilizado para manipular outro medicamento, que continha furosemida, e, pela pressa dos atletas, o farmacêutico descuidou da assepsia e acabou “contaminando” o suplemento com resquício do material que era utilizado no outro remédio. Tudo esclarecido. Já podemos passar para o próximo assunto – Copa América, quem sabe.

    O que me deixa intrigado é que, se foi descuido, Cielo e cia. podem pedir na justiça uma indenização por danos materiais (perda de premiação do Maria Lenk, perda das medalhas e certificados) e danos morais (incalculável, ainda mais que Cielo é o nadador mais rápido do mundo e, portanto, de fama em escala planetária). Além do quê, essa farmácia, agora, também está com a imagem totalmente arranhada: você manipularia um medicamento num lugar sem higiene? Pois o erro alegado é de falta de higiene.

    E, no entanto, a farmácia foi logo levantando a mão e dizendo “fui eu que errei.”

    http://pontogol.blogspot.com/2011/07/nao-e-estranho.html

  1. ver todos os comentários

Os comentários do texto estão encerrados.