Publicidade

Arquivo de julho, 2011

domingo, 31 de julho de 2011 Olimpíadas, Pan-Americano | 22:04

Tiro esportivo define equipe para Guadalajara

Compartilhe: Twitter

Karla De Bona e Janice Teixeira irão ao Pan de Guadalajara

Este final de semana marcou a definição de parte da equipe brasileira de tiro esportivo que competirá nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara, no México, a partir de 14 de outubro. Os atletas do tiro ao prato foram conhecidos após disputa de seletiva realizada no Clube Americanense de Tiro.

Na fossa double olímpica, Filipe Fuzaro – que tem presença assegurada nas Olimpíadas de Londres, no ano que vem – e Luiz Fernando Garça garantiram a vaga. Filipe terminou a seletiva em primeiro lugar, com 882 pratos, seguido por Luiz Fernando, com 863.

Na fossa olímpica masculina, a disputa foi bem acirrada, somente definida na série final. Rodrigo Bastos, que foi medalha de prata, no Pan de Mar Del Plata, em 1995, ficou com a primeira vaga, com 735 pratos. A segunda foi para Roberto Shmitts, com 732.

A fossa olímpica feminina terá como representantes Janice Teixeira e Karla De Bona. O skeet masculino contará com as participações de José Pedro Costa e Wilson Zocolotte.

Veja também:

>>Pista do Ibirapuera reestreia com recorde e índice

>>Brasil define equipe de lutas para o Pan

>>Brasileiro supera o terceiro do mundo e vai ao Pan

Autor: Tags: , , , , , ,

sábado, 30 de julho de 2011 Ídolos, Mundiais, Olimpíadas, Seleção brasileira | 18:57

O feito de Cesar Cielo é incontestável. Dentro d'água

Compartilhe: Twitter

Cesar Cielo exibe a medalha de ouro nos 50m livre do Mundial de Xangai

Se alguém ainda tinha alguma dúvida sobre o papel que o nadador Cesar Cielo irá desempenhar nos próximos anos no esporte brasileiro, teve como resposta a conquista espetacular neste sábado pela manhã do bicampeonato mundial nos 50m nado livre, do Mundial de Esportes Aquáticos em Xangai, na China.

Cielo ganhou a prova com autoridade, marcando o ótimo tempo de 21s52 – o segundo melhor do ano -,  deixando para trás o italiano Luca Dotto (segundo colocado) e o francês Alain Bernand (terceiro), justamente ele quem mais criticou o brasileiro no episódio de advertência no doping por furosemida, dado pela CBDA (Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos) e ratificado pela CAS (Corte Arbitral do Esporte).

Não há ninguém na natação mundial mais rápido do que Cesar Cielo e o próprio brasileiro, deixando corretamente a modéstia de lado, colocou-se como um dos principais favoritos a conquistar o ouro nesta prova nas Olimpíadas de Londres, em 2012.

Dentro das piscinas, não há uma vírgula a se contestar das duas medalhas de ouro de Cesar Cielo (que neste mesmo Mundial de Xangai havia sido campeão mundial dos 50m borboleta). Mas fora d’água…

Sim, lá vem o mala falar (como fui definido outro dia por um tuiteiro) mal do Cielo. Não dele, especialmente, mas do que cercou sua participação neste Mundial de Xangai.

Num futuro distante, quando torcedores e jornalistas se debruçarem pelos arquivos digitais que certamente serão cada vez mais desenvolvidos, e resolverem pesquisar tudo o que cercou este mundial de esportes aquáticos, saberão que um grande ídolo brasileiro, que tinha testado positivo por doping meses antes – ocorrido por um descuido, é verdade – só pôde competir porque o tribunal definitivo de apelação esportiva da época tomou uma polêmica decisão de liberá-lo. Mesmo sabendo que casos idênticos, iguaizinhos ao dele foram julgados com muito mais rigor e que receberam penas de suspensão.

Por mais que isso irrite a pachecada (que não está restrita apenas ao futebol, mas em todas as modalidades esportivas nas quais o Brasil tem sucesso), a verdade é que Cesar Cielo sempre terá que conviver com esta espécie de asterisco em sua carreira.

Da mesma forma que a impecável seleção masculina de vôlei, que ganhou tudo e que deverá ganhar ainda mais no futuro, sempre será lembrada pelo jogo que entregou no Mundial da Itália, no ano passado, para a Bulgária, e assim, tirando proveito do regulamento estúpido, escapar de confrontos mais perigosos na fase seguinte.

E,  da mesma forma, o bravo Felipe França, campeão mundial dos 50m peito, será lembrado pelo movimento irregular que fez no finalzinho da prova em que garantiu a medalha de ouro.

Aos pachecos, lembro que esta minha análise não significa falta de respeito ou patriotismo em relação a Cesar Cielo. Primeiro porque patriotismo não tem nada a ver com esporte. E depois, considero Cielo um cara do bem, um atleta de personalidade e, acima de tudo, um gênio das piscinas.

Cielo pertence a uma casta rara de gênios esportivos nascidos no Brasil e que não jogam futebol, que inclui também Gustavo Kuerten, Maria Esther Bueno, Éder Jofre, Ayrton Senna, Emerson Fittipaldi, Nelson Piquet, Joaquim Cruz, Adhemar Ferreira da Silva, João do Pulo, Giba, Oscar Schmidt, Wlamir Marques, Amaury Pasos, Robert Scheidt Torben Grael são alguns destes caras.

Mas se a Justiça tivesse o mesmo peso para todos, sem levar em conta títulos e medalhas, Cesar Cielo não deveria ter nadado em Xangai.

Veja também:

>>O desabafo e o protesto

>>As mudanças que virão a partir da absolvição de Cesar Cielo

>>O doping e a hipocrisia

Autor: Tags: , , , , , , , , , ,

sexta-feira, 29 de julho de 2011 Ídolos, Seleção brasileira | 23:47

Palpite para os 50m livre no Mundial de Xangai

Compartilhe: Twitter

Cesar Cielo e Bruno Fratus, nas semifinais dos 50m livre em Xangai

O que vai dar na final de daqui a pouco dos 50m livre do Mundial de Esportes Aquáticos, em Xangai?

Na minha modesta opinião, vai se repetir a ordem da foto acima: Cielo na frente, garantindo o bicampeonato mundial na prova, e Bruno Fratus em segundo. Inédita dobradinha brasileira!

E você, internauta do iG, o que acha que irá acontecer?

Autor: Tags: , , ,

Com a palavra, Ídolos, Isso é Brasil, Seleção brasileira | 23:36

A justificativa da CAS

Compartilhe: Twitter

“Os fundamentos mencionados não foram questionados pela Fina, o que certifica que a furosemida não teve por objetivo melhorar o desempenho dos atletas ou mascarar o uso de alguma outra substância capaz de melhorar o desempenho”

Trecho do laudo final produzido pelos juízes da CAS (Corte Arbitral do Esporte) em relação ao julgamento dos nadadores brasileiros Cesar Cielo, Henrique Barbosa, Nicholas Santos e Vinicius Waked no caso de doping por furosemida, flagrados em exame realizado no último Troféu Maria Lenk, no Rio de Janeiro, em maio. Os três primeiros receberam apenas uma advertância, enquanto Waked, por ter sido punido por doping anteriormente, levou um ano de suspensão.

Autor: Tags: , , , , ,

quinta-feira, 28 de julho de 2011 Ídolos, Pré-Olímpico, Seleção brasileira | 23:27

Marquinhos tentará lançar candidatura à CBB

Compartilhe: Twitter

O ex-pivô Marquinhos não aprova a atual gestão da CBB

Depois de soltar o verbo e detonar a decisão de Nenê Hilário e Leandrinho Barbosa de não defenderem o Brasil no Pré-Olímpico deMar del Plata, no final de agosto, o ex-pivô Marquinhos, titular da seleção brasileira nas décadas de 70 e início de 80, ainda não enterrou um sonho que vem cultivando há dois anos: tornar-se presidente da CBB (Confederação Brasileira de Basquete). O ex-jogador está trabalhando firme para lançar novamente uma candidatura, em 2014, como opositor do atual mandatário, Carlos Nunes.

“Não abandonei o projeto e estão me chamando novamente”, explicou Marquinhos, duranteuma conversa que tivemos no evento organizado pelo Consulado Geral Britânico de São Paulo na última quarta-feira, quando foi celebrada a marca de um ano para o início dos Jogos Olímpicos de Londres. Sem revelar maiores detalhes, Marquinhos disse que ainda sua maior dificuldade foi a mesma que teve quando tentou emplacar sua primeira candidatura, em 2009: a falta do apoio de, no mínimo, duas federações estaduais. Sem isso, ele não poderá lançar sua chapa.

Enquanto não consegue costurar este acordo político obrigatório, Marquinhos tenta aos poucos retomar o caminho do basquete, que havia deixado de lado durante os últimos anos para se dedicar à área de construção civil. Primeiro, vem atuando como representante em jogos do NBB (Novo Basquete Brasil). Ele também vem estudando para trabalhar eventualmente como treinador. Mas tudo isso sem abandonar o projeto de comandar um dia o basquete do Brasil.

Autor: Tags: , , , , , ,

quarta-feira, 27 de julho de 2011 Olimpíadas, Pan-Americano | 13:15

Quase tudo pronto em Londres 2012. Lição para o Rio 2016!

Compartilhe: Twitter

O Centro Aquático dos Jogos de Londres, que está sendo inaugurado nesta quarta-feira

Hoje, completa-se a marca de um ano para o início dos Jogos Olímpicos de Londres. E os dirigentes londrinos anunciam orgulhosos que nada menos do que seis grandes instalações olímpicas estão prontas para a competição: o Estádio Olímpico, o velódromo, a arena de handebol, o ginásio de basquete, o centro aquático e o IBC (o centro internacional de imprensa). O centro aquático, inclusive, está sendo inaugurado nesta quarta-feira, em meio aos festejos que marcam a contagem regressiva de um ano para a largada olímpica.

E se não bastasse este show de organização, os ingleses ainda avisam que não apenas cumprirão todo o orçamento como deverão gastar menos do que os 9,3 bilhões de libras que estavam previstos.

Que o exemplo londrino seja bem assimilado pelos dirigentes do Brasil, que organizarão os Jogos de 2016, no Rio de Janeiro. Os exemplos dos orçamentos estourados no Pan de 2007 ainda estão bem vivos na memória de todos os brasileiros.

Autor: Tags: , ,

terça-feira, 26 de julho de 2011 Ídolos, Musas, Olimpíadas | 22:33

Atenção dividida?

Compartilhe: Twitter

Ok, está certo que a natação no Mundial de Esportes Aquáticos de Xangai ainda está praticamente no começo. Mas muita gente pode estar estranhando o desempenho de Michael Phelps. O supercampeão norte-americano, dono de oito medalhas de ouro nas Olimpíadas de Pequim, em 2008, ainda não “brilhou” na China – embora já tenha ganho uma medalha de prata nos 200m livre e uma de bronze no revezamento 4 x 100m livre. Portanto, tudo o que se diz sobre Phelps merece ter um certo cuidado, para não queimar a língua.

Mas se alguém gosta de “teorias  da conspiração”, as fotos abaixo podem explicar os motivos desta, digamos, performance pouco dourada de Phelps: a presença em Xangai da namorada Nicole Johnson, ex-miss Califórnia.

E aí, será que a dona Nicole anda desviando a atenção de Michael Phelps? O que você acha?

Autor: Tags: , , , ,

segunda-feira, 25 de julho de 2011 Almanaque, Ídolos, Listas, Seleção brasileira | 23:54

As medalhas do Brasil nos mundiais de esportes aquáticos

Compartilhe: Twitter

O nadador brasileiro Cesar Cielo chora no pódio dos 50m borboleta

Confira abaixo quem, quando e onde conquistou medalhas para o Brasil em Mundiais de esportes aquáticos (até 25/7/2011):

MEDALHA DE OURO

Ricardo Prado – natação/400m medley – Guayaquil (Equador)/1982
Cesar Cielo – natação/50m livre – Roma (Itália)/2009
Cesar Cielo – natação/100m livre – Roma (Itália)/2009
Ana Marcela Cunha – maratona aquática/25km – Xangai (China)/2011
Cesar Cielo – natação/50m borboleta – Xanga (China)/2011

MEDALHA DE PRATA

Felipe França – natação/50m peito – Roma (Itália)/2009

MEDALHA DE BRONZE

Rômulo Arantes Jr – natação/100m costas – Berlim (Alemanha)/1978
Gustavo Borges – natação/100m livre – Roma (Itália)/1994
Fernando Scherer, André Teixeira, Teófilo Ferreira e Gustavo Borges – natação/revezamento 4x100m livre – Roma (Itália)/1994
Poliana Okimoto – maratona aquática/5km – Roma (Itália)/2009

Autor: Tags: , , , , , , , , , , ,

Com a palavra, Ídolos, Isso é Brasil, Seleção brasileira | 23:45

O desabafo e o protesto

Compartilhe: Twitter

Cesar Cielo exibe a medalha de ouro nos 50m borbolata do Mundial de Xangai

“Depois dessa, nada me derruba mais”

Cesar Cielo, logo depois de conquistar a medalha de ouro nos 50m borboleta do Campeonato Mundial de Esportes Aquáticos, em Xangai (China), referindo-se ao drama que passou após o caso de doping por furosemida, onde recebeu somente uma advertência pela CAS (Corte Arbitral do Esporte)

O nadador queniano Janson Dunford não gostou do ouro de Cielo

O nadador queniano Janson Dunford, que ficou em sétimo lugar na final dos 50m borboleta, expressou publicamente seu desapontamento pela presença do brasileiro na prova.

Autor: Tags: , , , ,

domingo, 24 de julho de 2011 Listas, Olimpíadas, Seleção brasileira | 08:05

Os brasileiros classificados para Londres 2012

Compartilhe: Twitter

Brunu Fratus ajudou o Brasil a garantir a vaga no 4 x 100m livre em Londres

Atualizado em 24/07/2011

Cesar Cielo, poupado, nem precisou entrar na água. Mesmo sem o maior astro, a equipe brasileira de natação garantiu vaga nos Jogos Olímpicos de Londres 2012 na madrugada deste domingo, ao ficar em 9º lugar nas eliminatórias da prova no Mundial de Esportes Aquáticos, em Xangai, na China.

O resultado deixou a equipe brasileira fora da final, mas atigiu o outro objetivo, que era o de assegurar a vaga olímpica. O time do Brasil foi formado por Bruno Fratus, Nicolas Oliveira, Marcos Macedo e Marcelo Chierighini.

Se o masculino assegurou a vaga, o time feminino do Brasil (Tatiana Barbosa, Daynara de Paula, Flavia Delaroli e Michele Lenhardt) ficou em 13º lugar. Agora, para ficar com uma das quatro vagas restantes para Londres 2012, a equipe feminina brasileira precisará cravar um dos quatro melhores tempos do mundo nesta prova, até junho de 2012.

Total de atletas brasileiros garantidos para Londres 2012: 50

Ciclismo

Modalidade Estrada (1 atleta)
Data e local em que garantiu a vaga: 8/05/2011, com a vitória de Gregolry Panizo no Campeonato Pan-Americano de ciclismo, em Antioquia (Colômbia)

Futebol

Modalidade feminino (18 atletas)
Data e local em que garantiu a vaga: 21/11/2010, ao vencer o Chile na decisão do Campeonato Sul-Americano do Equador

Modalidade masculino (18 atletas)
Data e local em que garantiu a vaga: 13/02/2011, ao vencer o Uruguai na rodada final do Campeonato Sul-Americano do Peru

Hipismo

Modalidade saltos – Equipe (5 atletas)
Data e local em que garantiu a vaga: 6/10/2010, ao ficar em quarto lugar durante o Mundial de Kentucky (EUA)

Maratona aquática

Prova dos 10km feminino (1 atleta)
Data e local em que garantiu a vaga: 19/07/2011, com o sexto lugar de Poliana Okimoto no Mundial de Esportes Aquáticos em Xangai (China)

Natação

Revezamento 4 x100m livre (4 atletas)
Data e local em que garantiu a vaga: 24/07/2011, com o 9º lugar da equipe masculina, formada por Bruno Fratus, Nicolas Oliveira, Marcos Macedo e Marcelo Chierighini, no Mundial de Esportes Aquáticos em Xangai (China)

Taekwondo

Diogo Silva – categoria até 68kg
Data e local em que garantiu a vaga: 1º/07/2011, ao ficar com a medalha de bronze no Pré-Olímpico de Baku, no Azerbaijão

Tiro esportivo

Modalidade Pistola 25m feminino – Ana Luiza Mello
Data e local em que garantiu a vaga: 20/11/2010, ao conquistar a medalha de ouro no Campeonato das Américas, no Rio de Janeiro

Modalidade Fossa Olímpica Double – Felipe Fuzaro
Data e local em que garantiu a vaga: 24/11/2010, ao conquistar a medalha de ouro no Campeonato das Américas, no Rio de Janeiro

Autor: Tags: , , , , , , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. 3
  5. 4
  6. Última