Publicidade

quarta-feira, 30 de março de 2011 Olimpíadas, Pan-Americano, Seleção brasileira | 18:42

As pioneiras do Brasil

Compartilhe: Twitter

Roseli Feitosa tambén foi eleita a melhor atleta do Pré-Pan da Venezuela

Ainda não se pode prever qual será o impacto da liberação do boxe feminino nas competições olímpicas. Mas uma coisa é certa: no Brasil, é inegável que a modalidade ganhará repercussão e provavelmente novas adeptas, a começar após a  participação nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara, em outubro próximo. E duas lutadoras já podem se orgulhar de terem feito história, no primeiro Pré-Pan da modalidade, encerrado em Cumana, na Venezuela: Adriana Araújo (categoria até 60kg) e Roseli Feitosa (categoria até 75kg).

Adriana e Roseli são as primeiras mulheres brasileiras do boxe com participação assegurada  em uma competição poliesportiva. Não se trata de pouca coisa, se lembrarmos que até pouco tempo atrás o boxe feminino era visto como uma espécie de aberração esportiva, somente para atrair a atenção de um público machista, que não estava preocupado com a qualidade técnica do espetáculo e sim pelo fato de ter duas mulheres trocando socos em cima de um ringue.

Há uma semana, o presidente da CBBoxe (Confederação Brasileira de Boxe), Mauro Silva, havia me dito que botava muita fé na equipe feminina, especialmente em Roseli e Adriana, que em sua opinião irão brigar pela medalha de ouro em Guadalajara.  Sinceramente, achei que o dirigente estava um pouco otimista demais, a despeito de Roseli ser a líder do ranking mundial das meio-pesados (até 81kg) e  e Adriana ter várias medalhas conquistadas em pan-americanos da modalidade, entre os pesos leve.

Mas os resultados do Pré-Pan venezuelano mostraram que Silva tinha razão.  Primeiro porque as duas ganharam as únicas medalhas de ouro do Brasil no torneio. Depois, pela forma com que chegaram ao título. Na final dos leves, Adriano Araújo não deu a menor chance à Kiria Tapia, de Porto Rico, ganhando por 13 a 3 na decisão dos jurados. Roseli, em uma categoria abaixo da sua (peso médio) superou nada menos do que a atual campeã mundial, a canadense Mary Spencer, por 15 a 9. De quebra, ainda foi eleita a revelação do Pré-Pan e a melhor atleta da competição (incluindo nesta lista homens e mulheres).

O mais importante, contudo, é que Roseli e Adriana já fazem parte da  história no esporte olímpico brasileiro.

Autor: Tags: , , , ,

1 comentário | Comentar

  1. 51 Bispão 15/04/2011 14:43

    Boa tarde sou ex boxeador Amador decada de 90 Gostaria de saber como encontrar fotos da época Forja dos Campeões, Kid jofre,Paulista, entre outros pois nós dinossauros do boxe temos pouco ou quase nada de registros da época não era como hoje, que todos tem celular com câmeras seria de grande ajuda não somente a mim mas, uma grande galera da antiga desde já muito obrigado!!!!!!!!!!!

  1. ver todos os comentários

Os comentários do texto estão encerrados.